Banca de DEFESA: LEONARDO ROSA ANDRADE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LEONARDO ROSA ANDRADE
DATA: 09/12/2014
HORA: 14:00
LOCAL: SALA DE REUNIÃO DO PRÉDIO DO LARHISA
TÍTULO:

A INFLUÊNCIA DO REGIME PLUVIOMÉTRICO NO DESEMPENHO DE SISTEMAS DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA


PALAVRAS-CHAVES:

Eficiência de Cisternas; Variabilidade Temporal da Precipitação; Modelos Preditivos.


PÁGINAS: 31
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Sanitária
SUBÁREA: Recursos Hídricos
RESUMO:

O objetivo deste trabalho é avaliar o desempenho de cisternas, de modo a estabelecer a influência da variabilidade temporal da precipitação no padrão de eficiência das cisternas. O padrão de eficiência foi estabelecido por meio da Análise de Componentes Principais, sendo que a primeira componente foi capaz de captar 93,86% da variância dos dados. A variabilidade temporal da precipitação foi estudada através dos índices Precipitation Concentration Degree (PCD), Antecedent Dry Weather Period (ADWP) e , de modo a estabelecer o que melhor capta o regime pluviométrico local. Na relação estabelecida entre as variáveis hidrológicas e a eficiência das cisternas, podemos verificar que o índice PCD apresenta maior relevância na caracterização do regime pluviométrico. Com isso, foi investigada a importância relativa das precipitações médias anuais na eficiência do sistema, separando-as em precipitação total, concentrada e distribuída e em termos de duas relações adimensionais, denominadas Fração de Armazenamento e Fração de Demanda, ficando constatado que a eficiência dos reservatórios tem maior grau de associação com a precipitação distribuída. Foram criados modelos preditivos de eficiência considerando os parâmetros adimensionais π1 e π2 em termos de precipitação total e distribuída, possibilitando o cálculo indireto da eficiência. A maior associação entre eficiência e precipitação distribuída não se traduziu numa melhora da precisão na predição das eficiências no modelo criado. Apesar de não ser o resultado esperado, podemos concluir que a variabilidade temporal da precipitação pode ser desconsiderada na análise das eficiências por meio de modelos preditivos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1759777 - ADELENA GONCALVES MAIA
Interno - 1354593 - ANTONIO MAROZZI RIGHETTO
Externo ao Programa - 320597 - PAULO SERGIO LUCIO
Notícia cadastrada em: 03/12/2014 17:30
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao