Banca de DEFESA: JÂNIO CARLOS FERNANDES GUEDES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JÂNIO CARLOS FERNANDES GUEDES
DATA: 29/03/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Geografia
TÍTULO:

COMPARAÇÃO DE ÍNDICES DE VEGETAÇÃO NO MAPEAMENTO DA COBERTURA DA TERRA NO SEMIÁRIDO: ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE MARTINS/RN.


PALAVRAS-CHAVES:

Sensoriamento Remoto, Índices de vegetação, acurácia de mapeamentos, cobertura da terra, município de Martins/RN.

 


PÁGINAS: 87
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
RESUMO:

O contexto atual da relação homem e natureza vem exigindo novas configurações no tocante ao uso adequado dos recursos naturais, baseadas nas premissas do Desenvolvimento Sustentável. Nesse sentido, se destacam as geotecnologias, caracterizadas como um suporte instrumental eficiente para caracterização de diversos padrões ambientais. Os levantamentos de cobertura da terra se constituem como um exímio exemplo a ser destacado, pois a partir de índices de vegetação é possível distinguir diferentes classes de cobertura da terra. Nesse sentido, esta pesquisa objetivou comparar índices de vegetação NDVI e SAVI, quanto a classificação e espacialização da cobertura da terra no município de Martins/RN. Para tanto, foram selecionadas imagens do satélite Landsat 8 e mapa de uso e cobertura da terra elaborado pelo INPE. Essas imagens passaram por etapas de pré-processamento, aplicando-se correções radiométricas e geométricas. Posteriormente aplicou-se os índices NDVI e SAVI no software Erdas 9.2, com quantificação das classes de cobertura da terra e elaboração dos layouts no software ArcGis 10.2. A partir destas imagens procedeu-se a pesquisa de campo, onde foram observados e coletados às coordenadas de 125 pontos de controle, obtendo-se as seguintes classes de cobertura da terra: Floresta estacional, Savana-Estépica florestada, Savana-Estépica arborizada, Agricultura permanente e Temporária, Solo exposto, Zona urbana e Corpo d’água. As informações subsidiarão a elaboração da matriz de confusão, a qual objetivou a avaliação da acurácia dos mapas a partir do índice de Exatidão Global e o índice Kappa para ambos os mapas (NDVI, SAVI, INPE). Diante da matriz de confusão com um índice Kappa de 66,96%, o índice SAVI apresentou melhores resultados em comparação com o NDVI para o mapeamento da cobertura da terra do município de Martins/RN. Na avaliação da precisão do mapeamento de cobertura da terra, a partir de uma matriz de confusão, os índices para avaliar a acurácia da precisão dos mapeamentos (Índice de exatidão global e Kappa) mostraram-se como ótimas opções no que diz respeito à análise da vericidade desses dados, obtendo assim melhores resultados para o índice SAVI. Dessa forma, conclui-se que, o uso de imagens de satélite provenientes do sensoriamento remoto na aplicação de índices de vegetação, mostrou-se como ferramentas relevantes no estudo da cobertura da terra, juntamente com os índices de Exatidão Global e o índice Kappa, que por sua vez, mostraram-se como alternativas relevantes no tocante a acurácia dos mapas de cobertura da terra.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - BARTOLOMEU ISRAEL DE SOUZA - UFPB
Presidente - 1149364 - LUIZ ANTONIO CESTARO
Externo ao Programa - 1547315 - PAULO CESAR DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 15/03/2016 10:38
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao