Banca de DEFESA: LARYNNE DANTAS DE SENNA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LARYNNE DANTAS DE SENNA
DATA: 02/06/2015
HORA: 14:00
LOCAL: SALA DE AULA DO PREDIO DO LARHISA
TÍTULO:

USO DO ÍNDICE DE POBREZA HÍDRICA (WPI) ATRAVÉS DA ANÁLISE DE COMPONENTES PRINCIPAIS


PALAVRAS-CHAVES:

Escassez Hídrica, Análise de Componentes Principais


PÁGINAS: 39
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Sanitária
RESUMO:

Para contribuir no desempenho das políticas e estratégias formuladas por agências de desenvolvimento, índices vêm sendo criados na expectativa de expressar as múltiplas dimensões dos recursos hídricos em uma forma facilmente interpretável. O uso do Índice de Pobreza Hídrica (WPI) está se difundindo mundialmente, sendo o mesmo formado pela combinação dos subíndices Recurso, Acesso, Capacidade, Uso e Ambiente. Algumas críticas quanto à formação do WPI foram surgindo, dentre elas destaca-se a atribuição de pesos dos subíndices, feita por um processo arbitrário atribuindo subjetividade ao critério de seleção. Ao envolver análise estatística, quando se considera as características das variáveis geradas pela Análise de Componentes Principais (ACP), verifica-se que a mesma é capaz de solucionar esse problema. O objetivo deste trabalho é comparar os resultados do WPI original com o índice gerado através da Análise de Componentes Principais (ACP), para a indicação dos pesos dos subíndices aplicáveis na bacia hidrográfica do Rio Seridó (RN e PB). Conclui-se que o uso da Análise de Componentes Principais na atribuição dos pesos do Índice de Pobreza Hídrica permitiu identificar que os sub- índices Recurso, Acesso e Ambiente são os mais representativos para a bacia hidrográfica do Rio Seridó, e que este novo índice, o WPI’, apresentou faixas de valores mais abrangentes, permitindo identificar mais facilmente as disparidades entre os municípios. Além disso, a avaliação dos subíndices na área de estudo tem grande potencial de informar ao tomador de decisão na gestão dos recursos hídricos, as localidades mais críticas e que merecem maiores investimentos nos aspectos analisados, já que o índice em si não permite captar essa informação.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1759777 - ADELENA GONCALVES MAIA
Externo à Instituição - CARLOS DE OLIVEIRA GALVÃO - UFCG
Externo ao Programa - 2190974 - JOANA DARC FREIRE DE MEDEIROS
Externo ao Programa - 320597 - PAULO SERGIO LUCIO
Notícia cadastrada em: 25/05/2015 15:41
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao