Banca de DEFESA: STÉFANO PUPE JOHANN

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: STÉFANO PUPE JOHANN
DATA: 20/03/2015
HORA: 14:00
LOCAL: INSTITUTO DO CÉREBRO
TÍTULO:

Ex Uno Plures: Sobre o uso de camundongos transgênicos e optogenética para caracterizar populações de neurônios identificadas geneticamente

 



PALAVRAS-CHAVES:
"Optogenética", "Promotores genéticos", "Animais Transgênicos", "Área Tegmental Ventral", "Núcleo Subtalâmico", "Hipocampo".

PÁGINAS: 183
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Fisiologia
RESUMO:

Os neurocientistas tem uma diversidade de perspectivas com as quais podem classificar diferentes partes do cérebro. Com o surgimento de técnicas baseadas na genética, como a optogenética, se torna cada vez mais importante identificar se um grupo de células, definidas através de morfologia, função ou posição anatômica possui um padrão característico de expressão de um ou mais promotores genéticos. Isso permitiria melhores formas de estudar essas populações de neurônios definidas geneticamente. Neste trabalho, eu apresento uma discussão teórica e três estudos experimentais nos quais essa foi a principal questão sendo abordada. O Estudo I discute as questões envolvidas em selecionar um promotor para estudar estruturas e subpopulações na Área Tegmental Ventral. O Estudo II caracteriza uma subpopulação de células na Área Tegmental Ventral que compartilha a expressão de um promotor, que é anatomicamente muito restrita, e que induz aversão quando estimulada. O Estudo II utiliza uma estratégia similar para investigar a subpopulação no núcleo subtalâmico que expressa PITX2 e VGLUT2 que, quando inativada, causa hiperlocomoção. O Estudo IV explora o fato de que um grupo de células previamente identificadas no Hipocampo Ventral expressa CHRNA2, e indica que essa subpopulação pode ser necessária e suficiente para o estabelecimento do ritmo teta (2-8 Hz) no Hipocampo Ventral de camundongos anestesiados. Todos esses estudos foram guiados pela mesma estratégia de identificar um promotor genético capaz de permitir o controle de uma população de neurônios identificada geneticamente, e eles demonstram as diferentes formas em que essa abordagem pode generar novas descobertas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2069422 - DIEGO ANDRES LAPLAGNE
Interno - 1996111 - MARTIN PABLO CAMMAROTA
Externo à Instituição - OLAVO BOHRER AMARAL - UFRJ
Presidente - 1824636 - RICHARDSON NAVES LEAO
Externo à Instituição - VINICIUS ROSA COTA - UFSJ
Notícia cadastrada em: 13/03/2015 17:53
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao