Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSE DANIEL JALES SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSE DANIEL JALES SILVA
DATA: 10/04/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Setor IV, sala 04, bloco G
TÍTULO:

Incorporação de lodo de um indústria de produtos de limpeza em material de construção civil.


PALAVRAS-CHAVES:

Lodo Industrial, Reciclagem, Matéria Prima, Material de Construção.


PÁGINAS: 66
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
RESUMO:

O tratamento de efluentes, sejam estes domésticos ou industriais, tem gerado grandes quantidades de lodo que na maioria dos casos tem sido dispostos em locais inadequados, agravando o quadro de impactos ambientais causados. Em face disto, e aliado à política de reutilização de resíduos, o lodo das estações de tratamento de efluentes (ETE) tem sido incorporado nos mais diversos materiais de construção, seja em seu modo natural ou na forma de cinzas. As indústrias cerâmica, de concretos e argamassas devido às suas características de produção com utilização de uma matéria prima heterogênea de alta capacidade de absorção de resíduos tem se destacado nessa prática. Dentro desse contexto, o presente trabalho visou avaliar os efeitos da incorporação de um lodo proveniente de uma ETE de indústria de produtos de limpeza, localizada no município de São José do Mipibu no Rio Grande do Norte, nas propriedades físicas, mecânicas, microestruturais e ambientais de argila utilizada na confecção de produtos cerâmicos como telhas e tijolos, ou em material à base de cimento como concretos e argamassas. O trabalho foi divido em duas etapas onde inicialmente caracterizou-se o lodo, escolhendo o melhor material para recebe-lo, em seguida promoveu-se a incorporação e execução de ensaios de desempenho em corpos de prova para avaliação da viabilidade do processo. Por meio da análise experimental tornou-se possível concluir que o melhor material a receber o resíduo seria a argila para a fabricação de telhas. A adição do resíduo na massa argilosa promoveu uma otimização em suas propriedades mecânicas, principalmente devido à fina granulometria do resíduo e alto teor de cal o que contribuíram para uma redução no teor de absorção de água e porosidade total das amostras e ganhos na resistência à flexão dos produtos com um melhor processo de sinterização durante a queima.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1284389 - MARIA DEL PILAR DURANTE INGUNZA
Notícia cadastrada em: 30/03/2015 10:52
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao