Banca de QUALIFICAÇÃO: CAROLINE ELIZABETH BRAZ FRAGOSO DE SOUSA MEDEIROS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAROLINE ELIZABETH BRAZ FRAGOSO DE SOUSA MEDEIROS
DATA: 05/05/2015
HORA: 15:00
LOCAL: SALA DE AULA DO PREDIO DO LARHISA
TÍTULO:

USO E OCUPAÇÃO DO SOLO E QUALIDADE DA ÁGUA DE UM RESERVATÓRIO EUTRÓFICO TROPICAL DO SEMIÁRIDO


PALAVRAS-CHAVES:

Eutrofização, manancial de abastecimento, poluição difusa, qualidade do solo, qualidade da água.


PÁGINAS: 19
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Sanitária
RESUMO:

Atividades antrópicas alteram as características do solo, provocando a deterioração da sua qualidade. O uso e ocupação da zona ripária de mananciais de abastecimento podem promover a ampliação do potencial do solo em atuar como fonte difusa de poluição, através da veiculação hídrica dos poluentes. No semiárido do Brasil, os solos são, geralmente, rasos e apresentam elevada suscetibilidade à erosão, favorecendo a entrada de sedimento e nutrientes nos mananciais superficiais, contribuindo para o processo de eutrofização da água. Além disso, a região possui altas temperaturas e um período chuvoso curto e intenso, com altas taxas de evaporação e reposição insuficiente do volume perdido pelas chuvas. Isso pode levar à redução do volume dos reservatórios de abastecimento, e, assim, à concentração dos nutrientes, agravando o estado trófico do manancial. Este trabalho tem como objetivo investigar as relações entre a qualidade do solo da zona ripária sob diferentes tipos de uso e ocupação, os aspectos hidrológicos e morfométricos, e o processo de eutrofização do reservatório de Passagem das Traíras, localizado na região semiárida do Rio Grande do Norte. Para verificar a influência das atividades realizadas no entorno do manancial sobre a qualidade do solo e o processo de eutrofização, será feita a identificação e o mapeamento dos tipos de uso e ocupação da zona ripária, bem como a avaliação da qualidade do solo ripário e da qualidade da água do reservatório. As formas de uso e ocupação serão discriminadas pela captura de imagens de satélite. Para a análise da água, a amostragem foi realizada mensalmente no ponto mais profundo, próximo à barragem. Para o solo, serão identificadas em campo as classes de uso e ocupação, das quais serão retiradas amostras compostas para a análise dos atributos químicos e físicos. Espera-se que a redução da qualidade do solo esteja relacionada ao desenvolvimento das atividades agropecuárias, e que o solo esteja agindo como fonte difusa de nutrientes, concorrendo para o agravo da eutrofização do reservatório. Com base nisso, será evidenciada a relação entre o uso e ocupação do solo da zona ripária do manancial com a qualidade da água.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 074.319.378-49 - ARTHUR MATTOS - UFRN
Interno - 1662859 - KARINA PATRICIA VIEIRA DA CUNHA
Interno - 350827 - RICARDO FARIAS DO AMARAL
Interno - 1764855 - VANESSA BECKER
Notícia cadastrada em: 24/04/2015 15:26
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa24-producao.info.ufrn.br.sigaa24-producao