Banca de DEFESA: DEIZE DAIANE PINTO GUILHERME

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DEIZE DAIANE PINTO GUILHERME
DATA : 09/12/2019
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do CTEC
TÍTULO:

ESTUDO DO DESEMPENHO TÉRMICO E MECÂNICO EM ARGAMASSAS DE REVESTIMENTO COM SUBSTITUIÇÃO DO AGREGADO NATURAL PELA VERMICULITA EXPANDIDA.


PALAVRAS-CHAVES:

Argamassa térmica, isolamento térmico, caracterização.


PÁGINAS: 86
RESUMO:

O interesse do desempenho térmico das edificações está cada vez mais frequente, devido as exigências dos usuários e melhorias na fiscalização da norma de desempenho NBR 15575 (ANBT, 2013), que estabelece os critérios mínimos de eficiência de uma edificação. Destacam-se as cobranças relacionadas ao comportamento térmico, pois causam impactos na construção, no meio ambiente e afeta o conforto e os custos dos usuários. Uma alternativa para solucionar esta problemática é a alteração dos materiais constituintes dos sistemas construtivos, como por exemplo a utilização de agregados leves e com potencial de isolamento térmico. Diante deste contexto, objetivo do presente trabalho é analisar o desempenho térmico e mecânico de argamassas de revestimento com substituições do agregado natural pela vermiculita expandida. O procedimento experimental iniciou com a caracterização dos materiais e a produção das argamassas com o traço em volume 1:1:6 (cimento: cal: areia) com substituições de 25, 30, 35, 40, 45 e 50% da areia pela vermiculita, e em seguida ensaios no estado fresco (consistência, densidade e retenção de água), no estado endurecido (densidade, resistência à tração e compressão, módulo de elasticidade, absorção por capilaridade e por imersão e resistência de aderência) e por fim, os ensaios térmicos, com o aparelho KD- 2Pro e o desempenho térmico, através de um protótipo simulando a incidência de calor em uma parede. Os resultados mostram que a trabalhabilidade foi melhorada de acordo com a incorporação da vermiculita expandida, a densidade no estado fresco e endurecido foi reduzida, a resistência à compressão apresentou redução pouco significativa, o índice de vazios e a resistência de aderência aumentou. Todos os sistemas de vedação com tijolos cerâmicos revestidos pelas argamassas em análise atenderam aos requisitos estabelecidos pela NBR 15575 (ANBT, 2013). O desempenho térmico avaliado pelo protótipo mostrou melhoria no isolamento térmico de acordo com a incorporação da vermiculita expandida, obtendo resultados mais significativos para as argamassas com 45 e 50% de substituição, que chegaram a isolar 34°C e 40°C, respectivamente. Portanto, o incremento da vermiculita expandida em argamassas de cimento é capaz de beneficiar o isolamento térmico sem gerar grandes danos nas demais propriedades das argamassas, tornando um produto com bom desempenho térmico e mecânico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 671.403.354-00 - KLEBER CAVALCANTI CABRAL - UFERSA
Interna - 1717461 - LUCIANA DE FIGUEIREDO LOPES LUCENA
Externo à Instituição - WENDELL ROSSINE MEDEIROS DE SOUZA - UFERSA
Notícia cadastrada em: 20/11/2019 14:59
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao