Banca de QUALIFICAÇÃO: MISLAINY MAYANA MOURA ARAÚJO SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MISLAINY MAYANA MOURA ARAÚJO SILVA
DATA : 29/09/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório da Eng. Ambiental - CTEC/UFRN
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DO COMPORTAMENTO DE CISTERNAS DIMENSIONADAS PELO MÉTODO DE ANDRADE NETO EM REGIÕES DE DIFERENTES REGIMES PLUVIAIS NO RIO GRANDE DO NORTE.


PALAVRAS-CHAVES:

Água de chuva. Dimensionamento de cisternas. Precipitação crítica.


PÁGINAS: 26
RESUMO:

O Nordeste brasileiro passa nos últimos anos pela maior seca histórica já registrada. Na região semiárida os efeitos dessa seca são mais pronunciados, em função de diversos fatores, dentre eles o regime de baixa pluviosidade e a irregularidade das chuvas, resultando em uma baixa disponibilidade de água de boa qualidade e em quantidade adequada para atendimento das necessidades básicas humanas. No contexto de escassez, torna-se de suma importância a busca por soluções alternativas que possibilitem o aumento da disponibilidade hídrica, dentre as quais se encontra o emprego de sistemas de captação de águas pluviais.  Nesses sistemas, a cisterna geralmente é o item mais oneroso, devendo seu dimensionamento ser feito de forma criteriosa para se evitar custos desnecessários, bem como o sub ou superdimensionamento. A literatura apresenta uma ampla variedade de metodologias para dimensionamento de cisternas, entretanto, a maioria delas não considera a variabilidade temporal da precipitação em seus processos de cálculo. Um dos métodos que faz essa consideração é o Método de Andrade Neto, que utiliza como uma das variáveis de dimensionamento a precipitação crítica. Desse modo, o objetivo desta pesquisa consiste em avaliar o comportamento de cisternas dimensionadas pelo método de Andrade Neto em regiões de diferentes regimes pluviais no Rio Grande do Norte, bem como desenvolver uma equação empírica para o dimensionamento das cisternas, utilizando como uma das variáveis independentes a precipitação crítica. O comportamento das cisternas será avaliado para diferentes cenários por meio do uso de índices de eficiência, confiabilidade, resiliência e vulnerabilidade; enquanto a equação empírica para o dimensionamento será obtida a partir do uso de regressão linear múltipla, por meio do método de Stepwise. Ao final, espera-se obter o potencial de economia de água das cisternas dimensionadas pelo método de Andrade Neto, além de uma equação empírica com as variáveis mais relevantes para o dimensionamento de sistemas de captação de água de chuva e que possibilite alcançar o melhor custo-benefício em termos de eficiência.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1759777 - ADELENA GONCALVES MAIA
Interno - 184.466.638-72 - ANTONIO MAROZZI RIGHETTO - UFRN
Externo ao Programa - 2190974 - JOANA DARC FREIRE DE MEDEIROS
Notícia cadastrada em: 26/09/2017 16:38
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao