Banca de QUALIFICAÇÃO: ANDERSON GOMES DA EPIFANIA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANDERSON GOMES DA EPIFANIA
DATA : 13/03/2017
HORA: 19:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Geografia
TÍTULO:

A PRODUÇÃO DO ESPAÇO E O TURISMO: Texturas, polifonia e interditos na Costa do Dendê - Bahia


PALAVRAS-CHAVES:

Produção do Espaço, Fenômeno Turístico, Costa do Dendê – Bahia


PÁGINAS: 94
RESUMO:

O presente trabalho, versa sobre o processo de produção do espaço e o fenômeno turístico na Costa do Dendê - Bahia, tendo como elementos basilares o debate sobre as texturas, polifonias e interditos presentes neste processo. O caminho trilhado dialoga com a teoria lefebvriana sobre a leitura do processo de produção e sua tríade concebido/percebido/vivido. Tal discussão refere-se ao espaço enquanto produto da reprodução da vida e sobre a produção capitalista no que tange ao desenvolvimento desigual e combinado, temática que envolve as concepções e ações sobre espaço e que confere valores, no que tange a perspectiva marxiana sobre o uso, a troca e o valor. Neste caso, o planejamento turístico tem rebatimentos diretos sobre a forma de reprodução deste fenômeno em suas materialidades, usos e apropriações, inclusive apresenta a partir da leitura do desenvolvimento geográfico desigual outras realizações possíveis no espaço e em suas materialidades/práticas e usos isotópicos/heterotópicos/utópicos, sendo estas carregadas de intencionalidades, como apresentado no estudo de caso sobre a Costa do Dendê. Assim pretende-se responder: Em quais bases se realiza o fenômeno turístico no processo de produção do espaço da Costa do Dendê e quais as possibilidades concernentes a ações que sejam direcionadas ao plano heterotópico, no que se refere ao desenvolvimento geográfico desigual? A hipótese a ser analisada refere-se à análise do processo de produção do espaço, tendo por base a tríade: representação do espaço concebido/projetado, prática espacial/percebido, espaço da representação/vivido, que versa sobre o desenvolvimento geográfico desigual, contribuirá para a proposição do planejamento do turismo e o entendimento deste fenômeno. Isso ocorrerá através da observação de materialidades e práticas isotópicas, heterotópicas e utópicas, que seguem, respectivamente, lógicas unitárias e diversas, ligadas diretamente à ação capitalista e à reprodução social, abordagem a ser contextualizada com o estudo sobre o fenômeno do turismo na Costa do Dendê, no estado da Bahia. 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1486670 - CELSO DONIZETE LOCATEL
Interno - 2346233 - FRANCISCO FRANSUALDO DE AZEVEDO
Presidente - 1345775 - MARIA HELENA BRAGA E VAZ DA COSTA
Interno - 347943 - RITA DE CASSIA DA CONCEICAO GOMES
Notícia cadastrada em: 02/03/2017 15:54
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao