Banca de DEFESA: BRUNO MARTINS VALE DE LUCENA AMARANT

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRUNO MARTINS VALE DE LUCENA AMARANT
DATA: 04/02/2016
HORA: 15:00
LOCAL: SALA DE REUNIÕES DO LARHISA
TÍTULO:

OTIMIZAÇÃO DE UM SISTEMA ADUTOR PELO MÉTODO GRANADOS


PALAVRAS-CHAVES:

sistema adutor, dimensionamento otimizado, método de Granados


PÁGINAS: 33
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Sanitária
RESUMO:

O dimensionamento dos sistemas adutores atuais é realizado buscando-se somente os menores custos, o que não garante um sistema otimizado. Diante da complexidade atual para conciliar economia, na implantação e consumo de energia, exigências técnicas, que atendam pressões e vazões e o aumento permanente das demandas de água para abastecimento é necessário a otimização desses sistemas. O método que garante a otimização de um sistema adutor de forma mais econômica é o Sistema de Granados, no qual a partir de uma solução prévia. Solução da qual obtém-se um dimensionamento com os menores diâmetros possíveis, capaz de atender os limites de velocidades máximas normatizadas. Porém com pressões máximas e consequentemente com uma elevada cota de cabeceira, a maior possível, requisitando maior energia de bombeamento ou maior cota de reservatório. Em seguida, o processo iterativo redimensionou a rede reduzindo as pressões e aumentando diâmetros com os menores custos através do Gradiente de Câmbio, que foi definido pela maior variação de perda de carga e menor variação de custo de tubulação. O objetivo deste trabalho foi realizar um dimensionamento otimizado, considerado um aperfeiçoamento, de um sistema adutor já em operação através da viabilidade prática e econômica do Método Granados. A partir dessa otimização buscou-se levantar os gastos gerados com possíveis alterações de diâmetros aliados a uma considerável melhoria nos fundamentos hidráulicos deste sistema adutor, permitindo o atendimento de novas demandas, sejam elas por aumento de vazões ou para criar novos pontos de distribuição. O método se confirmou como eficiente, na otimização das variáveis hidráulicas e na viabilidade econômica, apresentando-se como capaz de otimizar um sistema adutor existente permitindo ampliações de vazões e acréscimos de pontos de distribuição.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JEAN LEITE TAVARES - IFRN
Externo ao Programa - 347974 - JOAO ABNER GUIMARAES JUNIOR
Presidente - 6345791 - MANOEL LUCAS FILHO
Notícia cadastrada em: 01/02/2016 14:44
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao