Banca de DEFESA: ERICK JORDAN DA SILVA GOMES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ERICK JORDAN DA SILVA GOMES
DATA : 20/07/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

RISCO DE INUNDAÇÃO NA SEDE MUNICIPAL DE TOUROS – RN


PALAVRAS-CHAVES:

Risco; Exposição; Vulnerabilidade; Inundações.


PÁGINAS: 187
RESUMO:

Os ambientes de rios e lagoas apresentam acentuada oscilação nos níveis altimétricos de seu
volume em decorrência de sua dinâmica natural. No entanto, a ação antrópica, caracterizada pelos
diferentes padrões de uso do solo, pode através da construção das edificações nas margens de
corpos hídricos, desencadear inundações. Estes são problemas recorrentes na sede municipal de
Touros – Rio Grande do Norte, pela qual se caracteriza por condicionantes (tanto naturais quanto
antrópicos), capazes de funcionar como gatilho na ocorrência de inundações. Sendo assim, essa
pesquisa tem como objetivo avaliar a relação estabelecida entre os fatores de exposição à
inundação e a vulnerabilidade social na sede municipal de Touros – RN. Essa pesquisa foi
fundamentada na abordagem sistêmica. Com procedimentos metodológicos embasados na
aplicação da metodologia para exposição física a inundações de Guerra (2009) e no Índice de
vulnerabilidade social proposto por Almeida, Welle e Birkmann (2016). A partir da obtenção de
dados primários por aplicação de questionários, foram obtidas informações que deram base para a
elaboração do índice de risco, calculado através da associação da exposição e da vulnerabilidade.
Somado a isso, foram elaborados com suporte de aeronave remotamente pilotada (ARP), modelos
digitais de terreno e de superfície que ajudaram a gerar curvas de nível e criar simulações de
inundações em potencial. Observou-se que a relação entre exposição e vulnerabilidade são
indissociáveis, e sua configuração é essencial para compreender como o risco se comporta na
área de estudo. Nesse contexto, o destacável é que a área possui condicionantes naturais pelas
quais intensificam o aumento dos níveis de corpos hídrico, que associados as características de
vulnerabilidade sociais elevadas denotam a necessidade da elaboração de medidas de mitigação
direcionada a ocorrência de inundações. Foi identificado que a ocupação da área, principalmente
de ambientes lacustres, é o maior problema do município relacionado aos riscos de inundações.
Constatado, através de pesquisa de campo e registros fotográficos, ficou evidente o problema e
seus impactos. Em decorrência do adensamento populacional intenso e a falta de ações que
busquem minimizar o risco de desastres, como educação ambiental, a construção de um sistema
de drenagem ou a implantação de um sistema de alerta mostrou ser um problema em uma área em
que as inundações se tornaram frequentes. Finalmente, algo que fica claro é a urgente necessidade
de medidas (sejam elas estruturais ou não) as quais busquem minimizar os riscos na vida das
pessoas. À medida que o tempo avança permanecem expostas ao medo constante de sofrer graves
danos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2321176 - JULIANA FELIPE FARIAS
Interno - 1803535 - ADRIANO LIMA TROLEIS
Interno - 1503011 - LUTIANE QUEIROZ DE ALMEIDA
Externo à Instituição - LEONLENE DE SOUSA AGUIAR - IDEMA
Notícia cadastrada em: 18/06/2020 15:11
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao