Banca de DEFESA: KELLY RIBEIRO DE SOUZA SOUTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KELLY RIBEIRO DE SOUZA SOUTO
DATA: 18/03/2016
HORA: 08:00
LOCAL: SALA DE REUNIÕES DO LARHISA
TÍTULO:

APROVEITAMENTO DE LODO DE ESGOTO E CONCHA DE LILIU EM ARGAMASSA


PALAVRAS-CHAVES:

Uso de Resíduos. Argamassa. Viabilidade Técnica. Lodo de Esgoto. Pó de Conchas.


PÁGINAS: 93
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Sanitária
RESUMO:

O lodo de esgoto é o subproduto gerado nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) e as conchas de Liliu são os subprodutos sólidos gerados na pesca desse marisco na Lagoa Guaraíras/RN. Devido à importância do manejo dos resíduos para a manutenção da qualidade do meio ambiente, surge a possibilidade de utilizar esses materiais como componente na matéria-prima da argamassa. Assim, o objetivo deste trabalho foi analisar a viabilidade técnica da incorporação de resíduos em pó (lodo de esgoto e conchas de Liliu) na argamassa. Foi utilizado o lodo predominantemente doméstico, proveniente da ETE do Baldo – Natal/RN e as conchas do Liliu proveniente dos municípios de Arês/RN e Senador Georgino Avelino/RN. Os resíduos foram moídos e caracterizados através de análises físicas, química, mineralógica e morfológica. Na segunda etapa estes resíduos foram aplicados à diferentes argamassas, sendo comparadas à argamassa de cimento, areia e cal (1:1:7) e à argamassa de cimento e areia (1:7) e então foram avaliadas e comparadas no estado fresco (consistência, teor de ar incorporado, densidade de massa e retenção de água) e no estado endurecido (resistência à compressão, resistência à tração na flexão, capilaridade, densidade de massa e resistência de aderência à tração). Diante das avaliações, constatou-se que não há possibilidade de utilizar o lodo de esgoto sem remover a matéria orgânica, devido este material diminuir drasticamente a resistência e reagir com os outros componentes da argamassa, liberando um odor muito forte e desagradável, tornando a fabricação da argamassa uma atividade desagradável e inviável e que há possibilidade de utilizar o pó das conchas, devido este material aumentar a resistência e melhorar outras propriedades da argamassa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 376.950.452-68 - ANDRE LUIS CALADO ARAUJO - IFRN
Interno - 346736 - CICERO ONOFRE DE ANDRADE NETO
Externo à Instituição - EDILBERTO VITORINO DE BORJA - IFRN
Externo à Instituição - MARCOS ALYSSANDRO SOARES DOS ANJOS - IFRN
Notícia cadastrada em: 08/03/2016 14:08
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao