Banca de QUALIFICAÇÃO: MARINA MARIA DE MELO BEZERRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARINA MARIA DE MELO BEZERRA
DATA : 13/03/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Videoconferência do PoP/RN - Centro de convivência da UFRN
TÍTULO:

MITIGAÇÃO DE AMBIENTES EUTROFIZADOS ATRAVÉS DA GEOENGENHARIA UTILIZANDO ADSORVENTES NATURAIS DO SEMIÁRIDO


PALAVRAS-CHAVES:

Restauração de lagos. Fósforo. Fertilização interna. Capeamento.


PÁGINAS: 20
RESUMO:

A eutrofização é um processo natural que consiste no aumento da produtividade primária devido ao enriquecimento excessivo de nutrientes. Os efeitos desse processo impactam na diminuição da qualidade hídrica e na economia. Além das fontes externas de nutrientes, é imprescindível o controle das fontes internas de fósforos para mitigar os efeitos da eutrofização. O fósforo é considerado o nutriente limitante para a eutrofização, dessa forma, necessita-se de intervenções no seu ciclo biogeoquímico. A técnica de geoengenharia “flock and lock” reduz a resuspensão de fósforo a partir dos sedimentos e auxiliam na remoção do fósforo dissolvido e particulado na coluna d’água, combinando dosagens de floculantes com um material adsorvente sólido de fósforo, que pode ser natural ou não. Dentre os adsorventes mais utilizados, a Bentonita Modificada por Lantânio (BML) possui melhor eficácia, porém seu alto custo inviabiliza a aplicação dessa técnica em escala real. Os materiais naturais se mostram promissores como alternativas de adsorventes de fase sólida na restauração de ambientes aquáticos eutrofizados. O objetivo deste trabalho é testar a eficiência da geoengenharia utilizando adsorventes naturais do semiárido para o controle de florações de algas e da fertilização interna em reservatórios eutrofizados do semiárido brasileiro, através de experimentos de adsorção de fósforo com os adsorventes naturais do semiárido: Rejeito fino da mineração de scheelita em Currais Novos; Planossolo de Santa Cruz e Luvissolo Crômico de Cruzeta, com água dos reservatórios potiguares: Gargalheiras, Boqueirão, Cruzeta e Dourado, além de experimentos de controle da fertilização interna, operando experimentos da técnica flock and lock utilizando o adsorvente natural  na água e no sedimento do reservatório da região semiárida que obtiverem melhor resultado no teste de adsorção. A caracterização do sedimento será feita através de uma extração química sequencial conhecida como fracionamento.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 052.716.174-83 - FABIANA OLIVEIRA DE ARAUJO SILVA - UFRN
Externo à Instituição - JOSÉ NEUCIANO PINHEIRO DE OLIVEIRA - IFCE
Interna - 3057847 - SILVÂNIA LUCAS DOS SANTOS
Presidente - 1764855 - VANESSA BECKER
Notícia cadastrada em: 06/03/2020 14:50
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao