Banca de DEFESA: ROBERTA KEILE GOMES DE SOUSA MANSO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ROBERTA KEILE GOMES DE SOUSA MANSO
DATA : 27/02/2019
HORA: 14:30
LOCAL: SALA DE VÍDEO CONFERENCIA - GEPE
TÍTULO:

PROBLEMAS DE SONO, ANSIEDADE, DEPRESSÃO E SUPORTE SOCIAL EM ADOLESCENTES DE UMA INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO


PALAVRAS-CHAVES:

Adolescência; apoio social; ciclo sono/vigília; sonolência excessiva; saúde mental.


 


PÁGINAS: 69
RESUMO:

Os adolescentes apresentam um atraso nos horários de dormir e acordar, decorrente de mudanças biológicas desta fase. Em contrapartida, a maioria das escolas iniciam as aulas pela manhã, o que torna um desafio temporal para o estudante, acarretando privação e má qualidade de sono, e sonolência diurna. Somado a isso, a adolescência é uma fase de descobertas, da busca de autonomia sobre decisões, emoções e ações, o que pode acarretar sintomas de ansiedade e depressão. Neste contexto, a satisfação com o suporte social pode contribuir para o enfrentamento destes problemas da adolescência, visto que o suporte recebido pelos amigos, familiares, vizinhos e grupos sociais pode construir e fortalecer a satisfação do indivíduo e impactar positivamente na saúde. Portanto, considerando que os adolescentes apresentam problemas de sono, sintomas de ansiedade e depressão, e que o suporte social está relacionado com a saúde, o objetivo deste trabalho foi analisar a relação entre a percepção da satisfação com o suporte social, com a qualidade e duração do sono, sonolência diurna, ansiedade e depressão em adolescentes de uma instituição federal de ensino. Estudo transversal de abordagem quantitativa, com 385 estudantes do ensino médio de cursos técnicos de uma instituição federal de ensino no município de São Gonçalo do Amarante e Santa Cruz/RN, realizado de outubro a dezembro de 2017 e maio a junho de 2018. Foi avaliada a idade, sexo e turno de estudo, satisfação com o suporte social, duração e qualidade do sono, sonolência diurna excessiva, ansiedade e depressão. Os adolescentes preencheram a Escala de Satisfação com o Suporte Social, o Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh, a Escala Pediátrica de Sonolência Diurna, a Escala de ansiedade e depressão e a Ficha de Identificação de problemas de saúde. A idade média dos participantes foi de 16,3 ± 1,0 anos, de ambos os sexos (♂ = 43,1%, ♀ = 56,9%) que estudam nos turnos matutino (55,3%) e vespertino (44,7%). Os adolescentes avaliaram suporte social geral como médio (47,6 ± 12,1), sendo o domínio da satisfação com os amigos o mais favorecido (17,30 ± 4,74) e o domínio satisfação com as atividades sociais o mais prejudicado (7,59 ± 2,98). A má qualidade do sono foi observada em 71,2% dos adolescentes, com escore médio de 7,17 ± 2,72. A média de sonolência diurna observada foi de 18,31 ± 4,90. Com relação aos horários de sono, os adolescentes apresentaram tempo na cama médio de 6:42 ± 1:18 h, hora de levantar e deitar de 6:25 ± 1:28 h e 23:06 ± 1:25 h, respectivamente. A partir da regressão linear múltipla hierárquica foi possível observar que o suporte baixo suporte social está associado a má qualidade do sono, a maiores escores de sonolência diurna e a maior probabilidade do adolescente com ansiedade e depressão. A partir destes resultados, vale ressaltar a importância de desenvolver estratégias que possam contribuir com a melhoria do suporte social, com o intuito de diminuir os problemas de sono e de saúde mental em adolescentes, visando uma melhor qualidade de vida.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1110960 - JANE CARLA DE SOUZA
Interna - 1231563 - ANA KALLINY DE SOUSA SEVERO
Externa à Instituição - PAULA ROCHA DE MELO
Notícia cadastrada em: 15/02/2019 10:42
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao