Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCISCO ARACILDO DE MOURA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRANCISCO ARACILDO DE MOURA
DATA : 18/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Dep. de Geografia/CCHLA
TÍTULO:

TERRITÓRIOS DE VIOLÊNCIA na trama urbana da cidade de Natal/Brasil (2012 – 2018)


PALAVRAS-CHAVES:

Natal. Homicídios. Roubos/Furtos. Territórios de violência


PÁGINAS: 158
RESUMO:

A violência é um fenômeno social que tece as relaçõesnas grandes cidades. A cidade matizada na violência vai-se (re)refragmentando e (re)articulando a partir da simultaneidade das ações e das reações dos segmentos população, Estado e crime. Desta feita, a hipótese é que a violência em Natal, considerada nos últimos anos como uma das capitais mais violentas do Brasil, forma territórios que interfere na (re)fragmentação do tecido urbano, deteriorando seu espaço. Esses territórios caracterizam-se por ser fluídos quanto a fronteiras e redes espaciais, o que dificulta a ação do Estado e da população, que tendem a operar espacialmente com o viés localizado e por zona. Por essa perspectiva, temos como objetivo geral compreender a violência na cidade de Natal em sua dimensão espacial, considerando os Territórios de Violência, no interstício 2012 - 2018. Este objetivo se desdobra em ações específicas, tais como: identificar os fatores espaciais que contribuem para a territorializaçãodo crime; refletir sobre o processo de configuração dos territórios de violência enredado pelos agentes nele envolvidos; analisar esses territórios considerando a (re)incidência de homicídios e roubos/furtos de veículos registrados em todos os bairros da cidade.Os dados a respeito da criminalidade em Natal, fornecidos pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), o levantamento de matérias jornalísticas publicadas na mídia, a utilização de técnicas de estatística espacial para a criação da cartografia do crime, possibilitaram evidenciar que os bairros do Alecrim, Candelária, Capim Macio, Igapó, Lagoa Azul, Mãe Luíza, Neópolis, Nossa Senhora da Apresentação, Pajuçara e Potengi são os que detém reincidências dos crimes e concentram alta probabilidade do cidadão ser vítima de homicídio, roubo/furto de veículos. Estes bairros ao serem usados e apropriados pelo crime e, ao concentrarem elevadas tensões no tecido urbano a partir de ações criminosas e atuação das forças de segurança assumiram a condição de territórios de violência na cidade de Natal.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1352037 - EDMILSON LOPES JUNIOR
Presidente - 6350736 - EUGENIA MARIA DANTAS
Externo ao Programa - 3060741 - HUGO ARRUDA DE MORAIS
Notícia cadastrada em: 30/01/2020 13:32
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao