Banca de DEFESA: MARIA HELENA FAUSTINO MARTINS DE CASTRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA HELENA FAUSTINO MARTINS DE CASTRO
DATA : 31/08/2018
HORA: 09:30
LOCAL: Auditório do Curso de Engenharia Ambiental (Sala 212 do CTEC)
TÍTULO:

ALOCAÇÃO QUALI-QUANTITATIVA DE ÁGUA EM RESERVATÓRIOS DE REGIÕES SEMIÁRIDAS



PALAVRAS-CHAVES:

Disponibilidade hídrica. Outorga. Reservatórios. Semiárido.

 


PÁGINAS: 43
RESUMO:

Nos últimos anos a região semiárida brasileira vem passando por um dos piores cenários em termos de disponibilidade hídrica. Além da redução em termos quantitativos, tem-se verificado que grande parte dos reservatórios encontram-se eutrofizados, o que pode comprometer ainda mais as vazões disponíveis para o atendimento das demandas. Isto tem resultado no aumento dos conflitos em torno dos usos da água, exigindo operações cada vez mais eficientes dos reservatórios. Neste sentido, esta pesquisa tem como objetivo propor uma metodologia simplificada de alocação de água em reservatórios de região semiárida, considerando os aspectos quantitativos e qualitativos dos recursos hídricos, de modo que seja possível verificar a máxima disponibilidade hídrica passível de ser outorgada sem comprometer a sustentabilidade dos açudes. A metodologia proposta foi baseada nas técnicas de simulação e otimização, sendo o fósforo total o parâmetro de qualidade considerado. A relação entre o aspecto quantitativo (porcentagem do volume armazenado) e qualitativo (concentração de fósforo total) dos recursos hídricos foi obtida por meio de regressão linear simples. O resultado da análise estatística mostrou que a porcentagem do volume armazenado é um potencial indicador para estimar as concentrações de fósforo total presentes nos reservatórios, o que valida a metodologia proposta. Esta metodologia foi aplicada para quatro cenários distintos e os resultados mostraram que mesmo sem considerar o aspecto qualitativo dos recursos hídricos, no processo de alocação de água, a maioria dos reservatórios da região semiárida não é capaz de atender a demanda requerida. Ao inserir o aspecto qualitativo dos recursos hídricos na metodologia proposta e limitar a concentração máxima de fósforo total presente nas águas dos reservatórios conforme estabelecida pela Resolução do CONAMA 357/2005, foi observado que a disponibilidade hídrica dos reservatórios analisados foi reduzida em 100%, quando considerado o reservatório como corpo de água doce Classe 2 e 60%, quando considerado o reservatório como corpo de água doce Classe 3, evidenciando a má qualidade das águas dos reservatórios analisados e o quanto o aspecto qualitativo pode comprometer o processo de alocação de água.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2190974 - JOANA DARC FREIRE DE MEDEIROS
Interno - 184.466.638-72 - ANTONIO MAROZZI RIGHETTO - UFRN
Externo à Instituição - CARLOS RUBERTO FRAGOSO JUNIOR - UFAL
Notícia cadastrada em: 15/08/2018 16:12
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao