Sertão, sertões (documentário)

Sinopse: Inspirado em dois clássicos da literatura brasileira, Os Sertões, de Euclides da Cunha e Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa, o filme é uma reflexão sobre a categoria mítica do sertão no Brasil contemporâneo. O deslocamento das populações rurais para os grandes centros urbanos e, do outro lado, a expansão das fronteiras agrícolas brasileiras, parecem confirmar a profecia famosa de Antonio Conselheiro: “O sertão vai virar praia, a praia vai virar sertão”. No mundo globalizado em que vivemos, talvez se possa expandir o conceito de sertão para outras regiões do mundo, sendo o sertão o mundo do atraso e o litoral o assim chamado primeiro mundo. Filmado ao longo de dois anos, a produção percorreu os territórios míticos de Rosa e Euclides, o norte de Minas e o sertão baiano. Esteve também em Rondônia, palco da rebelião dos operários da usina de Jirau. E se debruçou sobre o novo “sertão” das comunidades pobres do Rio de Janeiro, sobretudo a da Rocinha e Dona Marta.
 
Plataforma: TV Câmara
 
Direção: Sérgio Rezende (2012)
 
Crédito da imagem: documentário Sertão, sertões
 
Notícia cadastrada em: 03/04/2020 13:41
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao