Banca de DEFESA: IVAN SOARES DE MEDEIROS JUNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IVAN SOARES DE MEDEIROS JUNIOR
DATA: 27/04/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Reuniões do DIMAp - UFRN
TÍTULO:

Geração automática de hardware a partir de especificações formais: Estendendo uma abordagem de tradução 


PALAVRAS-CHAVES:

Métodos Formais, CSP, Handel-C, ferramentas, geração de código


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
SUBÁREA: Metodologia e Técnicas da Computação
ESPECIALIDADE: Engenharia de Software
RESUMO:

A remoção de inconsistências em um projeto é menos custosa quando realizadas nas etapas iniciais da sua concepção. A utilização de Métodos Formais melhora a compreensão dos sistemas além de possuir diversas técnicas, como a especificação e verificação formal, para identificar essas inconsistências nas etapas iniciais de um projeto. Porém, a transformação de uma especificação formal para uma linguagem de programação é uma tarefa não trivial. Quando feita manualmente, é uma tarefa passível da inserção de erros. O uso de ferramentas que auxiliem esta etapa pode proporcionar grandes benefícios ao produto final a ser desenvolvido.
Este trabalho propõe a extensão de uma ferramenta cujo foco é a tradução automática de especificações em CSPm para Handel-C. CSP é uma linguagem de descrição formal adequada para trabalhar com sistemas concorrentes. Handel-C é uma linguagem de programação cujo resultado pode ser compilado diretamente para FPGA's. A extensão consiste no aumento no número de operadores CSPm aceitos pela ferramenta, permitindo ao usuário definir processos locais, renomear canais e utilizar guarda booleana em escolhas externas. Além disto, propomos também a implementação de um protocolo de comunicação que elimina algumas restrições da composição paralela de processos na tradução para Handel-C, permitindo que a comunicação entre múltiplos processos possa ser mapeada de maneira consistente e que a mesma somente ocorra quando for autorizada.
A remoção de inconsistências em um projeto é menos custosa quando realizadas nas etapas iniciais da sua concepção. A utilização de Métodos Formais melhora a compreensão dos sistemas além de possuir diversas técnicas, como a especificação e verificação formal, para identificar essas inconsistências nas etapas iniciais de um projeto. Porém, a transformação de uma especificação formal para uma linguagem de programação é uma tarefa não trivial. Quando feita manualmente, é uma tarefa passível da inserção de erros. O uso de ferramentas que auxiliem esta etapa pode proporcionar grandes benefícios ao produto final a ser desenvolvido.
Este trabalho propõe a extensão de uma ferramenta cujo foco é a tradução automática de especificações em CSPm para Handel-C. CSP é uma linguagem de descrição formal adequada para trabalhar com sistemas concorrentes. Handel-C é uma linguagem de programação cujo resultado pode ser compilado diretamente para FPGA's. A extensão consiste no aumento no número de operadores CSPm aceitos pela ferramenta, permitindo ao usuário definir processos locais, renomear canais e utilizar guarda booleana em escolhas externas. Além disto, propomos também a implementação de um protocolo de comunicação que elimina algumas restrições da composição paralela de processos na tradução para Handel-C, permitindo que a comunicação entre múltiplos processos possa ser mapeada de maneira consistente e que a mesma somente ocorra quando for autorizada.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1639701 - MARCEL VINICIUS MEDEIROS OLIVEIRA
Interno - 1694485 - MARCIO EDUARDO KREUTZ
Externo à Instituição - ALEXANDRE CABRAL MOTA - UFPE
Notícia cadastrada em: 18/04/2012 11:43
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao