Banca de QUALIFICAÇÃO: WELTON PAULO DO NASCIMENTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : WELTON PAULO DO NASCIMENTO
DATA : 21/02/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Geografia
TÍTULO:

TERRITÓRIO E COMÉRCIO DE INSUMOS AGROPECUÁRIOS NO RIO GRANDE DO NORTE.


PALAVRAS-CHAVES:

Uso do território; Consumo produtivo agrícola; Comércio de insumos. 


PÁGINAS: 50
RESUMO:

A partir da década de 1960, com as mudanças ocorridas no contexto produtivo agrícola brasileiro decorrente da Revolução Verde em escala mundial, ocorre a expansão de vetores relacionados ao consumo produtivo agrícola (material e intelectual) nas cidades, estas que passam a concentrar empresas de diferentes ramos, sejam relacionadas ao comércio de bens intermediários e bens de capital ou prestação de serviços para o aperfeiçoamento dos processos produtivos agrícolas. Um dos vetores que atualmente se destaca no contexto brasileiro, pelos vultosos investimentos de capital nacional ou internacional, é o comércio de insumos materiais agropecuários, onde as empresas estabelecem uso particular do território a partir de suas lógicas e interesses de localização em pontos que lhes apresentam maior vantagem de reprodução do capital. É nesse sentido que a presente pesquisa se propõe analisar o uso do território pelo comércio de insumos materiais agropecuários (consumo produtivo agrícola) no Rio Grande do Norte, com enfoque aos agentes e processos imbricados às interações espaciais resultantes dessa dinâmica. Acreditamos que tal vetor nesse estado se apresenta sobretudo naquelas cidades próximas das áreas de maior densidade da produção agrícola destinadas ao mercado internacional, corroborando também para o aprofundamento da divisão social e territorial do trabalho. Para o cumprimento desse objetivo, realizou-se revisão bibliográfica a partir de autores que contribuem para a compreensão sobre temas como usos do território, consumo produtivo agrícola e comércio, não obstante a pesquisa em documentos, coleta e sistematização de dados secundários em órgãos oficiais como o IBGE, MTE, BACEN e MDIC. Tais procedimentos em conjunto com aqueles que ainda serão realizados no desenvolvimento da pesquisa, tal como a pesquisa empírica e realização de entrevistas, nos possibilitarão compreender a dinâmica do comércio de insumos agropecuários no Rio Grande do Norte, esta que até então apresenta-se como uma temática pouco abordada nos trabalhos acadêmicos. 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANTONIO NIVALDO HESPANHOL - UNESP
Presidente - 2346233 - FRANCISCO FRANSUALDO DE AZEVEDO
Externo ao Programa - 1530760 - RAIMUNDO NONATO JUNIOR
Notícia cadastrada em: 10/02/2017 14:06
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao