Banca de DEFESA: LILIANE FARIAS GUEDES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LILIANE FARIAS GUEDES
DATA: 07/12/2012
HORA: 08:00
LOCAL: SALA DE AULA DO PREDIO DO LARHISA
TÍTULO:

RECUPERAÇÃO DE FÓSFORO POR CRISTALIZAÇÃO DE ESTRUVITA EM ÁGUA SINTÉTICA


PALAVRAS-CHAVES:

Estruvita. Água sintética. Magnésio. Nitrogênio amoniacal. Ortofosfato. 


PÁGINAS: 25
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Sanitária
SUBÁREA: Saneamento Ambiental
RESUMO:

O presente estudo investigou a influência da razão molar, da concentração inicial de fósforo, do gradiente de mistura, do tempo de mistura, do pH e da nucleação secundária na cristalização de estruvita em água sintética, em reatores em batelada. A pesquisa foi dividida em duas etapas. A primeira investigou a cristalização da estruvita em água sintética a diferentes razões molares Mg:N:P e a diferentes concentrações iniciais de magnésio, nitrogênio e fósforo. Foi também avaliada a importância da nucleação secundária na cristalização da estruvita. Já na segunda, cinco parâmetros foram testados para se avaliar a influência destes na cristalização da estruvita, quais sejam: razão molar Mg:N:P, concentração inicial de fósforo, gradiente de mistura, tempo de mistura e pH. As melhores condições observadas para a cristalização de estruvita foram: razão molar Mg:N:P = 1,3:1:1; gradiente de mistura = 60 rpm; pH = 10,0; tempo de mistura = 5 minutos e elevadas concentrações iniciais dos íons constituintes da estruvita. Além disso, a utilização de cristais de estruvita como semente influenciou positivamente na cristalização da estruvita.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 376.950.452-68 - ANDRE LUIS CALADO ARAUJO - IFRN
Interno - 346736 - CICERO ONOFRE DE ANDRADE NETO
Externo à Instituição - MARCO ANTONIO CALAZANS DUARTE - IFRN
Notícia cadastrada em: 06/12/2012 11:35
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao