Banca de DEFESA: LETÍCIA MARIA MACÊDO DE AZEVEDO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LETÍCIA MARIA MACÊDO DE AZEVEDO
DATA : 27/06/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Sala 212 do CTEC (Auditório de Ambiental)
TÍTULO:

Instalação de geossintéticos em pavimentos flexíveis com CBUQ: Danos de
instalação.


PALAVRAS-CHAVES:

Danos de Instalação; Pavimentos Flexíveis; Geossintéticos; Ensaio de
Tração Uniaxial.


PÁGINAS: 101
RESUMO:

Meio essencial para a locomoção de pessoas e cargas em todo território, o
transporte rodoviário ganha destaque no ramo social e econômico. No entanto, com as
aplicações de recursos insuficientes na infraestrutura, esta passa a apresentar patologias
que necessitam ser sondadas, como também os mecanismos que as originaram, para a
escolha de alternativas de restauração ou prevenção adequadas. Assim, com o objetivo
de aumentar a vida útil do pavimento e proporcionar aos usuários condições de
trafegabilidade eficientes preenchendo os requisitos de conforto, economia e segurança,
foram desenvolvidas tecnologias das quais pode-se destacar o uso dos reforços nas
obras viárias. Os geossintéticos vêm ganhando espaço na pavimentação por
minimizarem o tempo de execução, custos e até impactos ambientais. Todavia, se
manuseados de maneira inadequada ou submetidos a agentes externos, os materiais
poliméricos podem manifestar desempenhos insatisfatórios durante a vida útil. Diante
deste cenário, esta pesquisa foi desenvolvida em um trecho urbano no conjunto Brasil
Novo do bairro Pajuçara na cidade de Natal-RN com o objetivo de averiguar os danos
térmico e mecânico ocasionados nos geossintéticos em uma obra de pavimentação e
comparar os resultados obtidos com os disponibilizados na literatura, uma vez que a
maioria dos estudos são realizados em laboratórios. Então, amostras de diferentes tipos
de geossintéticos foram expostas a alta temperatura do CBUQ e a atividade de

compactação sendo, posteriormente, exumadas e submetidas a ensaios de tração
uniaxial. Com isso, alguns quesitos antes e após o dano foram avaliados e comparados:
resistência à tração, deformação, coeficiente de variação, módulo de rigidez e fator de
redução. Logo, pôde-se concluir que ao submeter geossintéticos aos danos existentes em
uma obra de pavimentação, de maneira geral, há diminuição na força de tração e na
deformação e, além disso, alguns fatores de redução expressaram valores maiores que
os disponibilizados na literatura.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2085750 - FAGNER ALEXANDRE NUNES DE FRANCA
Interna - 1524077 - CARINA MAIA LINS COSTA
Interno - 028.307.994-02 - ENIO FERNANDES AMORIM - IFRN
Externa à Instituição - NATÁLIA DE SOUZA CORREIA - UFSCAR
Notícia cadastrada em: 25/06/2019 16:18
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao