Banca de DEFESA: ANTONIO RAFAEL DE VASCONCELOS GALVÃO SOBRINHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANTONIO RAFAEL DE VASCONCELOS GALVÃO SOBRINHO
DATA: 22/08/2014
HORA: 14:00
LOCAL: SALA DE AULA DO PREDIO DO LARHISA
TÍTULO:

METODOLOGIA PARA IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE DISPOSIÇÃO DE REJEITOS EM MINÉRIO DE FERRO NA REGIÃO DO SEMIÁRIDO: ESTUDO DE CASO


PALAVRAS-CHAVES:

BARRAGEM DE DISPOSIÇÃO DE REJEITOS. SISMOS INDUZIDOS. IMPACTO AMBIENTAL. SEGURANÇA DA ESTRUTURA. POSSÍVEIS USOS DO REJEITO.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Sanitária
RESUMO:

Barragens de rejeitos são estruturas que tem a finalidade de reter os resíduos sólidos e água dos processos de minério. Sua análise e planejamento iniciam com a procura do local para implantação, etapa na qual se deve vincular todo tipo de variáveis que direta ou indiretamente influenciam a obra, tais como: características geológicas, hidrológicas, tectônicas, topográficas, geotécnicas, ambientais, sociais, legislação, avaliação de riscos de segurança, entre outras. Este trabalho tem o objetivo apresentar um estudo sobre a escolha mais apropriada, para determinar qual a metodologia mais segura para se projetar uma estrutura de disposição de rejeito de minério de ferro, levando-se em conta todas as variáveis suso citadas. O estudo de caso consistirá na avaliação de locais para localização de barragens de disposição de rejeitos de beneficiamento de ferro a ser construída na mina Bonito no município de Jucurutu, no Seridó Potiguar. Para a seleção do local entre as alternativas, serão considerados vários aspectos do estado da arte atual, aquele que causa o menor impacto ambiental, baixo custo de investimentos, agrega valor ao produto e principalmente segurança da estrutura implantada mitigando a preocupação com sismos induzidos pela Barragem Armando Ribeiro e outras da região, já que a lavra da Mina Bonito encontra-se praticamente situada na bacia hidráulica da barragem na área de proteção ambiental (APA). Será analisado o impacto potencial na água, solo, fauna, flora e ocupação humana como também analisados uma série de possíveis usos para o rejeito em atividades de engenharia beneficiando o bem comum. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1345690 - ARTHUR MATTOS
Interno - 6345791 - MANOEL LUCAS FILHO
Externo ao Programa - 101.689.405-82 - CARLOS HENRIQUE DE ALMEIDA COUTO MEDEIROS - UEFS
Notícia cadastrada em: 21/08/2014 14:18
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao