Banca de DEFESA: CLEANTO CARLOS LIMA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CLEANTO CARLOS LIMA DA SILVA
DATA : 29/06/2017
HORA: 16:00
LOCAL: Sala 520 do Departamento de Geografia - CCHLA
TÍTULO:

RELAÇÃO SOLO-RELEVO PARA COMPREENSÃO DOS PROCESSOS EROSIVOS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE/RN


PALAVRAS-CHAVES:

Bacia Hidrográfica; Rio Doce; erosão; topossequência.


PÁGINAS: 103
RESUMO:

A bacia hidrográfica do Rio Doce é uma das mais importantes bacias por abastecer uma parcela significativa da população da Região Metropolitana de Natal. Nos últimos anos, a bacia hidrográfica do Rio Doce vem sofrendo com a interferência do processo de urbanização, através do forte crescimento imobiliário na Zona Norte de Natal e, principalmente, no município de Extremoz e de São Gonçalo do Amarante. A expansão do distrito industrial de Extremoz acarreta usos inadequados do solo, o que contribui ainda mais para o desenvolvimento de processos de erosão em determinadas áreas dentro da bacia. Já nas áreas rurais da bacia a presença significativa de propriedades agropecuárias de pequeno a médio porte deixa o terreno exposto às condições de erosividade das chuvas. Essas intervenções contribuem para a aceleração dos processos erosivos que acabam influenciando o sistema pedológico que, consequentemente, também afetará as condições hídricas da bacia do Rio Doce. Essa pesquisa tem a finalidade de caracterizar a organização tridimensional da cobertura pedológica presente na bacia hidrográfica do Rio Doce, bem como sua relação com os processos erosivos da área. Como principal fator para análise dos processos erosivos, esse estudo aborda a relação entre o relevo e o solo, partindo da ideia de que o relevo influencia no desenvolvimento do solo e este na evolução do relevo. Para realização dessa pesquisa, utilizamos os pressupostos teóricos-metodológicos de Ab'Sáber (1969) e Ross (1990) para a compartimentação da bacia  em unidades naturais e Ruellan & Queiroz Neto (1985) e Boulet (1993) para a Análise Estrutural da Cobertura Pedológica. Foram mapeadas três unidades naturais, nas quais foram realizadas as topossequências para a identificação das principais características dos solos de cada unidade. Foi verificado que os solos nas três unidades apresentam grande suscetibilidade à erosão, principalmente nas vertentes próximas aos leitos dos rios Mudo, Guajiru e Doce.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1692459 - ERMINIO FERNANDES
Interno - 1149364 - LUIZ ANTONIO CESTARO
Externo à Instituição - RAFAEL ALBUQUERQUE XAVIER - UEPB
Notícia cadastrada em: 22/06/2017 16:01
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao