Seminários em Neurociências 2014.1

Data: 23/05/2014 (6a-feira)
Hora: 11:00h 
Local: Biblioteca do ICe-UFRN
 
Palestra
Sobre o impacto da prática de pranayama em marcadores do fluxo de pensamentos e da regulação emocional
 
Palestrante
Morgana Menezes Novaes, Doutoranda
 
Instituição
Programa de Pós-Graduação em Neurociências
Instituto do Cérebro - UFRN
 
Resumo
A atividade mental humana ocupa boa parte do tempo em devaneios. Sem uma tarefa mais complexa, ela passa de um assunto a outro, indo desde memórias do passado à tentativa de prever o futuro. Há evidências que a estrutura do fluxo de pensamentos carrega informação importante sobre o estado cognitivo e emocional do indivíduo. Recentemente, estratégias quantitativas têm sido empregadas com sucesso para a investigação desse processo, como é o caso daquelas baseadas na teoria de grafos e nas técnicas de neuroimagem funcional. Baseado em algumas delas, tem sido observado que práticas contemplativas, como o Yoga, são capazes de alterar características desses processos. Um dos componentes do Yoga é o pranayama, que se refere às práticas respiratórias. Desse modo, um dos objetivos deste projeto é avaliar as mudanças promovidas pela prática do bhastrika pranayama sobre os protocolos de regulação emocional. Além disso, investigaremos eventuais relações entre os processos de regulação emocional e características do fluxo de pensamentos individual, tanto pela utilização de estratégias de análise quantitativa do discurso como marcadores de imagem funcional por ressonância magnética (fMRI). Para tanto, 40 adultos jovens serão divididos aleatoriamente em dois grupos (controle e treinamento). O primeiro não passará por nenhuma intervenção e o segundo realizará a prática do bhastrika pranayama durante 30 dias. Nossas hipóteses são que o grupo treinado pelo Bhastrika Pranayama apresentará: menor engajamento da Default Mode Network (DMN) e amígdala; maior engajamento de estruturas cerebrais que estão envolvidas com o controle cognitivo, como o córtex pré-frontal dorsolateral e maior conectividade deste com a DMN. Além disso pretendemos identificar eventuais correlações entre marcadores do discurso relacionados ao fluxo de pensamento aos resultados de atividade e conectividade funcional.
Notícia cadastrada em: 20/05/2014 10:34
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao