Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRN

2024
Dissertações
1
  • KELVE DE ALMEIDA SANTOS
  • Perda dentária: fatores associados e impacto na qualidade de vida de pessoas idosas residentes em zona rural.

  • Orientador : KENIO COSTA DE LIMA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GUSTAVO PINA GODOY
  • KENIO COSTA DE LIMA
  • LAERCIO ALMEIDA DE MELO
  • Data: 30/01/2024

  • Mostrar Resumo
  • A saúde bucal das pessoas idosas residentes em áreas rurais é considerada como mais comprometida que aquelas que vivem em áreas urbanas. O reflexo desse quadro pode ser um elevado impacto relacionado à qualidade de vida em saúde bucal. Nesse sentido, o objetivo do estudo foi avaliar a prevalência de perda dentária - expressa pelo edentulismo, edentulismo funcional, pares em oclusão, dentes funcionais e raízes residuais -, os fatores associados e impacto na qualidade de vida em pessoas idosas residentes em zona rural. Para tanto, uma amostra de 239 pessoas idosas foi avaliada, a partir de um sorteio com as listas de pessoas idosas de cada Unidade Básica de Saúde da zona rural do município de São Bento/PB. Os indivíduos foram examinados clinicamente em relação à perda dentária e a qualidade de vida em saúde bucal foi avaliada pelo GOHAI. A análise dos dados foi realizada a partir do teste do qui quadrado e regressão robusta de Poisson para um nível de significância de 5%. A perda dentária nas pessoas idosas residentes na zona rural representada pelo edentulismo foi de 48,8% (IC 95% 42,2 – 55,5%), edentulismo funcional de 95,3% (IC 95% 95,0 – 98,1%), nenhum par em oclusão de 82,6% (IC 95% 77,5 – 87,7%), poucos – menos que 5 - dentes funcionais de 68,5% (IC 95% 62,2 – 74,7%) e número elevado de raízes residuais de 14,6% (IC 95% 9,9 – 19,3%). Os fatores associados ao edentulismo, representando a perda dentária, foram o sexo feminino (RP = 1,15), a avaliação da saúde bucal como boa ou muito boa (RP = 1,18), a higiene da boca realizada com métodos preventivos individuais ou apenas água (RP = 1,32), polifarmácia (RP = 1,12) e última consulta do dentista há mais de 3 anos (RP = 1,09). Não houve associação da perda dentária com o impacto relacionado à qualidade de vida em saúde bucal. Conclui-se que a perda dentária nas pessoas idosas residentes na zona rural foi elevada, assim como também o foi a pouca funcionalidade dos dentes presentes e a ausência de cuidado em saúde bucal a essa população, evidenciada pela grande presença de raízes residuais, as quais estiveram associadas a variáveis de várias dimensões, quais sejam, sociodemográfica (sexo), autopercepção da saúde bucal, condições de saúde (polifarmácia), e cuidado em saúde bucal. Também se destaca a ausência de impacto da grande perda dentária sobre a qualidade de vida em saúde bucal.


  • Mostrar Abstract
  • The oral health of aged living in rural areas is considered more compromised than those who live in urban areas. The reflection of this situation may be a high impact related to quality of life in oral health. In this sense, the aim of the study was to evaluate the prevalence of tooth loss - expressed by edentulism, functional edentulism, pairs in occlusion, functional teeth and residual roots -, the associated factors and impact on quality of life in aged living in rural areas. To this, a sample of 239 elderly people was evaluated, based on a draw with the lists of aged from each Basic Health Unit in the rural area of the municipality of São Bento/PB. Individuals were clinically examined for tooth loss and oral health quality of life was assessed by the GOHAI. Data analysis was performed using the chi-square test and robust Poisson regression for a significance level of 5%. Tooth loss in elderly people living in rural areas represented by edentulism was 48.8% (95% CI 42.2 – 55.5%), functional edentulism was 95.3% (95% CI 95.0 – 98. 1%), no pair in occlusion of 82.6% (95% CI 77.5 – 87.7%), few – less than 5 – functional teeth of 68.5% (95% CI 62.2 – 74, 7%) and a high number of residual roots of 14.6% (95% CI 9.9 – 19.3%). The factors associated with edentulism, representing tooth loss, were female gender (PR = 1.15), assessment of oral health as good or very good (PR = 1.18), oral hygiene performed with individual preventive methods or just water (PR = 1.32), polypharmacy (PR = 1.12) and last dentist appointment more than 3 years ago (PR = 1.09). There was no association between tooth loss and the impact on oral health quality of life. It is concluded that tooth loss in elderly people living in rural areas was high, as was the low functionality of the teeth present and the lack of oral health care for this population, evidenced by the large presence of residual roots, which they were associated with variables of various dimensions, namely sociodemographic (gender), self-perception of oral health, health conditions (polypharmacy), and oral health care. Also noteworthy is the lack of impact of major tooth loss on quality of life in oral health.

2
  • ANA PATRÍCIA DE FREITAS LOPES
  • Prevalência de Candida sp. no meio ambiente bucal e fatores associados em pessoas idosas acamadas e domiciliadas.

  • Orientador : KENIO COSTA DE LIMA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • KENIO COSTA DE LIMA
  • VANIA SOUSA ANDRADE
  • YAN NOGUEIRA LEITE DE FREITAS
  • Data: 31/01/2024

  • Mostrar Resumo
  • Espera-se, com o aumento da expectativa de vida, cada vez mais pessoas idosas domiciliadas e acamadas. Neste contexto, o meio ambiente bucal também sofre consequências, pois, como a Candida albicans e muitas outras espécies de Candida fazem parte da microbiota suplementar, quando o sistema imunológico do hospedeiro está comprometido, esses fungos podem causar candidose. Assim, sabendo-se que o diagnóstico em tempo hábil pode prevenir o progresso da infecção, este estudo analisou a prevalência de Candida sp. e fatores associados em pessoas idosas acamadas e domiciliadas. Uma amostra de 263 pessoas idosas foi avaliada, as quais foram examinadas clinicamente e foi realizada a coleta e análise de amostras de saliva para diagnóstico da presença das leveduras. A análise dos dados foi feita a partir da presença ou ausência das espécies de Candida sp., e os fatores associados foram determinados através do teste Qui-quadrado e regressão robusta de Poisson para um nível de confiança de 95%. A Candida sp. esteve presente em 63,1% voluntários (IC 95% 57,3-68,9), destacando as espécies C. albicans em 44,5%, C. tropicalis em 19%, C. krusei em 17,5% e C. glabrata em 12,5%. As variáveis que tiveram associação com a presença de Candida sp. foram a candidose (RP = 1,32), falta de visita frequente do agente comunitário de saúde (RP = 1,13) e polifarmácia (RP= 1,14). Conclui-se que a prevalência de Candida sp. no meio ambiente bucal de pessoas idosas acamadas e domiciliadas foi elevada e que o uso em excesso de medicamentos, a falta de cuidado por parte do sistema de saúde e a manifestação clínica da presença em excesso da levedura Candida sp., especialmente a Candida albicans, foram determinantes para a presença desta levedura no meio ambiente bucal destas pessoas idosas. 


  • Mostrar Abstract
  • With the increase in life expectancy, it is expected that more and more elderly people will be housebound and bedridden. In this context, the oral environment also suffers consequences, as Candida albicans and many other Candida species are part of the supplementary microbiota, when the host's immune system is compromised, these fungi can cause candidosis. Thus, knowing that timely diagnosis can prevent the progression of the infection, this study analyzed the prevalence of Candida sp. and associated factors in bedridden and homebound elderly people. A sample of 263 elderly people was evaluated, who were clinically examined and saliva samples were collected and analyzed to diagnose the presence of yeast. Data analysis was carried out based on the presence or absence of Candida sp. species, and associated factors were determined using the Chi-square test and robust Poisson regression for a confidence level of 95%. Candida sp. was present in 63.1% volunteers (95% CI 57.3-68.9), highlighting the species C. albicans in 44.5%, C. tropicalis in 19%, C. krusei in 17.5% and C glabrata in 12.5%. The variables that were associated with the presence of Candida sp. were candidosis (PR = 1,32), lack of frequent visits by the community health agent (PR = 1,13) and polypharmacy (PR = 1,14). It is concluded that the prevalence of Candida sp. in the oral environment of bedridden and homebound elderly people was high and that the excessive use of medications, lack of care on the part of the health system and the clinical manifestation of the excessive presence of the yeast Candida sp., especially Candida albicans, were decisive for the presence of this yeast in the oral environment of these people elderly.

3
  • CAROLINE MEDEIROS LAFFITTE
  • EFEITO DA CONDIÇÃO NUTRICIONAL E DO PROTOCOLO DE FOTOBIOMODULAÇÃO NA VIABILIDADE E PROLIFERAÇÃO IN VITRO DE CÉLULAS PRÉ-OSTEOBLÁSTICAS MURINAS

  • Orientador : CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • CARLOS EDUARDO BEZERRA DE MOURA
  • Data: 31/05/2024

  • Mostrar Resumo
  • O laser de baixa intensidade (LBI) tem sido utilizado para induzir a proliferação in vitro de diversos tipos celulares, porém alguns dados dos protocolos experimentais, especialmente relacionados ao cultivo celular e à irradiação, ainda precisam ser padronizados. O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da condição nutricional do meio e dos parâmetros de irradiação na viabilidade e proliferação de pré-osteoblastos murinos. Células da linhagem comercial MC3T3-E1 foram mantidas em condições normais de cultivo (meio αMEM suplementado com 10% de soro fetal bovino) ou carenciamento nutricional (meio αMEM sem soro) e irradiadas ou não (controle) com laser diodo InGaAlP, nos comprimentos de onda de 660 nm (vermelho) ou 790 nm (infravermelho), com doses de 1, 4 ou 6 J/cm², em dose única no modo de ação contínuo. A viabilidade e a proliferação celular foram avaliadas nos intervalos de 24, 48 e 72 h após a irradiação, através dos ensaios de redução do Alamar blue. O ciclo celular e os eventos relacionados à morte celular foram avaliados pela marcação por iodeto de propídio (PI) e pelo ensaio da Anexina V/PI, respectivamente, através da citometria de fluxo. Os dados mostraram que nas células cultivadas com nutrição normal (10% FBS), não houve diferença significativa (p>0,05) na viabilidade e proliferação celular entre os diferentes protocolos de irradiação. Já nos experimentos conduzidos sob carenciamento nutricional (sem FBS), observou-se que o laser infravermelho, com dose de 6 J/cm2, promoveu um aumento significativo (p<0.05) na viabilidade e proliferação celular, em comparação com o grupo controle, no intervalo de 72h. Os dados foram confirmados nos ensaios de avaliação do ciclo celular e dos eventos de morte celular (Anexina V/PI). Em conjunto, estes resultados sugerem que a fotobiomodulação in vitro apresenta resultados mais consistentes em células ósseas submetidas a condição de estresse, o que demanda atenção para a simulação destas condições nos estudos com laserterapia nos modelos in vitro de doenças ósseas e nos experimentos in vitro com aplicação de fotobiomodulação para a engenharia tecidual óssea.


  • Mostrar Abstract
  • Low-level laser irradiation (LLLI) has been used to stimulate in vitro proliferation in various cell types. However, certain aspects of experimental protocols, particularly those related to cell culture and irradiation protocols, still require standardization. This study aimed to assess the impact of nutritional conditions and irradiation parameters on the viability and proliferation of murine pre-osteoblasts. Cells from the MC3T3-E1 lineage were plated under normal cultivation conditions (αMEM medium supplemented with 10% fetal bovine serum) or nutritional deprivation (αMEM medium without serum) and they were then either irradiated or kept as controls. The InGaAlP diode laser was used at wavelengths of 660 nm (red) or 790 nm (infrared), with doses of 1, 4, or 6 J/cm², in a single dose in continuous mode of action. Cell viability and proliferation were evaluated at 24, 48, and 72 h post-irradiation, using the Alamar blue reduction assay. Additionally, the cell cycle and events related to cell death were assessed through propidium iodide (PI) labeling and Annexin V/PI assay, respectively, using flow cytometry. Results of Alamar blue assay showed that cells cultured under normal nutrition (10% FBS) showed no significant difference (p>0.05) in cell viability and proliferation across different irradiation protocols. However, under nutritional deprivation (without FBS), the infrared laser at a dose of 6 J/cm² significantly increased (p<0.05) cell viability and proliferation compared to the control group within 72 hours. These findings were confirmed by assays evaluating the cell cycle and cell death events (Annexin V/PI). Taken together, these results suggest that in vitro photobiomodulation leads to more consistent outcomes in bone cells exposed to stress conditions. Consequently, it is crucial to accurately simulate these conditions in studies involving laser therapy with in vitro models of bone diseases and in experiments related to photobiomodulation for bone tissue engineering.

Teses
1
  • MARIA LAURA DE SOUZA LIMA
  • PAPEL DOS RECEPTORES FARMACOLÓGICOS AT1 E AT2 DA ANGIOTENSINA II EM DOENÇA PERIODONTAL INDUZIDA POR LIGADURA: ASPECTOS MOLECULARES

  • Orientador : AURIGENA ANTUNES DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • AURIGENA ANTUNES DE ARAUJO
  • KARUZA MARIA ALVES PEREIRA
  • NAISANDRA BEZERRA DA SILVA FARIAS
  • RAFAEL RODRIGUES LIMA
  • Data: 21/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • O sistema renina angiotensina (SRA) é de grande importância para o equilíbrio hídrico do organismo e regulação da pressão arterial, além de estar associado ao estimulo de vias pró-inflamatórias. Seu principal peptídeo é a angiotensina II, que interagem principalmente com os receptores do tipo 1 (AT1) e do tipo 2 (AT2). Foi encontrado interrelação entre as doenças cardiovasculares e a periodontite. Este estudo teve como objetivo avaliar os aspectos moleculares em camundongos knockout submetidos a um modelo experimental de doença periodontal, observando a influência dos receptores de Ang II tipo 1 (AT1(-)) e Ang II tipo 2 (AT2(-)) na periodontite. Métodos: A periodontite experimental foi induzida colocando-se uma ligadura com fio de nylon 5.0 ao redor do segundo molar superior esquerdo de camundongos knockout para AT1(-), AT2(-) receptores e selvagem (Wild-Type, WT), subdivididos 2 grupos para cada linhagem: sem ligadura (NL) e ligadura (L), totalizando seis grupos: três controles e três experimentais. Após 15 dias da indução da doença os animais foram submetidos à eutanásia. Com o intuito de avaliar se as variações genéticas teriam influência sobre a doença periodontal foram realizadas as análises de citocinas, peptídeos e enzimas foram analisados a partir de tecidos gengivais por ELISA e RT-PCR. Resultados: Os animais WT e AT2(-) apresentaram resultados semelhantes em relação às citocinas IL-1β, IL-6, TNF-α, em que os animais ligados aumentaram os níveis dessas citocinas em relação aos saudáveis (p < 0,001), já os animais da linhagem AT1(-) não apresentou  diferenças entres os animais doentes e saudáveis, mas apresentou algumas diferenças em relação a outras linhagens: na citocina IL-β identificamos diferenças significativas em relação ao grupo AT1(-)-L e WT-L (p < 0,05), já nas IL-6 e TNF-α os grupos AT1(-)-L apresentaram diferenças significativas (p < 0,001) tanto quando comparado aos grupo WT-L quanto aos grupos AT2(-)-L. Em relação a citocina IL-10 os animais WT expressou maiores níveis no grupo ligado (p < 0,01),os grupos AT2(-) e AT1(-) não apresentaram alterações significativas em relação a essa citocina. Para os resultados de Angiotensina II e Angiotensina 1-7 houve diferenças significativas quando comparamos o grupo AT2(-)-NL e AT2(-)-L (p < 0,01); e em relação ao grupo AT1(-)-L e AT2(-)-L (p < 0,05) nos resultados de Ang 1-7, em relação aos demais grupos não houve diferenças significativas. Para TLR2 houve diferenças entre os grupos WT-NL/WT-L (p < 0,05); AT1(-)-NL/AT1(-)-L (p < 0,01) e AT2(-)-NL/AT2(-)-L (p < 0,01). Já para o receptor MAS houve diferenças entre os grupos WT-NL/WT-L (p < 0,001) e AT2(-)-NL/AT2(-)-L (p < 0,001). Entre as diferentes linhagens no subgrupo ligado houve diferença estatística também em relação ao grupo WT-L/AT1(-)-L (p < 0,001) e AT1(-)-L/AT2(-)-L (p < 0,001). Para a expressão do peptídeo ACE, ou ECA, houve diferença estatística entre os tipos de grupos WT-NL/WT-L (p < 0,001). Para a expressão do peptídeo ACE2, ou ECA2, não foi obtido diferenças estatisticamente significativas. Conclusão: Os animais do grupo AT1(-) apresentaram menor inflamação que as demais linhagens doentes, assim como uma menor expressão do receptor MAS, responsável também por uma via protetora do SRA. Além disso os animais dos grupos WT e AT2(-) demonstraram resultados próximos em diversas análises, evidenciando que o bloqueio do receptor AT1, sobre os efeitos moleculares, é mais positiva.

     



  • Mostrar Abstract
  • The renin angiotensin system (RAS) is of great importance for the body's water balance and blood pressure regulation, in addition to being associated with the stimulation of pro-inflammatory pathways. Its main peptide is angiotensin II, which interacts mainly with type 1 (AT1) and type 2 (AT2) receptors. An interrelationship was found between cardiovascular diseases and periodontitis. This study aimed to evaluate the molecular aspects in knockout mice subjected to an experimental model of periodontal disease, observing the influence of Ang II type 1 (AT1(-)) and Ang II type 2 (AT2(-)) receptors on periodontitis. . Methods: Experimental periodontitis was induced by placing a ligature with 5.0 nylon suture around the upper left second molar of knockout mice for AT1(-), AT2(-) receptors and wild-type (Wild-Type, WT), subdivided 2 groups for each strain: without ligation (NL) and ligation (L), totaling six groups: three controls and three experimental. After 15 days of disease induction, the animals were euthanized. In order to evaluate whether genetic variations would have an influence on periodontal disease, analyzes of cytokines were carried out, peptides and enzymes were analyzed from gingival tissues by ELISA and RT-PCR. Results: The WT and AT2(-) animals showed similar results in relation to the cytokines IL-1β, IL-6, TNF-α, in which the linked animals increased the levels of these cytokines in relation to the healthy ones (p < 0.001), since animals from the AT1(-) lineage showed no differences between sick and healthy animals, but showed some differences in relation to other lineages: in the cytokine IL-β we identified significant differences in relation to the AT1(-)-L and WT-L groups (p < 0.05), in IL-6 and TNF-α, the AT1(-)-L groups showed significant differences (p < 0.001) both when compared to the WT-L and AT2(-)-L groups . Regarding the IL-10 cytokine, WT animals expressed higher levels in the ligated group (p < 0.01), the AT2(-) and AT1(-) groups did not show significant changes in relation to this cytokine. For the results of Angiotensin II and Angiotensin 1-7 there were significant differences when comparing the AT2(-)-NL and AT2(-)-L groups (p < 0.01); and in relation to the AT1(-)-L and AT2(-)-L groups (p < 0.05) in the Ang 1-7 results, in relation to the other groups there were no significant differences. For TLR2 there were differences between the WT-NL/WT-L groups (p < 0.05); AT1(-)-NL/AT1(-)-L (p < 0.01) and AT2(-)-NL/AT2(-)-L (p < 0.01). For the MAS receptor, there were differences between the WT-NL/WT-L (p < 0.001) and AT2(-)-NL/AT2(-)-L (p < 0.001) groups. Among the different lines in the linked subgroup there was also a statistical difference in relation to the WT-L/AT1(-)-L group (p < 0.001) and AT1(-)-L/AT2(-)-L (p < 0.001). For the expression of the ACE peptide, or ACE, there was a statistical difference between the types of WT-NL/WT-L groups (p < 0.001). For the expression of the ACE2 peptide, or ACE2, no statistically significant differences were obtained. Conclusion: The animals in the AT1(-) group showed less inflammation than the other diseased strains, as well as a lower expression of the MAS receptor, also responsible for a protective pathway against the RAS. Furthermore, animals from the WT and AT2(-) groups demonstrated similar results in several analyses, showing that the blockade of the AT1 receptor, on molecular effects, is more positive.

2
  • ISABELA DANTAS TORRES DE ARAÚJO
  • MODIFICAÇÃO DE UMA RESINA COMPOSTA BULK FILL FLOW COM EXTRATO ACETÔNICO DA CASCA DE ROMÃ


  • Orientador : ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • DIANA FERREIRA GADELHA DE ARAUJO
  • MARIA REGINA MACEDO COSTA
  • CLAUDIA TAVARES MACHADO
  • RODOLFO XAVIER DE SOUSA LIMA
  • Data: 23/05/2024

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A cárie ainda se constitui um problema de saúde pública. Áreas adjacentes a restaurações são frequentemente acometidas por cárie. Por mais que as resinas compostas estejam sendo estudadas e melhoradas, ainda não apresentam atividade antimicrobiana. As cascas de romã são um recurso potencial para compostos bioativos como fenólicos, proantocianidinas e flavonoides, apresenta atividade antioxidante e efeito inibitório contra bactérias Gram-negativas e Gram-positivas. Objetivo: modificar a resina composta Opus Bulk Fill Flow com o extrato acetônico da casca de romã em diferentes concentrações e avaliar a rugosidade da superfície e mudança de cor. Metodologia: foi realizada a extração de 5g de casca de romã utilizando 100ml de solvente acetona 70%. Após rotaevaporação, filtragem e liofilização do extrato, este foi macerado, peneirado e pesado em contrações diferentes a partir da concentração inibitória mínima capaz de inibir o crescimento de Streptococcus mutans. A resina composta Opus Bulk Fill Flow foi modificada com esse extrato concentrações de forma a gerar 5 grupos de concentrações distintas: Controle 0% (n=10), G1 12,5% (n=10), G2 25% (n=10), G3 50% (n=10) e G4 100% (n=10). Rugosidade (Ra) e a diferença de cor (ΔE00) foram submetidos aos testes de normalidade e os dados não-paramétricos foram submetidos ao teste de Kruskall Wallis com pós-teste de Dunn por meio do software GraphPad Prism 8 e Microsoft Excel 2019. Resultados: Verificou-se que a média da diferença de cor aumentou conforme o aumento da concentração do extrato na resina modificada (p<0,0001), assim como, as resinas modificadas se tornaram, visivelmente a olho nu, um pouco mais amareladas. A rugosidade superficial (Ra) não mostrou diferença estatisticamente significativa (p=0,0748). Todos os grupos apresentaram médias com valores similares a 0,06μm. Conclusão: A adição do extrato acetônico da casca de romã modificou a cor da resina composta Opus Bulk Fill Flow conforme a sua concentração aumentou. A rugosidade superficial de todos os grupos experimentais e do controle se mostrou dentro do valor esperado pela literatura (<0,2μm) com o objetivo de prevenir adesão de biofilme e microrganismos na superfície do material. Recomenda-se novos estudos para verificar se o referido extrato altera outras propriedades mecânicas da resina composta fluida.

     


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Caries still constitutes a public health problem. Areas adjacent to restorations are often affected by caries. Even though composite resins are being studied and improved, they still do not have antimicrobial activity. Pomegranate peels are a potential resource for bioactive compounds such as phenolics, proanthocyanidins and flavonoids, presenting antioxidant activity and inhibitory effects against Gram-negative and Gram-positive bacteria. Objective: to modify the Opus Bulk Fill Flow composite resin with the acetone extract of pomegranate peel in different concentrations and evaluate the surface roughness and color change. Methodology: 5g of pomegranate peel was extracted using 100ml of 70% acetone solvent. After rotary evaporation, filtering and lyophilization of the extract, it was macerated, sieved and weighed at different contractions based on the minimum inhibitory concentration capable of inhibiting the growth of Streptococcus mutans. The Opus Bulk Fill Flow composite resin was modified with this extract concentrations in order to generate 5 groups of distinct concentrations: Control 0% (n=10), G1 12.5% (n=10), G2 25% (n=10 ), G3 50% (n=10) and G4 100% (n=10).  Roughness (Ra) and color difference (ΔE00) were subjected to normality tests and non-parametric data were subjected to the Kruskall Wallis test with Dunn's post-test using GraphPad Prism 8 and Microsoft Excel 2019 software. Results : It was found that the average color difference increased as the concentration of the extract in the modified resin increased (p<0.0001), as well as the modified resins became, visibly to the naked eye, a little more yellowish.  Surface roughness (Ra) did not show a statistically significant difference (p=0.0748). All groups presented average values similar to 0.06μm.  Conclusion: The addition of the acetone extract from pomegranate peel changed the color of the Opus Bulk Fill Flow composite resin as its concentration increased.  The surface roughness of all experimental and control groups was within the value expected in the literature (<0.2μm) with the aim of preventing adhesion of biofilm and microorganisms on the surface of the material. Further studies are recommended to verify whether this extract alters other mechanical properties of the fluid composite resin.

2023
Dissertações
1
  • RAYANE CINTHIA DINO DO NASCIMENTO
  • POTENCIALIDADES E LIMITAÇÕES DO PRONTUÁRIO ELETRÔNICO DO CIDADÃO (PEC) ENQUANTO FERRAMENTA DE GESTÃO DE CUIDADO E PLANEJAMENTO: AVALIAÇÃO EM NÍVEL NACIONAL E LOCAL

  • Orientador : ANGELO GIUSEPPE RONCALLI DA COSTA OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANGELO GIUSEPPE RONCALLI DA COSTA OLIVEIRA
  • PATRICIA DOS SANTOS CALDERON
  • EDSON HILAN GOMES DE LUCENA
  • Data: 10/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo desse estudo foi analisar os indicadores de saúde bucal a nível nacional e de um município no interior da Paraíba, bem como a aceitação, facilidade e percepção de uso do Prontuário Eletrônico do Cidadão pelos cirurgiões dentistas da Atenção Básica no município de Cajazeiras –PB. A coleta de dados foi dividida em dois momentos: primeiro foram coletadas informações dos relatórios do e-SUS PEC presentes no site eletrônico e-Gestor do Departamento da Atenção Básica do Ministério da Saúde, referentes às equipes de saúde bucal das USF e em seguida a aplicação de um questionário específico e objetivo para avaliar a aceitação, a facilidade e o uso do Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) pelos cirurgiões dentistas cadastrados no município. Nos resultados, as regiões do Norte e Nordeste apresentaram os menores coeficientes de resolutividade (46,6 e 50,6) e com maior cobertura de primeira consulta odontológica (9,5 e 9,3), entretanto com maiores valores para exodontias (14,2 e 13,1); quanto à proporção de procedimentos preventivos observados, nota-se que o grau de priorização de cuidados de prevenção é alto em todas as regiões. Em nível local foram observadas variações significativas entre as USF; quanto ao uso do PEC 76,9% não receberam qualificação ou capacitação, 23,1% sempre sentem dificuldades ao manuseá-lo e 46,2% às vezes conseguem operar todas as funções do sistema. Portanto, em nível local os dados dos indicadores se enquadram na média nacional, porém existe a possibilidade de falhas de registro e/ou de controle de qualidade, bem como existem limitações para o uso do PEC pela falta de treinamento para os profissionais.


  • Mostrar Abstract
  • The objective of this study is to analyze oral health indicators at the national level and in a municipality in the interior of Paraíba, as well as the acceptance, ease and perception of use of the Electronic Citizen Record by dentists in Primary Care in the municipality of Cajazeiras -PB.Data collection took place in two stages: first, information will be collected from the e-SUS PEC reports present on the e-Gestor website of the Department of Primary Care of the Ministry of Health, referring to the USF oral health teams, and then to application of a specific and objective questionnaire to assess acceptance, ease and use of the Citizen's Electronic Record (PEC) by dentists registered in the municipality. The results show that the Northeast and North have the lowest resolubility coefficients (46.6 and 50.6) and the highest coverage of the first dental appointment (9.5 and 9.3), however with higher values for extractions (14. 2 and 13.1); as for the proportion of preventive procedures observed, it is noted that the degree of prioritization of preventive care is high in all regions and at the local level, significant variations were observed between USF; regarding the use of the PEC, 76.9% did not receive qualification or training, 23.1% always experience difficulties when handling it and 46.2% are sometimes able to operate all the functions of the system. Therefore, at the local level, the indicator data fit the national average, but there is the possibility of failures in recording and/or quality control, as well as there are limitations to the use of the PEC due to the lack of training for professionals.

2
  • BÁRBARA BEATRIZ TEIXEIRA LIMA CARDOSO DE SOUZA
  • EFFEITO DA INCORPORAÇÃO DE XILITOL NA DUREZA DE SUPERFÍCIE DE UM COMPÓSITO BULK FILL FUIDO

  • Orientador : BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • RODOLFO XAVIER DE SOUSA LIMA
  • Data: 20/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Frente à necessidade de maior longevidade das restaurações, o desenvolvimento de resinas antimicrobianas vem sendo necessário. O xilitol, um composto antimicrobiano natural e biocompatível, pode ser um aditivo em potencial para incluir esta propriedade em uma resina bulk fill fluida sem comprometer sua integridade. Objetivo: Avaliar qual concentração de xilitol (0% ou controle; 2,5%; 5%) é ideal para desenvolver uma resina antimicrobiana a partir de uma resina bulk fill fluida comercial (Tetric N-Flow Bulk Fill, Ivoclar Vivadent, Schaan, Liechtenstein) sem modificar sua microdureza de superfície. Metodologia: 3 grupos (n=12) foram obtidos através da variação da concentração de xilitol (0% ou controle; 2,5%; 5%). Para obter as resinas experimentais, xilitol em pó foi incorporado à resina fluida por espatulação manual por 1 min em uma câmara escura. A partir de um molde de acrílico, discos de 5 mm de diâmetro foram confeccionados através da fotoativação de um incremento único com um aparelho de LED de irradiância 1400 mW/cm² (Bluephase, Ivoclar Vivadent). Os discos foram submetidos à análise de microdureza Vickers (HMV-2, Shimadzu, Tokyo, Japan) na face superior. A análise estatística foi realizada através da variância ANOVA a um fator e teste de Tukey para a comparação entre os grupos (p < 0,05). Resultados: O grupo xilitol 5% mostrou menor média de microdureza de superfície quando comparado aos grupos 0% e 2,5%. Conclusão: O xilitol afetou negativamente à integridade da restauração, apenas quando foi utilizada uma concentração de 5%.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: In view of the need for improved longevity of restorations, the development of antimicrobial resins has become necessary. Xylitol, a natural and biocompatible antimicrobial compound, may be a potential additive to include this property in a flowable bulk fill resin without compromising its integrity. Objective: To evaluate which xylitol concentration (0% or control; 2.5%; 5%) is optimal to develop an antimicrobial resin from a commercial flowable bulk fill resin (Tetric N-Flow Bulk Fill, Ivoclar Vivadent, Schaan, Liechtenstein) without modifying its surface microhardness. Methodology: 3 groups (n=12) were obtained by changing the xylitol concentration (0% or control; 2.5%; 5%). To obtain the experimental resins, xylitol powder was incorporated into the flowable resin by manual spatulation for 1 min in a darkroom. Based on an acrylic mold, 5 mm diameter disks were made by curing of a single increment with a 1400 mW/cm² irradiance LED device (Bluephase, Ivoclar Vivadent). The disks were subjected to Vickers microhardness test (HMV-2, Shimadzu, Tokyo, Japan) on the upper side. Statistical analysis was performed using one-way ANOVA and Tukey's test for comparison between groups (p < 0.05). Results: The 5% xylitol group showed lower mean surface microhardness when compared to the 0% and 2.5% groups. Conclusion: Xylitol negatively affected restoration integrity only when a 5% concentration was used.

3
  • JADERSON FELIPE SANTOS DANTAS
  • PROFUNDIDADE DE POLIMERIZAÇÃO DE UMA RESINA BULK FILL FLUIDA APÓS ADIÇÃO DE XILITOL

  • Orientador : BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • RODOLFO XAVIER DE SOUSA LIMA
  • Data: 20/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar a profundidade de polimerização da resina composta Tetric® N-Flow Bulk Fill com adição de xilitol em diferentes concentrações e espessuras. Metodologia: A resina Tetric® N-Flow Bulk Fill foi misturada às concentrações do xilitol (0% [Controle], 2,5% e 5% p/p). Amostras cilíndricas (n=3) foram confeccionadas em moldes de 5 mm de diâmetro x 1 mm, 2 mm, 3 mm e 4 mm de espessura, fotoativadas por 10 s e armazenadas a 37º C por 24 h. Os espécimes foram submetidos ao teste de microdureza Vickers, sendo a profundidade de polimerização obtida por meio da razão base/topo. Foram utilizados testes não paramétricos de Kruskal Wallis para comparação das diferentes espessuras na mesma concentração e das diferentes concentrações na mesma espessura (p<0,05) através do software BioEstat 5.3. Resultados: Não houve diferença estatisticamente significativa entre as diferentes espessuras na mesma concentração, bem como entre as diferentes concentrações na mesma espessura (p=1,0). Todos os espécimes apresentaram profundidade de polimerização adequada (razão de dureza ≥80%), com exceção das amostras com 4 mm de espessura contendo 2,5 e 5% de xilitol, que apresentaram razão de dureza média de 78% e 76%, respectivamente. Conclusão: Nas condições deste estudo, pode-se concluir que a adição de xilitol a uma resina bulk fill fluida pode afetar a profundidade de polimerização em 4 mm.


  • Mostrar Abstract
  • Objective: To evaluate the depth of cure of the Tetric® N-Flow Bulk Fill composite resin with xylitol addition at different concentrations and thicknesses. Methodology: The Tetric® N-Flow Bulk Fill resin was mixed with xylitol concentrations (0% [Control], 2.5%, and 5% w/w). Cylindrical samples (n=3) were made in a mold with diameters of 5 mm and thicknesses of 1 mm, 2 mm, 3 mm, and 4 mm, photoactivated for 10 s, and stored at 37º C for 24 h. The specimens were subjected to Vickers microhardness testing, and the depth of cure was obtained through the bottom/top ratio. Non-parametric Kruskal-Wallis tests were used to compare different thicknesses at the same concentration and different concentrations at the same thickness (p<0.05) using BioEstat 5.3 software. Results: There was no statistically significant difference between different thicknesses at the same concentration, as well as between different concentrations at the same thickness (p=1.0). All specimens showed adequate depth of cure (hardness ratio ≥80%), except for the samples with 4 mm thickness containing 2.5% and 5% xylitol, which showed an average hardness ratio of 78% and 76%, respectively. Conclusion: Under the conditions of this study, it can be concluded that the addition of xylitol to a bulk fill flow resin can affect the depth of cure at 4 mm.

4
  • ANA BEATRIZ COSTA ALMEIDA
  • AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTI-INFLAMATÓRIO DO EXTRATO DE SPONDIAS MOMBIN L. EM UM MODELO EXPERIMENTAL DE PERIODONTITE

     
     
     
     
     
  • Orientador : RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • Ketsia Bezerra Medeiros
  • RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • Data: 31/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • A periodontite é uma doença crônica de caráter inflamatório multifatorial, que acomete os tecidos de proteção e suporte dentários. O extrato hidroetanólico de spondias mombin L. (EHSM) vem se destacando em função de sua eficácia antimicrobiana frente a patógenos bucais e de suas atividades anti-inflamatória e antioxidante. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito anti-inflamatório do EHSM em um modelo experimental de periodontite. Foi realizado um ensaio pré-clínico, controlado e in vivo, utilizando-se 61 ratos wistar machos, distribuídos aleatoriamente nos seguintes grupos: salina (n=7); DP (n=14); DP + SM 50mg/ml (n=12); DP + SM 100mg/kg (n=13) e DP + SM 200mg/kg (n=15). Foi realizada a gavagem diariamente desde o dia da indução da periodontite até o 11º dia experimental (eutanásia). Amostras sanguíneas, gengivais e maxilares foram obtidas e destinadas para as análises bioquímica, quantitativa de citocinas (IL-1β e IL-6), histológica e microtomográfica computadorizada. Para análise estatística foram utilizados o teste paramétrico ANOVA, seguido pelo teste T de student e o teste não paramétrico de Kruskall-Wallis. A administração do extrato de EHSM não causou alterações sistêmicas nos animais, mostrando-se capaz de reduzir a concentração de IL-6, na dose de 50mg/kg (p<0,05), e de IL-1β, na dose de 100mg/kg (p<0,01), assim como melhorou parâmetros ósseos em animais que receberam o EHSM nas concentrações de 100mg/kg (p<0,05) e 200mg/kg (p<0,001). Ademais, os animais submetidos à gavagem oral com o extrato nas concentrações de 100mg/kg (p<0,05) e 200mg/kg (p<0,01) apresentaram melhores escores histológicos. Como conclusão, os achados deste estudo indicam que o EHSM, nas diferentes concentrações testadas, apresenta atividade anti-inflamatória local em um modelo experimental in vivo de periodontite, sem causar nenhum comprometimento sistêmico, apontando assim para o potencial uso do referido extrato no tratamento dessa doença.

     

  • Mostrar Abstract
  • Periodontitis is a chronic, multifactorial inflammatory disease that affects protective tissues and acquired supports. The hydroethanolic extract of mombin L. spondias (EHSM) has been highlighted due to its antimicrobial action against oral pathogens and its anti-inflammatory and antioxidant activities. The aim of this work was to evaluate the anti-inflammatory effect of EHSM in an experimental model of periodontitis. A pre-clinical, controlled and in vivo test was carried out, using 61 male Wistar rats, randomly distributed in the following groups: saline (n=7); SD (n=14); DP + SM 50 mg/ml (n=12); DP + SM 100mg/kg (n=13) and DP + SM 200 mg/kg (n=15). Gavage was performed daily from the day of periodontitis induction to the 11th experimental day (euthanasia). Blood, gingival and jaw samples were transferred and sent for biochemical, quantitative cytokine (IL-1β and IL-6), histological and computerized microtomographic analyses. For statistical analysis, the parametric ANOVA test was used, followed by Student's t test and the non-parametric Kruskall-Wallis test. The administration of EHSM extract did not cause systemic diseases in the animals, being able to reduce the concentration of IL-6, at a dose of 50mg/kg (p<0.05), and of IL-1β, at a dose of 100mg /kg (p<0.01), as well as improved bone parameters in animals that received EHSM at concentrations of 100mg/kg (p<0.05) and 200mg/kg (p<0.001). In addition, the animals admitted to oral gavage with the extract at concentrations of 100mg/kg (p<0.05) and 200mg/kg (p<0.01) had better histological scores. In conclusion, the findings of this study indicate that EHSM, at different concentrations, presents local anti-inflammatory activity in an experimental in vivo model of periodontitis, without causing any systemic involvement, thus pointing to the potential use of the aforementioned extract in the treatment of this disease.

     
5
  • JULLIERME DE OLIVEIRA MORAIS
  • AÇÃO ANTIFÚNGICA E POTENCIAL ANTIBIOFILME DE DIFERENTES TERAPIAS COMPLEMENTARES FRENTE A LEVEDURAS DO GÊNERO CANDIDA

     
     
  • Orientador : RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO LEONARDO DA SILVA JUNIOR
  • GILMARA CELLI MAIA DE ALMEIDA
  • RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • Data: 31/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • As candidoses usualmente são tratadas com antifúngicos. No entanto, o efeito desses fármacos é usualmente comprometido pela resistência microbiana e pelos efeitos adversos ocasionados. Nesse sentido, o aumento da prevalência e a complexidade de microrganismos multirresistentes a antimicrobianos têm incitado a busca por terapias complementares e alternativas capazes de atuar efetivamente frente à resistência emergente aos medicamentos. Diante disso, o objetivo desse trabalho foi avaliar comparativamente a ação antimicrobiana e o potencial antibiofilme, in vitro, entre a terapia fotodinâmica (TFD) com azul de metileno, a fitoterapia, utilizando o extrato hidroetanólico de Spondias mombin L (EH), e o probiótico Lactobacillus rhamnosus no controle de leveduras do gênero Candida, sendo elas: Candida albicans, Candida tropicalis e Candida parapsilosis. Para isso, foram investigadas, em triplicata, a atividade inibidora do crescimento microbiano em suas formas planctônicas e a atividade antibiofilme, utilizando como controle a nistatina 100.000UI/mL. Quanto à análise estatística, além da interpretação descritiva, foi aplicado o teste Two-Way ANOVA. Dessa forma, observou-se que todas as terapias testadas exibiram atividades antifúngica e antibiofilme. Todavia, quando comparadas tais atividades entre elas e ainda com o grupo controle, verificou-se que: o EH apresentou atividade antifúngica semelhante a do grupo controle, exibindo o probiótico a menor atividade antifúngica e a TFD apresentou a maior atividade antibiofilme para quase todas as cepas, seguida do EH e, por último, do probiótico. Ademais, as atividades antibiofilmes da TFD e do EH foram semelhantes a do grupo controle, porém não superiores. Nesse sentido, foi possível concluir que todas as terapias estudadas possuem atividades antifúngica e antibiofilme frente às cepas do gênero Candida testadas, com destaque para a TFD e o EH, sendo tais atividades, por vezes, semelhantes às atividades da nistatina 100.000UI/mL.


  • Mostrar Abstract
  • Candidoses are usually treated with antifungals. However, the effect of these drugs is usually compromised by microbial resistance and adverse effects. In this sense, the increase in the prevalence and complexity of multidrug-resistant microorganisms to antimicrobials have incited the search for complementary and alternative therapies capable of acting effectively against the emerging resistance to medicines. Therefore, the objective of this study was to evaluate comparatively the antimicrobial action and the antibiofilm potential, in vitro, between photodynamic therapy (PDT) with methylene blue, phytotherapy, using the hydroethanolic extract of Spondias mombin L (HE) and the probiotic Lactobacillus rhamnosus in the control of yeasts of the Candida genus, namely: Candida albicans, Candida tropicalis and Candida parapsilosis. For this, the inhibitory activity of microbial growth in its planktonic forms and the antibiofilm activity were investigated, in triplicate, using nystatin 100,000UI/mL as a control. Regarding the statistical analysis, in addition to the descriptive interpretation, the Two-Way ANOVA test was applied. Thus, it was observed that all tested therapies exhibited antifungal and antibiofilm activities. However, when these activities were compared between them and also with the control group, it was found that: the HE showed antifungal activity similar to that of the control group, the probiotic showed the lowest antifungal activity and the PDT showed the highest antibiofilm activity for almost all strains, followed by HE and, finally, by the probiotic. Furthermore, the antibiofilm activities of PDT and HE were similar to the control group, but not higher. In this sense, it was possible to conclude that all studied therapies, especially PDT and HE, have antifungal and antibiofilm activities against the strains of the Candida genus tested, and such activities are sometimes similar to the activities of nystatin 100,000UI/mL.

     
6
  • SARAH EMILLE GOMES DA SILVA
  • EFEITO DE DIFERENTES PROTOCOLOS DE ACABAMENTO/POLIMENTO NA RESISTÊNCIA À FADIGA E MÓDULO DE WEIBULL DE DIFERENTES TIPOS DE ZIRCÔNIA

  • Orientador : RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PATRICIA DOS SANTOS CALDERON
  • RENATA MARQUES DE MELO
  • RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • Data: 14/08/2023

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar o efeito de diferentes protocolos de acabamento/polimento na resistência à fadiga das novas gerações de zircônia. Materiais e Métodos: Foram confeccionados noventa (N=90) discos cerâmicos (Ø:12mm; 1,5mm-ISO 6872), sendo 45 em zircônia ultratranslúcida (UT- VITA, Vita Zahnfabrik ) e 45 de uma cerâmica de zircônia híbrida 3Y-TZP e 5Y-TZP com gradiente de translucidez (GT- e.max Zircad prime GT, Ivoclar). Após a sinterização dos discos cerâmicos, estes foram divididos em 6 grupos (n=15), de acordo com fatores “cerâmica (zircônia UT e zircônia GT)” e “Protocolo de acabamento e polimento” (Pontas Diamantadas+ Borrachas; Borrachas; Controle). Os discos foram submetidos ao ensaio de resistência à fadiga pelo método stepwise stress (5Hz para 10.000 ciclos) com um incremento de passo de 50N começando em 100N e prosseguindo até detecção da falha. Foram realizadas também análises extras de Difração de raios X (DRX) e rugosidade superficial. Os resultados foram avaliados estatisticamente através de ANOVA 2 fatores, teste de Tukey (5%) e análise de Weibull. Resultados: A resistência a fadiga e o número de ciclo de sobrevida das duas cerâmicas foi influenciado pelo tipo de protocolo de acabamento e polimento. A cerâmica híbrida  apresentou maiores valores de resistência a fadiga, bem como uma maior taxa de sobrevida ao ciclos de fadiga. Conclusão: O protocolo de acabamento e polimento influencia no comportamento à fadiga das novas gerações de zircônia odontológica, sendo o uso de brocas o que revelou os menores valores de resistência.


  • Mostrar Abstract
  • Objective: To evaluate the effect of different finishing/polishing protocols on the fatigue strength of new generations of zirconia. Materials and Methods: Ninety (N=90) ceramic discs (Ø:12mm; 1.5mm-ISO 6872) were made, 45 of ultra-translucent zirconia (UT-VITA, Vita Zahnfabrik) and 45 of a 3Y-3Y hybrid zirconia ceramic 3Y-TZP and 5Y-PSZ with translucency gradient (GT-e.max Zircad prime GT, Ivoclar). After the ceramic discs sintering, they were divided into 6 groups (n=15), according to the factors “ceramic (UT and GT)” and “Finishing and polishing protocol” (Diamond burs + Rubbers; Rubbers and Control). The discs were subjected to the fatigue resistance test by the stepwise stress method (5Hz for 10,000 cycles) with a step increment of 50N starting at 100N and continuing until failure. Complementary analyzes of X-ray Diffraction (XRD) and surface roughness were also carried out. Results were statistically evaluated using 2-way ANOVA, Tukey test (5%) and Weibull analysis. Results: The fatigue strength and life cycle number of the two ceramics was influenced by the type of finishing and polishing protocol. The hybrid ceramic showed higher values of resistance to fatigue, as well as a higher rate of survival to fatigue cycles. Conclusion: The finishing and polishing protocol influences the fatigue behavior of the new generations of dental zirconia, with the use of burs revealing the lowest resistance values.

7
  • JOSÉ JHENIKÁRTERY MAIA DE OLIVEIRA
  • INFLUÊNCIA DE DIFERENTES TIPOS DE REGISTROS INTEROCLUSAIS E TÉCNICAS DE MONTAGEM EM ARTICULADOR NO TEMPO DE CONFECÇÃO DE PLACAS OCLUSAIS ESTABILIZADORAS PELO FLUXO DIGITAL DE TRABALHO: ensaio clínico randomizado controlado

  • Orientador : GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • ANDRE ULISSES DANTAS BATISTA
  • Data: 18/08/2023

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar a influência de diferentes tipos de registros interoclusais e técnicas de montagem em articulador virtual no tempo de confecção clínico e laboratorial de placas oclusais estabilizadoras confeccionadas por fluxo de trabalho digital (CAD/CAM). Metodologia: Trata-se de um ensaio clínico controlado randomizado e duplo cego, onde a amostra foi constituída por 30 pacientes com diagnóstico de um provável bruxismo do sono, os quais foram randomizados aleatoriamente em dois grupos de acordo com a técnica de montagem do modelo no articulador virtual: GP (grupo plano horizontal) e GM (grupo mesa de camper). Também foram avaliados três diferentes tipos de registros interoclusais para confecção de placas oclusais impressas, sendo: “máxima intercuspidação habitual” (MIH), “dispositivo anterior de registro” (DAR) e “palhetas oclusais”; e as técnicas de desenho das placas oclusais sendo essas etapas subdivididas em suavização e delimitação, montagem do modelo do modelo superior no articulador (variando em plano horizontal e mesa de camper), desenho da placa e ajustes finais. A partir disso, foram analisados os tempos (em minutos e segundos) necessários para a realização das etapas clínicas e laboratoriais. Os dados foram avaliados estatisticamente pelos testes T, ANOVA e Tukey pelo software Statistical Package for Social Sciences 22.0. Resultados: Observou-se diferença estatística no tempo de registro interoclusal, onde MIH (47,94seg) e palheta (01:03,01min) foram realizados em um menor tempo quando comparado com o DAR (03:09,26min) (<0,001). O tempo da etapa de montagem no articulador foi estatisticamente maior quando o registro foi realizado em MIH e a montagem foi realizada levantando no pino no articulador (01:59,62min), comparando ao DAR (01:07,82min) e a palheta (01:06,43min) (<0,001), apresentando também diferença no desenho (p=0,045) e tempo total das etapas (p=0,033). Conclusão: Dentro das limitações do estudo, pode-se afirmar que utilizar a palheta oclusal ou registrar em MIH apresentaram um menor tempo clínico quando comparada à técnica do DAR. Levantar o pino no articulador levou a um maior tempo de montagem dos modelos, independente do modelo ter sido montado no plano horizontal ou na mesa de camper, aumentado o tempo na etapa CAD.


  • Mostrar Abstract
  • Objective: To evaluate the influence of different types of interocclusal registrations and assembly techniques in a virtual articulator on the clinical and laboratory preparation time of stabilizing occlusal splints made by digital workflow (CAD/CAM). Methodology: This is a randomized, double-blind controlled clinical trial, where the sample consisted of 30 patients diagnosed with sleep bruxism, who were randomly randomized into two groups according to the technique of mounting the model on the articulator virtual: GP (flat horizontal group) and GM (camper's table group). Three different types of interocclusal records were also evaluated for making printed occlusal plates, namely: “maximum habitual intercuspation” (MIH), “anterior recording device” (DAR) and “occlusal reeds”; and the techniques for designing the occlusal splints, these steps being subdivided into smoothing and delimitation, mounting the model of the upper model on the articulator (varying in the horizontal plane and camper's table), designing the plate and final adjustments. Based on this, the times (in minutes and seconds) required to perform the clinical and laboratory steps were analyzed. Data were statistically evaluated by T, ANOVA and Tukey tests using the Statistical Package for Social Sciences 22.0 software. Results: There was a statistical difference in the time of interocclusal registration, where MIH (47.94sec) and reed (01:03.01min) were performed in a shorter time when compared to the DAR (03:09.26min) (<0.001 ). The time of the assembly step on the articulator was statistically longer when the registration was performed in MIH and the assembly was performed by lifting the pin on the articulator (01:59.62min), comparing to the DAR (01:07.82min) and the reed (01:07.82min) 01: 06.43min) (<0.001), also showing difference in design (p=0.045) and total time of steps (p=0.033). Conclusion: Within the limitations of the study, it can be stated that using the occlusal palette or registering in MIH demonstrated a shorter clinical time when detected using the RAD technique. Lifting the pin on the articulator led to a longer time to assemble the models, regardless of whether the model was mounted in the horizontal plane or on the camper's table, it increased the time in the CAD step.

8
  • FERNANDA BEZERRA CABRAL FAGUNDES
  • EFEITO DA EXPOSIÇÃO À LUZ AZUL DO FOTOPOLIMERIZADOR À LASER SOBRE A RETINA DE RATOS

  • Orientador : SERGEI GODEIRO FERNANDES RABELO CALDAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • SERGEI GODEIRO FERNANDES RABELO CALDAS
  • ARTHUR CESAR DE MEDEIROS ALVES
  • ARIANE SALGADO GONZAGA
  • Data: 28/09/2023

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Foi desenvolvido recentemente um aparelho fotopolimerizador odontológico à laser, emissor de luz azul. Porém, não há estudos que apontem os possíveis efeitos nocivos dessa luz sobre a retina dos profissionais operadores, ou que assegurem a capacidade de proteção dos filtros de proteção utilizados para o mesmo. Objetivo: Avaliar os possíveis efeitos oculares da exposição à luz azul emitida por um aparelho fotopolimerizador a base de laser sobre a retina de ratos Wistar, bem como a capacidade de proteção dos óculos com filtro recomendado. Metodologia: Nove ratos Wistar foram utilizados na pesquisa e suas estruturas oculares foram os objetos de estudo. Um terço do total de olhos (n=6) foi submetido a exposição aguda à luz do fotopolimerizador à laser (Monet®, AMD lasers), recebendo 3 incidências diárias, por 24 segundos cada, à distância de 30 cm. Outro terço (n=6) da amostra recebeu o mesmo protocolo de exposição ao mesmo aparelho fotopolimerizador, porém sob o uso de óculos com filtro de proteção ocular recomendado pelo fabricante. O terceiro grupo não recebeu incidência de luz azul, sendo considerado o grupo controle (n=6). Sete dias após a exposição dos grupos experimentais, os animais foram anestesiados, procedidos à eutanásia, removidos os olhos e processados histologicamente. Através das lâminas digitalizadas, os parâmetros da retina foram aferidos através de análises estereológicas. Resultados: O grupo que recebeu incidência sem uso de filtro de proteção apresentou danos térmicos à exposição do laser, enquanto o grupo controle e o grupo que recebeu incidência da luz com uso dos óculos de proteção não apresentaram diferença estatisticamente significativa no volume total da retina e no volume das camadas da retina. Conclusões: diante do protocolo utilizado, houve danos térmicos em toda a estrutura ocular submetida a exposição ao laser sem uso de proteção, enquanto o grupo que recebeu proteção adequada teve sua estrutura preservada, comparado ao grupo controle.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: A laser curing light device, emitting blue light, was recently developed, and there are no studies to indicate the hazard effects of this light on the professional operators retina, or to ensure the protective capacity of the filters used for it. Objective: To evaluate the possible ocular effects of exposure to blue light emitted by a laser curing unit device on the retina of Wistar rats, as the protective capacity of recommended glasses with filter. Methodology: Nine Wistar rats were used in the research and their ocular structures were the objects of study. One third of the total number of eyes (n=6) were subjected to acute exposure to light from a laser (Monet®, AMD Lasers), receiving 3 daily incidences, for 24 seconds each, at a distance of 30 cm. Another third (n=6) of the sample received the same exposure protocol to the same light-curing device, but wearing glasses with an eye protection filter recommended by the manufacturer. The third group did not receive blue light, being considered the control group (n=6). Seven days after exposure of the experimental groups, the animals were anesthetized, euthanized, their eyes removed and histologically processed. Using the digitized slides, retinal parameters were measured through stereological analyses. Results: The group that received incidence without using a protective filter showed thermal damage to laser exposure, while the control group and the group that received incidence of light using protective glasses did not show a statistically significant difference in the total volume of the retina and in the volume of the retinal layers. Conclusions: In the used protocol, there was thermal damage to the entire ocular structure exposed to blue laser without the protection use, while the group that received adequate protection had its structure preserved, compared to the control group.

9
  • FÁBIO FERREIRA DE SOUZA ABBOTT GALVÃO
  • Tempo e Precisão dos diferentes tipos de registros interoclusais na obtenção da espessura das placas estabilizadoras pelo fluxo de trabalho digital: estudo in vivo

  • Orientador : GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • CAMILA MARIA BASTOS MACHADO DE RESENDE
  • Data: 10/10/2023

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar o tempo de confecção dos diferentes tipos de registros interoclusais e sua precisão na obtenção da espessura planejada para a placa estabilizadora confeccionada pelo fluxo de trabalho digital. Metodologia: Consiste em um estudo in vivo, com 30 pacientes com diagnóstico de um provável bruxismo do sono. Individualmente, os pacientes tiveram a mordida registrada e escaneada com três diferentes tipos de registros oclusais: máxima intercuspidação habitual (MIH), dispositivo anterior de registro (DAR) e palhetas oclusais. O tempo necessário para obtenção e escaneamento de cada registro foi anotado (em minutos e segundos) e analisados posteriormente. A distância interoclusal correspondente à espessura planejada para as placas foi determinada em 2 mm. Para DAR e palheta oclusal, essa distância foi criada com a ajuda de palhetas oclusais posteriores com espessura de 2 mm. Para o registro em MIH, ela foi criada pelo aumento do pino incisal no articulador virtual. Em seguida, foi analisada nos modelos digitais obtidos por cada registro. Estatisticamente, os dados do tempo e espessura foram avaliados pelo teste ANOVA e pós teste de Tukey pelo software Statistical Package for Social Sciencies 22.0. Resultados: Observou-se diferença estatística no tempo de registro interoclusal, onde MIH (47,94seg) e palheta (01:03,01min) foram realizados em um menor tempo quando comparado com o DAR (03:09,26min) (<0,001). No que se refere a espessura, houve diferença estatística entre os grupos pino incisal (1,85±0,33) e palheta (2,08±0,28) que apresentaram, respectivamente, a menor e a maior distância entre as arcadas. A média de registro do grupo DAR (2,03±0,44) foi a que mais se aproximou dos 2mm previstos para a espessura da placa. Conclusão: Dentro das limitações do estudo, pode-se concluir que registrar usando a palheta oclusal ou em MIH apresentaram um menor tempo clínico quando comparada à técnica do DAR, e que apesar das médias de espessuras serem próximas, o DAR foi o método que mais se aproximou da espessura estimada para as placas oclusais.




  • Mostrar Abstract
  • Objective: To evaluate the time taken to make different types of interocclusal registrations and their precision in obtaining the planned thickness for the stabilizing splint made using the digital workflow. Methodology: It consists of an in vivo study with 30 patients diagnosed with probable sleep bruxism. Individually, the patients had their bite registered with three different types of occlusal registrations: maximum habitual intercuspation (MIH), anterior registration device (DAR) and occlusal reeds. The time required to obtain each record was recorded (in minutes and seconds) and analyzed later. The interocclusal distance corresponding to the planned thickness of the plates was determined to be 2 mm. For DAR and occlusal pick, this distance was created with the help of 2 mm thick posterior occlusal picks. For registration in MIH, it was created by enlarging the incisal pin in the virtual articulator. It was then analyzed using the digital models obtained for each record. Statistically, the and thickness data were evaluated using the ANOVA test and Tukey's post test using the Statistical Package for Social Sciences 22.0 software. Thickness data were analyzed as mean and standard deviation. Results: There was a statistical difference in the time of interocclusal registration, where MIH (47,94sec) and reed (01:03,01min) were performed in a shorter time when compared to the DAR (03:09,26min) (<0.001). Regarding thickness, there was a statistical difference between groups incisal pin (1,85±0,33) and reed records (2,08±0,28), which presented, respectively, the smallest and largest distance between the arches. The average registration with the DAR (2,03±0,45) (0,048) was the closest to the 2mm predicted for the thickness of the plate, followed by the technique with occlusal picks. Conclusion: Within the limitations of the study, it can be concluded that recording using the occlusal palette or in MIH presented a shorter clinical time when compared to the DAR technique. Despite the thickness averages being close, the DAR technique was the method that came closest to the estimated thickness for the occlusal splints.

10
  • ISIANNE KELLY MOURA CERQUEIRA
  • AVALIAÇÃO ANTIMICROBIANA DE UMA RESINA BULK FILL FLUIDA COM INSERÇÃO DO XILITOL

  • Orientador : BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • MARIA ALICE PIMENTEL FUSCELLA
  • Data: 20/10/2023

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: As resinas Bulk Fill apresentam uma boa procura pelos profissionais, pois o seu uso diminui o tempo clínico, como também a melhora qualidade das restaurações, porém não possuem atividade antibacteriana, sendo um dos fatores que ainda causam impacto negativo na vida das pessoas. A biomodificação com o xilitol tem o sentido de aperfeiçoar as suas características clínicas. Objetivo: Avaliar a ação antimicrobiana de uma resina Bulk Fill flow após a inserção do xilitol. Metodologia: A resina Tetric® N-Flow Bulk Fill foi misturada às concentrações de xilitol (0% [Controle], 2,5% e 5% p/p). Amostras cilíndricas (n=5 do grupo controle e n=3 dos demais grupos) foram confeccionadas em moldes acrílicos de diâmetro de 2 mm espessura, fotoativadas por 10 s e armazenadas a 37º C por 24 h. Os espécimes foram esterilizados por luz ultravioleta por 20 minutos antes de serem acomodadas em uma placa de 48 poços estéril, sendo adicionado em cada poço 0,5 mL de caldo Mueller Hinton. Então, adicionou-se 50 μL do inóculo de S. mutans nos poços correspondentes. A placa foi incubada a 37 ± 1 ˚C durante 48 horas. Após o período de incubação, os espécimes foram gentilmente removidos e o crescimento microbiano foi indicado pela adição de 100 μL da solução aquosa de resazurina (SigmaAldrich) a 0,01% com a posterior incubação a 37 ± 1 ˚C por duas horas. Micro-organismos viáveis reduzem o corante mudando sua coloração azul para rosa e a CIM foi definida como a menor concentração da substância que inibiu a mudança de coloração da resazurina. Em um poço contendo o grupo controle foi acrescentado clorexidina a 0,12% com o intuito de comparar o resultado gerado dos grupos testes. Resultado: Não houve inibição do crescimento bacteriano nos poços com inóculos que continham S. mutans e corpo de prova de resina acrescida de xilitol. Conclusão: Esse estudo mostrou que o acréscimo de 2,5% e 5% de Xilitol à resina Tetric® N-Flow Bulk Fill não apresentou inibição do crescimento bacteriano.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Bulk Fill resins are in good demand among professionals, as their use reduces clinical time and improves the quality of restorations, but they do not have antibacterial activity, which is one of the factors that still hurt people's lives. Biomodification with xylitol aims to improve its clinical characteristics. Objective: To evaluate the antimicrobial action of a Bulk Fill flow resin after inserting xylitol. Methodology: Tetric® N-Flow Bulk Fill resin was mixed with xylitol concentrations (0% [Control], 2.5% and 5% w/w). Cylindrical samples (n=5 from the control group and n=3 from the other groups) were made in acrylic molds with a diameter of 2 mm thick, light-cured for 10 s and stored at 37º C for 24 h. The specimens were sterilized by ultraviolet light for 20 minutes before being placed in a sterile 48-well plate, with 0.5 mL of Mueller Hinton broth added to each well. The plate was incubated at 37 ± 1 ˚C for 48 hours. After the incubation period, the specimens were gently removed, and microbial growth was indicated by adding 100 μL of 0.01% resazurin (SigmaAldrich) aqueous solution with subsequent incubation at 37 ± 1 ˚C for two hours. Viable microorganisms reduce the dye, changing its color from blue to pink. The MIC was defined as the lowest concentration of the substance that inhibited the color change of resazurin. In 0.12%, chlorhexidine was added to a well containing the control group to compare the results generated from the test groups. Result: There was no inhibition of bacterial growth in the wells with inocula containing S. mutans and the resin specimen with xylitol added. Conclusion: This study showed that adding 2.5% and 5% Xylitol to the Tetric® N-Flow Bulk Fill resin did not inhibit bacterial growth.

11
  • RÉGIA CARLA MEDEIROS DA SILVA
  • COMPARAÇÕES CLÍNICA E RADIOGRÁFICA DE DUAS TÉCNICAS DE APLICAÇÃO DO LASER DE BAIXA POTÊNCIA COMO ADJUVANTE À TERAPIA PERIODONTAL BÁSICA EM PACIENTES COM PERIODONTITE- UM ENSAIO CLÍNICO CONTROLADO E RANDOMIZADO

  • Orientador : ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • MARIANA LINHARES ALMEIDA
  • Data: 29/11/2023

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A Fotobiomodulação tem sido utilizada como adjuvante à terapia periodontal básica (TPB) por apresentar efeitos de modulação da inflamação e aceleração da reparação tecidual, contudo, sem haver uma padronização no protocolo de aplicação do laser. Objetivo: Avaliar e comparar duas técnicas de aplicação do laser de baixa potência – transgengival (LBPT) e intrasulcular (LBPI) – utilizado na Fotobiomodulação como adjuvante à TPB em pacientes com periodontite. Metodologia: Trata-se de um ensaio clínico, randomizado, boca dividida e duplo cego, no qual foram selecionados, de cada paciente, 3 sítios doentes (com perda de inserção interproximal de pelo menos 1 mm e profundidade de sondagem de 4 mm ou mais), em diferentes quadrantes, para um dos três grupos de tratamento: grupo RAR (grupo controle), grupo RAR + LBPT (teste 1) e grupo RAR + LBPI (teste 2). A terapia com laser de baixa potência nos grupos teste foi realizada em três momentos, sendo 48 horas, 7 e 14 dias após a finalização da RAR de boca completa. Os parâmetros clínicos de profundidade à sondagem (PS), nível clínico de inserção (NIC) e sangramento à sondagem (SS) foram avaliados antes do tratamento (T0), e após 3 (T1) e 6 meses (T2). Além disso, radiografias periapicais padronizadas foram usadas para medir e comparar a densidade óssea radiográfica 6 meses após conclusão do tratamento. Foram realizados o teste ANOVA para medidas repetidas para as variáveis quantitativas e o teste qui-quadrado para a variável categórica utilizando um nível de significância ou p < 0,05 e intervalos de confiança de 95%. Resultados: Reduções estatisticamente significativas de PS (p < 0,001) e NIC (p < 0,001) foram observadas nos três grupos de tratamento em 3 e 6 meses de acompanhamento em comparação ao baseline, sem diferenças significativas entre os grupos. Nenhuma diferença na densidade óssea radiográfica foi encontrada entre os grupos de tratamento em 6 meses de acompanhamento. Conclusão: Com as limitações desse estudo, os resultados sugerem que, comparado à TPB isolada, a fotobiomodulação adjuvante não traz benefícios adicionais, independentemente da técnica de aplicação do laser utilizada.


  • Mostrar Abstract
  • Background: Photobiomodulation has been used as an adjunct to basic periodontal therapy (BPT) due to its effects on inflammation modulation and acceleration of tissue repair. However, there isn't a standardized protocol for laser application. Aim: To evaluate and compare two techniques of low-power laser application - transgingival (LBPT) and intrasulcular (LBPI) - used in Photobiomodulation as an adjunct to BPT in patients with periodontitis. Methods: This is a randomized, split-mouth, double-blind clinical trial where, from each patient, 3 diseased sites (with interproximal attachment loss of at least 1 mm and probing depth of 4 mm or more), in different quadrants, were selected for one of three treatment groups: RAR group (control group), RAR + LBPT group (test 1), and RAR + LBPI group (test 2). Low-power laser therapy in the test groups was performed at three time points - 48 hours, 7, and 14 days after completing full-mouth RAR. Clinical parameters of probing depth (PD), clinical attachment level (CAL), and bleeding on probing (BOP) were assessed before treatment (T0), and at 3 months (T1) and 6 months (T2). Additionally, standardized periapical radiographs were used to measure and compare radiographic bone density 6 months after treatment completion. ANOVA for repeated measures was used for quantitative variables, and the chi-square test for the categorical variable using a significance level of p < 0.05 and confidence intervals of 95%. Results: Statistically significant reductions in PD (p < 0.001) and CAL (p < 0.001) were observed in all three treatment groups at 3 and 6 months compared to baseline, with no significant differences between the groups. No difference in radiographic bone density was found between the treatment groups at 6 months. Conclusion: With the limitations of this study, the results suggest that compared to isolated BPT, adjunct photobiomodulation does not bring additional benefits, regardless of the laser application technique used.

    .

12
  • APOENA MEDEIROS PINHEIRO DUTRA
  • AVALIAÇÃO CLÍNICA LONGITUDINAL DO EFEITO DA IMPLANTOPLASTIA EM PACIENTES COM PERI-IMPLANTITE: ACOMPANHAMENTO DE ATÉ 24 MESES.

  • Orientador : BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • MARIANA LINHARES ALMEIDA
  • Data: 21/12/2023

  • Mostrar Resumo
  • As abordagens propostas para o tratamento da peri-implantite podem ser mecânicas, cirúrgicas, químicas e/ou físicas. Dentre eles, destaca-se a implantoplastia que consiste na modificação mecânica da superfície do implante. O estudo objetivou avaliar os diferentes parâmetros clínicos comparando o efeito da implantoplastia com o debridamento mecânico em pacientes com peri-implantite aos 3 (T1), 6 (T2), 12 (T3) e 24 (T4) meses. Os 13 participantes incluídos no estudo foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos com 15 implantes cada: acesso cirúrgico + debridamento mecânico (Grupo Controle, I, n=15) e acesso cirúrgico + debridamento mecânico + implantoplastia (GrupoTeste II, n=15). Os seguintes parâmetros clínicos foram examinados: Índice de Placa Visível (IPV), Índice de Sangramento Gengival (ISG), Profundidade de Sondagem (PS), Sangramento à Sondagem (SS) e Faixa de Mucosa Ceratinizada (MC). Os resultados apontaram que 63,6% eram mulheres e 36,4% do sexo masculino. O teste de Mann-Whitney apontou que durante o tempo de acompanhamento T1, os valores foram maiores no Grupo Teste (IPV=87,5% e ISG=12,5%) do que os observados no Grupo Controle (IPV=37,5% e ISG=0%), porém, não houve diferença estatística significativa entre os grupos para nenhum outro período de acompanhamento (p>0,05). Para os demais parâmetros analisados (PS, MC, SS), também não foram observadas diferenças significativas entres os períodos de avaliação entre os dois grupos (p>0.05), exceto em T4 para o parâmetro de PS, em que a profundidade de sondagem do Grupo Teste foi maior que o Controle (2,83mm e 1,66mm respectivamente). O Teste de Friedman apontou que houve redução significativa nos parâmetros clínicos ao longo do tempo para ambos os grupos. Conclusão: a adição da implantoplastia melhora os parâmetros clínicos no tratamento cirúrgico da peri-implantite até os 24 meses de acompanhamento, porém, não apresentou superioridade em relação ao acesso cirúrgico e debridamento mecânico.


  • Mostrar Abstract
  • The approaches proposed for the treatment of peri-implantitis can be mechanical, surgical, chemical and/or physical. Among them, implantoplasty stands out, which consists of the mechanical modification of the implant surface. The study aimed to evaluate different clinical parameters by comparing the effect of implantoplasty with mechanical debridement in patients with peri-implantitis at 3 (T1), 6 (T2), 12 (T3) and 24 (T4) months. The 13 participants included in the study were randomly distributed into two groups with 15 implants each: surgical access + mechanical debridement (Control Group, I, n=15) and surgical access + mechanical debridement + implantoplasty (Test Group, II, n=15). The following clinical parameters were examined: Visible Plaque Index (VPI), Gingival Bleeding Index (GBI), Probing Depth (PD), Bleeding on Probing (BOP), and Keratinized Mucosal Range (KMW). The results showed that 63.6% were women and 36.4% were men. The Mann-Whitney test showed that during the T1 follow-up period, the values were higher in the Test Group (VPI=87.5% and GBI=12.5%) than those observed in the Control Group (VPI=37.5 % and GBI=0%), however, there was no statistically significant difference between the groups for any other follow-up period (p>0.05). For the other parameters analyzed (PD, KMW, BOP), no significant differences were observed between the evaluation periods between the two groups (p>0.05), except at T4 for the PS parameter, in which the probing depth of the Test Group was larger than the Control (2.83mm and 1.66mm respectively). The Friedman Test showed that there was a significant reduction in clinical parameters over time for both groups. Conclusion: the addition of implantoplasty improves clinical parameters in the surgical treatment of peri-implantitis up to 24 months of follow-up, but did not present superiority in relation to surgical access and mechanical debridement.

Teses
1
  • RODOLFO XAVIER DE SOUSA LIMA
  • DESENVOLVIMENTO E CARACTERIZAÇÃO FISICO-QUÍMICA DE UM SELANTE RESINOSO COM PROPRIEDADES ANTIMICROBIANAS ASSOCIADAS À INCORPORAÇÃO DO EXTRATO DO CAULE DE SCHINOPSIS BRASILIENSIS (BRAÚNA)

  • Orientador : BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • ISABELITA DUARTE AZEVEDO
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • LETICIA VIRGINIA DE FREITAS CHAVES
  • LUANA MARIA MARTINS DE AQUINO
  • Data: 27/01/2023

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: os selantes resinosos possuem atividade preventiva e terapêutica da cárie dentária oclusal por ação mecânica. Não existem relatos destes materiais com propriedades antimicrobianas e, neste ensejo, a adição de princípios ativos obtidos de fitoterápicos configura como uma opção possível para resolver esta limitação. Objetivos: avaliar o potencial antimicrobiano do selante Fluroshield® enriquecido com o extrato do caule de Schinopsis brasiliensis (Braúna), bem como, a liberação do princípio ativo, grau de conversão e resistência de união imediata ao esmalte dos materiais experimentais. Metodologia: trata-se de um estudo experimental “in vitro”. As cascas da Braúna foram secas a 40 ± 1 °C e o extrato etanólico foi obtido por percolação do pó da casca da Schinopsis brasiliensis. O selante comercial Fluroshield (Dentsply) foi enriquecido com as proporções em massa (g) [0% (Controle), 20%, 10%, 5%, 2,5% e 1,25%]. Foi realizada a avaliação da Inibição da Formação de Biofilme, a liberação do princípio ativo (ácido gálico) foi aferida através de Ultra Cromatografia Líquida de Alta Performance (UHPLC), a resistência de união (RU) imediata ao esmalte foi avaliada através do microcisalhamento e o grau de conversão (GC) através do Micro-Raman. Os valores finais foram submetidos aos testes de normalidade Shapiro-Wilky (p > 0,05) e Levene. Os dados paramétricos foram submetidos a análise de variância (ANOVA one-way) com pós-teste de Tukey (p <0,05) e os não paramétricos através do teste de Kruskal-Wallis com pós-teste de Dunn’s através do software GraphPad Prism 8 e Microsoft Excel 2018. Resultados: materiais com maior % de extrato apresentaram menor GC, não houve diferença estatisticamente significativa para RU entre os diferentes grupos, houve liberação do princípio ativo em meio aquoso em todos os materiais e os grupos com 20% e 10% de extrato em massa foram capazes de inibir a formação de biofilme de maneira semelhante ao controle positivo (clorexidina 0,12%). Conclusão: a adição do extrato de Schinopsis brasiliensis em concentrações entre 10% e 20% apresenta-se como uma alternativa promissora para a obtenção de propriedades antimicrobianas em selantes resinosos.   


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: dental sealants have a preventive and therapeutic activity in the prevention and treatment of dental caries. However, there are no reports of these materials with antimicrobial properties and the addition of phytotherapy molecules would be an option to solve this limitation. Objectives: to evaluate the antimicrobial properties of the Fluroshield® sealant with the addition of the stem extract of Schinopsis brasiliensis (Braúna), as well as the potential for releasing the active ingredient, degree of conversion and immediate enamel bond strength. Methodology: this is an experimental in vitro study. Braúna barks were dried at 40 ± 1 °C and the ethanolic extract was obtained by percolation of Schinopsis brasiliensis bark powder. The commercial sealant Fluroshield (Dentsply) was enriched with the proportions by mass (g) [0% (Control), 20%, 10%, 5%, 2.5% and 1.25%]. The evaluation of the Inhibition of Biofilm Formation was carried out, the release of the active principle (gallic acid) was measured with Ultra High Performance Liquid Chromatography (UHPLC), the immediate bond strength (BS) to the dental tissue was evaluated with microshear and the degree of conversion (DC) with Micro-Raman. Final values were submitted to Shapiro-Wilky (p > 0.05) and Levene normality tests. Parametric data were submitted to analysis of variance (one-way ANOVA) with Tukey's post-test (p <0.05) and non-parametric data through the Kruskal-Wallis test with Dunn's post-test using the GraphPad Prism software 8 and Microsoft Excel 2018. Results: materials with a higher % of extract had a lower DC, there was no statistically significant difference for BS between the different groups, there was release of the active principle in all materials and groups with 20% and 10 % of extract by mass were able to inhibit biofilm formation similarly to the positive control (0.12% chlorhexidine). Conclusion: the addition of Schinopsis brasiliensis extract in concentrations between 10% and 20% is a promising alternative for obtaining antimicrobial properties in resin sealants.

2
  • DENNYS RAMON DE MELO FERNANDES ALMEIDA
  • INFLUÊNCIA DA VIA HIPPO NO REPARO DA MUCOSITE ORAL QUIMICAMENTE INDUZIDA EM MODELO MURINO SUBMETIDA A TRATAMENTO COM LASER, GELÉIA REAL OU PRÓPOLIS.

  • Orientador : MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • GLÓRIA MARIA DE FRANÇA
  • LUIZ ARTHUR BARBOSA DA SILVA
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • Data: 03/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • A via hippo é uma via de transdução de sinal altamente conservada que está implicada no desenvolvimento, homeostase e regeneração celular/tecidual. A YAP tem papel fundamental na via hippo uma vez que junto com a TAZ ativam fatores de transcrição que levam ao crescimento, diferenciação e migração celular. O mecanismo de fosforilação da YAP/TAZ pela LATS1/LATS2 cria um sítio de ligação para manter a YAP no citoplasma (fosforilada) impedindo suas funções a nível nuclear. Diante das importantes funções desta via no reparo e crescimento tecidual, esta pesquisa avaliou o perfil de imunomarcação das proteínas YAP e LATS2 em mucosite oral (MO) quimicamente induzida pelo 5- fluoracil (5-FU), em modelo murino, tratada com própolis (P) e geleia real (GR) e laser (FBM) comparadas ao grupo controle (C) sem tratamento. Foram utilizadas amostras de ratos machos wistar divididos nos seguintes grupos: controle (C), própolis (P), geleia real (GR) e laser (FBM) (intraoral 6 J/cm2separados em três tempos experimentais: dias 08, 10 e 14Na análise de imunomarcação da YAP, no dia 08, o grupo controle obteve os escore 0 e 1 na maioria das amostras, já nos dias 10 e 14 a maior parte das amostras obteve os escore 2 e 3. Nos grupos experimentais (P, GR,  e FBM), o escore 2 prevaleceu em todos os tempos experimentais.  Para LATS2 houve prevalência do escore 2 tanto no grupo controle quanto nos grupos experimentais. Em relação a análise estatística da imunoexpressão da proteína YAP, verificou-se diferença estatítica significativa (p= 0,020), apenas no dia 08 entre o grupo controle comparado aos grupos experimentais (P, GR e FBM). Já para LATS2 nenhuma diferença estatística foi encontrada. Na avaliação estatística dos diferentes tempos experimentais dentro um mesmo grupo, só foi encontrada diferença estatística significativa no grupo laser e apenas para LATS2 (p=0,025). Adicionalmente foi realizada a correlação de spearman, entre YAP e LATS2 para todos os grupos, porém não houve associação estatística significativa. A maior imunoexpressão de YAP e LATS2 (escores 2 e 3) observada nos grupos experimentais, indica que a via hippo é ativada e parece influenciar o processo de reparo nas mucosites orais quimioinduzidas e tratadas pelos diferentes métodos.


  • Mostrar Abstract
  • The hippo pathway is a highly conserved signal transduction pathway that is implicated in cell/tissue development, homeostasis and regeneration. YAP plays a key role in the hippo pathway since, together with TAZ, they activate transcription factors that lead to cell growth, differentiation and migration. The YAP/TAZ phosphorylation mechanism by LATS1/LATS2 creates a binding site to keep YAP in the cytoplasm (phosphorylated) preventing its functions at the nuclear level. Given the important functions of this pathway in tissue repair and growth, this research evaluated the immunostaining profile of YAP and LATS2 proteins in oral mucositis (OM) chemically induced by 5-fluororacil (5-FU), in a murine model, treated with propolis ( P), royal jelly (GR) and laser (FBM) compared to the control group (C) without treatment. Samples of male wistar rats divided into the following groups were used: control (C), propolis (P), royal jelly (GR) and laser (FBM) (intraoral 6 J/cm2) separated into three experimental times: days 08, 10 and 14. In the YAP immunostaining analysis, on day 08, the control group obtained scores 0 and 1 in most samples, while on days 10 and 14 most samples obtained scores 2 and 3. In the experimental groups (P, GR, and FBM), score 2 prevailed at all experimental times. For LATS2 there was a prevalence of score 2 both in the control and experimental groups. Regarding the statistical analysis of the immunoexpression of the YAP protein, there was a statistically significant difference (p= 0.020), only on day 08 between the control group compared to the experimental groups (P, GR and FBM). The for LATS2, no statistical difference was found. In the statistical evaluation of the different experimental times within the same group, a statistically significant difference was only found in the laser group and only for LATS2 (p=0.025). Additionally, the spearman correlation was performed between YAP and LATS2 for all groups, but there was no statistically significant association. The greater immunoexpression of YAP and LATS2 (scores 2 and 3) observed the experimental groups indicates that the hippo pathway is activated and seems to influence the repair process in chemically induced oral mucositis treated by different methods.
3
  • RANI IANI COSTA GONÇALO
  • A influência da Yes-associated protein (YAP) sobre a proliferação celular e a apoptose em lesões odontogênicas epiteliais benignas

  • Orientador : LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMANDA KATARINNY GOES GONZAGA
  • DENISE HELEN IMACULADA PEREIRA DE OLIVEIRA
  • LELIA BATISTA DE SOUZA
  • LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
  • LEORIK PEREIRA DA SILVA
  • Data: 17/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Os cistos e tumores odontogênicos são lesões que apresentam comportamento biológico heterogêneo e patogênese ainda não totalmente esclarecida. A Yes-associated protein (YAP) atua como um regulador transcricional de genes envolvidos na proliferação celular e na apoptose, participando da ativação de vias associadas ao crescimento cístico e à progressão neoplásica. Objetivo: Analisar a expressão imuno-histoquímica da proteína YAP e correlacioná-la com marcadores envolvidos na proliferação celular e na apoptose em lesões odontogênicas epiteliais benignas. Metodologia: A amostra consistiu de 95 casos de lesões odontogênicas - 25 cistos dentígeros (CDs), 30 COs não sindrômicos (COs), 30 AMB convencionais (AMB-Cs) e 10 AMB unicísticos (AMB-Us) -, além de 10 espécimes de folículo dentários (FD). Foi realizada coleta dos dados clinico-demográficos dos casos, bem como análise morfológica para melhor caracterização da amostra. Os cortes histológicos foram submetidos à técnica imuno-histoquímica através da utilização dos anticorpos YAP, ciclina D1, Ki-67 e Bcl-2, e a análise da expressão destes foi feita mediante metodologia adaptada. Os dados coletados seguiram para análise descritiva e estatística (p ≤ 0,05). Resultados: Houve discreta predileção por mulheres (n = 55; 57,6%) e por indivíduos na faixa etária dos 21 aos 40 anos (n = 50; 47,6%), sendo a região posterior de mandíbula mais afetada (64%). Com exceção dos FDs, em todos os grupos de lesões houve predominância de um(a) cápsula/estroma mais densamente colagenizado (n = 81; 77,15%). A análise da imunoexpressão de YAP revelou maiores níveis de expressão em COs, especialmente nas camadas basal e parabasal, seguido dos AMB-Us e AMB-Cs, que demonstraram moderada imunorreatividade, predominantemente nas células periféricas. Além disso, houve diferenças significativas quanto à imunoexpressão de YAP entre os grupos analisados, com existência de correlações positivas e estatisticamente significativas entre YAP e ciclina D1 em CDs e AMB-Us, e entre YAP e Ki-67 em AMB-Us (p < 0,05). Todavia, entre a imunoexpressão YAP e Bcl-2, foi verificada ausência de correlação estatisticamente significativa. Conclusões: A YAP exerce influência sobre a proliferação celular do epitélio de cistos e tumores odontogênicos, auxiliando, assim, na progressão das diferentes lesões odontogênicas.


  • Mostrar Abstract
  • Background: Odontogenic cysts and tumors present heterogeneous biological behavior, and their etiopathogenesis is not fully understood yet. Yes-associated protein (YAP) acts as a transcriptional regulator of genes involved in cell proliferation and apoptosis, activating pathways associated with cystic growth and neoplastic progression. Objective: To analyze the immunohistochemical expression of YAP protein and correlate it with markers involved in cell proliferation and apoptosis in benign epithelial odontogenic lesions. Methods: The sample consisted of 95 cases of odontogenic lesions - 25 dentigerous cysts (DCs), 30 non-syndromic OKCs (OKCs), 30 conventional AMB (C-AMBs), and 10 unicystic AMB (U-AMBs) -, in addition to 10 specimens of dental follicles (DF). Clinicodemographic data collection was carried out, as well as morphological analysis for better characterization of the sample. The histological sections were submitted to the immunohistochemical technique using YAP, cyclin D1, Ki-67, and Bcl-2 antibodies, and their immunoexpression analysis was performed through an adapted methodology. The collected data were submitted for descriptive and statistical analysis (p ≤ 0.05). Results: There was a slight predilection for women (n = 55; 57.6%) and individuals aged between 21 and 40 years (n = 50; 47.6%), with the posterior region of the mandible as the most affected site (64%). Except for DFs, in all groups of lesions, there was a predominance of a more densely collagenized capsule/stroma (n = 81; 77.15%). Analysis of YAP immunoexpression revealed higher expression levels in OKCs, especially in the basal and parabasal layers, followed by U-AMBs and C-AMBs, which showed moderate immunoreactivity, predominantly in peripheral cells. In addition, there were significant differences in YAP immunoexpression between the analyzed groups, with positive and statistically significant correlations between YAP and cyclin D1 in DCs and U-AMBs, and between YAP and Ki-67 in U-AMBs (p < 0.05). However, between YAP and Bcl-2 immunoexpression, there was no statistically significant correlation. Conclusions: YAP influences the cell proliferation of odontogenic cysts and tumors epithelium, thus helping with the progression of the different odontogenic lesions.

4
  • NELMARA SOUSA E SILVA
  • ANÁLISE DA IMUNOEXPRESSÃO DE BAX e MMP9 NO LÍQUEN PLANO ORAL

  • Orientador : ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMANDA KATARINNY GOES GONZAGA
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • GLÓRIA MARIA DE FRANÇA
  • HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • MARIA DE LOURDES SILVA DE ARRUDA MORAIS
  • Data: 28/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O líquen plano oral é uma doença  crônica imunologicamente mediada relativamente comum, que acomete a mucosa oral. Clinicamente, o LPO é classificado em seis padrões bem identificados: placa, reticular, bolhoso, atrófico, papular e erosivo.Sendo os mais comuns o os tipos reticulares e erosivos. A ativação dos linfócitos TCD4+ no LPO, pode induzir os ceratinócitos ao processo de apoptose através da resposta imunológica citotóxica. Deste modo, a presente pesquisa consistiu em um estudo transversal retrospectivo, descritivo, quantitativo e comparativo.  Objetivo:  Avaliar a expressão imuno-histoquímica das proteínas MMP9 e Bax no LPO. Método: Foram utilizados 20 casos de Hiperplasia Fibrosa Inflamatória, como controle. Os resultados foram analisados através dos testes estatísticos apropriados e serão considerados significativos, valores onde p<0,05. Resultado: A imunoexpressão de MMP9 foi significativamente maior nos ceratinócitos e quando analisados os subtipos de líquen plano oral, não foram observados diferenças estatísticas entre os tipos reticulares e erosivos para as proteínas analisadas. Conclusões: Com essas observações, infere-se que a alteração na expressão das proteínas estudadas sugere um distúrbio nos mecanismos apoptóticos, os quais estão associados às lesões de LPO, e podemos concluir também que as imunoexpressões dessas proteínas não apresentaram  diferença, quando relacionada ao tipo clínico reticular ou erosivo. Com esse resultado pode-se contribuir para um maior entendimento sobre os possíveis mecanismos celulares envolvidos na etiopatogenia dessa lesão.


  • Mostrar Abstract
  • Background: Oral lichen planus is a relatively common immune-mediated chronic disease that affects the oral mucosa. Clinically, OLP is classified into six well-identified patterns: plaque, reticular, bullous, atrophic, papular, and erosive. The most common being the reticular and erosive types. The activation of TCD4+ lymphocytes in the LPO can induce keratinocytes to the process of apoptosis through the cytotoxic immune response. Thus, the present research consisted of a retrospective, descriptive, quantitative and comparative cross-sectional study. Objective: to evaluate the immunohistochemical expression of MMP9 and Bax proteins in OLP. Methods: We used 20 cases of Inflammatory Fibrous Hyperplasia as control. The results were analyzed through the appropriate statistical tests and will be considered significant, values where p<0.05. Results: The immunoexpression of MMP9 was significantly higher in keratinocytes and when the subtypes of oral lichen planus were analyzed, no statistical differences were observed between the reticular and erosive types for the proteins analyzed. Conclusions: With these observations, it is inferred that the alteration in the expression of the studied proteins suggests a disturbance in the proliferative and apoptotic mechanisms, which are associated with a pathological behavior of the oral mucosa, and consequently with a repercussion on the lesions of OLP, and we can also conclude that the immunoexpression of these proteins had no difference, when related to the reticular or erosive clinical type. This research aims to contribute to a greater understanding of the possible cellular mechanisms involved in the etiopathogenesis of this lesion, thus enabling the understanding of the clinical aspects of the pathology.

5
  • MARIANA CARVALHO XEREZ
  • IMUNOEXPESSÃO DE CLIC4, α-SMA, E-CADERINA E VIMENTINA EM LESÕES ODONTOGÊNICAS EPITELIAIS BENÍGNAS

  • Orientador : ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • MANUEL ANTONIO GORDON NUNEZ
  • MARIA DE LOURDES SILVA DE ARRUDA MORAIS
  • PEDRO PAULO DE ANDRADE SANTOS
  • Data: 24/08/2023

  • Mostrar Resumo
  • As lesões odontogênicas epiteliais benignas constituem um constituem um grupo heterogêneo de lesões podendo apresentar comportamento biológico indolente ou agressivo. A proteína CLIC4 está relacionada à regulação do ciclo celular, participando também do processo de transdiferenciação dos fibroblastos em miofibroblastos que passam a expressar α-SMA. Além disso, estudos revelaram que a expressão de CLIC4 pode interferir no processo de TEM em neoplasias. Levando em consideração a heterogeneidade do comportamento biológico das lesões odontogênicas epiteliais benignas e ausência de estudos que tenham avaliado a expressão da proteína CLIC4 e sua atuação na transdiferenciação de miofibroblastos e sua possível participação no processo de transição epitélio-mesênquima nestas lesões, este trabalho avaliou a imunoexpressão de  CLIC4,  α-SMA, E-caderina e Vimentina em ameloblastomas (AM) (n = 16), ceratocistos odontogênicos (n = 20) e tumores odontogênicos adenomatóides (TOA) (n = 8).   A análise da expressão imunoistoquímica das proteínas CLIC4, E-caderina e vimentina no componente epitelial das lesões e de CLIC4 e α-SMA no tecido conjuntivo foi realizada de forma semi-quantitativa por um avaliador previamente calibrado. A expressão  no componente epitelial de CLIC4 foi analisada separadamente no núcleo e no citoplasma, bem como a marcação de E-caderina que foi avaliada na membrana e no citoplasma. As comparações dos percentuais de imunorreatividade em relação aos grupos estudados foram realizadas por meio dos testes não paramétricos de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney. Possíveis correlações entre a expressão de CLIC4,  α-SMA, E-caderina e Vimentina foram avaliadas por meio do teste de correlação de Spearman. O nível de significância foi estabelecido em 5% (p < 0,05).  Foram observados diferentes padrões de marcação entre os grupos analisados, observando-se que a imunoexpressão exclusivamente citoplasmática da CLIC4 no componente epitelial dos AM e TOA foi significativamente superior à encontrada no epitélio dos CO (p < 0,001), não demonstrarando significância estatística entre os AM e TOA. A imunoexpressão (nuclear e citoplasmática) da CLIC4 no revestimento epitelial CO foi significativamente superior à encontrada no componente epitelial dos AM e dos TOA (p < 0,001). A imunoexpressão estromal de CLIC4 foi significativamente superior nos AM (p = 0,009) e CO (p = 0,004) quando comparados aos TOA. A imunoexpressao de α-SMA significativamente maior em AM (p = 0,016) e CO (p = 0,034) quando comparados aos TOA. Para a imunoexpressão membranar da E-caderina em CO foi significativamente superior em comparação à encontrada nos AM (p = 0,009) e nos TOA (p = 0,024). Foi observada maior imunoexpressão de E-caderina (membranar e citoplasmática) da nos COs, quando comparados aos AM e aos TOAs (p < 0,001). A expressão de E-caderina citoplasmática foi significativamente maior nos AM e TOA quando comparados aos CO. Adicionalmente, observou-se diferença estatisticamente significativa na imunoexpressão de vimentina entre os casos de AM e os casos de TOA e CO (p = 0,038; p < 0,001, respectivamente), bem como entre o TOA e CO (p < 0,001). As correlações testadas entre os escores das proteínas estudadas evidenciou que no grupo dos AM foi possível evidenciar moderada correlação positiva e estatisticamente significativa (r = 0,527; p = 0,036) entre a expressão citoplasmática da CLIC4 e a expressão citoplasmática da E-caderina. Também foi verificada fraca correlação positiva e estatisticamente significativa (r = -0,499; p = 0,049) entre a expressão núcleo-citoplasmática da CLIC4 e a expressão citoplasmática da E-caderina nos AM. Além disso, uma moderada correlação positiva e estatisticamente significativa (r = 0,648; p = 0,007) entre a expressão estromal da CLIC4 e a expressão da α-SMA nos AM e nos CO. Adcionalmente, foi observada forte correlação negativa e estatisticamente significativa (r = -0,813; p < 0,001) entre a expressão da E-caderina e a expressão da vimentina nos AM. Os resultados deste estudo sugerem um potencial envolvimento de CLIC4 no processo de transdiferenciação de miofibroblastos, e que a presença destas células é mais frequentemente associada a lesões de comportamento biológico mais agressivo como os AM e CO, além de uma possível atuação desta proteína na regulação do ciclo celular e na TEM nas lesões estudadas. 


  • Mostrar Abstract
  • Benign epithelial odontogenic lesions constitute a heterogeneous group of lesions that may present indolent or aggressive biological behavior. The CLIC4 protein is related to cell cycle regulation, also participating in the transdifferentiation of fibroblasts into myofibroblasts that begin to express α-SMA. Furthermore, studies have revealed that CLIC4 expression can interfere with the TEM process in neoplasms. Taking into account the heterogeneity of the biological behavior of benign epithelial odontogenic lesions and the absence of studies that have evaluated the expression of the CLIC4 protein and its action in the transdifferentiation of myofibroblasts and its possible participation in the epithelial-mesenchymal transition process in these lesions, this work evaluated the immunoexpression of CLIC4, α-SMA, E-cadherin, and Vimentin in ameloblastomas (AM) (n = 16), odontogenic keratocyst (n=20) and adenomatoid odontogenic tumors (AOT) (n=8). The analysis of the immunohistochemical expression of CLIC4, E-cadherin, and vimentin proteins in the epithelial component of the lesions and of CLIC4 and α-SMA in the connective tissue was performed in a semi-quantitative manner by a previously calibrated evaluator. The expression in the epithelial component of CLIC4 was analyzed separately in the nucleus and the cytoplasm, as well as the E-cadherin labeling evaluated in the membrane and the cytoplasm. Comparisons of the percentages of immunoreactivity in the groups studied were performed using the non-parametric Kruskal-Wallis and Mann-Whitney tests. The Spearman correlation test evaluated possible correlations between the expression of CLIC4, α-SMA, E-cadherin, and Vimentin. The significance level was set at 5% (p < 0.05). Different marking patterns were observed between the analyzed groups, noting that the exclusively cytoplasmic immunoexpression of CLIC4 in the epithelial component of AM and TOA was significantly higher than that found in the epithelium of OC (p < 0.001), not demonstrating statistical significance between AM and TOA. Immunoexpression (nuclear and cytoplasmic) of CLIC4 in the CO epithelial lining was significantly higher than that found in the epithelial component of AM and TOA (p < 0.001). CLIC4 stromal immunoexpression was significantly higher in AM (p = 0.009) and CO (p = 0.004) than in TOA. α-SMA immunoexpression is significantly higher in AM (p = 0.016) and CO (p = 0.034) when compared to TOA. The membrane immunoexpression of E-cadherin in CO was significantly higher than that found in AM (p = 0.009) and TOA (p = 0.024). A greater immunoexpression of E-cadherin (membrane and cytoplasmic) was observed in OCs when compared to AM and TOAs (p < 0.001). Cytoplasmic E-cadherin expression was significantly higher in AM and TOA compared to OC. Also, there was a statistically significant difference in the immunoexpression of vimentin between AM cases and TOA and CO cases (p = 0.038; p < 0.001, respectively), as well as between TOA and CO (p < 0.001). The correlations tested between the scores of the proteins studied showed that in the AM group, it was possible to show a moderate positive and statistically significant correlation (r = 0.527; p = 0.036) between the cytoplasmic expression of CLIC4 and the cytoplasmic expression of E-cadherin. A weak positive and statistically significant correlation (r = -0.499; p = 0.049) was also verified between the nucleus-cytoplasmic expression of CLIC4 and the cytoplasmic expression of E-cadherin in AM. In addition, a moderate positive and statistically significant correlation (r = 0.648; p = 0.007) between stromal CLIC4 expression and α-SMA expression in AM and OC. Finally, a strong negative and statistically significant correlation (r = -0.813; p < 0.001) was observed between E-cadherin and vimentin expression in AM. The results of this study suggest a potential involvement of CLIC4 in the process of transdifferentiation of myofibroblasts and that the presence of these cells is more frequently associated with lesions with more aggressive biological behavior such as AM and CO, in addition to a possible role of this protein in regulating the cell cycle and MET in the lesions studied.

2022
Dissertações
1
  • MARIA EDUARDA LIMA DO NASCIMENTO MARINHO
  • IMPACTO DA BIOMODIFICAÇÃO COM EXTRATO DE SCHINOPSIS BRASILIENSIS (BRAÚNA) NA RESISTÊNCIA MÁXIMA À TRAÇÃO DE UM SELANTE RESINOSO.

  • Orientador : BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • DÉBORA MICHELLE GONÇALVES DE AMORIM
  • LETICIA VIRGINIA DE FREITAS CHAVES
  • Data: 07/03/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: os selantes resinosos apresentam uma alta taxa de sucesso na prevenção da cárie dentária, porém não possuem atividade antibacteriana, sendo a incidência de novas lesões um dos fatores que ainda causam impacto negativo na qualidade de vida das pessoas. A biomodificação com o extrato da Schinopsis brasiliensis (Braúna) pode ser uma alternativa no aperfeiçoamento das suas características clínicas. Objetivo: Avaliar se a biomodificação do selante Fluroshield® com diferentes concentrações do extrato do caule do Schinopsis brasiliensis afeta sua resistência máxima à tração (resistência coesiva). Metodologia: o extrato foi pesado em balança analítica e misturado ao selante nas concentrações de 0 mg/mL (controle), 2 mg/mL, 0,5 mg/mL e 0,125 mg/mL meio de máquina centrífuga. Amostras em formato de barra com dimensões de 8 mm (comprimento) x 2 mm (largura) e 1 mm (espessura) foram confeccionadas (n=3) e submetidas ao teste de resistência máxima à tração em máquina de ensaio semi universal (OM 100). Antes da fixação delas nas placas de ensaio, a medida da secção transversal (mm2) foi aferida com paquímetro. Os dados foram obtidos em Kgf e transformados em MPa. A análise estatística foi realizada pelo teste de Kruskal-Wallis (p<0,05). Resultados: A resistência máxima à tração dos grupos em mediana (mínimo-máximo) dos grupos 0 mg/mL (controle), 2 mg/mL, 0,5 mg/mL e 0,125 mg/mL foi, respectivamente, 56 (29-56), 53 (45-60), 48 (46-62) e 61 (38-64). Não houve diferenças estatisticamente significativas entre os grupos (p=0,8). Conclusão: a adição do extrato do caule de Schinopsis brasiliensis não reduziu a resistência máxima à tração do selante Fluroshield®.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: resin-based sealants have a high success rate in preventing dental caries, but they do not have antibacterial activity, so that a high incidence of caries lesions is observed, which negatively impacts on health quality. The biomodification with the Schinopsis brasiliensis (Braúna) stem extract may be an alternative to improve its clinical characteristics. Objective: To evaluate if the biomodification of the Fluroshield® sealant with different amounts of Schinopsis brasiliensis affects its ultimate tensile strength. Methods: the extract was weighed on an analytical balance and mixed with the sealant in different concentrations: 0 mg/mL (control), 2 mg/mL, 0.5 mg/mL and 0.125 mg/mL by means of a centrifugal machine. Bar-shaped specimens with dimensions of 8 mm x 2 mm x 1 mm were prepared (n=3). The ultimate tensile strength was measured using a microtensile machine (OM100). Before testing, the sectional area (mm2) was obtained with a caliper. Data were obtained in Kgf and transformed into MPa. Statistical analysis was performed using the Kruskal-Wallis test (p<0.05). Results: The maximum tensile strength in median (minimum-maximum) of the 0 mg/mL (control), 2 mg/mL, 0.5 mg/mL and 0.125 mg/mL groups was, respectively, 56 (29-56), 53 (45-60), 48 (46-62) and 61 (38-64). There were no statistically significant differences among the groups (p=0.8). Conclusion: the addition of Schinopsis brasiliensis stem extract did not decrease the ultimate tensile strength of the Fluroshield® sealant.

2
  • JABES GENNEDYR DA CRUZ LIMA
  • AVALIAÇÃO CLÍNICO-DEMOGRÁFICA DE PACIENTES COM DIABETES MELLITUS, HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA COM DIAGNÓSTICO DE ARDOR BUCAL SECUNDÁRIO: ESTUDO CASO-CONTROLE

  • Orientador : PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • AMANDA KATARINNY GOES GONZAGA
  • GLÓRIA MARIA DE FRANÇA
  • Data: 04/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • O Ardor Bucal Secundário (ABS) pode estar relacionado a diferentes doenças e condições que afetam a mucosa oral, ou representar uma manifestação oral de um quadro sistêmico apresentado pelo paciente, e deve ser incluído no diagnóstico diferencial da Síndrome do Ardor Bucal (SAB). O propósito deste estudo foi Investigar se existe associação entre a queixa de Ardor Bucal Secundário, DM tipo II e HAS, além do uso de medicações para tais condições. Caracterizou-se como estudo retrospectivo, caso-controle, constituído por 102 pacientes com ABS apresentando HAS ou DM tipo II, e grupo controle constituído por 102 pacientes pareados por idade e sexo, com HAS ou DM tipo II e sem queixa de ardor bucal. Na comparação entre os grupos, foram empregados os testes Qui-Quadrado de Pearson (χ2) e Exato de Fisher, além da obtenção da razão de chances (Odds ratio, OR) e seu respectivo intervalo de confiança (IC) de 95%. Foi aplicado, ainda, o modelo de regressão logística multivariada, para obtenção dos Odds ratio ajustados (ORa). Após análise multivariada, a gastrite foi identificada como fator de risco para ABS (ORa=2,50; IC 95% = 1,32–4,74; p=0,005). O uso de subclasses de anti-hipertensivos, tais como betabloqueadores (ORa = 0,36; IC 95% = 0,16-0,80; p=0,012), inibidores da enzima conversora de angiotensina (ORa = 0,19; IC 95% = 0,06-0,56; p=0,003) e bloqueadores dos receptores da angiotensina (ORa = 0,26; IC 95% = 0,14-0,49; p<0,001), revelou-se como fatores de proteção para o ABS.


  • Mostrar Abstract
  • Burning Mouth (ABS) can present a systemic picture, a differential diagnosis, presented and Secondary of the oral mucosa should be included in the systemic picture of Burning Mouth (SAB). The purpose of this study was to investigate whether there is an association between the complaint of Secondary Burning Mouth, type II DM and SAH, in addition to the use of medications for such conditions. It was characterized as a retrospective, case-control, consisting of 102 patients with ABS with SAH or type II DM, and a control group consisting of 102 patients studied by age and sex, with SAH or type II DM and without complaints of type II burning and without complaints of type II burning and without complaints of type II burning. (Comparison between groups and Pearson's chi-square test (χ2) and Fisher's exact tests were used, in addition to the 95% odds ratio (OR) test. The multivariate logistic model was also applied, for (of the adjusted odds ratio). After analysis, gastritis was identified as a risk factor for ABS (Ora=2,50; 95% CI = 1.3–4.74; p=0.005). The use of antihypertensive subclasses, such as beta-blockers (ORa = 0.36; 95% CI = 0.16-0.80; p=0.012), angiotensin-converting enzyme inhibitors (ORa = 0.19; CI 95% = 0.06-0.56; p=0.003) and angiotensin receptor blockers (ORa = 0.26; 95% CI = 0.14-0.49; p<0.001) proved to be factors protection for the ABS.

3
  • CECÍLIA SANTOS GALVÃO
  • PLACA OCLUSAL CONVENCIONAL X FRESADAS EM PACIENTES COM BRUXISMO: ENSAIO CLÍNICO E LABORATORIAL

     

  • Orientador : ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • LAERCIO ALMEIDA DE MELO
  • Paulo Cézar Simamoto Júnior
  • Data: 26/07/2022

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo desse estudo foi comparar o tempo de confecção clínica, laboratorial e ajustes clínicos para a instalação de placas oclusais termopolimerizáveis convencionais (PC) e confeccionadas por CAD/CAM fresadas (PF) em pacientes com bruxismo do sono. Para tanto, foi realizado um ensaio clínico controlado e não randomizado onde foram incluídos pacientes com diagnóstico de provável bruxismo do sono. Foram confeccionadas PC (N= 24) e PF (N= 24) sendo mensurados o tempo de confecção clínica (TCC), tempo de confecção laboratorial (TCL) e tempo de instalação (TI) para cada uma das placas. Foi utilizado o teste Mann-whitney no programa SPSS IBM Statistics para analisar se existe diferença entre os tempos analisados e o tipo de placa confeccionada. Como resultado, verificou-se que a PC possuiu maior TCC total (média de 38,03 min) em relação à PF (17,90 min) (p<0,001). Entretanto, o TCL total da PC foi menor (164,84 min), que a PF (185,36min) (p=0,015). Para o TI, foi encontrado que PF obteve uma média 22,83min, enquanto PC obteve 37,19min (p<0,001). Como conclusão, dentro as limitações do estudo, observou-se que as placas fresadas apresentaram menor tempo clínico tanto na etapa de confecção quanto de instalação. Entretanto, o tempo de confecção laboratorial das placas convencionais foi inferior.


  • Mostrar Abstract
  • The aim of the study was to compare the clinical and laboratory preparation time and clinical adjustments for the installation of conventional thermopolymerizable resin splint (CS) and milled CAD/CAM (MS) occlusal splints in patients with sleep bruxism. For this purpose, a controlled and non-randomized clinical trial was carried out in which patients diagnosed with probable sleep bruxism were included. CS (N= 24) and MS (N= 24) were prepared and the clinical preparation time (CPT), laboratory preparation time (LPT) and installation time (IT) were measured for each of the splints. The Mann-whitney test was used in the SPSS IBM Statistics program to analyze whether there is a difference between the analyzed times and the type splint performed. As a result, it was found that CS had higher total CPT (mean of 38,03 min) in relation to MS (17,90 min) (p0<001). However, the total LPT of the CS was lower (164,84 min) than the MS (185,36min) (p=0.015). For the IT, it was found that the MS had an average of 22,83min, while the CS had 37,19min (p0<001). In conclusion, within the limitations of the study, it was observed that the milled splint had a shorter clinical time both in the manufacturing and installation stages. However, the laboratory preparation time of the conventional splint was shorter.

4
  • JULLIANY TAVERNY SOUSA
  • Imunoexpressão das proteínas ING3 e ciclina D1 entre displasias epiteliais e carcinomas epidermoides de língua.

  • Orientador : LEAO PEREIRA PINTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • KEILA MARTHA AMORIM BARROSO
  • LEAO PEREIRA PINTO
  • LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
  • Data: 28/07/2022

  • Mostrar Resumo
  • O carcinoma epidermoide oral (CEO) é uma neoplasia maligna de patogenia complexa. Por sua vez, a displasia epitelial oral (DEO) é uma entidade que, na dependência de sua evolução, exibe riscos variados de transformação maligna para o CEO. A expressão alterada de genes supressores tumorais e proteínas reguladoras do ciclo celular apresentam relação com a etiopatogênese de diferentes tumores malignos. Entre os genes supressores tumorais destaca-se a família de inibidores de crescimento (inhibitor of growth - ING) que impede a formação celular descontrolada. Dentre as proteínas reguladoras do ciclo celular a Ciclina D1 atua na progressão da fase G1 para S, permitindo a proliferação celular. O objetivo do presente estudo foi analisar a imunoexpressão das proteínas ING3 e Ciclina D1 em 28 espécimes de DEO e 25 de CEOs, localizados em língua, bem como avaliar morfologicamente e reclassificar as lesões segundo os critérios estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e por Kujan et al. (2006), para DEO; por Almagunsh et al. (2015) para CEO. A imunoexpressão das proteínas foi avaliada de forma quantitativa, considerando a localização celular (citoplasmática e/ou nuclear para ING3 e nuclear para Ciclina D1), presentes no componente epitelial. A expressão das proteínas foi comparada entre os dois grupos de amostras, bem como com os parâmetros clínico-patológicos das lesões estudadas, através dos testes estatísticos Mann-Whitney (U) e teste de correlação de Spearman, adotando   nível de significância de 5% para todos os testes considerando o valor de p ≤ 0,05. Dos 28 casos de DEO analisados 53,6% se mostraram como lesões de alto risco, conforme o modelo binário, assim como, dos 25 casos de CEO analisados 48%, foram considerados escores de alto risco de acordo com o modelo BD. Não foram encontradas associações estatisticamente significativas entre as variáveis morfológicas das lesões estudadas e as características clínicas (p>0,05). Foi observado diferença estatisticamente significativa entre a ausência de expressão de ING3 e a gradação das DEOs, segundo a OMS (p<0,05). Com relação a expressão de Ciclina D1, esta foi significativamente maior em DEO, quando comparada aos casos de CEO (p<0,05). A expressão de ING3 núcleo-citoplasmática foi significativamente menor nos casos de CEO, quando comparada aos casos de DEO (p<0,05). A expressão de ING3 restrita ao citoplasma foi maior nos casos de DEO, quando comparadas aos casos de CEO (p<0,05). Os resultados do presente estudo sugerem que, apesar de não haver evidências, com relação significativa entre a expressão das proteínas com as gradações histopatológicas das lesões, há notável diminuição da expressão nuclear de ING3, com o aumento da severidade das lesões, indicando função supressora tumoral alterada desta proteína em DEO e CEOs. Destacamos ainda o aumento da expressão de Ciclina D1 em DEOs, mostrando que essas lesões detêm uma taxa de proliferação celular significativa. 


  • Mostrar Abstract
  • Oral squamous cell carcinoma (OSCC) is a malignant neoplasm of complex pathogenesis. In turn, oral epithelial dysplasia (OED) is an entity that, depending on its evolution, exhibits varied risks of malignant transformation to OSCC. The altered expression of tumor suppressor genes and cell cycle regulatory proteins are related to the etiopathogenesis of different malignant tumors. Among the tumor suppressor genes, the family of inhibitors of growth (ING) stands out, which prevents uncontrolled cell formation. Amid the cell cycle regulatory proteins, Cyclin D1 acts in the progression from S to G1 phase, allowing cell proliferation. The aim of the present study was to analyze the immunoexpression of ING3 and Cyclin D1 proteins in 28 OED and 25 OSCC specimens, located on the tongue, as well as morphologically evaluate and reclassify the lesions according to the criteria established by the World Health Organization (WHO) and by Kujan et al. (2006), for OED; by Almagunsh et al. (2015) for OSCC. Protein immunoexpression was quantitatively evaluated, considering the cellular location (cytoplasmic and/or nuclear for ING3 and nuclear for Cyclin D1), present in the epithelial component. Protein expression was compared between the two groups of samples, as well as with the clinical-pathological parameters of the lesions studied, through the Mann-Whitney (U) statistical tests and the Spearman correlation test, adopting a significance level of 5% for all tests considering the value of p≤ 0.05. Of the 28 cases of OED analyzed, 53.6% were high-risk lesions according to the binary model and of the 25 cases of OSCC analyzed, 48% were considered high-risk scores according to the BD model. No statistically significant associations were found between the morphological variables of the lesions studied and the clinical characteristics (p>0.05). A statistically significant difference was observed between the absence of ING3 expression and the grading of OEDs, according to the WHO (p<0.05). Regarding the expression of Cyclin D1, it was significantly higher in OED, when compared to OSCC cases (p<0.05). Nucleocytoplasmic ING3 expression was significantly lower in OSCC cases when compared to OED cases (p<0.05). Cytoplasm-restricted ING3 expression was higher in OED cases when compared to OSCC cases (p<0.05). The results of the present study suggest that, although there is no evidence of a significant relationship between the expression of proteins and the histopathological gradations of the lesions, there is a notable decrease in the nuclear expression of ING3, with an increase in the severity of the lesions, indicating an altered tumor suppressor function. of this protein in OED and OSCCs. We also highlight the increased expression of Cyclin D1 in OEDs, showing that these lesions have a significant rate of cell proliferation.

5
  • KATRYNE TARGINO RODRIGUES
  • AVALIAÇÃO DO PROBIÓTICO LACTOBACILLUS RHAMNOSUS EM1107 ADJUNTO A TERAPIA PERIODONTAL EM MODELO EXPERIMENTAL DE PERIODONTITE

  • Orientador : ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • RACHEL DE QUEIROZ FERREIRA RODRIGUES
  • Data: 28/07/2022

  • Mostrar Resumo
  • A doença periodontal (DP) é caracterizada por uma resposta imuno-inflamatória mediada pelo hospedeiro associada a patógenos, que compromete os tecidos de proteção e sustentação do periodonto. É tratada, comumente, através da terapia periodontal não cirúrgica na forma de raspagem e alisamento da superfície radicular (RAR). Entretanto, em algumas situações, como no controle de bolsas periodontais profundas, de difícil acesso e com destruição e progressão da doença ao longo do tempo, é indicada a prática de terapias adjuvantes. Nesse sentido, o objetivo desse estudo é avaliar os efeitos anti-oxidante e anti-inflamatório da administração do probiótico Lactobacillus rhamnosus EM1107 (LR) como adjuvante ao tratamento periodontal básico da periodontite induzida por ligadura em camundongos. Para o estudo, foi utilizado o modelo de indução da doença periodontal por colocação de ligadura com fio de seda 4.0 ao redor do segundo molar superior esquerdo de camundongos. Os animais foram divididos em quatro grupos: Grupo I: - DP – LR - RAR; Grupo II: + DP– LR - RAR; Grupo III: + DP – LR + RAR; Grupo IV: + DP + LR + RAR. Foram realizadas análises bioquímicas das funções hepáticas e renais, contagem de leucócitos, concentração tecidual intestinal de glutationa (GSH), malondialdeído (MDA) e superóxido dismutase (SOD) e expressão das citocinas sanguíneas IL-1β e IL-6. A análise dos parâmetros bioquímicos revelou valores acima dos padrões nos níveis de TGO/AST para os grupos II, III e IV. Todos os grupos mantiveram os níveis de TGP/ALT, ureia e creatinina dentro dos valores de referência. O número de leucócitos também se apresentou dentro dos padrões de referência para todos os grupos. Não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre os grupos para os níveis teciduais de GSH e SOD. Para o MDA, foi observado um aumento nos níveis em relação ao grupo DP + RACR, cuja diferença foi estatisticamente significativa em relação ao grupo controle positivo e controle negativo (p<0,05). Não foi verificada diferença estatisticamente significativa na concentração das citocinas inflamatórias IL-1β e IL-6, apesar de ser observada uma redução nas concentrações teciduais de IL-1β em relação ao grupo que recebeu o probiótico e seus respectivos controles. Houve também menor expressão da citocina pró-inflamatória IL- 6 no grupo DP + RACR em relação aos demais grupos. A utilização do Lactobacillus rhamnosus EM1107 no tratamento adjuvante da periodontite experimental induzida por ligadura em camundongos foi capaz de modular o estresse oxidativo gerado a partir da redução do nível de malondialdeído (MDA) e embora não tenha sido observada diferença estatística significante, foi capaz de reduzir o marcador inflamatório IL-1β.

     


  • Mostrar Abstract
  • Periodontal disease (PD) is characterized by a host-mediated immune-inflammatory response associated with pathogens, which compromises the protective and supporting tissues of the periodontium. It is commonly treated through non-surgical periodontal therapy in the form of scaling and root surface planing (SRP). However, in some situations, such as in the control of deep periodontal pockets, which are difficult to access and with destruction and progression of the disease over time, the practice of adjuvant therapies is indicated. In this sense, the aim of this study is to evaluate the anti-oxidant and anti-inflammatory effects of the administration of the probiotic Lactobacillus rhamnosus EM1107 (LR) as an adjunct to the basic periodontal treatment of ligature-induced periodontitis in mice. For the study, the periodontal disease induction model was used by placing a 4.0 silk ligature around the upper left second molar of mice. The animals were divided into four groups: Group I: - PD – LR - RAR; Group II: + PD – LR - RAR; Group III: + PD – LR + RAR; Group IV: + PD + LR + RAR. Biochemical analyzes of liver and kidney functions, leukocyte count, intestinal tissue concentration of glutathione (GSH), malondialdehyde (MDA) and superoxide dismutase (SOD) and expression of blood cytokines IL-1β and IL-6 were performed. The analysis of biochemical parameters revealed values above the standards in the levels of TGO/AST for groups II, III and IV. All groups maintained TGP/ALT, urea and creatinine levels within reference values. The number of leukocytes was also within the reference standards for all groups. No statistically significant differences were found between groups for tissue levels of GSH and SOD. For MDA, an increase in levels was observed in relation to the PD + RACR group, whose difference was statistically significant in relation to the positive control and negative control groups (p<0.05). There was no statistically significant difference in the concentration of inflammatory cytokines IL-1β and IL-6, despite a reduction in tissue concentrations of IL-1β in relation to the group that received the probiotic and their respective controls. There was also lower expression of the pro-inflammatory cytokine IL-6 in the PD + RACR group compared to the other groups. The use of Lactobacillus rhamnosus EM1107 in the adjuvant treatment of experimental ligature-induced periodontitis in mice was able to modulate the oxidative stress generated from the reduction in the level of malondialdehyde (MDA) and although there was no statistically significant difference, it was able to reduce the inflammatory marker IL-1β.

     

6
  • DÉBORA FROTA COLARES
  • IMUNOEXPRESSÃO DAS PROTEINAS E-CADERINA, SNAIL 1 E VIMENTINA EM NEOPLASIAS DE GLÂNDULA SALIVAR

  • Orientador : LELIA BATISTA DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CIRO DANTAS SOARES
  • LELIA BATISTA DE SOUZA
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • Data: 03/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Os tumores de glândula salivar (TGS) são responsáveis por cerca de 2% a 10% das neoplasias da região de cabeça e pescoço e são caracterizados por sua diversidade morfológica  e de comportamentos biológicos. Sabe-se que algumas das características de tumores malignos, como a invasão tumoral e metástases à distância, possuem envolvimento da transição epitélio-mesênquima (TEM), evento no qual proteínas como a E-caderina, Snail1 e Vimentina estão diretamente envolvidas. Esta pesquisa se propôs a analisar e relacionar a expressão imuno-histoquímica dessas proteínas com as características clínico-patológicas em adenomas pleomórficos (APs),  carcinomas adenoides císticos (CACs) e carcinomas ex-adenomas pleomórficos (CaExAPs) de glândulas salivares maiores e menores. A  análise da imunoexpressão dessas proteínas foi feita  de forma semiquantitativa em 20 casos de APs, 20 de CACs e 10 de CaExAPs. Na avaliação de E-caderina, considerou-se a expressão em membrana e/ou citoplasma das células do parênquima tumoral. Para a Snail1, foi considerada a expressão nos compartimentos nuclear e/ou citoplasmático dessas células. A Vimentina foi analisada no citoplasma  de células fusiformes presentes no estroma dos TGS. Os dados obtidos foram comparados e correlacionados utilizando o nível de significância de 5% (p ≤ 0,05). Observou-se imunopositividade para E-caderina principalmente em citoplasma das células neoplásicas não-luminais; a marcação membranar, perceptível em células luminais, estava mais presente nas neoplasias malignas (p = 0,041).  A expressão de Snail1 foi mais frequente no compartimento nuclear, sendo mais evidenciada  em células não-luminais dos TGS, apresentando maior reatividade  nuclear em tumores malignos (p  = 0,012). A expressão nuclear dessa proteína também foi maior para CACs e CaExAPs ao compará-los, de forma separada, com os  APs (p = 0,037 e p = 0,025, respectivamente). Não foram observadas diferenças estatisticamente significativas entre a expressão de E-caderina e Snail1 e outros parâmetros clinico-patológicos e os subtipos histopatológicos das lesões (p > 0,05). A positividade para Vimentina foi vista no estroma de todos os casos de TGS, sendo mais difusa e intensa em CACs. Não foram verificadas diferenças estatisticamente significativas entre a expressão desse biomarcador e os parâmetros clínico-patológicos e subtipos histopatológicos das lesões (p > 0,05). Houve  correlações positivas entre as expressões membranar e citoplasmática de E-caderina em APs, CACs e CaExAPs (p = 0,002; p < 0,001; p = 0,031), bem como entre a expressão nuclear e citoplasmática de Snail1 e a expressão citoplasmática de E-caderina e nuclear de Snail1 em APs (p = 0,009; p =0,032).  Foram verificadas correlações negativas entre a expressão membranar de E-caderina e citoplasmática de Snail1, bem como entre Snail1 nuclear e Vimentina em CACs (p = 0,036; p = 0,021). Essa última correlação, bem como correlação positiva entre a expressão membranar e citoplasmática de E-caderina, também foi vista entre os casos de CACs e CaExAPs quando agrupados (p = 0,0011; (p < 0,001). Os resultados do presente estudo sugerem que a participação de proteínas no processo da  TEM pode estar relacionada ao estágio de diferenciação celular em APs e à progressão tumoral nas neoplasias malignas, além de que é possível que a expressão  de E-caderina e de Snail1 em neoplasias malignas seja um reflexo da plasticidade presente no processo estudado. Ressalta-se, também, o provável papel da Vimentina na identificação de células neoplásicas, em estágios tardios da TEM, no estroma de tumores malignos de glândulas salivares.


  • Mostrar Abstract
  • Salivary gland tumors (SGTs) comprise about 2% to 10% of head and neck tumors and are known for their morphologic diversity and biologic behavior. Some features of malignant neoplasms, such as tumor invasion and distant metastasis, might have the participation of epithelial-mesenchymal transition (EMT), event in which proteins like E-cadherin, Vimentin and Snail1 are directly involved. This study aimed to analyze, by means of immunohistochemistry, the expression of these proteins, as well as to relate their expressions to clinical-pathological features of pleomorphic adenomas (PAs), adenoid cystic carcinomas (ACCs) and carcinomas ex-pleomorphic adenomas (CXPAs) located in minor and major salivary glands. This was a semi-quantitatively analysis which comprised 20 PAs, 20 ACCs and 10 CXPAs. Analysis of E-cadherin was made considering membranar and/or cytoplasmatic expression in parenchymal cells. For Snail1, it was considered the reaction of the protein in nucleus and/or cytoplasm of parenchymal cells. Vimentin was evaluated in cytoplasm of fusiform stromal cells. Data were compared and correlated adopting a level of significance of 5% (p ≤ 0,05). Marked immunoexpression for E-cadherin was found mostly in the cytoplasm of non-luminal neoplastic cells in SGTs; membrane reaction for the protein, seen in luminal cells, was higher in malignant tumors (p = 0,041). Snail1 was more expressed in nucleus, mostly of non-luminal cells of SGTs, with this reactivity being higher in malignant tumors (p  = 0,012). Nuclear positivity for this marker was also higher for ACCs and CXPAs when compared with PAs separately (p = 0,037 e p = 0,025, respectively). No significant differences between E-cadherin and Snail1 and other  clinical-pathological parameters were found (p > 0,05). Vimentin was seen in the stroma of all cases, being more diffuse and intense in ACCs. No significant differences between this marker and clinical-pathological parameters were found (p > 0,05). Positive correlations between membranar and cytoplasmatic E-cadherin in PAs, ACCs and CXPAs were observed (p = 0,002; p < 0,001; p = 0,031), as well as between nuclear and cytoplasmatic Snail1 and between cytoplasmatic E-cadherin and nuclear Snail1 in PAs (p = 0,009; p =0,032). Negative correlations between membranar E-cadherin and cytoplasmatic Snail1 were observed, as well as between nuclear Snail1 and Vimentin in ACCs (p = 0,036; p = 0,021). This last correlation, as well as positive correlation between membranar and cytoplasmatic E-cadherin were also seen when ACCs and CXPAs were grouped (p = 0,0011; p < 0,001). These results suggest that the participation of these proteins in EMT might be related to cellular differentiation in PAs and to tumoral progression in malignant tumors. In addition, it can be infered that the expression of E-cadherin and Snail1 in malignant tumors might reflect the plasticity seen in EMT process. Furthermore, the possible rule of Vimentin in the identification of neoplastic cells, in later stages of EMT, in the stroma of SGTs, is highlighted. 

7
  • Rafaela Alcindo Silva de Sousa fé
  • AVALIAÇÃO DAS PROPRIEDADES FÍSICAS, QUÍMICAS E OSTEOGÊNICAS DO CIMENTO PORTLAND ASSOCIADO AO NIÓBIO

  • Orientador : AURIGENA ANTUNES DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIEL PINTO DE OLIVEIRA
  • FABIO ROBERTO DAMETTO
  • RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • Data: 04/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • O Agregado Trióxido Mineral (MTA) é um material utilizado para fins reparadores na Endodontia, caracterizado por apresentar biocompatibilidade, radiopacidade, baixa solubilidade e ação antimicrobiana. Com composição de 75% Cimento Portland (CP), 20% óxido de Bismuto (Bi2O3) e 5% gesso (CaSO4). Porém, o Bi2O3 compromete propriedades essenciais do MTA. Este trabalho objetivou desenvolver, caracterizar e avaliar a atividade osteogênica de formulações de CP com diferentes proporções de óxido de Nióbio (Nb2O5), substituindo o Bi2O3. Foram utilizados três grupos, um controle e dois experimentais: GC (MTA Angelus®), F6 (75% CP, 20% Nb2O5 e 5% CaSO4) e F7 (75% CP, 10% Bi2O3, 10% Nb2O5e 5% CaSO4). As formulações foram submetidas às análises de Difração de Raio-X  (DRX),  Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), Espectroscopia de Infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR), Espectrometria de Fluorescência de Raios-X (FRX), pH, tempo de presa, radiopacidade, resistência a compressão, citotoxicidade e bioatividade. Os dados obtidos foram avaliados estatisticamente pelo teste de variância (ANOVA) com correção de Bonferroni (p<0,05%). O resultado do teste de pH: Nióbio 10% Imediato (12,205 ±0,304); 24h; (12,770 ± 0,226) 48h: (12,910 ± 0,169). Nióbio 20%: imediato (12,080 ± 0,282); 24 h: (12,350 ± 0,593); 48 h: (12,580 ± 0,73). Para o tempo de presa inicial em segundos: MTA (397,500 ±10,606); Nióbio 10% (294,333 + 90,897) e Nióbio 20% (279,000 + 15,874). O tempo de presa final para os grupos foram: MTA (15,000 + 49,497), Nióbio 10% (560 ±38,587), sendo menor quando comparado ao MTA (p<0,001) e Nióbio 20% (715,666 ± 30,664) (p<0,01). Os valores da radiopacidade em mm Al do Nióbio 10% (3,888 ±0,340); Nióbio 20% (3,713 ± 0,712). A resistência a compressão em MPa foi: Nióbio 10% (694,150 + 78,951) Nióbio 20% (699,295 + 47,672). A viabilidade celular não apresentou diferença entre o MTA e grupos experimentais (p<0,05). Os resultados da capacidade osteogênese das formulações a partir do ensaio da fosfatase alcalina (FAL) em UI/L por grama de proteína para cada grupo foi: MTA (1,9 + 1,227) e Nióbio 20% (1,784 + 1,342) (p>0,05). Nossos achados apontam propriedades relevantes para as formulações com Nb2O5 como, pH alcalino, radiopacidade, resistência a compressão e atividade da fosfatase alcalina. Sugerimos estudos adicionais in vivo para comprovação da biocompatibilidade.


  • Mostrar Abstract
  • Mineral Trioxide Aggregate (MTA) is a material used for reparative purposes in Endodontics, characterized by its biocompatibility, radiopacity, low solubility and antimicrobial action. Composition of 75% Portland Cement (CP), 20% Bismuth Oxide (Bi2O3) and 5% Gypsum (CaSO4). However, Bi2O3 compromises essential properties of MTA. This work aimed to develop, characterize and evaluate the osteogenic activity of PC formulations with different proportions of Niobium oxide (Nb2O5), replacing Bi2O3. Three groups were used, one control and two experimental: GC (MTA Angelus®), F6 (75% CP, 20% Nb2O5 and 5% CaSO4) and F7 (75% CP, 10% Bi2O3, 10% Nb2O5e 5% CaSO4) . The formulations were submitted to X-ray Diffraction (XRD), Scanning Electron Microscopy (SEM), Fourier Transform Infrared Spectroscopy (FTIR), X-ray Fluorescence Spectrometry (FRX), pH, setting, radiopacity, compressive strength, cytotoxicity and bioactivity. The data obtained were statistically evaluated by the test of variance (ANOVA) with Bonferroni correction (p<0.05%). The pH test result: Niobium 10% Immediate (12.205 ±0.304); 24h; (12.770 ± 0.226) 48h: (12.910 ± 0.169). Niobium 20%: immediate (12.080 ± 0.282); 24h: (12.350 ± 0.593); 48 h: (12.580 ± 0.73). For initial setting time in seconds: MTA (397,500 ±10,606); Niobium 10% (294,333 + 90,897) and Niobium 20% (279,000 + 15,874). The final setting time for the groups were: MTA (15,000 + 49,497), Niobium 10% (560 ± 38,587), being smaller when compared to MTA (p<0,001) and Niobium 20% (715,666 ± 30,664) (p<0 .01). Radiopacity values in mm Al of 10% Niobium (3.888 ±0.340); Niobium 20% (3.713 ± 0.712). The compressive strength in MPa was: Niobium 10% (694.150 + 78.951) Niobium 20% (699.295 + 47.672). Cell viability showed no difference between MTA and experimental groups (p<0.05). The results of the osteogenesis capacity of the formulations from the alkaline phosphatase assay (ALF) in IU/L per gram of protein for each group were: MTA (1.9 + 1.227) and Niobium 20% (1.784 + 1.342) (p> 0.05). Our findings point to relevant properties for Nb2O5 formulations such as alkaline pH, radiopacity, compressive strength and alkaline phosphatase activity. We suggest additional in vivo studies to prove biocompatibility.

8
  • CAIO RODRIGUES MAIA
  • Utilização da Morfometria Celular no Microambiente Neoplásico e sua Relação com a Imunoexpressão da Interleucina-4.

  • Orientador : PEDRO PAULO DE ANDRADE SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PEDRO PAULO DE ANDRADE SANTOS
  • CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • KEILA MARTHA AMORIM BARROSO
  • Data: 08/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • A morfometria celular é tipo de análise quantitativa que utiliza as medidas geométricas das células para obter informações acerca da morfologia nuclear, citoplasmática e gerais das células. Tais parâmetros podem estar alterados devido a processos fisiológicos e patológicos que modificam a morfologia celular normal, sendo uma análise relevante no prognóstico de diversas lesões. Os ceratinócitos possuem morfologia poliédrica com núcleos ovoides, mas podem sofrer alterações com eventos patológicos e fisiológicos, por exemplo, no núcleo. Essas alterações podem estar presentes em neoplasias malignas, como, no carcinoma epidermoide. A interleucina-4 (IL-4) é uma citocina secretada por diversos tipos de células, estando envolvida no desenvolvimento e diferenciação de células Th2, atuando na resposta anti-inflamatória e sua expressão parece estar relacionada com o desenvolvimento de algumas neoplasias, incluindo o câncer oral. O objetivo da pesquisa foi realizar análise morfométrica celular (compartimentos nuclear e citoplasmático), identificação de irregularidades nucleares de ceratinócitos malignos e comparar com a imunoexpressão da IL-4 e profundidade de invasão nos casos de Carcinoma Epidermoide de Lábio Inferior (CELI) e Língua Oral (CELO). Foram analisados 30 casos de cada lesão. Para morfometria celular foram analisados 16 ceratinócitos malignos por caso; a imunoexpressão de IL-4 foi analisada no parênquima e estroma das lesões, utilizando softwares de análises de imagens. Foram aplicados os testes estatísticos de Análise de Variância, Kruskal-Wallis e Correlação de Spearman. A imunoexpressão de IL-4 no parênquima foi maior nos casos de CELI em todos os campos analisados (p=0,010; p=0,048; p=0,004); Houve correlação positiva entre área celular total e profundidade de invasão (p=0,038) e negativa entre imunoexpressão da IL-4 no parênquima superficial e perímetro nuclear superficial (p=0,007). Portanto, sugere-se que exista uma relação protetora da imunoexpressão IL-4 com as lesões analisadas, bem como alterações morfométricas dos ceratinócitos malignos com a imunoexpressão da IL-4 nessas lesões.


  • Mostrar Abstract
  • Keratinized stratified squamous epithelium is a type of lining epithelial tissue that is present in the skin and mucous membranes that are predominantly made up of keratinocytes. These cell types produce keratin and have a polyhedral morphology with ovoid nuclei, but they can modify their phenotype according to the degree of differentiation in the layers of the epithelial component. The normal morphology of keratinocytes may vary according to the physiological events that occur, such as changes in the regularity and size of the nucleus at different stages of apoptotic, mitotic or replicative activity. However, cellular alterations may be present in some malignant neoplasms, such as squamous cell carcinoma and basal cell carcinoma, modifying the original morphology of keratinocytes as a result of an eventual alteration of the malignant phenotype of these cells. Interleukin-4 (IL-4) is a cytokine secreted by several types of cells, being involved in the development and differentiation of Th2 cells, acting in the anti-inflammatory response, its expression also seems to be related to the development of some neoplasms, including oral cancer. The objective of the present research will be to perform a cellular morphometric analysis (nuclear and cytoplasmic compartments), identification of nuclear irregularities of malignant keratinocytes and compare with the immunohistochemical expression of IL-4 in cases of Epidermoid Carcinoma of the Lower Lip (n:30) and Oral Tongue (n:30) using biotechnology tools for this purpose, contributing to the understanding of the biological behavior of these cell types in malignant neoplasms.

9
  • MÍRIA RAFAELLI SOUZA CURINGA
  • DELINEAMENTO DIGITAL DE ARCOS PARCIALMENTE DESDENTADOS PARA PLANEJAMENTO DE PRÓTESES PARCIAIS REMOVÍVEIS: ESTUDO DE ACURÁCIA

  • Orientador : ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • ANA CLÁUDIA PAVARINA
  • RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • Data: 08/08/2022

  • Mostrar Resumo
  •  

    Esse estudo de diagnóstico teve como objetivo analisar a acurácia diagnóstica do delineamento digital em relação ao convencional de arcos parcialmente desdentados para planejamento de próteses parciais removíveis (PPR). A amostra foi composta 143 faces dentárias presentes em 30 modelos de arcos parcialmente desdentados no formato STL (Tesselation Standart Language), que foram submetidos a dois métodos: delineamento convencional (Grupo DC), a partir da impressão dos modelos e digital (Grupo DV), com os arquivos STL do modelo importado para o software Dental Wings(especificar fabricante, país). Uma ficha específica foi idealizada para a coleta dos seguintes quesitos: planos-guias, áreas retentivas, reciprocidade e o tempo de delineamento. Foi avaliada a  acurácia e coincidência entre os quesitos avaliados e a localiazação do arco e o número de espaços próteticos, entre o delineamento convencional e o digital. O resultado evidenciou acurácia baixa para o fator plano guia (0,57) e moderada para áreas retentivas (0,67) e reciprocidade (0,72). O tempo necessário para realização do delineamento digital foi menor ( 2,87 ±0,95 minutos) que o requerido para o método convencional  (3,95 ±1,61 minutos) (p<0,001). A coincidência entre os métodos não foi influenciada pela localização do arco. Entretanto, quanto maior a quantidade de espaços protéticos, menor foi a coincidência entre os métodos para os fatores plano guia e área retentiva. Conclusão: O método digital de delineamento apresentou acurácia baixa a moderada com relação ao convencional. No entanto, a visualização das áreas retentivas por um gradiente de cores, facilita a identificação dos fatores determinantes tornando a técnica digital mais rápida e mais objetiva para o diganóstico da necessidade de preparo dos elementos pilares em PPR.

     



  • Mostrar Abstract
  • This diagnostic study aimed to analyze a diagnosis of digital design in relation to the conventional of edentulous implanted archwires for planning removable partial dentures (RPD). A was composed of 143 dental faces in 30 sampled arch models presented from conventional models (Tesselation Standard Language), which methods were selected: delineation of conventional models (Group DC), from the impression of conventional and digital models (Group DV ), with the model STL files imported into Dental Wings software (specified manufacturer, country). A specific form was designed to collect the following questions: guide plans, retentive areas, reciprocity and design time. It was accurate and local accuracy between questions and the number of arc propiazation, between the conventional line and the digital one. The result showed low accuracy for the guide plane factor (0.57) and measured for retentive areas (0.67) and reciprocity (0.72). The time required to perform the digital design was shorter (2.87 ±0.95 minutes) than that required for the conventional method (3.95 ±1.61 minutes) (<0.001). The coincidence between the methods was not influenced by the location of the arc. However, the greater the amount of prosthetic spaces, the smaller the coincidence between the methods for the guiding plane and retentive area factors. Conclusion: The digital method of design showed low to medium accuracy compared to the conventional method. However, a visualization of retentive areas by a gradient of nuclei facilitates the identification of the determining factors and more objective for the faster digital technique for the dichotomy of the need to prepare the pillar elements in PPR.

10
  • FERNANDA GURGEL DE GOIS MOREIRA
  • INFLUÊNCIA DO TIPO DE IMPRESSÃO, DO PÓS PROCESSAMENTO E DO TIPO DE RESINA NA RESISTÊNCIA À FLEXÃO E NA ESTABILIDADE DIMENSIONAL DE RESINAS IMPRESSAS.

  • Orientador : RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • SAMIRA ALBUQUERQUE DE SOUSA
  • RENATA MARQUES DE MELO
  • Data: 09/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar a influência de diferentes protocolos de pós processamento e do tipo de impressão 3D de diferentes resinas impressas na resistência a flexão de três pontos (s) e estabilidade dimensional.  Metodologia: A partir da modelagem de uma barra (26 x 2,2 x 2,2mm) em software Meshmixer (Autodesk) e obtenção de arquivo STL, este foi exportado para os softwares das impressoras 3D SLA (Forms 2/Formslab) e LCD (FlashForge Foto 6.0/ FlashForge). Em seguida, 45 barras de cada tipo de resina (Pr - Provisório/Cosmos Temp, Yller; Pl - Placa oclusal/Cosmos Splint, Yller; Mo – Modelos/ Cosmos Model, Yller) foram impressas por cada sistema de impressão (SLA e LCD). Após a impressão, as barras de cada tipo de resina foram limpas com álcool isopropílico e distribuídas aleatoriamente (n=15) de acordo com o fator de estudo: “Protocolo de pós processamento” Controle (C: sem pós processamento); Luz Ultravioleta (UV: 15 min em forno Anycubic Wash e Cure Plus, Anycubic) e Micro-ondas (M: 15 min em forno micro-ondas/1.400W). Após, as barras foram submetidas ao teste de s (100KgF, 1mm/min) e os dados (MPa) submetidos à ANOVA 2 fatores e Tukey (5%) para cada tipo de resina. Também foram realizadas as análises complementares de estabilidade dimensional (analisados pelos testes T pareado, ANOVA 2 fatores e Tukey 5%) e MEV das superfícies e fraturas. Resultados: Para a resistência à flexão, a ANOVA revelou que os fatores "Impressora" (p<0,05) e “Pós processamento” (p<0,05) e a interação entre eles (p<0,05) apresentaram significância estatística para todos os tipos de resina utilizados neste estudo. Por sua vez, os grupos pós processados em luz ultravioleta, seja em resina de modelo: SLAMod-UV (33.80±4.82AMPa), LCDMod-UV (35.93±4.47AMPa); provisório: LCDProv-UV (52,06±12.40AMPa), SLAProv-UV (42.86±2.09BMPa) ou placa: LCDPl-UV (91.46±12.33AMPa), LCDPl-UV (33.20±4.84BMPa) apresentaram maiores valores de s, sendo superiores estatisticamente aos grupos sem pós processamento e pós processados em micro-ondas (Tukey 5%). Conclusão: Pode-se concluir que o pós processamento em luz ultravioleta deve ser a técnica de escolha independentemente do tipo de resina, uma vez que este protocolo promove melhores valores de resistência à flexão e que esta resistência varia de acordo com o tipo de resina. Bem como, que a técnica de impressão LCD para os três tipos de resina pode ser a mais indicada quando associada ao pós processamento em luz ultravioleta.


  • Mostrar Abstract
  • Objective: To evaluate the influence of different post-processing protocols and the type of 3D printing of different printed resins on the three-point bending strength (s) and dimensional stability. Methodology: A bar was modeled (26 x 2.2 x 2.2mm) on Mishmixer software and a STL file was obtained, the it was exported to the 3D printer software SLA (Forms 2/Formslab) and LCD (FlashForge Photo 6.0/ FlashForge). Then, 45 bars of each type of resin (Pr - Provisional/Cosmos Temp, Yller; Pl - Occlusal Plate/Cosmos Splint, Yller; Mo – Models/ Cosmos Model, Yller) were printed by each printing system (SLA and LCD). After printing, the bars of each type of resin were cleaned with isopropyl alcohol and randomly divided (n=15) according to factors: “Post-processing protocol” Control (C: without post-processing); Ultraviolet Light (UV: 15 min in Anycubic Wash and Cure Plus, Anycubic) and Microwave (M: 15 min in microwave oven/1,400W). Thein, the bars were submitted to the s test (100KgF, 1mm/min) and data (MPa) analyzed with 2-way ANOVA and Tukey (5%). Complementary analyzes of dimensional stability (analyzed by paired T tests and 2-way ANOVA) and SEM of surfaces and fractures were also performed. Results: For flexural strength, ANOVA revealed that the factors "Printer" (p<0.05) and "Post processing" (p<0.05) and the interaction between them (p<0.05) presented statistical significance for all the types of resin used in this study. In turn, the groups processed in ultraviolet light, whether in model resin: SLAMod-UV (33.80±4.82AMPa), LCDMod-UV (35.93±4.47AMPa); provisional: LCDProv-UV (52.06±12.40AMPa), SLAProv-UV (42.86±2.09BMPa) or oclusal split: LCDPl-UV (91.46±12.33AMPa), LCDPl-UV (33.20 ±4.84BMPa) showed higher values of  , being statistically superior to the groups without microwave processing and post-processed (Tukey 5%).Conclusion: Post-processing in ultraviolet light should be the choice regardless of type of resin, since this protocol promotes better values of flexural strength and that this strength varies according to the type of resin. As well, that the LCD printing technique for the three types of resin can be the most indicated when associated with post processing in ultraviolet light.

11
  • MARCELLA GUEDES PEREIRA GOUVÊA BEZERRA
  • Influência da angulação e espessura da camada de impressão na resistência à flexão, estabilidade dimensional e rugosidade de uma resina impressa

  • Orientador : RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • LAERCIO ALMEIDA DE MELO
  • ANDRE ULISSES DANTAS BATISTA
  • Data: 23/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar a influência da angulação e espessura da camada de impressão na resistência à flexão de três pontos (s), estabilidade dimensional e rugosidade de uma resina provisória impressa. Metodologia: A partir da modelagem de uma barra (26 x 2,2 x 2,2mm) em software Meshmixer (Autodesk) e obtenção de arquivo STL, este foi exportado para o software da impressora 3D SLA (Forms2/Formlabs), onde 225 barras nas mesmas dimensões foram impressas com a resina Cosmos Temp, Yller (n=15) de acordo com os fatores “espessura da camada de impressão” (25μm;50μm;100μm) e “angulação”(00; 300; 450; 600 e 900). Após impressão, as amostras foram limpas com álcool isopropílico e encaminhadas ao pós-processamento em forno ultravioleta (Anycubic Wash e Cure Plus, Anycubic), por 15 minutos. As barras foram submetidas ao teste de s em máquina de ensaio universal (100KgF,1mm/min) e os dados (MPa) analisados com teste ANOVA 2 fatores, Tukey (5%) e análise de Weibull. Também foram realizadas as análises de rugosidade e estabilidade dimensional, onde os dados foram analisados pelo teste ANOVA 2 fatores e Tukey (5%), além do MEV das superfícies. Resultados: Para a resistência à flexão, ANOVA 2 fatores revelou que o fator “Espessura da camada de impressão” (p<0,0001) foi estatisticamente significante, já o fator “Angulação” (p=0,8074) não apresentou significância estatística. A espessura 25μm apresentou os maiores valores de s (47,29AMPa). Os grupos 30°/25μm (51,2±4,6AMPa), 60°/25μm (49,1±4,3ABMPa), 0°/25μm (48,6±6,6ABMPa), 90°/50μm (46,8±4,1ABCMPa) e 90°/25μm (46,2±4,9ABCMPa) apresentaram valores de s estatisticamente superiores aos grupos 0°/100μm (39,4±5,4DEFMPa), 60°/100μm (37,7±4,2DEFMPa), 90°/100μm (37,1±4,1EFMPa) e 30°/100μm (34,8±4,5FMPa), os quais foram semelhantes entre si. Para estabilidade dimensional, a espessura 25μm (1100.3Aμm) e angulação 0° (11571Aμm) apresentaram maiores alterações dimensionais. Os grupos 0°/50μm (1746.9±61.80Aμm) e 0°/100μm (1704.7±84.30Aμm) apresentaram maiores alterações dimensionais, enquanto o grupo 90°/25μm (401.1±48.61Gμm) apresentou as menores alterações. Para rugosidade superficial, a espessura de 100μm (0.6452A μm) e as angulações 30° (0.6193Aμm), 45° (0.6717Aμm), e 60° (0.6127Aμm) apresentaram os maiores valores. Os grupos 30°/100μm (0.90±0.10Aμm), 45°/100μm (0.79±0.07ABμm) e 60°/100μm (0.88±0.08Aμm) foram semelhantes entre si e apresentaram os maiores valores, enquanto a configuração 90°/100μm (0.23±0.08F) mostrou os menores valores. Conclusão: Quanto menor a espessura, maior a resistência à flexão, independente da angulação escolhida. Para estabilidade dimensional, quanto menor a espessura da camada de impressão, maior será a variação dimensional, enquanto que objetos impressos verticalmente (90°) apresentam maior estabilidade dimensional. Para rugosidade superficial, quanto maior espessura, maior rugosidade. As angulações de 30°,45° e 60° apresentam superfícies mais rugosas enquanto a de 90°, mais lisas.


  • Mostrar Abstract
  •  

    Objective: To evaluate the influence of printing layer angulation and thickness on three-point flexural strength (s), dimensional stability and roughness of printed provisional resin. Methodology: From the modeling of a bar (26 x 2.2 x 2.2mm) in Meshmixer software (Autodesk) and obtaining an STL file, it was exported to the SLA 3D printer software (Forms2/Formlabs), where 225 bars of the same dimensions were printed with Cosmos Temp resin, Yller (n=15) according to the factors “printing layer thickness” (25μm;50μm;100μm) and “angulation”(00; 300; 450; 600 and 900). After printing, the samples were cleaned with isopropyl alcohol and sent to post-processing in an ultraviolet oven (Anycubic Wash and Cure Plus, Anycubic) for 15 minutes. The bars were submitted to the s test in a universal testing machine (100KgF,1mm/min) and the data (MPa) analyzed with 2-way ANOVA, Tukey (5%) and Weibull analysis. Roughness and dimensional stability analyzes were also performed (data analyzed by 2-way ANOVA and Tukey test (5%) and surface SEM. Results: For flexural strength, 2-way ANOVA revealed that the factor “Print layer thickness” (p<0.0001) was statistically significant, while the factor “Angulation” (p=0.8074) was not statistically significant. The 25μm thickness showed the highest values of s (47.29AMPa). 25μm (51.2±4.6AMPa), 60°/25μm (49.1±4.3ABMPa), 0°/25μm (48.6±6.6ABMPa), 90°/50μm (46.8±4.1ABCMPa) and 90°/25μm (46.2±4.9ABCMPa) showed s values statistically higher than the 0°/100μm (39.4±5.4DEFMPa), 60°/100μm (37.7±4.2DEFMPa),  90°/100μm (37.1±4.1EFMPa) and 30°/100μm (34.8±4.5FMPa), which were similar to each other. For dimensional stability, the thickness 25μm (1100.3Aμm) and angulation 0° (11571Aμm) showed greater dimensional changes. The groups 0°/50μm (1746.9±61.80Aμm) and 0°/100μm (1704.7±84.30Aμm) showed the greatest dimensional changes, while the 90°/25μm group (401.1±48.61Gμm) showed the smallest changes. For surface roughness, the thickness of 100μm (0.6452A μm) and the angulations 45° (0.6717Aμm), 30° (0.6193Aμm) and 60° (0.6127Aμm) presented higher values. The 30°/100μm (0.90±0.10Aμm), 45°/100μm (0.79±0.07ABμm) and 60°/100μm (0.88±0.08Aμm) groups were similar and presented the highest values, while the 90°/ 100μm (0.23±0.08F) showed the lowest values. Conclusion: The lower the thickness, the greater the flexural strength, regardless of the chosen angle. For dimensional stability, the smaller the thickness of the printing layer, the greater the dimensional variation, while objects printed vertically (90°) have greater dimensional stability. The greater the thickness, the greater the surface roughness. The 30°, 45° and 60° angles have rougher surfaces, while the 90° angles are smoother.

12
  • EMMILY TAMIRIS FARIAS PINTO DE MACEDO
  • Avaliação do conhecimento e condutas clínicas dos ortodontistas quanto à Hipomineralização Molar Incisivo

  • Orientador : SERGEI GODEIRO FERNANDES RABELO CALDAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • SERGEI GODEIRO FERNANDES RABELO CALDAS
  • ISABELITA DUARTE AZEVEDO
  • ARIANE SALGADO GONZAGA
  • Data: 25/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A Hipomineralização Molar Incisivo (HMI) é um defeito qualitativo do esmalte dentário, que o torna frágil e poroso, podendo levar a interferências na prática ortodôntica. Assim, torna-se necessário que o ortodontista conheça essa alteração. Objetivo: Avaliar o nível de conhecimento e as condutas clínicas dos ortodontistas em relação à HMI. Metodologia: Foi realizado um estudo observacional transversal, entre ortodontistas brasileiros para avaliar suas práticas e seus conhecimentos prévios sobre a HMI. Para isso, foi desenvolvido um questionário que contemplava perguntas sobre o diagnóstico da HMI, experiência clínica e condutas ortodônticas frente à essa condição. O questionário foi validado por odontopediatras através do método Delphi, e enviado para ortodontistas de todas as regiões do Brasil. Foram excluídos desse estudo ortodontistas que residiam fora do país, e aqueles que estavam impedidos de exercer a especialidade temporariamente. No total, foram consideradas 351 respostas. Resultados: Apesar de 80,1% ortodontistas afirmarem conhecer a HMI, 44,2% assumiram não sentir segurança na realização de seu diagnóstico. Não houve associação significativa entre o nível de conhecimento desses profissionais e as variáveis sociodemográficas (p>0,05), com exceção da variável sexo, onde o feminino apresentou um conhecimento satisfatório em relação a HMI, quando comparado ao masculino (p<0,05). A HMI tem sido notada por 74,4% dos participantes em seu dia-a-dia clínico, e 80,3% afirmaram que estas alterações afetam diretamente suas práticas ortodônticas. Conclusão: Apesar dos ortodontistas conhecerem a HMI, eles não possuem domínio total das suas características e peculiaridades. Não há na literatura protocolos ideais para a conduta de colagem, cimentação e descolagem de acessórios ortodônticos em dentes com HMI, o que evidencia a necessidade de mais estudos nesse sentido.  Dessa forma, o ortodontista poderá ajudar na proservação dos dentes com HMI, evitando possíveis iatrogenias no decorrer do tratamento ortodôntico e conduzindo o caso da melhor forma possível.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Molar Incisor Hypomineralization (MIH) is a qualitative defect of dental enamel, which makes it fragile and porous, and can interfere with orthodontic practice. Thus, it is necessary for the orthodontist to know this enamel change. Aim: To assess the level of knowledge and clinical practices of orthodontists in relation to MIH. Methodology: We performed a cross-sectional observational study among brazilian orthodontists to evaluate their practices and previous knowledge regarding MIH. We developed a questionnaire including questions about MIH diagnosis, clinical experience and orthodontic approaches regarding MIH. The questionnaire was validated by pediatric dentists (using the Delphi method) and sent to orthodontists acting in all brazilian regions. Orthodontists who did not reside in Brazil and those who were temporarily unable to practice the speciality were excluded from this study. At total, responses from 351 orthodontists were considered. Results: Although 80.1% orthodontists claimed to know the HMI, 44.2% said they did not feel confident in carrying out their diagnosis. There was no significant association between the level of knowledge of these professionals and the sociodemographic variables (p>0.05), with the exception of the gender variable, where females showed satisfactory knowledge regarding MIH, when compared to males (p<0. 05). The HMI has been noticed by 74.4% of the participants in their clinical routine, and 80.3% stated that these changes directly affect their orthodontic practices. Conclusion: Although orthodontists know the MIH, they do not fully master its characteristics and peculiarities. There are no ideal protocols in the literature for the conduct of bonding, cementing and debonding of orthodontic accessories in teeth with MIH, which highlights the need for further studies in this regard. In this way, the orthodontist will be able to help in the preservation of teeth with MIH, avoiding possible iatrogenesis during the orthodontic treatment and conducting the case in the best possible way.

13
  • WANDERSON TALLES DO NASCIMENTO PEREIRA SANTOS
  • Influência do clareamento dentário na dureza superficial de três resinas compostas: Um estudo In Vitro

  • Orientador : ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMANDA MARIA FERREIRA BARBOSA
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • PRISCYLLA GONCALVES CORREIA LEITE DE MARCELOS
  • Data: 26/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • O estudo objetivou avaliar a dureza superficial de três resinas compostas (Filtek Z350 - 3M ESPE, Zirconfil - TECHNEW, Vitra – FGM), após processo de clareamento dental de consultório a base de peróxido de Hidrogênio a 40%. Foram confeccionados 60 corpos de prova, com espessuras de 6,0 x 2,0 mm, sendo 20 corpos de cada material restaurador (n=20). Após processo de acabamento e polimento, os espécimes foram divididos aleatoriamente em dois grupos para cada material restaurador (n=10), onde o grupo controle G1-C, foi mantido em saliva artificial e o grupo experimental G2-E, foi submetido ao gel clareador de consultório a base de peróxido de hidrogênio a 40% de acordo com a indicação do fabricante. O teste de dureza utilizado foi o de dureza Vickers e para cada corpo de prova, foram realizadas quatro leituras consecutivas e equidistantes, com uma carga de 300g de força durante 15s. Os valores de dureza para resinas testadas foram estatisticamente mais elevadas no grupo controle, do que no grupo teste. Sendo que a maior diferença nos valores das médias entre os grupos ocorreu na resina Z350XT e para a margem de erro fixada (5%) se comprova diferença significativa (p < 0,05) entre os grupos teste e controle para cada resina. O uso do peróxido de hidrogênio 40% pela técnica de consultório, promoveu mudanças significativas na dureza superficial das resinas testadas. Além disso, a resina Z350XT apresentou dureza superior as demais resinas, porém foi a mais afetada pelo agente clareador.


  • Mostrar Abstract
  • This study aims to evaluate in vitro the surface hardness of three polymerizable composite resins (Filtek Z350 - 3M ESPE, Zirconfil - TECHNEW, Vitra - FGM), after a 40% hydrogen peroxide tooth bleaching process. 60 specimens were made, 20 specimens of each restorative material (n=20). After the finishing and polishing process, the specimens were randomly divided into two groups for each restorative material (n=10), where the control group G1 was maintained in artificial saliva and the test group G2 was subjected to bleaching gel based on of 40% hydrogen peroxide according to the manufacturer's instructions. For each specimen, four consecutive and equidistant readings were performed, with a load of 300g of force for 15s. Hardness values for tested resins were correspondingly higher in the control group than in the test group. The biggest difference in the mean values between the groups occurred in the Z350XT resin and for the fixed margin of error (5%) a significant difference (p < 0.05) between the test and control groups for each resin. The hypothesis tested in this test was null, since there were significant changes between the hardness of the control group and the test group, thus showing that the bleaching gel altered the hardness of the tested resins.

14
  • TATIANA BERNARDO FARIAS PEREIRA
  • Análise do desenvolvimento de alterações bucais em pacientes sob transplante de células-tronco hematopoiéticas e seus fatores de risco: um estudo de coorte

  • Orientador : ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • JAMILE MARINHO BEZERRA DE OLIVEIRA MOURA
  • Data: 30/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • O transplante de células-tronco hematopoiéticas pode causar efeitos adversos no meio ambiente bucal que pode influenciar na resposta do paciente ao tratamento e consequentemente no prognóstico. Este estudo objetivou identificar as alterações bucais mais prevalentes durante o período de internação para a realização do TCTH, analisar o tempo de desenvolvimento destas alterações neste período, bem como os fatores inerentes ao paciente e ao TCTH associados ao desenvolvimento destas alterações. Tratou-se de um estudo observacional, longitudinal, do tipo coorte realizado em pacientes assistidos pelo setor de transplante de medula óssea em um hospital de referência no Rio Grande do entre Dezembro de 2021 a Junho de 2022. Os dados sobre o exame físico bucal, diagnóstico da desordem hematológica, o tipo de transplante, as comorbidades, os protocolos quimioterápicos e os fatores de risco local dos pacientes no período do TCTH obtidos foram submetidos ao teste de Kaplan-Meyer, teste paramétrico de logrank e a regressão de COX univariada para estimar o tempo de surgimento das alterações e associação de fatores de risco. A significância estatística adotada foi de 5%. Dos 30 pacientes selecionados, 57,7% eram do sexo masculino, com de 35 anos, onde 93,3% desenvolveram alguma alteração bucal e 53,3% iniciaram o tratamento com algum fator de risco local. A desordens hematológicas mais frequentes foram as leucemias (mielóide e linfoide) e os mielomas múltiplos (23,3% cada). O FluBuMel foi o protocolo de condicionamento mais utilizado (40%). A alteração bucal mais frequente foi o edema de mucosa jugal (83,3%) seguida da mucosite oral (80%; grau 1 - 54,2%). O tempo de seguimento foi em média 23 dias e, foi verificado que no 5º dia de internação a probabilidade do paciente estar livre de alterações bucais foi de 93,3%, com essa taxa diminuindo ao longo do tempo, atingindo 6,7% no 28º dia. O protocolo Mel200 foi associado ao desenvolvimento mais precoce das alterações bucais (p=0,02), assim como o transplante do tipo autólogo (p=0,004). Nossos resultados sugerem que o tempo de surgimento das alterações bucais é influenciado pelo tipo de transplante e protocolo de condicionamento quimioterápico e adicionalmente, reforçam que a presença de um cirurgiã-dentista na equipe influenciou positivamente no controle da severidade das alterações bucais.


  • Mostrar Abstract
  • Hematopoietic stem cell transplantation can cause adverse effects on the oral environment that can affect the patient's response to treatment and the prognosis. Thereby, this study aimed to identify the most prevalent oral alterations during the period of hospitalization for the performance of HSCT, to analyze the development time of these alterations in this period, as well as the factors associated with the development of these alterations. It was an observational longitudinal, cohort study carried out in patients that was assisted by the bone marrow transplant sector in a main hospital in Rio Grande do Norte between December 2021 and June 2022. Data about oral physical examination, diagnosis of hematological disorder, type of transplant, comorbidities, chemotherapy protocols and local risk factors of patients obtained during the HSCT period were submitted to the Kaplan-Meyer test, parametric logrank test and univariate COX regression to estimate the time of oral changes' onset of and association of risk factors. The statistical significance adopted was 5%. 57.7% of the 30 selected patients were male, median age of 35 years, where 93.3% developed some oral alteration and 53.3% started treatment with some risk factor. The most frequent neoplasms were leukemias (myeloid and lymphoid) and multiple myeloma (23.3% each). FluBuMel was the most used conditioning protocol (40%). The most frequent oral alteration was buccal mucosa edema (83.3%) followed by oral mucositis (80%; grade 1 - 54.2%). The follow-up time was on average 23 days and it was found that on the 5th day of hospitalization the probability of the patient being free of alterations is 93.3%, with this rate decreasing over time, reaching 6.7% in the 28th day. The Mel200 protocol is associated with earlier development of alterations (p=0.02), as well as autologous transplantation (p=0.004). The results suggest that the type of transplant and the chemotherapy conditioning protocol affects the time of onset of oral alterations and additionally reinforce that the low severity of the oral alterations is directly related with the presence of a dentist in the multidisciplinary team.

15
  • FELIPE ALEXANDER CALDAS AFONSO
  • ESTUDO COMPARATIVO DE MÉTODOS DE ORIENTAÇÃO DA CABEÇA PARA O PLANEJAMENTO VIRTUAL DE CIRURGIAS ORTOGNÁTICAS

  • Orientador : ADRIANO ROCHA GERMANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANO ROCHA GERMANO
  • JOSE SANDRO PEREIRA DA SILVA
  • LIOGI IWAKI FILHO
  • Data: 14/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO A simulação virtual computadorizada 3D foi uma quebra de paradigma no tratamento das deformidades dentofaciais, porém, a melhor maneira de alcançar a Posição Neutra da Cabeça (PNC) ainda é controversa. Há uma carência de estudos comparativos entre os protocolos presentes, para avaliação do grau de precisão dos métodos. Este trabalho objetiva avaliar o grau de discrepância entre métodos de PNC em ambiente virtual. MÉTODOS Dez pacientes selecionados de forma consecutiva com deformidades dentofaciais foram incluídos na análise. Cada paciente foi submetido a todos os seguintes protocolos de aquisição da posição neutra da cabeça: (A) O Método de Procrustes – Plano Sagital Primário; (B) O Método do Protocolo Charlote; (C) O Método do Protocolo Universal. Tomografias computadorizadas cone-beam (TCCB) com registro de mordida em RC foram solicitadas e moldagens de ambas as arcadas dentárias foram realizadas para o escaneamento 3D. Em seguida, para o preparo e posicionamento dos crânios-compostos na PNC foi utilizado o software Anatomic Aligner (Houston Methodist Research Institute). As discrepâncias foram avaliadas pela sobreposição dos modelos 3D craniofaciais pela análise cefalométrica Gateno-Xia, seguida de mensurações das diferenças lineares e angulares RESULTADOS Nos casos analisados nesse estudo, quando comparando os métodos de aquisição de PNC entre si os valores lineares e angulares obtidos encontram-se dentro dos limites preconizados na literatura como sendo excelentes (diferenças angulares inferiores a 2mm e 4°), sendo o maior desvio linear de 1,56mm, e de orientação de 1,96°, considerando todos os crânio-compostos orientados. Ainda, análises comparativas pareadas entre os métodos de PNC foram realizadas, seguindo as seguintes confrontações: Grupo A contra Grupo B; Grupo A contra Grupo C; e Grupo B contra Grupo C. Os autores observaram que houve discretos desvios dos valores preconizados na literatura apenas quando comparando os eixos lineares anteroposteriores Y (mm) entre os grupos A e B, com 2,64mm, e entre os grupos B e C, com 2,2mm. Por fim, análise estatística de ANOVA não evidenciou nenhuma diferença estatisticamente significante. DISCUSSÃO Os autores confirmam a hipótese de que todos os métodos de orientação da cabeça avaliados neste estudo não apresentam diferenças estatisticamente significantes (P>0,05) e consideram que quando realizado o preparo e orientação do crânio-composto em ambiente controlado e por profissionais especializados e capacitados na área cirúrgica, todas as técnicas para orientação da cabeça poderão ser úteis, precisas e válidas para o resultado desejado. Isso devido ao fato de todo esse preparo ser baseado na análise facial e dados clínicos coletados pelo cirurgião. CONCLUSÃO Esse estudo evidenciou que não houve diferença estatística em questão de precisão entre todos os protocolos elencados para comparação, e mostrou-se de suma importância para a proporcionar aos cirurgiões uma reflexão sobre qual técnica seria mais adequada para o tratamento dos pacientes com deformidades dento faciais em seu centro, considerando sempre os principais aspectos que facilitam o dia a dia clínico do cirurgião, a saber: Simplicidade de execução; menor gasto de tempo; e familiaridade com a técnica.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION 3D virtual computer simulation was a paradigm shift in the treatment of dentofacial deformities, however, the best way to achieve the Neutral Head Position (NHP) is still controversial. There is a lack of comparative studies between the present protocols to assess the degree of precision of the methods. This work aims to evaluate the degree of discrepancy between NHP methods in a virtual environment. METHODS Ten consecutively selected patients with dentofacial deformities were included in the analysis. Each patient underwent all the following protocols for acquiring the neutral head position: (A) The Procrustes Method – Primary Sagittal Plane; (B) The Charlotte Protocol Method; (C) The Universal Protocol Method. Cone-beam computed tomography (CBCT) with CR bite registration were requested and impressions of both dental arches were taken for 3D scanning. Then, for the preparation and positioning of the composite skulls in the NHP, the Anatomic Aligner software (Houston Methodist Research Institute) was used. The discrepancies were evaluated by superimposing the 3D craniofacial models using the Gateno-Xia cephalometric analysis, followed by measurements of linear and angular differences. RESULTS In the cases analyzed in this study, when comparing the NHP acquisition methods with each other, the linear and angular values obtained are within of the limits recommended in the literature as being excellent (angular differences less than 2mm and 4°), with the largest linear deviation of 1.56 mm, and orientation of 1.96°, considering all oriented composite skulls. In addition, paired comparative analyzes between the NHP methods were performed, following those comparisons: Group A against Group B; Group A against Group C; and Group B against Group C. The authors observed that there were slight deviations from the values recommended in the literature only when comparing the anteroposterior linear axes Y (mm) between groups A and B, with 2.64 mm, and between groups B and C, with 2.2mm. Finally, statistical analysis of ANOVA did not show any statistically significant difference. DISCUSSION The authors confirm the hypothesis that all head orientation methods evaluated in this study do not present statistically significant differences (P>0.05) and consider that when and orientation of the skull-composite in a controlled environment and by professionals specialized and trained in the surgical area, all techniques for orientation of the head can be useful, accurate and valid for the desired result. This is because all this preparation is based on facial analysis and clinical data collected by the surgeon. CONCLUSION This study showed that there was no statistical difference in terms of precision between all the protocols listed for comparison, and it proved to be extremely important to provide surgeons with a reflection on which technique would be most appropriate for the treatment of patients with dentofacial deformities in its center, always considering the main aspects that facilitate the surgeon's clinical day: Simplicity of execution; less time spent; and familiarity with the technique.

16
  • ANNA CRISLLAINY DA COSTA MONTEIRO
  • OCORRÊNCIA E SEVERIDADE DA HIPOMINERALIZAÇÃO MOLAR-INCISIVO EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES: Um estudo de painéis seriados 

  • Orientador : KENIO COSTA DE LIMA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • KENIO COSTA DE LIMA
  • RENATA SARAIVA GUEDES
  • MARINA DE DEUS MOURA DE LIMA
  • Data: 16/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A Hipomineralização Molar-Incisivo (HMI) é um defeito de desenvolvimento do esmalte, de origem sistêmica, que afeta pelo menos um primeiro molar permanente, podendo estar associado aos incisivos permanentes. Clinicamente é caracterizadacomo opacidades demarcadas de esmalte que podem variar de coloração (branco-creme ou amarelo-marrom).Objetivo: Estimar a ocorrência e a severidade da HMI em crianças e adolescentes e identificar os possíveis fatores associados à ocorrência da HMI. Metodologia: Foi realizado um estudo transversal em painéis seriados (2002 a 2011) e (2012 a 2021) que utilizou 230 prontuários de pacientes na faixa etária entre 06 e 12 anos, submetidos a tratamento ortodôntico na Associação Brasileira de Odontologia entre os anos de 2002 e 2021. Os critérios diagnósticos utilizados foram a presença ou a ausência de opacidades demarcadas, restaurações atípicas, fraturas pós-irruptivas e extração de molar devido à HMI. Os dados coletados digitados e processados no programa SPSS, tratados estatisticamente através do teste do Qui-Quadrado para um nível de confiança de 95%. Resultados: A ocorrência de HMI em todo o período estudado foi de 26 casos dentre os 230 prontuários avaliados (o que representa 11,3% com IC de 95% de 7,21 a 15,39%). Destes, 03 casos são severos, o que equivale a 11,5% (IC 95%). Foi observada uma associação da ocorrência da HMI com as variáveis gênero (masculino), idade (06 a 10 anos) e ano em que a documentação foi realizada (2012 a 2021). Conclusão: Esse trabalho evidencia que embora a ocorrência de HMI seja baixa em crianças e adolescentes de 06 a 12 anos, ela vem aumentando nos últimos anos. O percentual de indivíduos do gênero masculino e mais jovens com HMI é maior, apontando uma tendência de aumento da ocorrência de HMI nos próximos anos. Além disso, a maioria dos casos são leves, com um envolvimento maior de dentes molares em relação aos incisivos e de molares e incisivos maxilares em relação aos mandibulares. Esses achados são importantes para ajudar a formular estratégias para prevenir ou reduzir as consequências da HMI.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Molar-Incisor Hypomineralization (MIH) is an enamel development defect of systemic origin that affects at least one permanent first molar and may be associated with permanent incisors. Clinically, it is characterized as demarcated enamel opacities that can vary in color (white-cream or yellow-brown). Objective: To estimate the occurrence and severity of MIH in children and adolescents and identify possible factors associated with the occurrence of MIH. Methodology: A cross-sectional study was carried out in serial panels (2002 to 2011) and (2012 to 2021) using 230 medical records of patients aged between 6 and 12 years, undergoing orthodontic treatment at the Brazilian Dental Association between 2002 and 2021. The diagnostic criteria used were the presence or absence of demarcated opacities, atypical restorations, post-rupturing fractures and molar extraction due to HMI. The collected data were typed and processed in the SPSS program, statistically treated using the chi-square test at a confidence level of 95%. Results: The occurrence of MIH throughout the study period was 26 cases among the 230 medical records evaluated (which represents 11.3% with a 95% CI from 7.21 to 15.39%). Of these, 03 cases are severe, which is equivalent to 11.5% (95% CI). An association of the occurrence of MIH with the variables gender (male), age (06 to 10 years) and year in which the documentation was carried out (2012 to 2021) was observed. Conclusion:This work shows that although the occurrence of MIH is low in children and adolescents from 6 to 12 years old, it has been increasing in recent years. The percentage of male and younger individuals with HMI is higher, indicating an increasing trend in the occurrence of HMI in the coming years. In addition, most cases are mild, with greater involvement of molar teeth compared to incisors and maxillary molars and incisors compared to mandibular ones. These findings are important to help formulate strategies to prevent or reduce the consequences of HMI.

17
  • DANIELLE MACHADO FARIAS
  • Imunoexpressão de ING4, VEGF e NF-κB em lesões periapicais inflamatórias

  • Orientador : LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EMANUEL SÁVIO DE SOUZA ANDRADE
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
  • Data: 19/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • As LPIs são condições patológicas decorrentes de infecções de origem odontogênica, sendo principalmente representadas pelos GPs e CRs. Sua patogênese está associada a mecanismos imunológicos e angiogênicos, caracterizando-se pela autolimitação da reação inflamatória. Diante disso, o presente estudo, de caráter retrospectivo, semi-quantitativo e comparativo, teve como objetivo analisar a expressão imuno-histoquímica de ING4, VEGF e NF-κB em LPIs, e correlacionar o padrão de expressão dessas proteínas. A amostra consistiu em 62 LPIs, em que 41,9% eram GPs, 27,4% CRs, 30,6% CRRs.  Foi realizada a análise morfológica, avaliando espessura epitelial e o infiltrado inflamatório, e a correlação desses achados com o padrão de expressão imuno-histoquímica das proteínas ING4, VEGF e NF-κB nas LPIs. Para a realização da análise estatística, foram utilizados os testes de qui-quadrado, Kruskal-Wallis, Mann-Whitney e correlação de Spearmen. A intensidade do infiltrado inflamatório exibiu associação significativa nas LPIs, evidenciando maior intensidade no GP quando comparados com os cistos. Ainda, os CRs apresentaram maior intensidade do infiltrado inflamatório quando comparados aos CRRs. Ao associar a expressão de ING4 nas células inflamatórias do tecido conjuntivo ou cápsula fibrosa, os GPs e CRs evidenciaram maior expressão dessa proteína tanto a nível nuclear quanto citoplasmático. A imunoexpressão de VEGF no núcleo das células inflamatórias do tecido conjuntivo ou cápsula fibrosa exibe associação significativa com as LPIs, apresentando maior expressão dessa proteína nos cistos do que no GP. Ocorreu associação estatisticamente significativas entre a imunomarcação de NF-κB e as LPIs, em que os GPs exibiram maior expressão da proteína em relação aos CRs e CRRs. Quando comparada entre os cistos, não houve associação estatisticamente significativa, porém a mediana da expressão de NF-κB foi maior para os CRs. Na cápsula fibrosa, a imunoexpressão nuclear de NF-κB nas células inflamatórias foi superior nas lesões periapicais com intenso infiltrado inflamatório. De modo semelhante, a imunoexpressão citoplasmática do NF-κB nas células inflamatórias foi mais elevada nos casos de lesões periapicais que apresentavam intenso infiltrado inflamatório. Portanto, sugere-se que ING4, VEGF e NF-κB participam da etiopatogênese das LPIs, e que ocorre relação diretamente proporcional entre a expressão dessas proteínas.


  • Mostrar Abstract
  • IPLs are pathological conditions resulting from infections of odontogenic origin, being mainly represented by PGs and RCs. Its pathogenesis is associated with immunological and angiogenic mechanisms, characterized by the self-limitation of the inflammatory reaction. Therefore, this retrospective, semi-quantitative and comparative study aimed to analyze the immunohistochemical expression of ING4, VEGF and NF-κB in IPLs, and to correlate the pattern of expression of these proteins. The sample consisted of 62 IPLs, of which 41.9% were PGs, 27.4% RCs, 30.6% RRCs. Morphological analysis was performed, evaluating epithelial thickness and inflammatory infiltrate, and the correlation of these findings with the immunohistochemical expression pattern of ING4, VEGF and NF-κB proteins in IPLs. To perform the statistical analysis, the chi-square, Kruskal-Wallis, Mann-Whitney and Spearmen correlation tests were used. The intensity of the inflammatory infiltrate showed a significant association in the IPLs, showing greater intensity in the PG when compared to the cysts. Furthermore, the RCs showed a higher intensity of the inflammatory infiltrate when compared to the RRCs. By associating the expression of ING4 in inflammatory cells of the connective tissue or fibrous capsule, the PGs and RCs showed greater expression of this protein both at the nuclear and cytoplasmic levels. Immunoexpression of VEGF in the nucleus of inflammatory cells of the connective tissue or fibrous capsule shows a significant association with IPLs, with greater expression of this protein in the cysts than in the PG. There was a statistically significant association between NF-κB immunostaining and IPLs, in which PGs exhibited higher protein expression in relation to RCs and RRCs. When compared between the cysts, there was no statistically significant association, however the median of NF-κB expression was higher for the RCs. In the fibrous capsule, nuclear immunoexpression of NF-κB in inflammatory cells was higher in periapical lesions with intense inflammatory infiltrate. Similarly, the cytoplasmic immunoexpression of NF-κB in inflammatory cells was higher in cases of periapical lesions that presented intense inflammatory infiltrate. Therefore, it is suggested that ING4, VEGF and NF-κB participate in the etiopathogenesis of IPLs, and that there is a directly proportional relationship between the expression of these proteins.

18
  • HEVILA DE FIGUEIREDO PIRES
  • Recorrência do ameloblastoma: análise de fatores clínico-radiográficos e imunoexpressão de hMSH2, hMLH1 e Ki-67

  • Orientador : HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • MANUEL ANTONIO GORDON NUNEZ
  • Data: 23/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O ameloblastoma (AMB) é uma neoplasia odontogênica benigna, que apresenta altas taxas de recorrência pós-operatória. Diversos estudos mostram a relação entre as características clínico-patológicas e as modalidades de tratamento na recorrência do AMB. Os mecanismos moleculares envolvidos com a etiopatogenia deste tumor são pouco conhecidos, e apesar de alterações no Sistema Mismatch (MMR) favorecerem o desenvolvimento de diferentes neoplasias humanas, a importância destes no desenvolvimento do ameloblastoma ainda permanece pouco compreendido. Objetivo: Identificar os fatores prognósticos associados à recorrência do ameloblastoma, bem como investigar o papel da imunoexpressão das proteínas hMLH1, hMSH2 e KI-67 na recidiva desses tumores odontogênicos. Metodologia: Tratou-se de um estudo descritivo, transversal e restrospectivo, com uma amostra constituída por 22 casos de ameloblastomas recidivantes e 22 casos não-recidivantes. A análise imunoistoquímica foi realizada de forma quantitativa, considerando a localização celular (nuclear) das proteínas estudadas. O teste de McNemar foi utilizado para comparar as variáveis entre lesões primárias e recorrentes de ameloblastoma. A sobrevida livre de recorrência foi analisada pelo método de Kaplan-Meier e as funções de sobrevida foram comparadas de acordo com as variáveis pelo teste log-rank. Resultados: A amostra total tinha a maioria do sexo feminino (n=24; 54,5%), com média de idade de acometimento de 39,1 ± 19,8 anos, sendo 45,5% (n=20) leucodermas. A região de mandíbula posterior foi a mais frequente no grupo recidivante (n=18, 81,8%) e também para os casos que não apresentaram recidivas (n=16, 72,8%). O tempo livre de recorrência foi de 50,0 (34,5 – 63,6) meses. Foram fatores significativamente associadas à recorrência dos AMBs: expansão da cortical óssea (p=0,0089), presença de reconstrução óssea (p= 0,018), tratamento conservador (p= 0,021), perda de imunoexpressão de hMSH2 (p= 0,006) e hMLH1 (p= 0,038) e forte imunoexpressão de KI-67 (p= 0,029). Conclusão: Conclui-se, baseados nos achados desta pesquisa, que aspecto radiográfico, modalidade do tratamento e imunoexpressão de proteínas do Sistema Mismatch e KI-67 são os fatores prognósticos mais significativos para a recorrências dos AMBs.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Ameloblastoma (AMB) is a benign odontogenic neoplasm that has high rates of postoperative recurrence. Several studies show the relationship between clinical-pathological characteristics and treatment modalities in AMB recurrence. The molecular mechanisms involved in the etiopathogenesis of this tumor are poorly understood, and although alterations in the Mismatch System (MMR) favor the development of different human neoplasms, their importance in the development of ameloblastoma remains poorly understood. Objective: To identify the prognostic factors associated with ameloblastoma recurrence, as well as to investigate the role of the immunoexpression of hMLH1, hMSH2 and KI-67 proteins in the recurrence of these odontogenic tumors. Methodology: This was a descriptive, cross-sectional and retrospective study, with a sample consisting of 22 cases of recurrent ameloblastomas and 22 non-recurring cases. The immunohistochemical analysis was performed quantitatively, considering the cellular (nuclear) location of the proteins studied. McNemar's test was used to compare the variables between primary and recurrent ameloblastoma lesions. Recurrence-free survival was analyzed using the Kaplan-Meier method and survival functions were compared according to variables using the log-rank test. Results: The total sample was mostly female (n=24; 54.5%), with a mean age of involvement of 39.1 ± 19.8 years, and 45.5% (n=20) were caucasian. The posterior mandible region was the most frequent in the relapsed group (n=18, 81.8%) and also for the cases that did not present relapses (n=16, 72.8%). The recurrence-free time was 50.0 (34.5 – 63.6) months. Factors significantly associated with the recurrence of AMBs were: expansion of cortical bone (p=0.0089), presence of bone reconstruction (p=0.018), conservative treatment (p=0.021), loss of hMSH2 immunoexpression (p=0.006) and hMLH1 (p=0.038) and strong immunoexpression of KI-67 (p=0.029). Conclusion: Based on the findings of this research, it is concluded that radiographic appearance, treatment modality and immunoexpression of proteins from the Mismatch System and KI-67 are the most significant prognostic factors for the recurrence of AMBs.

19
  • NATÁLIA CRISTINA GARCIA PINHEIRO
  • CONHECIMENTO, NECESSIDADE E PREFERÊNCIA ACERCA DA ODONTOLOGIA DOMICILIAR E CONDIÇŌES DE SAÚDE BUCAL DE IDOSOS DOMICILIADOS: um estudo transversal

  • Orientador : KENIO COSTA DE LIMA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • KENIO COSTA DE LIMA
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • GUSTAVO PINA GODOY
  • Data: 23/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: O trabalho visa compreender o conhecimento, preferência e necessidade de atendimento odontológico (AOD), principalmente para população idosa, além de identificar a condição de saúde bucal dos idosos domiciliados e seus fatores associados. Metodologia: Trata-se de dois web surveys, sendo o primeiro com a população adulta escolarizada e o segundo com a população idosa. Além disso, também foi realizado um estudo com dados secundários de prontuários de idosos que utilizaram algum serviço de atendimento odontológico domiciliar para identificar a condição de saúde bucal destes.  Nos três estudos foram realizadas análise descritiva, teste do qui-quadrado e regressão robusta de Poisson com um nível de significância de 5%, tendo sido usado no último estudo a análise de Cluster de dois passos, previamente à regressão, para identificar grupos de pessoas idosas em relação à condição dentária e de reabilitação. Resultados: No primeiro estudo, 443 respondentes participaram, cuja predominância foi de mulheres (67,9%) e na faixa etária de 31 a 40 anos (38,8%). A maioria dos participantes (69,5%) não conhecem o que é atendimento odontológico domiciliar. O fato de ser mulher e profissional da saúde influencia diretamente no conhecimento desse tipo de atendimento. No segundo estudo, 203 idosos participaram, sendo 67% mulheres, na faixa de idade de 60 a 69 anos. A maioria dessa população não conhece a odontologia domiciliar (79,8%), nunca fez uso desse tipo de serviço (95,6%) e preferem ser atendidos em consultório odontológico (68,5%). Houve associação significativa entre conhecer a Odontologia domiciliar e ter plano de saúde médico. Foi observado inda que aqueles idosos que não têm plano de saúde e com nível de escolaridade mais baixo preferem ser atendidos em casa em relação ao consultório tradicional. No terceiro estudo, 207 prontuários de idosos foram avaliados, cujo sexo predominante foi o feminino (58,5%), com faixa de idade 80 a 89 anos e parcialmente dependentes para atividades básicas de vida diária. Em relação à condição de saúde bucal, o CPOD médio foi de 23,5, com 3,35 pares em oclusão, sendo 75,8% edêntulos funcionais. Nos prontuários, 53,6% das pessoas idosas possuíam sangramento à sondagem em algum sextante e cerca de 20% apresentavam lesão de boca. Os pacientes com mais lesão foram os idosos mais jovens, diabéticos e que foram ao dentista há mais tempo. Em relação à questão periodontal, pacientes mais jovens, moradores de residência individual e brancos possuem mais sangramento à sondagem. Em relação à condição dentária e de reabilitação, dois clusters foram produzidos, sendo o primeiro com idosos edêntulos e pouco reabilitados e o segundo com idosos mais dentados e reabilitados. Idosos negros e que não possuem plano de saúde possuem estiveram mais presentes no primeiro cluster. Conclusão: A população em geral e idosa pouco conhece e percebem que necessitam da atenção odontológica domiciliar. Como consequência, a população idosa mais independente ainda prefere ser atendida em consultório. Ademais, a condição de saúde bucal de pacientes que utilizam atendimento odontológico domiciliar ainda é precária, fruto de uma assistência odontológica mutiladora, caracterizando o cenário desigualdade social entre as pessoas idosas domiciliadas. 


  • Mostrar Abstract
  • Objective: The study aims to understand the knowledge, preference and need for dental care (AOD), especially for the elderly population, in addition to identifying the oral health condition of the elderly living and its associated factors. Methodology: These are two web surveys, the first with the educated adult population and the second with the elderly population. In addition, a study was also carried out with secondary data from medical records of elderly people who used some home dental care service to identify their oral health condition. In the three studies, descriptive analysis, chi-square test and robust Poisson regression were performed with a significance level of 5%. elderly in relation to dental and rehabilitation status. Results: In the first study, 443 respondents participated, whose predominance was women (67.9%) and aged between 31 and 40 years (38.8%). Most participants (69.5%) do not know what home dental care is. The fact of being a woman and a health professional directly influences the knowledge of this type of care. In the second study, 203 elderly people participated, 67% of whom were women, aged between 60 and 69 years. The majority of this population is not familiar with home dentistry (79.8%), has never used this type of service (95.6%) and prefers to be seen in a dental office (68.5%). There was a significant association between knowing about home dentistry and having a medical health plan. It was also observed that those elderly who do not have health insurance and with a lower level of education prefer to be cared for at home in relation to the traditional office. In the third study, 207 medical records of the elderly were evaluated, whose predominant sex was female (58.5%), aged between 80 and 89 years and partially dependent for basic activities of daily living. Regarding oral health status, the mean DMFT was 23.5, with 3.35 pairs in occlusion, 75.8% of whom were functional edentulous. In the medical records, 53.6% of the elderly had bleeding on probing in some sextant and about 20% had a mouth lesion. Patients with more injuries were younger elderly, diabetics and those who had been to the dentist for a longer period of time. Regarding the periodontal issue, younger patients, single residents and whites have more bleeding on probing. Regarding the dental and rehabilitation condition, two clusters were produced, the first with edentulous and poorly rehabilitated elderly and the second with more dentate and rehabilitated elderly. Black elderly people who do not have health insurance were more present in the first cluster. Conclusion: The general and elderly population knows little and realizes that they need home dental care. As a result, the more independent elderly population still prefers to be seen in the office. Furthermore, the oral health condition of patients who use home dental care is still precarious, as a result of mutilating dental care, characterizing the scenario of social inequality among elderly people living in domicile.
20
  • NILMÁRIO OLIVEIRA DE SOUSA
  • SOBREVIDA DAS RESTAURAÇÕES CERÂMICAS E SEUS FATORES ASSOCIADOS

  • Orientador : ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMILCAR CHAGAS FREITAS JÚNIOR
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • FERNANDO JOSE DE OLIVEIRA NOBREGA
  • Data: 27/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • As restaurações cerâmicas podem ser essenciais na reabilitação dentária estética e funcional, mas sua longevidade e planejamento precisam ser bem estabelecidos. Diferentes opções de materiais, técnicas de fabricação e protocolos estão disponíveis, porém há pouca literatura científica explicando os fatores que geram as principais falhas e complicações clínicas relacionadas com esse tratamento. Assim, o presente estudo teve como objetivo avaliar a sobrevida de restaurações cerâmicas e seus fatores associados. Para tanto, foi realizada uma pesquisa do tipo observacional, coorte retrospectivo e longitudinal para acompanhamento de diferentes tipos de restaurações cerâmicas instaladas nos últimos 10 anos e confeccionadas seguindo o mesmo protocolo clínico. Foram avaliados 32 pacientes, totalizando 256 restaurações cerâmicas, quanto à presença de falhas ou complicações, tipo de sistema cerâmico, tipo de cimento utilizado para cimentação, e se os pacientes apresentavam diagnóstico de bruxismo do sono e utilizavam placa oclusal. Os participantes compareceram a uma avaliação clínica para analisar a integridade das restaurações, responderam questões que abordam sinais e sintomas do bruxismo, como desgaste dentário, hipertrofia muscular e endentações. Foram coletadas informações adicionais sobre tempo e materiais utilizados para confecção das restaurações no prontuário dos pacientes. Os dados obtidos foram analisados por meio do programa SPSS (Statistical Package for the Social Science) 20.0 com o teste Qui Quadrado ou Exato de Fischer, com nível de confiança de 95%. Os resultados mostraram taxas de sucesso e de sobrevivência de 84,37% e 96,1%, respectivamente. Considerando a correlação com as falhas protéticas, o gênero masculino (p=0,017), a presença do bruxismo do sono (p=0,004) e do bruxismo em vigília (p=0,009) apresentaram influência positiva. Quanto à interação com as complicações protéticas, a presença do bruxismo do sono (p=0,040), o tipo de peça protética (p=0,014) e o tipo de cimento (p=0,043) foram estatisticamente significativos. Dentro das limitações do estudo, pode-se concluir que as restaurações cerâmicas apresentaram altas taxas de sucesso e sobrevida, garantindo a longevidade desse tipo de reabilitação. O bruxismo do sono e o bruxismo em vigília são fatores de risco para as restaurações cerâmicas.

     


     


  • Mostrar Abstract
  • Ceramic restorations can be essential in aesthetic and functional dental rehabilitation, but their longevity and treatment plan need to be well established. Different material options, fabrication techniques and protocols are available, but there is little scientific literature explaining the factors that generate the main failures and clinical complications related to these fixed prostheses. Thus, the present study aimed to evaluate the survival of ceramic restorations and their associated factors. Therefore, an observational, retrospective and longitudinal cohort research was carried out to follow up different types of ceramic restorations installed in the last 10 years and made following the same clinical protocol. A total of 32 patients were evaluated, totaling 256 fixed prostheses, regarding the presence of failures or complications, type of ceramic system, whether the patients had a diagnosis of sleep bruxism and whether they used an occlusal splint and the type of cement used for cementation. Participants attended a clinical evaluation to analyze the integrity of the prosthesis, answered questions that address signs and symptoms of bruxism, such as tooth wear, muscle hypertrophy and indentations. Additional information about time and materials used to make the restorations was collected from the patients' medical records. The data obtained were analyzed using the SPSS program (Statistical Package for the Social Science) 20.0 with the Chi-Square or Fisher's Exact test, with a confidence level of 95%. The results showed success and survival rates of 84.37% and 96.1%, respectively. Considering the correlation with prosthetic failures, the male gender (p=0.017), the presence of sleep bruxism (p=0.004) and wakeful bruxism (p=0.009) had a positive influence. As for the interaction with prosthetic complications, the presence of sleep bruxism (p=0.040), the type of prosthetic piece (p=0.014) and the type of cement (p=0.043) were statistically significant. Within the limitations of the study, it can be concluded that ceramic restorations had high success and survival rates, ensuring the longevity of this type of rehabilitation. Sleep bruxism and awake bruxism are risk factors for ceramic restorations.

21
  • NIZYARA COSTA DA SILVA
  • OSTEOMIELITES DOS MAXILARES: ESTUDO CLINICOPATOLÓGICO

  • Orientador : ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • MARIA DE LOURDES SILVA DE ARRUDA MORAIS
  • Data: 30/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • A osteomielite é definida como um estado inflamatório do osso e sua etiopatogenia é multifatorial, incluindo traumas, doenças sistêmicas e infecções odontogênicas. Diante disso, essa pesquisa consistiu em um estudo de análise descritiva, retrospectiva e comparativa dos tipos de osteomielite e das suas causas, que se propôs avaliar as características clínicopatológicas dessa lesão nos maxilares, diagnosticadas na Disciplina de Estomatologia e Patologia Oral, Departamento de Odontologia da UFRN, no período de janeiro de 1970 a dezembro de 2021. A amostra consistiu de 75 casos de osteomielite, sendo 9 casos de osteomielite aguda, 3 casos de osteomielite crônica primaria e 63 casos de osteomielite crônica secundária. Foi realizada a coleta dos dados clínicos, a partir do qual foram avaliados os dados demográficos, hábitos de etilismo e tabagismo, características das lesões e tratamentos utilizados. A análise radiográfica foi avaliada considerando a perda óssea, dimensão, reabsorção, fratura patológica, sequestro ósseo, osso reacional, localização e tamanho. O estudo morfológico avaliou os osteoblastos, osteoclastos, colônias bacterianas, osso necrótico e tecido de granulação. Para análise estatística foram utilizados os testes de fisher e o teste qui quadrado. Os resultados encontrados revelaram que o sexo o feminino foi predominante com (n=67; 89,3%). A idade média foi de 42,68 anos com variação de 3 a 85 anos. A respeito da cor de pele, os pacientes autodeclarados brancos foram predominantes com (n=37; 49,3%). Quanto aos tipos de osteomielite, a osteomielite crônica secundária foi predominante (n = 63, 84%), seguida pela osteomielite aguda (n = 9, 12%) e a osteomielite crônica primaria (n = 3, 4%)). Quanto à localização anatômica, a mandíbula foi predominante com (n=70, 93,3%). Quanto as causas, a infeção odontogênica foi mais prevalente com (n=41; 54,7%). O processo inflamatório esteve presente em todos os casos (n=75; 100%). Quanto aos neutrófilos, estiveram ausentes na maioria dos casos (n=51; 68%) e presentes discretamente em (n=18; 24%). Diante dos resultados obtidos concluímos que a osteomielite é mais comum no sexo feminino com idade média de 42,68 anos, sendo o tipo mais comum a osteomielite crônica secundária, proveniente de infecção odontogênica e localizada em mandíbula. A associação entre o tipo de osteomielite e a presença ou ausência de colônias bacterianas mostrou associação estatisticamente significativa. O mesmo não aconteceu com as outras associações estatísticas realizadas nesta pesquisa.


  • Mostrar Abstract
  • Osteomyelitis is defined as an inflammatory state of the bone and its etiopathogenesis is multifactorial, including trauma, systemic diseases and odontogenic infections. Therefore, this research is an analysis study of the analysis of retrospective and comparative evaluation studies of the types of osteomyelitis and their evaluations, which consist of clinical-pathological characteristics such as clinical-pathological characteristics in the jaws, diagnosed in the Oral Pathology, Department of Dentistry of the UFRN lesion, in the period from January 1970 to December 2021. The sample consists of 75 cases of acute osteomyelitis, with 9 cases of acute osteomyelitis, 3 of primary chronic osteomyelitis and 63 cases of secondary chronic osteomyelitis. A collection of clinical data was carried out, from which demographic data, drinking and smoking habits, disability resources and treatments used were performed. Radiographic analysis of location considered bone loss, dimension, pat fracture, bone sequencing, reactional, and size. The morphological study evaluated osteoblasts, osteoclasts, bacterial colonies, necrotic bone and granulation tissue. For statistical analysis, the fisher tests and the chi-square test were used. The results found were revealed with the predominant female sex (n=67; 89.3%). The average age was 42,68 years, with variations between 3 and 85 years old, patients self-reported as white were predominant (n=37; 49.3%). As for the types of osteomyelitis, secondary chronic osteomyelitis was predominant (n = 63; 84%), followed by acute osteomyelitis (n = 9, 12%) and primary chronic osteomyelitis (n = 3; 4%). As for the anatomical location, the mandible was predominant with (n=70, 93.3%). As for the causes, odontogenic infection was more prevalent with (n=41; 54.7%). The inflammatory process was present in all cases (n=75; 100%). As for the types of osteomyelitis, secondary chronic osteomyelitis was predominant (n = 63, 84%), followed by acute osteomyelitis (n = 9, 12%) and primary chronic osteomyelitis (n = 3, 4%). As for the anatomical location, the mandible was predominant with (n=70, 93.3%). As for the causes, odontogenic infection was more prevalent with (n=41; 54.7%). The inflammatory process was present in all cases (n=75; 100%). As for neutrophils, they were absent in most cases (n=51; 68%) and discreetly present in (n=18; 24%). In view of the results obtained, we conclude that osteomyelitis is more common in females with a mean age of 42.68 years, with the most common type being secondary chronic osteomyelitis, originating from odontogenic infection and located in the mandible. The association between the type of osteomyelitis and the presence or absence of bacterial colonies showed a statistically significant association. The same did not happen with the other statistical associations carried out in this research.

22
  • VLADIMIR GALDINO SABINO
  • EFEITOS DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE EM OSTEOBLASTOS CULTIVADOS EM ARCABOUÇOS NANOFIBROSOS DE ÁCIDO POLILÁTICO

  • Orientador : CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • CARLOS EDUARDO BEZERRA DE MOURA
  • Data: 28/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • A engenharia de tecidos ósseos é um ramo importante da medicina regenerativa e envolve o desenvolvimento de arcabouços com composição e arquitetura favoráveis à integração celular, além do estudo de fatores capazes de promover a adesão e proliferação celular, incluindo estímulos químicos e biofísicos. O objetivo do estudo foi avaliar a utilização do laser de baixa intensidade (LBI) como uma ferramenta para promover a bioestimulação in vitro de células osteoblásticas cultivadas em arcabouços nanofibrosos de ácido polilático (PLA). Os arcabouços foram produzidos pela técnica de eletrofiação e caracterizados quanto à molhabilidade, composição pela espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier (FTIR), morfologia da superfície por microscópica eletrônica de varredura (MEV), caracterização termogravimétrica (TGA), calorimetria diferencial exploratória (DSC) e cristalinidade por difração de raios-X (DRX). Os ensaios biológicos foram conduzidos com osteoblastos da linhagem OFCOL II cultivados na superfície dos arcabouços e submetidos ou não (grupo controle) a irradiação com laser diodo InGaAIP nas doses de 1, 4 e 6 J/cm², potência de 30 mW, nos comprimentos de onda de 660 nm (V, luz vermelha) e 780 nm (IV, infravermelha). Após a irradiação, os efeitos do LBI na proliferação dos osteoblastos foram avaliados através do método bioquímico Alamar Blue, nos intervalos de 24, 48 e 72h, enquanto a viabilidade e a morfologia celular foram analisadas no intervalo de 72h, através do ensaio Live/Dead e da microscopia eletrônica de varredura (MEV), respectivamente. Os dados do ensaio bioquímico de Alamar Blue mostraram uma maior proliferação celular nos grupos V1 e V6, apresentando o V6 uma porcentagem de redução do Alamar significativamente maior em todos os intervalos de tempo em comparação ao grupo controle (p<0,05). Outras diferenças entre o grupo controle e irradiados foram encontradas apenas nos intervalos de 48h e 72h para V1, e para o grupo IV6 em 72h. O ensaio Live/Dead revelou um aumento na viabilidade celular nos grupos trados com LBI, sendo significativamente maior no grupo V1 quando comparado ao grupo controle. A análise por MEV mostrou adequada interação dos osteoblastos aos arcabouços em todos os grupos, com o corpo celular se espalhando ao longo do eixo da nanofibra, sendo observado contatos físicos mais evidentes, através da formação de ligação por meio de filopódios e lamelipódios, nos grupos V1, V6 e IV6, os mesmos que exibiram destaques proliferativos no ensaio Alamar Blue. Em conjunto, os dados do presente trabalho mostraram que o LBI promove a bioestimulação de osteoblastos cultivados sobre nanofibras de PLA, o que aponta para o seu uso potencial nas técnicas de engenharia tecidual óssea.


  • Mostrar Abstract
  • Bone tissue engineering is a relevant branch of regenerative medicine and involves the development of scaffolds with composition and architecture favorable to cell integration, in addition to studying factors capable of promoting cell adhesion and proliferation, including chemical and biophysical stimuli. The study aimed to evaluate the use of low-level laser irradiation (LLLI) to promote in vitro biostimulation of osteoblastic cells cultured on polylactic acid (PLA) nanofibrous scaffolds. The scaffolds were produced by the electrospinning technique and characterized in terms of wettability, composition by Fourier transform infrared spectroscopy (FTIR), surface morphology by scanning electron microscopy (SEM), thermogravimetric characterization (TGA), differential scanning calorimetry (DSC) and crystallinity by X-ray diffraction (XRD). The biological assays were conducted with osteoblasts of the OFCOL II lineage cultured on the surface of the scaffolds and submitted or not (control group) to irradiation with InGaAIP diode laser at doses of 1, 4 and 6 J/cm², power of 30 mW, at wavelengths of 660 nm (R, red light) and 780 nm (IR, infrared). After irradiation, the effects of LLLI on osteoblast proliferation were evaluated using the Alamar Blue biochemical method at intervals of 24, 48, and 72h. Cell viability and morphology were analyzed at 72h, using the Live/Dead assay and scanning electron microscopy (SEM), respectively. Data from the Alamar Blue biochemical assay showed more significant cell proliferation in groups R1 and R6, with R6 showing a significantly higher percentage of Alamar reduction compared to the control group at all intervals (p<0.05). Other differences between the control and irradiated groups were found only at intervals of 48h and 72h for R1 and 72h for IR6. The Live/Dead assay revealed an increase in cell viability in the laser-treated groups, significantly higher in the R1 group when compared to the control group. SEM analysis showed adequate interaction between osteoblasts and scaffolds in all groups, with the cell body spreading along the nanofiber axis, with more evident physical contacts being observed through the formation of bonds through filopodia and lamellipodia in groups R1, R6, and IR6, the same ones that exhibited proliferative highlights in the Alamar Blue assay. Taken together, the data from this study showed that LLLT promotes the biostimulation of osteoblasts cultured on PLA nanofibers, which points to its potential use in bone tissue engineering techniques.

Teses
1
  • GLÓRIA MARIA DE FRANÇA
  • O papel das proteínas das vias WNT/ß-Catenina, TGF-ß/BMP4 e SHH na odontogênese e odontomas.

  • Orientador : HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • LEORIK PEREIRA DA SILVA
  • MANUEL ANTONIO GORDON NUNEZ
  • PEDRO PAULO DE ANDRADE SANTOS
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • Data: 25/01/2022

  • Mostrar Resumo
  • A via de sinalização tipo Wingless (Wnt) / β-catenina é essencial para a ativação precoce da odontogênese e no desenvolvimento de tumores odontogênicos, adicionalmente esta via é responsável pela expressão de citoqueratinas de alto peso molecular, tais como CK14 e a CK19. O TGF-β e as BMPs tem sido associadas aos processos de dentinogênese reacionária e reparadora. Este fator de crescimento é liberado pelos odontoblastos e fibroblastos e está armazenado no interior dos túbulos dentinários. O desenvolvimento do dente depende de uma série de interações sinalizadoras recíprocas entre o epitélio oral (EO) e o ectomesênquima derivado da crista neural, a via WNT com o TGF-β e BMP4 tem sido implicada na formação de dentes supranumerários durante a odontogênese. Ao passo que a sinalização de Shh pode regular a proliferação celular no mesênquima dentário, controlando assim morfogênese dentária. Por isso, o objetivo do nosso trabalho será investigar a atuação dessas vias na odontogênese e na formação de odontomas e tumores odontogênicos mistos benignos, para isto, foi desenvolvido um estudo seccional restrospectivo e imuno-histoquímico contendo 23 odontomas compostos, 21 odontomas complexos, 17 germes dentários, 05 fibro-odontomas ameloblásticos e 01 fibroma ameloblástico. Os resultados encontrados demonstraram maiores imunoexpressões da via WNT/ß-catenina no epitélio dos germes dentais (p<0,001) e no fibroma ameloblástico, enquanto que esteve no ectomesênquima dos odontomas (p<0,001) e fibro-odontomas ameloblásticos. A WNT/ß-catenina correlacionou-se moderadamente e significativamente com a CK14 no epitélio (p<0,001) e ectomesênquima de todas as lesões (p=0,018). A BMP4 foi imunoexpressa, especialmente, no mesênquima dos odontomas complexos (mediana = 33,7; p<0,001). A Shh foi mais imunoexpressa no epitélio dos germes dentais (p<0,001) e no ectomesênquima dos odontomas complexos (p=0,029). De forma similar, o TGF-ß apresentou maior imunoexpressão no epitélio dos germes dentais (p<0,001) e no ectomesênquima dos odontomas complexos (p = 0,002). Por fim, A odontogênese exibe maiores concentrações para estas proteínas no epitélio odontogênico nas fases precoces e a mudança de expressão no ectomesênquima se dá, principalmente, na histodiferenciação na fase de campânula predispondo a formação de tumores odontogênicos.


  • Mostrar Abstract
  • The Wingless (Wnt) / β-catenin signaling pathway is essential for the early activation of odontogenesis and the development of odontogenic tumors, additionally this pathway is responsible for the expression of high molecular weight cytokeratins, such as CK14 and CK19. TGF-β and BMPs have been associated with reactionary and repair dentinogenesis processes. This growth factor is released by odontoblasts and fibroblasts and is stored inside the dentinal tubules. Tooth development depends on a series of reciprocal signaling interactions between the oral epithelium (EO) and neural crest-derived ectomesenchyma, the WNT pathway with TGF-β and BMP4 has been implicated in the formation of supernumerary teeth during odontogenesis. Meanwhile, Shh signaling can regulate cell proliferation in the dental mesenchyme, thus controlling dental morphogenesis. Therefore, the objective of our work will be to investigate the role of these pathways in odontogenesis and in the formation of odontomas and benign mixed odontogenic tumors. For this, a retrospective and immunohistochemical sectional study was developed containing 23 compound odontomas, 21 complex odontomas, 17 dental germs, 05 ameloblastic fibro-odontomas and 01 ameloblastic fibroma. The results found showed greater immunoexpression of the WNT/ß-catenin pathway in the epithelium of tooth germs (p<0.001) and in ameloblastic fibroma, whereas it was in the ectomesenchyma of odontomas (p<0.001) and ameloblastic fibro-odontomas. WNT/ß-catenin correlated moderately and significantly with CK14 in the epithelium (p<0.001) and ectomesenchyma of all lesions (p=0.018). BMP4 was immunoexpressed, especially in the mesenchyme of complex odontomas (median = 33.7; p<0.001). Shh was more immunoexpressed in the epithelium of tooth germs (p<0.001) and in the ectomesenchyma of complex odontomas (p=0.029). Similarly, TGF-ß showed greater immunoexpression in the epithelium of tooth germs (p<0.001) and in the ectomesenchyma of complex odontomas (p = 0.002). Finally, Odontogenesis exhibits higher concentrations for these proteins in the odontogenic epithelium in the early stages and the change in expression in the ectomesenchyma occurs, mainly, in the histodifferentiation in the bell phase, predisposing to the formation of odontogenic tumors.

2
  • EVERTON FREITAS DE MORAIS
  • BIOMARCADORES DA TRANSIÇÃO EPITÉLIO-MESENQUIMAL EM DESORDENS POTENCIALMENTE MALIGNAS E CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS DE LÍNGUA ORAL

  • Orientador : ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CIRO DANTAS SOARES
  • HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • LELIA BATISTA DE SOUZA
  • RICARDO DELLA COLLETA
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • Data: 24/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • Durante a carcinogênese oral, as células malignas adquirem um fenótipo agressivo que resulta em aumento da motilidade individual e na capacidade para invadir tecidos circunvizinhos. Para tanto, as células epiteliais malignas desenvolvem um processo regulatório e programado denominado transição epitélio-mesenquimal (TEM), que é crucial para aquisição deste fenótipo maligno agressivo. O objetivo do presente estudo foi investigar o papel da expressão imunoistoquímica de proteínas sinalizadoras da TEM em displasias epiteliais orais e em carcinomas de células escamosas de língua oral (CCELO), avaliando suas respectivas associações com parâmetros clínico-patológicos de prognóstico. Para o estudo imunoistoquímico, foram selecionados 47 casos de displasias epiteliais orais e 41 casos diagnosticados como (CCELO), nos quais foram analisados a imunoexpressão das proteínas Twist1, Snail1, E-caderina e N-caderina. Foram investigadas possíveis associações entre o padrão de expressão destas proteínas com a gradação histopatológica das displasias epiteliais e com os aspectos clínico-patológicos, recidiva e sobrevida em CCELO. Foram observados diferentes padrões de marcação entre os grupos analisados, observando-se uma perda significativa da expressão da E-caderina membranar em casos de CCELO em comparação aos casos de displasias epiteliais orais (p = <0.0001). Foi observado uma pior sobrevida global em casos com baixa expressão da E-caderina membranar (HR = 0.27; p = 0.033) e alta expressão do Twist1 citoplasmático (HR = 3.19; p = 0.010). Ao analisar isoladamente o parâmetro intensidade de expressão, foi observada associação entre a alta intensidade da N-caderina citoplasmática com a sobrevida global (HR = 4.93; p=0.006). Nossos achados sugerem que a perda da expressão da E-caderina e o aumento da expressão da N-caderina e dos fatores de transcrição nuclear Twist1 e Snail1 estão associados ao desenvolvimento e progressão da carcinogênese oral. Isoladamente, a perda da expressão membranar da E-caderina e o aumento da expressão citoplasmática do Twist1 e da N-caderina foram associados a uma pior sobrevida.


  • Mostrar Abstract
  • During oral carcinogenesis, malignant cells acquire an aggressive phenotype that results in increased individual motility and the ability to invade surrounding tissues. Therefore, malignant epithelial cells develop a regulatory and programmed process called epithelial-mesenchymal transition (EMT), which is crucial for the acquisition of this aggressive malignant phenotype. The aim of the present study was to investigate the role of immunohistochemical expression of EMT signaling proteins in oral epithelial dysplasia and oral tongue squamous cell carcinoma (OTSCC), evaluating their respective associations with clinical-pathological parameters of prognosis. For the immunohistochemical study, 47 cases of oral epithelial dysplasia and 41 cases diagnosed as (OTSCC) were selected, in which the immunoexpression of the proteins Twist1, Snail1, E-cadherin and N-cadherin were analyzed. Possible associations between the expression pattern of these proteins with the histopathological gradation of epithelial dysplasias and with the clinical-pathological aspects, recurrence and survival in OTSCC were investigated. Different labeling patterns were observed between the analyzed groups, with a significant loss of membrane E-cadherin expression in cases of OTSCC compared to cases of oral epithelial dysplasia (p = <0.0001). A worse overall survival was observed in cases with low membrane E-cadherin expression (HR = 0.27; p = 0.033) and high cytoplasmic Twist1 expression (HR = 3.19; p = 0.010). When analyzing the expression intensity parameter alone, an association was observed between the high intensity of cytoplasmic N-cadherin and overall survival (HR = 4.93; p=0.006). Our findings suggest that loss of E-cadherin expression and increased expression of N-cadherin and nuclear transcription factors Twist1 and Snail1 are associated with the development and progression of oral carcinogenesis. In isolation, loss of membrane expression of E-cadherin and increased cytoplasmic expression of Twist1 and N-cadherin were associated with poorer survival.

3
  • VICTOR DINIZ BORBOREMA DOS SANTOS
  • AVALIAÇÃO DA VALIDADE, REPRODUTIBILIDADE E PRECISÃO DOS MODELOS DIGITAIS OBTIDOS PARA SIMULAÇÃO CIRÚRGICA VIRTUAL EM CIRURGIA ORTOGNÁTICA

  • Orientador : JOSE SANDRO PEREIRA DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HECIO HENRIQUE ARAUJO DE MORAIS
  • JOSE SANDRO PEREIRA DA SILVA
  • JOSÉ WILSON NOLETO JÚNIOR
  • MARCELO AUGUSTO DE OLIVEIRA SALES
  • WAGNER RANIER MACIEL DANTAS
  • Data: 25/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • Neste estudo laboratorial foi avaliado a acurácia dos modelos digitais gerados por duas técnicas de escaneamento (escâner intraoral e escâner de bancada) de um modelo experimental da arcada superior confeccionada em poliuretano e do modelo de gesso obtido desta arcada. As medidas das referências, que foram demarcadas pelo fabricante, foram realizadas em um software de simulação cirúrgica e analisadas quanto a validade e precisão das técnicas de escaneamento utilizadas em todos os grupos (1 a 5). Na análise de validação todas as técnicas apresentaram-se válidas quando comparadas ao grupo controle com exceção da medida FG que apresentou diferenças estatisticamente significativas (p<0,05) entre os grupos 1 e 2. A precisão foi avaliada através do índice de correlação intraclasse e todas as técnicas apresentaram-se altamente precisas com CCI próximo de 1. Desta forma, conclui-se que o escâner intraoral e o escâner de bancada utilizados neste estudo foram confiáveis quando comparados ao grupo controle e que os dois modelos de escâner utilizados se apresentaram com alta precisão.


  • Mostrar Abstract
  • This experimental study evaluated the accuracy of digital models generated by two scanning techniques (intraoral scanner and bench-top scanner) of an experimental model of the upper arch made of polyurethane and the plaster model obtained from this arch. Reference measurements, which the manufacturer demarcated, were performed using surgical simulation software and analyzed for validity and accuracy of the scanning techniques used in all groups (1 to 5). In the validation analysis, all techniques showed to be valid compared to the control group, except the FG measure, which showed statistically significant differences (p<0.05) between groups 1 and 2. Precision was assessed using the intraclass correlation index, and all techniques were highly accurate with an ICC close to 1. Thus, it is concluded that the intraoral scanner and the bench scanner used in this study were reliable compared to the control group and that the two scanner models used presented themselves with high precision.

4
  • ANA CLÁUDIA DE MACÊDO ANDRADE
  • AVALIAÇÃO IN VITRO E IN SILICO DA ATIVIDADE ANTINEOPLÁSICA DO S-(-)-ÁLCOOL PERÍLICO SOBRE O CARCINOMA EPIDERMÓIDE DE LÍNGUA

  • Orientador : ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA SCOTTI
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • AURIGENA ANTUNES DE ARAUJO
  • CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • SABRINA GARCIA DE AQUINO
  • Data: 31/03/2022

  • Mostrar Resumo
  • O carcinoma epidermóide oral (CEO) é a neoplasia maligna mais frequente da cavidade oral e constitui um problema de saúde pública devido a sua alta taxa de incidência e mortalidade causada em muitos casos, pelo fracasso terapêutico e a resistência tumoral. Assim sendo, destaca-se a busca por novas moléculas biologicamente ativas, como as encontradas nos produtos de origem natural. Este trabalho tem como objetivo avaliar a atividade antineoplásica do S-(-)-álcool perílico (POH) em culturas de células de CEO de língua e analisar o provável mecanismo de ação sobre a atividade antineoplásica desse fitoconstituinte através do docking molecular. Para isso, foram utilizadas duas linhagens celulares de CEO de língua, HSC-3 e SCC-25. Foram analisados os seguintes grupos: G0 (controle; células cultivadas na ausência de POH), G1 (células tratadas com cisplatina a 40 μM), G2 (células tratadas com POH a 0,5 mM), G3 (células tratadas com POH a 1,0 mM), G4 (células tratadas com POH a 1,5 mM) e G5 (células tratadas com POH a 3,0 mM). Diferenças entre estes grupos foram investigadas através dos seguintes ensaios: viabilidade celular (Alamar Blue e Live/Dead assay) e atividade migratória (Wound healing). Foi também realizada a predição do mecanismo de ação do POH sobre moléculas de controle do ciclo celular utilizando a docagem molecular com emprego dos softwares AutoDock 4.2 e Molegro Virtual Docker, v. 6.0.1. Os dados serão tratados estatisticamente pelo GraphPad Prism 6.0 (GraphPad Software, EUA), análises paramétricas utilizando teste Anova, pós-teste de Tukey e teste estatístico não-paramétricos de Kruskal-Wallis, seguido pelo pós-teste Mann-Whitney foram adotados para determinação de diferenças entre os grupos experimentais. O índice de significância considerado neste trabalho foi de 5%. Na análise da viabilidade celular através do Alamar Blue, para a linhagem celular SCC-25, a viabilidade celular foi reduzida significativamente nos grupos cisplatina 40 μM, POH 0,5 mM, POH 1 mM, POH 1,5 mM e POH 3 mM (p<0,05), nos intervalos de 24 h e 48 h quando comparado ao controle de crescimento. Por sua vez, no intervalo de 72 h, apenas a concentração POH 0,5 mM não apresentou diferença estatística quando comparado ao grupo controle (p= 0,35). Para a linhagem celular HSC-3, houve uma diminuição significativa da viabilidade nos grupos cisplatina 40 μM, 1 mM, 1,5 mM e 3 mM (p<0,01), no intervalo de tempo de 24h, 48h e 72h, quando comparado ao controle de crescimento. Além disso, para ambas as linhagens, a concentração POH 3 mM apresentou os melhores resultados de redução da viabilidade quando comparada à cisplatina 40 μM, nos intervalos de 24 h para SCC-25 e de 24 h (p<0,01) e 48h (p<0,01) para a HSC-3. Na análise da viabilidade celular pelo Live/Dead assay, para a linhagem celular SCC-25, todos os grupos experimentais mostraram redução significativa da porcentagem da viabilidade celular (p<0,001) quando comparado ao grupo controle, uma vez que, para a linhagem HSC-3, apenas o grupo POH 0,5 mM não apresentou diferença estatisticamente significativa frente o grupo controle (p= 0,9663). Quanto a capacidade antimigratoria do POH, para a linhagem SCC-25, os grupos cisplatina 40 μM, POH 0,5 mM e POH 1,0 mM tiveram uma redução da migração celular estatisticamente significativa quando comparada ao grupo controle, no tempo de 12h, por outro lado, no período de 24 h, apenas a cisplatina mostrou atividade antimigratórias (p≤ 0,05). Para a linhagem HSC-3, os grupos cisplatina 40 μM e POH 1 mM apresentaram diferenças estatística comparado ao grupo controle (p≤ 0,05), nos intervalos de 12 h e 24 h. A habilidade da molécula POH se ligar a proteínas responsáveis pela ativação do ciclo celular foi avaliada usando docking models. Dentre elas, a proteína GTPase Kras mostrou a melhor energia de ligação (-86.70 kcal/mol), apresentando ligações de hidrogênio com os resíduos THR58 (A) e ASP57 (A) e ligações estéricas com os resíduos TRY32 (A) e ALA18 (A). As evidências deste estudo corroboram a ideia de que o POH possui atividade antineoplásica sobre o CEO, sugerindo que essa molécula possa ser uma forte candidata para o desenvolvimento de medicamentos direcionados ao tratamento desta patologia.


  • Mostrar Abstract
  • Oral squamous cell carcinoma (OSCC) is the most frequent malignant neoplasm of the oral cavity and constitutes a public health problem due to its high incidence and mortality rate caused in many cases by therapeutic failure and tumor resistance. Therefore, the search for new biologically active molecules stands out, such as those found in products of natural origin. This work aims to evaluate the antineoplastic activity of S-(-)-perillyl alcohol (POH) in cell cultures of tongue CEO and to analyze the probable mechanism of action on the antineoplastic activity of this phytoconstituent through molecular docking. For this purpose, two cell lines of tongue CEO were used, HSC-3 and SCC-25. The following groups were analyzed: G0 (control; cells cultured in the absence of POH), G1 (cells treated with 40 μM cisplatin), G2 (cells treated with 0.5 mM POH), G3 (cells treated with 1 .0 mM), G4 (cells treated with 1.5 mM POH) and G5 (cells treated with 3.0 mM POH). Differences between these groups were investigated through the following assays: cell viability (Alamar Blue and Live/Dead assay) and migratory activity (Wound healing). The prediction of the POH action mechanism on cell cycle control molecules were also performed using molecular docking using AutoDock 4.2 and Molegro Virtual Docker, v. 6.0.1. The data was statistically treated by GraphPad Prism 6.0 (GraphPad Software, USA), parametric analysis using Anova test, Tukey post-test and Kruskal-Wallis non-parametric statistical test, followed by Mann-Whitney post-test were adopted for determination of differences between the experimental groups. The significance index considered in this work was 5%. In the analysis of cell viability using Alamar Blue, for the cell line SCC-25, cell viability was significantly reduced in the 40 μM cisplatin, 0.5 mM POH, 1 mM POH, 1.5 mM POH and 3 mM POH groups (p<0.05), at intervals of 24 h and 48 h when compared to the growth control. In turn, in the 72 h interval, only the 0.5 mM POH concentration showed no statistical difference when compared to the control group (p= 0.35). For the HSC-3 cell line, there was a significant decrease in viability in the 40 μM, 1 mM, 1.5 mM and 3 mM cisplatin groups (p<0.01), in the time interval of 24h, 48h and 72h, when compared to growth control. Furthermore, for both strains, the 3 mM POH concentration presented the best results of viability reduction when compared to 40 μM cisplatin, in the intervals of 24 h for SCC-25 and 24 h (p<0.01) and 48h (p<0.01) for HSC-3. In the analysis of cell viability by the Live/Dead assay, for the cell line SCC-25, all experimental groups showed a significant reduction in the percentage of cell viability (p<0.001) when compared to the control group, since, for the HSC line -3, only the 0.5 mM POH group showed no statistically significant difference compared to the control group (p= 0.9663). As for the anti-migratory capacity of POH, for the SCC-25 strain, the 40 μM cisplatin, 0.5 mM POH and 1.0 mM POH groups had a statistically significant reduction in cell migration when compared to the control group, at 12 h, on the other hand, within 24 h, only cisplatin showed anti-migratory activity (p≤ 0.05). For the HSC-3 strain, the 40 μM cisplatin and 1 mM POH groups showed statistical differences compared to the control group (p≤ 0.05), at 12 h and 24 h intervals. The ability of the POH molecule to bind to proteins responsible for cell cycle activation was evaluated using docking models. Among them, the protein GTPase Kras showed the best binding energy (-86.70 kcal/mol), featuring hydrogen bonds with residues THR58 (A) and ASP57 (A) and steric bonds with residues TRY32 (A) and ALA18 ( THE). The evidence from this study supports the idea that POH has antineoplastic activity on the CEO, suggesting that this molecule may be a strong candidate for the development of drugs aimed at the treatment of this pathology.

5
  • KEIVERTON RONES GURGEL PAIVA
  • INFLUÊNCIA DO INTERMEDIÁRIO PROTÉTICO NA SATISFAÇÃO E QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES REABILITADOS COM PRÓTESES UNITÁRIAS LIVRES DE METAL SOBRE IMPLANTES: UM ENSAIO CLÍNICO.

  • Orientador : PATRICIA DOS SANTOS CALDERON
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PATRICIA DOS SANTOS CALDERON
  • GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • WAGNER RANIER MACIEL DANTAS
  • KATIA RODRIGUES REIS
  • ANDRE ULISSES DANTAS BATISTA
  • Data: 27/04/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A qualidade de uma reabilitação implantossuportada vai além dos princípios de osseointegração necessitando de uma avaliação mais ampla, tanto do aspecto da função estética quanto do impacto desta sobre a satisfação e qualidade de vida do paciente. Objetivo: Avaliar de forma objetiva e subjetiva a função estética, a satisfação e a qualidade de vida dos pacientes reabilitados por meio de coroas livres de metal sobre implantes unitários instalados na região do sorriso utilizando intermediários protéticos pré-fabricados em titânio (GT) ou personalizados em zircônia (GZ). Materiais e métodos: Um ensaio clínico não randomizado-controlado e cego foi realizado com o agrupamento dos pacientes de forma sequenciada, a primeira metade teve um componente protético pré-fabricado em titânio (GT) instalado e a segunda um componente protético em zircônia (GZ). Todos os pacientes passaram por uma etapa de coroa provisória antes da coroa final livre de metal. As avaliações estéticas foram realizadas por meio dos instrumentos Pink Esthetic Score (PES) e White Esthetic Score (WES), a satisfação por meio da escala visual analógica – EVA e a qualidade de vida por meio do Oral Impactson Daily Performances (OIDP) e do Oral Health Impact Profile (OHIP-14). Resultados: Vinte e quatro pacientes foram incluídos, a média de idade foi de 40,03 anos. Foram instalados 26 implantes, 14 no GT e 12 no GZ, a região anterior teve 18 implantes instalados e a região posterior teve 08 implantes. As performances do OIDP foram influenciadas positivamente com a instalação do provisório em ambos os grupos, mantendo-se igual entre o provisório e a coroa final no GZ e aumentando no GT após a instalação da coroa final. No OHIP-14 todas as dimensões melhoraram com a instalação do provisório e melhoraram ainda mais com a instalação da coroa final. No tocante a satisfação, percebeu-se uma melhora com a instalação da coroa provisória, em ambos os grupos, e com a coroa final essa satisfação teve um novo aumento. Conclusão: A instalação de coroa livre de metal sobre implante desempenha um papel importante na melhoraria os níveis de satisfação e qualidade de vida dos pacientes. 


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The quality of implant-supported rehabilitation in addition to the principles of osseointegration, demands a wider assessment, both from the aesthetic point of view and its impact on the patient's satisfaction and quality of lifeObjectiveTo evaluate objectively and subjectively the aesthetic function, quality of life, and patient's satisfaction wearing metal-free crowns on single implants installed in the smile region using prefabricated titanium (GT) or customized zirconia (GZ) prosthetic abutments. Materials and methods: A nonrandomized controlled clinical trial was performed out with the sample arrangement in a sequenced manner; the first half had a prefabricated titanium abutment (GT) and the second half a zirconia abutment (GZ). All patients received a temporary restoration before the final crown. Aesthetic assessments were performed using the Pink Esthetic Score (PES) and White Esthetic Score (WES), satisfaction was assessed by a Visual Analog Scale (VAS), and quality of life by the Oral Impacts on Daily Performances (OIDP) and the Oral Health Impact Profile (OHIP-14). Results: Twenty-four patients were included, the mean age was 40.03 years. 26 implants were installed, 14 in GT and 12 in GZ, the anterior region had 18 placed implants and the posterior region had 08 implantsThe OIDP was positively influenced by the provisional crown in both groups, remaining the same for the final crowns on GZ and increasing on GT after installing the final crowns. On the OHIP-14 all dimensions improved after the provisional crown and further improved with the final crowns. For the satisfaction, an improvement was noticed by the provisional crown, in both groups, and the final crowns bring another increase in satisfaction. Conclusion: The placement of metal-free crowns on single implants can play an important role ithe improvement of the patient's satisfaction and quality of life. 

6
  • CRISTIANNE KALINNE SANTOS MEDEIROS
  • ANÁLISE COMPARATIVA DO TRATAMENTO DO ARDOR BUCAL COM TERAPIA A LASER DE BAIXA INTENSIDADE E ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NERVOSA TRASNCUTÂNEA: UM ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO

     
  • Orientador : PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMANDA KATARINNY GOES GONZAGA
  • ANTONIO ADILSON SOARES DE LIMA
  • EMELINE DAS NEVES DE ARAUJO LIMA
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • Data: 30/05/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O manejo de pacientes portadores de ardor bucal é um desafio no cotidiano clínico. Objetivo: Comparar o efeito da Terapia a Laser de Baixa Intensidade (LLLT) e da Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea (TENS) no tratamento do ardor bucal. Metodologia: Ensaio clínico randomizado, constituído por 25 pacientes com ardor bucal, dos quais, 12 foram alocados no grupo TENS e 13 no grupo LLLT. O teste análise de variância (ANOVA) dois fatores foi usado para verificar se existia diferença significativa entre os tempos T0, T1, T2 e T3 em relação a sintomatologia, investigada através da Escala Visual Analógica (EVA), e fluxo salivar não estimulado com as intervenções de TENS e LLLT. Resultados: A maioria dos pacientes foi do sexo feminino com média de idade no grupo TENS de 59,25 anos e no grupo LLLT de 62,08. A análise da EVA evidenciou diferença significativa intragrupos (p<0,001), sendo que no grupo TENS ocorreu entre os tempos T0xT1, T0xT2 e T0xT3, e no grupo LLLT, entre T0xT2 e T0xT3. Observou-se diferença significativa para EVA entre a interação dos tempos com os grupos analisados (p=0,034), cuja diferença foi encontrada entre os intervalos de tempo T2 e T3 (p=0,003), em que o escore da EVA diminuiu no grupo LLLT, e aumentou no grupo TENS. O teste de tendência linear em relação ao fluxo salivar não estimulado evidenciou diferença estatística intergrupos entre os tempos T1 e T2, uma vez que o fluxo salivar aumentou no grupo TENS e diminuiu no grupo LLLT (p=0,052). Conclusão: A TENS e a LLLT foram eficazes na redução dos sintomas do ardor bucal durante as sessões de tratamento, sendo que a LLLT apresentou melhor escore para EVA no acompanhamento pós-tratamento. Adicionalmente, nenhuma das terapias empregadas apresentaram efeitos adversos.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The management of patients with burning mouth is a challenge in the clinical routine. Objective: To compare the effect of low-level laser therapy (LLLT) and transcutaneous electrical nerve stimulation (TENS) in the treatment of burning mouth. Methodology: Randomized clinical trial, consisting of 25 patients with burning mouth, of which 12 were allocated to the TENS group and 13 to the LLLT group. The two-way analysis of variance (ANOVA) test was used to verify whether there was a significant difference between the times T0, T1, T2 and T3 in relation to symptomatology, investigated through the Visual Analog Scale (VAS), and unstimulated salivary flow with TENS and LLLT interventions. Results: Most partients were female with a mean age of 59.25 years in the TENS group and 62.08 in the LLLT group. The VAS analysis showed a significant intragroup difference (p<0.001), and in the TENS group it occurred between T0xT1, T0xT2 and T0xT3, and in the LLLT group, between T0xT2 and T0xT3. There was a significant difference for VAS between the interaction of times with the analyzed groups (p=0.034), whose difference was found between the time intervals T2 and T3 (p=0.003), in which the VAS score decreased in the LLLT group and increased in the TENS group. The linear trend test in relation to unstimulated salivary flow showed a statistical difference intergroup between T1 and T2 times, since salivary flow increased in the TENS group and decreased in the LLLT group (p=0.052). Conclusion: TENS and LLLT were effective in reducing the symptoms of burning mouth during treatment sessions, and LLLT presented a better VAS score after treatment follow-up. Additionally, none of the therapies employed had adverse effects.

7
  • JANAÍNA LESSA DE MORAES DOS SANTOS
  • PERFIL IMUNO-HISTOQUÍMICO DE MARCADORES ASSOCIADOS À TRANSIÇÃO EPITELIAL-MESENQUIMAL EM LESÕES ODONTOGÊNICAS EPITELIAIS BENIGNAS 

  • Orientador : LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
  • PEDRO PAULO DE ANDRADE SANTOS
  • AMANDA KATARINNY GOES GONZAGA
  • HIANNE CRISTINNE DE MORAIS MEDEIROS
  • LEORIK PEREIRA DA SILVA
  • Data: 21/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • Os cistos e tumores odontogênicos apresentam uma alta porcentagem entre as lesões que acometem o complexo maxilomandibular e algumas delas podem exibir comportamento clínico-biológico mais agressivo. Na transição epitelial-mesenquimal (TEM), as células epiteliais perdem propriedades fenotípicas características de células epiteliais e adquirem propriedades características das células mesenquimais, incluindo maior motilidade e capacidade de invasão, através da regulação de fatores centrais de transcrição e suas vias associadas. Dessa forma, o presente trabalho buscou analisar e comparar a expressão imuno-histoquímica de proteínas envolvidas no processo de TEM (Zeb1, E-caderina, N-caderina e vimentina) em lesões odontogênicas epiteliais benignas. A amostra consistiu de 88 casos de lesões odontogênicas, das quais compreendem 28 casos de ameloblastoma (AB), 30 de ceratocisto odontogênico (CO) e 30 de cisto dentígero (CD). Todos os espécimes submetidos à técnica imuno-histoquímica foram avaliados por microscopia de luz, e submetidos à escolha aleatória de 5 (cinco) campos, os quais foram fotografados em um aumento de 40x. A avaliação da expressão de cada marcador, a partir da análise em seu compartimento celular específico, foi feita através da multiplicação dos escores associados à porcentagem de células imunorreativas pelos escores relacionados à intensidade da coloração, sendo este resultado definido como baixa expressão ou alta expressão, conforme metodologia utilizada. As associações foram feitas através do teste de Qui-quadrado e as correlações através do teste de correlação de Spearman. O nível de significância foi estabelecido em 5% (p < 0,05). Os resultados foram estatisticamente significativos nas variáveis epidemiológicas de região da lesão, aspecto radiográfico e tamanho da lesão. Por sua vez, a imuno-histoquímica evidenciou uma correlação positiva e moderada entre Zeb1 nuclear e E-caderina membranar, Zeb1 citoplasmática e E-caderina membranar , e entre E-caderina e vimentina citoplasmáticas nos casos de AB; uma correlação positiva moderada entre Zeb1 nuclear e vimentina citoplasmática, e entre Zeb1 e vimentina citoplasmáticas nos casos de cisto dentígero. Por conseguinte, foi possível concluir que Zeb1 pode não atuar diretamente nas vias responsáveis pelo desenvolvimento e crescimento dessas lesões estudadas, e E-caderina, N-caderina e vimentina podem fazer parte de um processo de TEM parcial que ocorreria nas lesões odontogênicas epiteliais benignas estudadas.


  • Mostrar Abstract
  • Odontogenic cysts and tumors present a high percentage of the lesions that affect the maxillomandibular complex and some of them may exhibit a more aggressive clinical-biological behavior. In the epithelial-mesenchymal transition (EMT), epithelial cells lose phenotypic properties characteristic of epithelial cells and acquire properties characteristic of mesenchymal cells, including increased motility and invasiveness, through the regulation of central transcription factors and their associated pathways. Thus, the present study aimed to analyze and compare the immunohistochemical expression of proteins involved in the EMT process (Zeb1, E-cadherin, N-cadherin, and vimentin) in benign epithelial odontogenic lesions. The sample consisted of 88 cases of odontogenic lesions, comprising 28 cases of ameloblastoma (AB), 30 of odontogenic keratocyst (OK), and 30 of dentigerous cyst (DC). All specimens submitted to the immunohistochemical technique were evaluated by light microscopy and submitted to the random choice of 5 (five) fields, which were photographed at a 40x magnification. The evaluation of the expression of each marker, based on the analysis in its specific cellular compartment, was performed by multiplying the scores associated with the percentage of immunoreactive cells by the scores related to the intensity of staining. Such a result was defined as low expression or high expression, according to the methodology choosen. The associations were made using the chi-square test and the correlations through the Spearman correlation test. The significance level was set at 5% (p < 0.05). The results were statistically significant in the epidemiological variables of the lesion region, radiographic appearance, and lesion size. In turn, immunohistochemistry showed a positive and moderate correlation between nuclear Zeb1 and membrane E-cadherin, cytoplasmic Zeb1 and membrane E-cadherin, and between cytoplasmic E-cadherin and vimentin in cases of AB; a moderate positive correlation between nuclear Zeb1 and cytoplasmic vimentin, and between cytoplasmic Zeb1 and vimentin in cases of dentigerous cyst. Therefore, it was possible to conclude that Zeb1 may not act directly on the pathways responsible for the development and growth of these studied lesions, and E-cadherin, N-cadherin, and vimentin may be part of a partial EMT process that would occur in the studied benign epithelial odontogenic lesions.

8
  • DÁUREA ADÍLIA CÓBE SENA
  • ESTUDO DA IMUNOEXPRESSÃO DE PROTEINAS ENVOLVIDAS NA TRANSIÇÃO EPITÉLIO-MESENQUIMA EM TUMORES DE GL NDULA SALIVAR

  • Orientador : LELIA BATISTA DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMANDA KATARINNY GOES GONZAGA
  • JAMILE MARINHO BEZERRA DE OLIVEIRA MOURA
  • LEAO PEREIRA PINTO
  • LELIA BATISTA DE SOUZA
  • LEORIK PEREIRA DA SILVA
  • Data: 23/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • Os tumores de glândula salivar (TGS) apresentam notável complexidade clínica e biológica, razão para a qual muitos estudos investigam os eventos envolvidos na sua progressão. Uma das dinâmicas envolvidas na invasão tumoral de diversos tipos de carcinomas é a transição epitélio-mesênquima (TEM). Neste processo, as células epiteliais sofrem transição para um estado mesenquimal móvel, favorecendo a invasão e metástase. Para adquirir este fenótipo, as células epiteliais reduzem a expressão da E-caderina e aumentam a expressão de Twist1, Snail1, vimentina (VM) e metaloproteinases de matriz (MMPs). Aliado a isso, os miofibroblastos, presentes no estroma, expressam alfa-actina de músculo liso (α-SMA) e modulam a progressão tumoral. Sendo assim, esta pesquisa analisou a expressão imuno-histoquímica de algumas proteínas envolvidas no processo da TEM em uma série de casos de TGS, correlacionando-os entre si e com parâmetros clinicopatológicos. Foram selecionados 20 casos de Adenoma pleomórfico (AP), 20 casos de Carcinoma mucoepidermoide (CME), 20 casos de Carcinoma adenoide cístico (CAC), 10 casos de Adenocarcinoma polimorfo (ACP), 10 casos de Carcinoma epitelial-mioepitelial (CEME) e 10 casos de Carcinoma ex-adenoma pleomórfico (CexAP). A análise de E-caderina, Twist1, Snail1 foi realizada em parênquima tumoral sendo observado o percentual de células positivas (PP), com escores variando de 0 a 4 e a intensidade de expressão (IE), cujos escores variaram de 0 a 3. A avaliação de MMP-9 foi realizada em parênquima e estroma tumoral, também avaliando-se a PP e a IE, ambos baseados em escores que variaram de 0 a 3. A marcação para α-SMA e VM foi analisada em região de estroma tumoral. Células positivas para α-SMA foram contabilizadas em 10 campos, obtendo-se, então a média. A VM foi avaliada de forma qualitativa, utilizando-se 4 escores de acordo com a IE e se a marcação foi difusa ou focal. Os dados obtidos foram analisados no software Statistical Package for Social Science, GraphPad Prism e STATA. O nível de significância de 5% foi adotado para os testes estatísticos. Os pacientes do estudo foram principalmente do sexo feminino, com média de idade de 49,8 anos; as glândulas salivares maiores, foram o sítio anatômico mais afetado, predominantemente a parótida. Foi verificada menor imunomarcação de E-caderina nos APs em relação às neoplasias malignas de glândula salivar (NMGS). Observou-se baixa imunoexpressão de Twist1 e Snail1 em APs. Em relação a expressão nuclear do Twist1, constatou-se maior expressão nas neoplasias malignas quando comparadas aos APs. Ainda, Twist1 em núcleo foi correlacionado à expressão citoplasmática de E-caderina nas NMGS. No que concerne aos parâmetros clinicopatológicos, esta proteína se relacionou estatisticamente com maiores chances de óbito. A imunoexpressão do Twist1 em citoplasma, demonstrou perda da expressão nos CACs em comparação aos CMEs, ACPs e CEMEs. Foi evidenciada baixa imunoexpressão de Snail1 entre as NMGS. No entanto, na análise dos CACs, foi verificada maior expressão nuclear na variante sólida em relação às demais. A expressão de MMP-9 em parênquima demonstrou correlação positiva com Twist1 citoplasmático e Snail1nuclear nas NMGS. A MMP-9 também apresentou correlação positiva na comparação da sua imunoexpressão em região de parênquima e de estroma. A VM se apresentou como um biomarcador a ser considerado na avaliação clínica dos pacientes, já que esta apresentou relação significativa com tamanho do tumor (T3-T4) e maior frequência de óbito. Ademais, a alta expressão desta proteína se apresentou como um fator preditivo independente para piores taxas de sobrevida global (SG). A avaliação dos demais fatores clinicopatológicos apresentou estágios clínicos avançados como indicador de valor prognóstico independente para menores taxas de SG, enquanto que para a sobrevida livre da doença, estes foram a localização em glândula salivar menor e presença de metástase à distância. Nossos resultados sugerem que o processo de TEM pode estar relacionado ao estágio de diferenciação celular em APs e à progressão tumoral nas NMGS. Ressalta-se, também, maior participação de Twist1 e MMP-9 no cenário da TEM em tumores malignos de glândula salivar, além da possibilidade de utilização da VM como indicador de valor prognóstico.


  • Mostrar Abstract
  • Salivary gland tumors (SGTs) present remarkable clinical and biological complexity; therefore, many studies investigate the events involved in their progression. One of the dynamics involved in the tumor invasion of different types of carcinomas is the epithelial-mesenchymal transition (EMT). In this process, epithelial cells undergo a transition to a mobile mesenchymal state, favoring invasion and metastasis. To acquire this phenotype, epithelial cells reduce the expression of E-cadherin and increase the expression of Twist1, Snail1, vimentin (VM), and matrix metalloproteinases (MMPs). In addition, myofibroblasts, located in the stroma, express smooth muscle alpha-actin (α-SMA) and are known to modulate tumor progression. Therefore, this research analyzed the immunohistochemical expression of some proteins involved in EMT in a series of SGTs cases; correlations among the biomarkers, as well as between the biomarkers and clinicopathological parameters were made. We selected 20 cases of pleomorphic adenoma (PA), 20 cases of mucoepidermoid carcinoma (MEC), 20 cases of adenoid cystic carcinoma (ACC), 10 cases of polymorphous adenocarcinoma (PAC), 10 cases of epithelial-myoepithelial carcinoma (EMC) and 10 cases of carcinoma ex-pleomorphic adenoma (CXPA). E-cadherin, Twist1, and Snail1 were analyzed in tumor parenchyma, observing the percentage of positive cells (PP) using scores ranging from 0 to 4, and the expression intensity (EI), whose scores were ranged from 0 to 3. The evaluation of MMP-9 was performed in tumor parenchyma and stroma, also evaluating PP and IE, both based on scores that ranged from 0 to 3. The labeling for α-SMA and VM was analyzed in stromal cells. Positive cells for α-SMA were counted in 10 fields and the mean was calculated. VM was evaluated qualitatively, using 4 scores according to EI and whether the labeling was diffuse or focal. Obtained data were analyzed using Statistical Package for Social Science, GraphPad Prism, and STATA software. The significance level of 5% was adopted for the statistical tests. Patients were mostly female, with a mean age of 49.8 years; the major salivary glands were the most affected anatomical site, mainly the parotid gland. A lower E-cadherin immunostaining was verified in PAs in comparison to malignant neoplasms of salivary glands (MNSGs). Low immunoexpression of Twist1 and Snail1 was observed in PAs. Regarding the nuclear expression of Twist1, it was found greater expression in malignant neoplasms than in PAs. Furthermore, Twist1 in the nucleus was correlated with cytoplasmic expression of E-cadherin in MNSGs. Regarding clinicopathological parameters, this protein was statistically related to higher chances of death. Twist1 immunoexpression in cytoplasm showed loss of expression in CACs compared to MECs, PACs, and EMCs. Low immunoexpression of Snail1 was evidenced among the MNSGs. However, in the analysis of CACs, greater nuclear expression was observed in the solid variant compared to the others. Expression of MMP-9 in parenchyma showed a positive correlation with cytoplasmic Twist1 and Snail1nuclear in MNSGs. MMP-9 also showed a positive correlation when comparing its immunoexpression in the parenchyma and the stroma. VM was presented as a biomarker to be considered in the clinical evaluation of patients since it showed a significant correlation between greater tumor size and a higher frequency of death. Furthermore, the high expression of this protein appeared as an independent predictive factor for worse overall survival (OS) rates. The evaluation of the rest of the clinicopathological factors showed advanced clinical stages as an indicator of independent prognostic value for lower rates of OS. For disease-free survival, these indicators were the location in the minor salivary gland and the presence of distant metastasis. Our results suggest that the EMT may be related to myoepithelial differentiation in PAs and tumor progression in MNSGs. Also, Twist1 and MMP-9 appear to play a greater role in the scenario of EMT in MNSGs; finally, VM might be used as a prognostic value indicator.

9
  • MOAN JÉFTER FERNANDES COSTA
  • AVALIAÇÃO IN SILICO DA AFINIDADE DE DROGAS AO RECEPTOR TRPA1 COMO PREDITOR PARA O MANEJO FARMACOLÓGICO DA SENSIBILIDADE PROVOCADA PELO CLAREAMENTO DENTÁRIO

  • Orientador : BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • MARILIA REGALADO GALVAO RABELO CALDAS
  • DÉBORA MICHELLE GONÇALVES DE AMORIM
  • LETICIA VIRGINIA DE FREITAS CHAVES
  • Data: 27/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Reduzir a sensibilidade do clareamento dental em consultório representa um desafio para os profissionais. Pesquisadores associaram o bloqueio do receptor de dor TRPA1 com a redução da sensibilidade ao clareamento. No entanto, a afinidade química dos analgésicos/anti-inflamatórios para o TRPA1 ainda precisa ser averiguada. Objetivo: Realizar uma triagem virtual de múltiplos medicamentos (analgésicos e anti-inflamatórios) para verificar a afinidade química pelo receptor TRPA1. Metodologia: A estrutura cristalina das proteínas do receptor TRPA1 foi recuperada do Protein Data Bank. Os códigos SMILES dos ligantes foram extraídos do PubChem. A energia de ligação do complexo foi obtida em ∆G - kcal/mol pelo AutoDock Vina© e replicada nos servidores SwissDock©, Dockthor© e CbDock©. LigPlus© confirmou os sítios de ligação. Resultados: Apesar dos antagonistas dos receptores analisados apresentarem alta afinidade, codeína e dexametasona apresentaram regularidade em todos os servidores, mesmo apresentando valores de energia de ligação de -7,9 kcal/mol para codeína e -8,1 kcal/mol para dexametasona. Conclusão: A codeína e a dexametasona podem ser drogas potenciais para controlar a sensibilidade ao clareamento dental caso atinjam o receptor TRPA1 da polpa dentária.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Reducing in-office tooth bleaching sensitivity represents a challenge for professionals. Researchers have associated the block of the pain receptor TRPA1 with reducing bleaching sensitivity. However, the chemical affinity of analgesic/anti-inflammatory drugs to the TRPA1 needs to be verified. Objective: To perform a virtual screening of multiple drugs (analgesic and anti-inflammatory drugs) to verify chemical affinity for the TRPA1 receptor. Methodology: The crystal structure of the TRPA1 receptor proteins was retrieved from the Protein Data Bank. The SMILES codes of the ligands were extracted from PubChem. The binding energy of the complex was obtained in ∆G - kcal/mol by AutoDock Vina© and replicated in the webservers SwissDock©, Dockthor©, and CbDock©. LigPlus© confirmed the binding sites. Results: Although the receptor antagonists analyzed showed high affinity, codeine and dexamethasone showed regularity among all servers, even showing binding energy values of -7.9 kcal/mol for codeine and -8.1 kcal/mol for dexamethasone. Conclusion: Codeine and dexamethasone may be potential drugs to manage tooth bleaching sensitivity if they reach the dental pulp TRPA1 receptor.

10
  • RAUL ELTON ARAUJO BORGES
  • VALIDADE E CONFIABILIDADE DO INSTRUMENTO DE DIAGNÓSTICO EPIDEMIOLÓGICO DA DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR- IDE/DTM

  • Orientador : PATRICIA DOS SANTOS CALDERON
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARGARETE RIBEIRO DA SILVA
  • EVELYN MIKAELA KOGAWA
  • GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • PATRICIA DOS SANTOS CALDERON
  • PAULO CESAR RODRIGUES CONTI
  • Data: 15/08/2022

  • Mostrar Resumo
  •  

    Introdução: A disfunção temporomandibular é um problema de saúde bucal bastante subnotificado. Além disso, o seu diagnóstico é complexo e exige o uso de instrumentos válidos e confiáveis para uso em estudos epidemiológicos. Objetivo: Validar o instrumento de diagnóstico epidemiológico da DTM (IDE/DTM), com aplicabilidade para estudos epidemiológicos nacionais. Metodologia: Trata-se de um estudo de validação, foram avaliadas a validade da estrutura interna através da Análise Fatorial Exploratória (AFE), confiabilidade (consistência interna; interobservadores e intraobservador) e a validade convergente do IDE/DTM usando os Critérios de Diagnóstico para Disfunção Temporomandibular (DC/TMD) como padrão-ouro. Resultados: O teste de Bartlett’s (X2 = 734.645; p< 0,001) e a medida Kaiser-Meyer-Olkin (KMO=0,746) de adequação da amostragem para AFE foram significativos. A AFE mostrou 3 fatores (DTM Muscular, DTM Articular e Diagnóstico diferencial) com todos os itens com cargas fatoriais > 0.4, que explicaram 73,3% da variância total. Boa consistência interna com alfa de Cronbach= 0,775. A confiabilidade variou entre substancial e excelente, reprodutibilidade interobservadores (Kappa=0,79-1,00; ICC=0,91-0,97, p< 0,001) e intraobservador (Kappa= 0,75-0,94, ICC=0,80-0,95; p< 0,001). O escore total do IDE/DTM apresentou  critérios de diagnósticos válidos e satisfatórios segundo o DC/TMD (Kappa= 0,906; p<0,001), com capacidade para diferenciar indivíduos sem e com DTM com ponto de corte de 4,9 (Sensibilidade=1,0; Especificidade= 1,0; AUR=1,0), DTM Mista com ponto de corte de 14 ou mais (Sensibilidade=0,8; Especificidade=1,0; AUR=0,987), e DTM Muscular (Sensibilidade=1,0; Especificidade= 0,88; VPP= 0,89; VPN= 1,0) ou DTM Articular (Sensibilidade=0,95; Especificidade= 0,87; VPP= 0,83; VPN=0,96) com ponto de corte entre 5-13,9 pontos, sendo o diagnóstico obtido a partir da maior pontuação em cada fator (Muscular ou Articular). Conclusão: O IDE/DTM é um instrumento de avaliação válido e confiável, com propriedades psicométricas adequadas e satisfatórias, capaz de diagnosticar pessoas com DTM e classificar o subtipo da condição (Muscular, Articular e Mista). Por fim, o IDE/DTM se configura como um questionário brasileiro importante que deve ser utilizado para a realização de levantamentos epidemiológicos sobre DTM, e em serviços de saúde bucal como uma ferramenta de triagem mais rápida e simples que o DC/TMD.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Temporomandibular disorders (TMD) is a highly underreported oral health problem. In addition, its diagnosis is complex and requires the use of valid and reliable instruments for use in epidemiological studies. Objective: To validate the Epidemiological Diagnostic Instrument for TMD (EDI/TMD), with applicability for national epidemiological studies. Methodology: This is a validation study, internal structure validity through Exploratory Factor Analysis (EFA), reliability (internal consistency; interobserver and intraobserver), and convergent validity of the EDI/TMD were assessed using the Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (DC/TMD) as the gold standards. Results:  Bartlett’s test (X2 = 734.645; p< 0,001) and the Kaiser–Meyer–Olkin (KMO=0,746) measure of sampling adequacy was obtained. AFE showed tree factors (Muscle TMD, Joint TMD, and Differential Diagnosis) with all items having factor loadings > 0.4, which explained 73.3% of the total variance. Good internal consistency with Cronbach's alpha= 0.775. Reliability ranged from substantial to excellent, reproducibility interobserver (Kappa=0.79-1.00, ICC=0.91-0.97, p< 0.001) and intraobserver (Kappa= 0.75-1.00, ICC=0.80-0.95; p< 0.001). The EDI/TMD total score showed valid and satisfactory diagnostic criteria according to the DC/TMD (Kappa= 0.906; p<0.001), with the ability to differentiate between individuals without and with TMD with a cut-off point of 4.9 (Sensitivity=1.0; Specificity=1.0; AUR=1.0); Mixed TMD with a cut-off point of 14 or more (Sensitivity=0.8; Specificity=1.0; AUR=0.987); and either Muscles TMD (Sensitivity=1.0; Specificity= 0.88; PPV= 0.89; NPV=1.0) or Joint TMD (Sensitivity=0.95; Specificity= 0.87; PPV= 0.83; NPV=0.96), with a cut-off point between 5-13.9, with the diagnosis obtained from the highest score in each factor (Muscles or Joint). Conclusion: The EDI/TMD is a valid and reliable assessment tool, with adequate and satisfactory psychometric properties, capable of diagnosing people with TMD and classifying the subtype of the condition (Muscle, Joint, and Mixed). Finally, the EDI/TMD is an important Brazilian questionnaire that should be used for TMD epidemiological surveys and in oral health services as a faster and simpler screening tool than the DC/TMD.

11
  • FRANCISCO LEONARDO DA SILVA JUNIOR
  • AVALIAÇÃO DA UTILIZAÇÃO DO PROBIÓTICO LACTOBACILUS CASEI ADJUNTO A TERAPIA PERIODONTAL EM MODELO EXPERIMENTAL DE PERIODONTITE : UMA RELAÇÃO ENTRE PERIODONTO E INTESTINO

  • Orientador : ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • EULER MACIEL DANTAS
  • FERNANDO JOSE DE OLIVEIRA NOBREGA
  • SABRINA GARCIA DE AQUINO
  • Data: 17/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • A periodontite é uma condição crônica inflamatória que pode influenciar a microbiota intestinal. O tratamento padrão ouro para a periodontite inclui a raspagem e o alisamento corono-radicular, porém em casos complexos pode-se utilizar terapias adjuvantes, como os probióticos. A utilização deste tratamento adjuvante poderá contribuir para a melhoria da condição periodontal e a simbiose intestinal. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito na inflamação periodontal e intestinal da utilização do Lactobacillus casei (LC) adjunto a raspagem e alisamento corono-radicular (RACR) em camundongos Balb/c com periodontite, induzida por ligadura. Este estudo foi um ensaio pré-clínico, in vivo, randomizado, cego e controlado por placebo, constituído por 40 camundongos Balb/c machos. Os animais foram submetidos a indução da periodontite por colocação de ligadura com fio de seda 4.0 ao redor do segundo molar superior direito. A amostra foi dividida em 4 grupos, cada um com 10 animais: Grupo I: Sem Periodontite e sem RACR; Grupo II: Com Periodondite e sem RACR; Grupo III: Com Periodontite e com RACR ; Grupo IV: Com Periodontite e  com RACR + administração de LC, por gavagem, durante 30 dias. Foram realizadas análises  de citocinas pelo método ELISA no tecido gengival ( IL-6), intestinal ( IL-1β, IL-6 e IL-10) e sanguíneo (IL-1β e  IL-6),  o sangue também foi submetido a análises  bioquímicas (TGO, TGP, ureia e creatinina) e contagem diferencial de leucócitos. Foram coletados fragmentos do intestino grosso desses animais e analisados quanto a biomarcadores do estresse oxidativo (SOD, GSH e MDA), atividade da acetilcolinesterase (AChE) e foram realizadas contagem da população de Bactérias Produtoras de Ácido Láctico das fezes dos animais. A utilização do LC adjunto a RACR resultou em uma redução na expressão da IL-6 no tecido gengival de camundogos com Periodontite (p < 0,05), para as inteleucinas saguineas (IL-1β e  IL-6), não houve diferenças entre os grupos (p > 0,05). Já para as citocinas intestinais hoveu uma redução na expressão de IL-10 (p < 0,05), para os grupos que apresentaram a Periodontite. Com relação ao estresse oxidativo intestinal os animais do Grupo III e IV tiveram uma redução dos níveis de MDA (p < 0,05), para a SOD e o GSH, não houve diferenças significativas entre os 4 grupos pesquisados (p < 0,05). Conclui-se que o uso de LC adjunto a RACR em camungongos com periodontite induzida por ligadura pode reduzir a liberação de IL-6 no tecido gengival. Com relação aos efeitos intestinais foram encontrados dois efeitos: O primeiro relacionado a modulação da resposta  inflamatória, com a redução de MDA, nos animais que receberam o tratamento periodontal. E o segundo relacionado a um efeito pró-inflamatório, com a redução da expressão da IL-10.


  • Mostrar Abstract
  • Periodontitis is a chronic inflammatory condition that can influence the gut microbiota. The gold standard treatment for periodontitis includes scaling and crown-root planing, but in complex cases adjuvant therapies such as probiotics can be used. The use of this adjuvant treatment may contribute to the improvement of periodontal condition and intestinal symbiosis. The aim of this study was to evaluate the effect on periodontal and intestinal inflammation of the use of Lactobacillus casei (LC) adjunct to scaling and root planing (RACR) in Balb/c mice with ligature-induced periodontitis. This study is a preclinical, in vivo, randomized, blinded, placebo-controlled trial consisting of 40 male Balb/c mice. The animals were submitted to periodontitis induction by placing a 4.0 silk suture ligature around the upper right second molar. The sample was divided into 4 groups, each with 10 animals: Group I: Without Periodontitis and without RACR; Group II: With Periodontitis and without RACR; Group III: With Periodontitis and with RACR; Group IV: With Periodontitis and with RACR + administration of LC, by gavage, for 30 days. Cytokine analyzes were performed by the ELISA method in gingival tissue (IL-6), intestinal tissue (IL-1β, IL-6 and IL-10) and blood (IL-1β and IL-6), the blood was also subjected to analysis biochemical (TGO, TGP, urea and creatinine) and differential leukocyte count. Fragments of the large intestine of these animals were collected and analyzed for biomarkers of oxidative stress (SOD, GSH and MDA), acetylcholinesterase (AChE) activity, and the population of Lactic Acid-Producing Bacteria in the animals' feces was counted. The use of LC adjunct to RACR resulted in a reduction in the expression of IL-6 in the gingival tissue of mice with Periodontitis (p < 0.05), for the blood inteleukins (IL-1β and IL-6), there were no differences between the groups (p > 0.05). As for intestinal cytokines, there was a reduction in the expression of IL-10 (p < 0.05), for the groups that presented Periodontitis. Regarding intestinal oxidative stress, the animals in Groups III and IV had a reduction in MDA levels (p < 0.05), for SOD and GSH, there were no significant differences between the 4 groups studied (p < 0.05 ). It is concluded that the use of LC adjunct to RACR in mice with ligation-induced periodontitis can reduce the release of IL-6 in the gingival tissue. Regarding the intestinal effects, two effects were found: The first related to the modulation of the inflammatory response, with the reduction of MDA, in the animals that received periodontal treatment. And the second related to a pro-inflammatory effect, with the reduction of IL-10 expression.

12
  • NATHALIA RAMOS DA SILVA
  • Cimentação adesiva de cerâmicas vítreas para CAD/CAM: efeito do tipo de sistema adesivo e do envelhecimento em longo prazo na resistência de união ao cimento resinoso

  • Orientador : RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • SAMIRA ALBUQUERQUE DE SOUSA
  • DAYANNE MONIELLE DUARTE MOURA
  • RENATA MARQUES DE MELO
  • Data: 24/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo desta pesquisa é avaliar o efeito do tipo de sistema adesivo e do envelhecimento na molhabilidade e resistência de união das cerâmicas vítreas aoao cimento resinoso. Blocos de silicato de lítio (SL - Celtra Duo, Dentsply Sirona), feldspática (FD - Vita Mark II, VITA Zahnfabrik) e cerâmica infiltrada por polímero (PIC - Vita Enamic, VITA Zahnfabrik) foram seccionados (N=96, 10 x 12 x 2 mm), incluídos e divididos aleatoriamente em 24 grupos de acordo com os fatores: “Cerâmica” (SL, FD e PIC), “Adesivo” (CONT–controle sem adesivo; C2P–adesivo convencional de 2 passos; C3P–adesivo convencional de 3 passos; UNV–adesivo universal) e “Envelhecimento” (SE-sem; CE–com). Após o tratamento das cerâmicas, cilindros (n=15, Ø = 2 mm e altura = 2 mm) de cimento resinoso (RelyX Ultimate, 3M ESPE) foram confeccionados (4 cilindros/bloco) e metade das amostras foram armazenadas em água destilada a 37°C por 24h (SE) e metade foi submetida à termociclagem 10.000 ciclos e armazenamento em água a 37°C por 18 meses (CE). Em seguida, as amostras foram submetidas ao teste de resistência de união ao cisalhamento a fio (RUC - 100 KgF, 1 mm/min), análises de falhas, mensuração do ângulo de contato e análise da interface por meio da microscopia eletrônica de varredura (MEV). Os dados da RUC (MPa) e ângulo de contato foram analisados pelo ANOVA-2 fatores e ANOVA-1 fator, respectivamente, e Tukey (5%). A análise de Weibull foi realizada para a RUC. ANOVA-2 fatores revelou que o fator “Adesivo” foi significativo apenas para as cerâmicas SL (p<0,0001) e FD (p=0,0079). Já a interação Adesivo/Envelhecimento (p=0,0015) e “Envelhecimento” (p=0,0008) foram significativos apenas para SL. Para SL, após o envelhecimento os grupos CE_UNV (22,18± 7,74CD) e CE_C2P (17,32± 5,86D) foram inferiores ao controle (30,30± 6,11A). Apenas o grupo UNV apresentou redução significativa após envelhecimento. Para FD, C2P apresentou a menor RUC em relação aos demais grupos. PIC apresentou similaridade da RUC entre todos os grupos. O ângulo de contato de UNV apresentou o menor valor para SL (55,27°) e FD (51,34°). Para PIC, C3P apresentou o maior ângulo (63,00°) e CONT o menor (49,83°). Portanto, a aplicação de um adesivo não foi benéfica para a adesão cerâmica cimento. Ademais, o uso de C2P e UNV após silanização da cerâmica SL e C2P para FD deve ser avaliada com precaução, já que a resistência de união foi reduzida em comparação ao grupo controle após o envelhecimento.


  • Mostrar Abstract
  • The aim of this study is to evaluate the effect of the type of adhesive system and aging on the wettability and bond strength of glass ceramics to resin cement. Lithium silicate (SL - Celtra Duo, Dentsply Sirona), feldspathic (FD - Vita Mark II, VITA Zahnfabrik) and polymer-infiltrated ceramic (PIC - Vita Enamic, VITA Zahnfabrik) blocks were sectioned (N=96, 10 x 12 x 2 mm), included and randomly divided into 24 groups according to the factors: “Ceramics” (SL, FD and PIC), “Adhesive” (CONT–control without adhesive; C2P–conventional 2-step adhesive; C3P–adhesive conventional 3-step; UNV–universal adhesive) and “Aging” (SE-non-aged; CE-aged). After the ceramic treatment, cylinders (n=15, Ø = 2 mm and height = 2 mm) of resin cement (RelyX Ultimate, 3M ESPE) were made (4 cylinders/block) and half of the samples were stored in distilled water at 37°C for 24h (SE) and half were subjected to thermocycling 10,000 cycles and storage in water at 37°C for 18 months (EC). Then, the samples were submitted to the shear bond strength test with wire (RUC - 100 KgF, 1 mm/min), failure analysis, contact angle measurement and interface analysis by means of scanning electron microscopy (SEM). RUC (MPa) and contact angle data were analyzed by 2-way ANOVA and 1-way ANOVA, respectively, and Tukey (5%). Weibull analysis was performed for RUC. 2-way ANOVA revealed that the “Adhesive” factor was significant only for SL (p<0.0001) and FD (p=0.0079) ceramics. The Adhesive/Aging interaction (p=0.0015) and “Aging” (p=0.0008) were significant only for SL. For SL, after aging, the CE_UNV (22.18± 7.74CD) and CE_C2P (17.32± 5.86D) groups were lower than the control (30.30± 6.11A). Only the UNV group showed a significant decrease after aging. For FD, C2P had the lowest RUC in relation to the other groups. PIC showed similarity of RUC between all groups. The UNV contact angle presented the lowest value for SL (55.27°) and FD (51.34°). For PIC, C3P presented the highest angle (63.00°) and CONT the smallest (49.83°). Therefore, the application of an adhesive was not beneficial for ceramic-cement adhesion. Furthermore, the use of C2P and UNV after silanization of SL and C2P ceramics for FD should be evaluated with caution, as the bond strength was reduced compared to the control group after aging.

13
  • MARCELO LEITE MACHADO DA SILVEIRA
  • Avaliação dos padrões cardiovasculares e da concentração sérica de catecolaminas em pacientes submetidos à cirurgia oral sob anestesia local com vasoconstrictor adrenérgico.

  • Orientador : ADRIANO ROCHA GERMANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANO ROCHA GERMANO
  • WAGNER RANIER MACIEL DANTAS
  • EDUARDO DIAS DE ANDRADE
  • FRANCISCO SAMUEL RODRIGUES CARVALHO
  • RICARDO JOSÉ HOLANDA VASCONCELOS
  • Data: 31/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Objetivos: Um ensaio clínico controlado e randomizado foi desenvolvido para avaliar os efeitos cardiovasculares do uso de anestésicos locais com vasoconstrictores (ALVC) em pacientes saudáveis e com hipertensão submetidos à exodontias utilizando lidocaína com epinefrina 1:100.000. Materiais e métodos: Vinte pacientes foram divididos em grupos experimental (GE – pacientes hipertensos) e controle (GC – pacientes normotensos). As variáveis analisadas foram a frequência cardíaca (FC), saturação de oxigênio (SO2), pressão arterial sistólica e diastólica (PAsis e PAdias), concentração sérica de catecolaminas (dopamina, epinefrina e norepinefrina), extrassístoles ventriculares e supraventriculares (ESV e ESSV respectivamente) e depressão do segmento do ST. Os dados foram colhidos em três momentos distintos (inicial, trans e final). Amostras de sangue foram coletadas para a mensuração das catecolaminas e um aparelho de Holter foi utilizado para coleta de dados do eletrocardiograma incluindo um período de avaliação de 24 horas pós-operatório. Foram utilizados o teste de Mann-Whitney para identificar diferenças entre os grupos e o teste de Friedman com o pós-teste de Wilcoxon ajustado para a avaliação intragrupos das amostras repetidas. Resultados: O GE apresentou menor SO2 no momento inicial (p = 0,001) enquanto a PAsis apresentou diferença estatística para os três momentos de avaliação com o GE apresentando os maiores valores. As ESV foram maiores para o GE no período de avaliação de 24 horas pós-operatório (p = 0,041). As ESSV e as catecolaminas séricas foram similares nos dois grupos. A análise intragrupo revelou diferença significativa na avaliação da PAsis para o GE com o período trans operatório apresentando os maiores valores. Já avaliação das extrassístoles demonstrou que o período de 24 horas pós-operatório teve a maioria dos eventos sendo que apenas o GC não apresentou diferença significativa para a variável ESV durante esse período (p = 0,112). Não houve depressão do segmento ST para nenhum dos grupos. Conclusões: As exodontias com o uso de ALVC podem ser realizadas de forma segura em pacientes hipertensos. A PAS deve ser monitorada nesses pacientes já que a pressão arterial sistólica apresentou alterações significativas durante o procedimento cirúrgico. As arritmias cardíacas e o nível sérico de catecolaminas não parecem ser alterados pelo procedimento cirúrgico. Além disso, as catecolaminas parecem não influenciar os padrões cardiovasculares nesse tipo de cirurgia.


  • Mostrar Abstract
  • Objectives: A randomized controlled clinical trial was developed to evaluate the cardiovascular effects of local anesthetics with vasoconstrictors (LAVC) in healthy and hypertensive patients undergoing teeth extraction with lidocaine 2% with epinephrine 1:100.000. Materials and methods: 20 patients were divided into control (CG – normotensive patients) and experimental groups (EG – hypertensive patients). The variables analyzed were heart rate (HR), oxygen saturation (O2S), systolic and diastolic blood pressure (sysBP and diasBP), serum catecholamines concentration (dopamine, epinephrine, and norepinephrine), ventricular and supraventricular extrasystoles (VES and SVES respectively), and ST segment depression. Data was obtained in three different moments (initial, trans and final). Blood samples were taken to measure the catecholamines and a Holter device was used to measure data from the electrocardiogram including a 24-hour postoperative evaluation period. The Mann-Whitney test was used to identify differences between the two groups and the Friedman test with the adjusted Wilcoxon post test were used for intragroup evaluation for repeated measures. Results:  The EG presented a lower O2S in the initial period (p = 0,001) while the sysBP showed a statistical difference for the three evaluation periods with the EG presenting the highest values. The VES where higher for the EG during the 24-hour postoperative evaluation period (p = 0,041). The SVES and the serum catecholamines showed were similar between the groups. The intragroup analysis revealed significant statistical difference for the sysBP in the EG with the trans period presenting the highest measurements. The extrasystoles evaluation showed that the 24-hour postoperative period presented most events with only the CG not presenting statistical difference for the variable VES during this period (p = 0,112). No ST segment depression was noticed for both groups. Conclusions: Teeth extraction with LAVC can be safely executed in hypertensive patients. Blood pressure should be monitored in these patients since the sysBP presented significant differences during the surgical procedures. Cardiac arrhythmia and the serum catecholamines concentration levels seem not to be altered by the surgical procedure. Also, serum catecholamines to not influence cardiovascular changes in this type of surgery.

14
  • BRUNA KATHERINE GUIMARÃES CARVALHO
  • Resinas acrílicas utilizadas em placas estabilizadoras: resistência a fraturas e ensaio microbiológico

  • Orientador : ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • MARIA REGINA MACEDO COSTA
  • Paulo Cézar Simamoto Júnior
  • SHEILA RODRIGUES SOUSA PORTA
  • Data: 28/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • O aprimoramento da tecnologia CAD/CAM permitiu a confecção de placas estabilizadoras digitais, no entanto, há lacunas acerca do comportamento desses dispositivos frente a variáveis mecânicas e biológicas ainda desconhecidas. Dessa forma, o objetivo desse trabalho foi verificar se as resinas utilizadas na tecnologia digital das placas fresadas e impressas são capazes de influenciar na resistência à fratura e na adesão de micro-organismos em relação às resinas empregadas na confecção das placas termopolimerizáveis convencionais. Para tanto, foi realizado um estudo in vitro que contou com as fases mecânica e microbiológica, sendo cada uma composta pelos grupos Convencional (GC) (n=30), Fresado (GF) (n=30) e Impresso (GI) (n=30), de acordo com o método de confecção, possuindo cada um três subgrupos (n=10) que variaram a espessura dos espécimes de 1 a 3 mm. Na fase mecânica, as amostras, com formato de barras de 65 mm, foram testadas quanto à resistência à fratura na máquina de ensaios universal, com célula de carga de 500 kgf e velocidade de  1mm/min; na microbiológica, a forma foi de discos com 15 mm de diâmetro, submetidos à adesão de micro-organismos à superfície com a exposição a Streptococcus mutans e mantidos por 24h a 35 °C em estufa para sucessiva contagem de UFC. Os dados foram armazenados no SPSS 22.0 e a análise estatística contou com a ANOVA e o pós-teste de Tukey. Nos resultados da fase mecânica, o ANOVA identificou diferenças estatisticamente significativas entre os grupos (p≤0,005), mostrando que GC e GF apresentaram melhores resultados. O pós-teste de Tukey considerou diferença estatisticamente significativa entre GF e GI (p=0,031), elencando GF como superior. Para a fase microbiológica, não foram verificadas diferenças estatísticas entre os grupos (p>0,005) em nenhuma das análises. Observou-se que para a resistência a fraturas, as resinas do modo fresado descreveram resultados superiores e/ou próximos aos da técnica convencional; e que as resinasda técnica impressa são superiores quanto à adesão superficial de micro-organismos.

     


  • Mostrar Abstract
  • CAD/CAM technology allowed the stabilizing splints manufacture, however there are gaps about these devices' behavior in face of mechanical and biological variables that are still unknown. Thus, the objective of this project was to verify if the resins used in digital technology of milled and printed stabilizer splints can influence fracture resistance and microorganism adhesion, in relation to the resin applied in manufacture of conventional thermopolymerizable splints. The method included mechanical and microbiological steps, each one composed by Conventional (CG) (n=30), Milled (MG) (n=30) and Printed (PG) (n=30) groups, according to the method of preparation, each one having three subgroups (n=10) that varied the specimen thickness from 1 to 3 mm. In the mechanical step, the samples, in the form of 65 mm bars, were tested for fracture resistance in a universal testing machine, with load cell of 500 kgf and speed of 1 mm/min; in the microbiological step, the shape was in form of 15 mm diameter discs, subjected to micro-organism adhesion to the surface with exposure to Streptococcus mutans and kept for 24 hours at 35 °C in oven for successive CFU counting. Data were stored in SPSS 22.0 and statistical analysis used ANOVA and Tukey's post hoc. In the results of mechanical step ANOVA had identified statistically significant differences between the groups (p≤0,005), showing CG and MG had presented better results. Tukey´s post hoc had considered statistically significant difference between MG and PG (p=0,031), listing MG as superior. For the microbiological step, they did not show statistical differences between the groups (p>0.005) in any analysis. It was observed milled resins described superior results and/or close to the conventional technique one, for fracture resistance; and printed resins are superior in terms of microorganisms’ surface adhesion.

     

     


     

15
  • RODRIGO FALCÃO CARVALHO PORTO DE FREITAS
  • Fluxo de trabalho digital em próteses totais:

    Propriedades biomecânicas e desenvolvimento de um fluxo de trabalho inovador

  • Orientador : ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • SANDRA LÚCIA DANTAS DE MORAES
  • TÚLIO PESSOA DE ARAÚJO
  • VINICIUS DUTRA
  • Data: 21/10/2022

  • Mostrar Resumo
  • A reabilitação com próteses totais convencionais (PTs) é o tratamento mais tradicionalmente utilizado para a reabilitação de pacientes edêntulos. Atualmente, as PTs são confeccionadas principalmente usando métodos convencionais, que envolvem uma ampla série de procedimentos clínicos e laboratoriais. Nesse contexto, novos recursos digitais, como a manufatura subtrativa (fresagem CAD/CAM) e a manufatura aditiva (prototipagem rápida) podem promover significativos avanços, reduzindo o tempo e o custo de produção de PTs. Assim, este estudo objetiva investigar as características superficiais (rugosidade e ângulo de contato), propriedades mecânicas (resistência mini-flexural) e a adesão de biofilme sobre polímeros de PMMA pré-polimerizado (CAD-CAM) e sobre resinas para impressão tridimensional (3D) utilizados na fabricação de bases de PTs, bem como propor um fluxo de trabalho inovador. Para a análise in vitro, foram fabricados um total de 60 discos e 40 corpos-de-prova retangulares distribuídos em quatro grupos: PMMA pré-polimerizado (GM), resina impressa (GP) e PMMA processado por termopolimerização convencional (GCL) ou por energia de micro-ondas (GCV). A rugosidade foi determinada pelo valor de Ra; o ângulo de contato foi medido pelo método da gota séssil; o teste de resistência à mini-flexão foi obtido por teste de flexão de três pontos, enquanto o comportamento frente à formação de biofilme foi analisado através da adesão de biofilme de C. albicans. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e analítica (α = 0,05). Os resultados mostraram que os espécimes produzidos por impressão 3D apresentaram a maior rugosidade superficial (Ra: 0,317 ± 0,151μm) e os menores valores de resistência à mini-flexão (57,23 ± 9,07MPa) e o grupo confeccionado a partir de discos de PMMA pré-polimerizados apresentou a menor adesão de biofilme de C. Albicans (log UFC/mL: 3,74 ± 0,57) e maior média de resistência à mini-flexão (114,96 ± 16,23 MPa). Não houve diferença estatística entre a resina pré-polimerizada CAD-CAM e os grupos convencionais para rugosidade, ângulo de contato e resistência à mini-flexão. O novo fluxo de trabalho apresentado para confecção de próteses totais resultou em um protocolo de três consultas em que são feitas moldagens anatômicas na 1ª sessão, juntamente com o registro do suporte labial, plano oclusal e linhas de referência para subsidiar a montagem dos dentes superiores. Uma prótese-teste é confeccionada por meio de procedimentos convencionais ou CAD-CAM e avaliada na 2ª consulta, permitindo observar o resultado estético, executar a moldagem funcional e realizar o registro da relação maxilo-mandibular, fornecendo referências precisas para a confecção da prótese. Com base nos resultados da fase in vitro deste estudo, os polímeros de PMMA obtidos a partir de disco para fresagem CAD-CAM apresentaram propriedades mecânicas e superficiais semelhantes às resinas convencionais e mostraram um comportamento inibidor da adesão de C. albicans, enquanto os espécimes produzidos por impressão 3D exibiram a menor resistência à flexão e a maior rugosidade da superfície. O dispositivo proposto para execução das etapas clínicas relacionadas à fabricação de PTs mostrou-se viável para ser utilizado tanto pelo fluxo de trabalho convencional, quanto por métodos de fabricação por tecnologia CAD-CAM, simplificando as técnicas disponíveis e apresentando confiabilidade e previsibilidade para produção de próteses totais precisas em número de sessões reduzido.

     

     


  • Mostrar Abstract
  • Complete denture (CD) rehabilitation is the most usual prosthodontic treatment for patients with edentulism. Currently, CDs are mainly designed and fabricated using conventional methods, which involve a broad series of clinical and laboratory procedures. In this context, new digital features like subtractive and additive manufacturing can promote breakthroughs by reducing the time and cost of making CDs. Thus, this study aims to investigate surface characteristics (roughness and contact angle), mechanical properties (mini-flexural strength), and biofilm adhesion on computer-aided design/computer-aided manufacturing (CAD-CAM) PMMA polymer, and three-dimensional (3D) printed resin for denture´s base fabrication as well as to propose an innovative workflow. For in vitro analysis, a total of 60 discs and 40 rectangular specimens were fabricated from one CAD-CAM pre-polymerized PMMA disc (GM), one 3D-printed (GP), and two conventional heat-polymerized (GCL and GCV) materials for denture base fabrication. Roughness was determined by the Ra value; the contact angle was measured by the sessile drop method; the mini-flexural strength test was a three-point bending test while the biofilm formation inhibition behavior was analyzed through C. albicans adhesion. The data were analyzed using descriptive and analytical statistics (α = 0.05). Results showed that 3D-printed specimens presented the highest surface roughness (Ra: 0.317 ± 0.151 μm) and lowest mini-flexural strength values (57.23 ± 9.07 MPa) and the CAD-CAM PMMA group showed the lowest C. Albicans adhesion (log CFU/mL: 3.74 ± 0.57) and highest mini-flexural strength mean (114.96 ± 16.23 MPa). There was no statistical difference between CAD-CAM pre-polymerized resin and conventional groups for roughness, contact angle, and mini-flexural strength. In turn, the presented novel workflow for complete dentures fabrication reached a three appointments protocol in which preliminary impressions are made in the 1st session, all together to maxillary registration of lip support, occlusal plane, and reference lines for teeth arrangement. A trial denture is manufactured and evaluated by the 2nd appointment through conventional or CAD-CAM procedures, allowing esthetics evaluation, final impression, and maxillomandibular relationship record and providing precise references for final dentures fabrication. Based on the findings of this in vitro study, CAD-CAM milled PMMA polymers presented surface and mechanical properties similar to conventional resins and show improved behavior preventing C. albicans adhesion, while 3D printed acrylic specimens exhibited the lowest flexural strength, and highest surface roughness. The proposed device for CD´s fabrication clinical procedures reached feasibility to be used either by conventional workflow or by CAD-CAM technology and, by simplifying available techniques, this protocol could achieve reliability and predictability to produce precise complete dentures with reduced working time.

     

     

16
  • CAIO CÉSAR DA SILVA BARROS
  • Estudo do canibalismo celular e da modificação epigenética da histona H3 em lesões de células gigantes

  • Orientador : ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTIANE HELENA SQUARIZE
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • KARUZA MARIA ALVES PEREIRA
  • LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • Data: 01/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A lesão central de célula gigante (LCCG) dos ossos maxilares é uma lesão benigna que exibe comportamento clínico variado, sendo classificada como não agressiva ou agressiva. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar morfologicamente o canibalismo celular e a expressão imunohistoquímica da proteína ING5 e da acetilação da lisina 9 na histona H3 (H3K9ac) em 19 casos de lesão periférica de células gigantes (LPCG), 38 casos de LCCG (19 casos não agressivos e 19 casos agressivos) e em 19 casos de tumor de células gigantes (TCG) dos ossos longos, bem como analisar a associação do canibalismo celular e dessa imunoexpressão com o comportamento clínico dessas lesões. Métodos: A análise do canibalismo celular foi realizada através da quantificação das células gigantes multinucleadas canibais (CGMC), enquanto a análise da imunoexpressão da H3K9ac e ING5 foi realizada de forma quantitativa e semiquantitativa, respectivamente, nas células mononucleares e de forma quantitativa nas células gigantes multinucleadas (CGM) e CGMC. A análise dos dados foi realizada por meio dos testes t de student e do teste de correlação de Spearman. Resultados: Observou-se quantidade significativamente maior de CGMC na LCCG agressiva em comparação a LCCG não agressiva (p = 0,044). Não houve diferenças significativas no índice de CGMC entre a LPCG e a LCCG não agressivas (p = 0,858) e entre a LCCG agressivas e o TCG dos ossos longos (p = 0,069).  LCCG que exibiram crescimento rápido e deslocamento dentário e/ou reabsorção radicular apresentaram maior quantidade de CGMC (p = 0,035; p = 0,041, respectivamente). A LCCG agressiva exibiu maior imunoexpressão da H3K9ac (p < 0,0001) e de ING5 nas CGM e CGMC (p < 0,05; p < 0,0001, respectivamente) quando comparada às LCCG não agressivas. Não houve diferença na imunoexpressão da H3K9ac e ING5 entre a LCCG agressiva e o TCG dos ossos longos (p > 0,05). Observou-se maior frequência do escore 4 da ING5 nas células mononucleares em todas as lesões. As expressões da H3K9ac e ING5 foram associadas a características de agressividade na LCCG (p < 0,05). Conclusões: As LCCG agressivas exibem uma maior quantidade de CGMC quando comparadas a LCCG não agressivas. Assim, a sua quantificação pode auxiliar a predizer o comportamento clínico das LCCG. A imunoexpressão significativamente maior da H3K9ac e ING5 pode refletir uma maior atividade clástica e indução do canibalismo celular na LCCG agressiva e, consequentemente, estar associada a maior agressividade dessas lesões.


  • Mostrar Abstract
  • Background: Central giant cell granuloma (CGCG) of the jaws is a benign lesion that exhibits varied clinical behavior, being classified as non-aggressive or aggressive. This research aimed to morphologically evaluate the cell cannibalism and the immunohistochemical expression of the acetylation of histone H3 lysine 9 (H3K9ac) and ING5 in 19 cases of peripheral giant cell granuloma (PGCG), 38 cases of CGCG (19 non-aggressive cases and 19 aggressive cases) and in 19 cases of giant cell tumor (GCT) of bone, as well as to analyze the association of cell cannibalism and this immunoexpression with the clinical behavior of these lesions. Methods: Cell cannibalism analysis was performed through the quantification of cannibal multinucleated giant cells (CMGC), while the analysis of H3K9ac and ING5 immunoexpression was performed quantitatively and semiquantitatively, respectively, in mononuclear cells and quantitatively in multinucleated giant cells (MGC) and CMGC. Data analysis was performed using Student's t-test and Spearman's rank correlation coefficient. Results: A significant great amount of CGMC was observed in CGCG aggressive compared to non-aggressive CGCG (p = 0.044). There were no significant differences in the CMGC index between PGCG and non-aggressive CGCG (p = 0.858) and between aggressive CGCG and GCT of bone (p = 0.069). CGCG that exhibited rapid growth and tooth displacement and/or root resorption showed a great amount of CMGC (p = 0.035; p = 0.041, respectively). Aggressive CGCG showed higher immunoexpression of H3K9ac (p < 0.0001) and ING5 in MGC and CMGC (p < 0.05; p < 0.0001, respectively) when compared to non-aggressive CGCG. There was no difference in H3K9ac and ING5 immunoexpression between aggressive CGCG and GCT of bone (p > 0.05). A higher frequency of score 4 of ING5 was observed in mononuclear cells in all lesions. H3K9ac and ING5 immunoexpression were associated with aggressive characteristics in CGCG (p < 0.05). Conclusions: Aggressive CGCG shows a high CMGC index when compared to non-aggressive CGCC. Thus, its quantification can help to predict CGCG clinical behavior. The significantly higher H3K9ac and ING5 immunoexpression may reflect greater clastic activity and cell cannibalism induction in aggressive CGCG and, consequently, be associated with greater aggressiveness in these lesions.

17
  • ALINE DE SOUSA BARBOSA FREITAS PEREIRA
  • EFEITOS DA NANOPARTÍCULA DE ÁCIDO POLI LÁTICO-CO-GLICÓLICO (PLGA) ASSOCIADA AO CLORIDRATO DE METFORMINA NA DOENÇA PERIODONTAL EM RATOS DIABÉTICOS

  • Orientador : AURIGENA ANTUNES DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AURIGENA ANTUNES DE ARAUJO
  • BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • FRANCISCO LEONARDO DA SILVA JUNIOR
  • JEAN NUNES DOS SANTOS
  • RAFAEL RODRIGUES LIMA
  • Data: 03/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • Existe uma correlação entre diabetes e doença periodontal, e a Metformina (MET) além de controlar os níveis glicêmicos, tem apresentado efeitos antiinflamatórios e na diminuição da perda óssea periodontal. Ao se veicular a MET a um sistema de nanopartículas de polímeros biodegradáveis, pode-se apresentar a vantagem de aumento da eficácia terapêutica. Objetivos: esse estudo consistiu na avaliação dos efeitos antiinflamatórios, perda óssea e disponibilidade in vitro/in vivo de uma nanopartícula de ácido poli lático-co-glicólico (PLGA) associada à MET em um modelo de periodontite induzida por ligadura. Materiais e métodos: O PLGA carreado com diferentes doses da MET foi caracterizado pelo seu diâmetro médio, tamanho da partícula, índice de polidispensão e eficiência de aprisionamento. Foram utilizados ratos machos da linhagem Wistar, divididos aleatoriamente, em grupos controles e experimentais com diferentes doses de MET associadas ou não ao PLGA, os quais receberam diferentes tratamentos, por via oral. Amostras de maxilas e tecidos gengivais foram utilizadas para avaliação de perda óssea e inflamação, por meio da microtomografia computadorizada (µCT), histopatológico, imunohistoquímica, análise de citocinas inflamatórias e expressão gênica de proteínas por RT-PCR quantitativo. Para o ensaio de liberação in vitro (livre de Met ou PLGA + Met-12,5 mg/mL por 360 min), utilizou-se células de difusão vertical de Franz estáticas.  Para análise da disponibilidade as amostras de sangue foram coletadas em diferentes intervalos de tempo, e analisadas por cromatografia líquida de alta eficiência acoplado a espectrometria de massas (HPLC-MS/MS). Resultados: o diâmetro médio das nanopartículas de PLGA carreadas com MET estava em um intervalo de 457,1 ± 48,9 nm (p <0,05) com um índice de polidispersidade de 0,285 (p <0,05), potencial Z de 8,16 ± 1,1 mV (p <0,01) e eficiência de aprisionamento (EE) de 66,7 ± 3,73. O tratamento com a MET 10 mg / kg + PLGA mostrou uma baixa concentração de células inflamatórias, fraca imunomarcação para RANKL, catepsina K, OPG e osteocalcina e diminuição dos níveis de IL-1β e TNF-α (p <0,05), aumento da expressão gênica do AMPK (p <0,05) e diminuição do NF-κB p65, HMGB1 e TAK-1 (p <0,05). O PLGA + Met 10 mg/kg foi liberado no ensaio in vitro sugerindo um modelo cinético de difusão parabólica com um perfil de liberação de 100% em 10 h por difusão controlada. O ensaio in vivo mostrou o volume aparente de distribuição Vz/F (PLGA + Met 10 mg/kg, 40971,8 mL/kg vs. Met 100 mg/kg, 2174,58 mL/kg) e o tempo médio de residência MRTinf (PLGA + Met 10 mg /kg, 37,66 h vs. Met 100 mg/kg, 3,34 h). Conclusão: O PLGA carreado com MET diminuiu a inflamação e a perda óssea na periodontite em ratos diabéticos. A formulação modifica os parâmetros farmacocinéticos, como volume aparente de distribuição e tempo médio de residência. O PLGA + Met 10 mg/kg teve uma taxa de eliminação mais lenta em comparação com o Met 100 mg/kg.


  • Mostrar Abstract
  • There is a correlation between diabetes and periodontal disease, and Metformin (MET) in addition to controlling glycemic levels, has shown anti-inflammatory effects and decreased periodontal bone loss. When MET is delivered to a system of nanoparticles of biodegradable polymers, the advantage of increasing therapeutic efficacy can be presented. Objectives: This study consisted of evaluating the anti-inflammatory effects, bone loss and in vitro/in vivo availability of a polylactic-co-glycolic acid (PLGA) nanoparticle associated with MET in a ligature-induced periodontitis model. Materials and methods: The PLGA loaded with different doses of MET was characterized by its mean diameter, particle size, polydispensation index and trapping efficiency. Male Wistar rats were randomly divided into control and experimental groups with different doses of MET associated or not with PLGA, which received different treatments orally. Samples of maxilla and gingival tissue were used to evaluate bone loss and inflammation, by means of micro computed tomography (µCT), histopathological, immunohistochemistry, analysis of inflammatory cytokines and gene expression of proteins by quantitative RT-PCR. For the in vitro release assay (free of Met or PLGA + Met-12.5 mg/mL for 360 min), static Franz vertical diffusion cells were used. For analysis of availability, blood samples were collected at different time intervals, and analyzed by high performance liquid chromatography coupled to mass spectrometry (HPLC-MS/MS). Results: The mean diameter of MET-loaded PLGA nanoparticles was in a range of 457.1 ± 48.9 nm (p <0.05) with a polydispersity index of 0.285 (p <0.05), Z potential of 8.16 ± 1.1 mV (p < 0.01) and trapping efficiency (EE) of 66.7 ± 3.73. Treatment with MET 10 mg/kg + PLGA showed a low concentration of inflammatory cells, weak immunostaining for RANKL, cathepsin K, OPG and osteocalcin and decreased levels of IL-1β and TNF-α (p < 0.05), increase in AMPK gene expression (p <0.05) and decrease in NF-κB p65, HMGB1 and TAK-1 (p <0.05). PLGA + Met 10 mg/kg was released in the in vitro assay suggesting a kinetic model of parabolic diffusion with a release profile of 100% in 10 h by controlled diffusion. The in vivo assay showed the apparent volume of distribution Vz/F (PLGA + Met 10 mg/kg, 40971.8 mL/kg vs. Met 100 mg/kg, 2174.58 mL/kg) and the mean residence time MRTinf (PLGA + Met 10 mg/kg, 37.66 hr vs. Met 100 mg/kg, 3.34 hr). Conclusion: MET loaded PLGA decreased inflammation and bone loss in periodontitis in diabetic rats. The formulation modifies pharmacokinetic parameters, such as apparent volume of distribution and mean residence time. PLGA + Met 10 mg/kg had a slower elimination rate compared to Met 100 mg/kg.

18
  • ARETHA HEITOR VERISSIMO
  • FATORES ASSOCIADOS AO INTERESSE DE USUÁRIOS DE PRÓTESE TOTAL MANDIBULAR EM TERAPIA IMPLANTOSSUPORTADA E IMPACTO DA REABILITAÇÃO COMSOBREDENTADURA COM ÚNICO IMPLANTE

     

     

  • Orientador : ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • FERNANDA FAOT
  • ANDRE ULISSES DANTAS BATISTA
  • Data: 09/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo objetivou identificar os fatores que influenciam na decisão de substituir uma prótese total convencional mandibular pelo tratamento com implantes dentários, assim como avaliar a satisfação, qualidade de vida e performance mastigatória (PM) após reabilitação com sobredentaduras com um único implante em pacientes adaptados e não-adaptados a prótese total convencional (PT) mandibular. Inicialmente, foi realizado um estudo transversal com 117 usuários de próteses totais convencionais (PTs), os quais foram avaliados quanto à desfechos relacionados à prótese (número de PTs mandibulares anteriores, tempo de uso da prótese atual, se as próteses foram confeccionadas por dentista e quanto uso regular da prótese mandibular) e com relação ao período de edentulismo mandibular, altura do osso mandibular e vontade do paciente em se submeter a terapia com implantes. Dentre esses pacientes, foram selecionados 22 pacientes que tinham interesse em se submeter a terapia com implantes, sendo alocados por pareamento em 2 grupos:  adaptados à prótese mandibular (Grupo PTA - “adaptados à PT mandibular”) e  não adaptados(Grupo PTN - “não adaptados à PT mandibular”). Em cada paciente, foi instalado um único implante na linha média e após o período de osseointegração as próteses mandibulars foram convertidas em sobredentaduras.   O desempenho mastigatório foi avaliado pelo método das tamises,  a alltura óssea mandibular por medição em radiográfica paranoâmica, satisfação por escala quantitativa com questionário validado e o impacto da saúde oral na qualidade de vida pelo questionário OHIP-Edent-19. O teste Qui-quadrado foi utilizado para análise dos dados e as razões de prevalência ajustadas por meio da regressão multivariada de Poisson, com intervalo de confiança de 95% no, para o segundo a análise estatística em cada grupo e entre grupos foi empregado testes não-paramétricos de Wilcoxon e Mann-Whitney, com nível de significância de 5%. Setenta e oito participantes (66,7%) estavam interessados em PT mandibular implantossuportada, média de idade 65,68±6,38, predominantemente sexo feminino. A PM não foi influenciada pela escolha da PT implantossuportada mandibular. A preferência pela PT implantossuportada mandibular foi correlacionada com o maior tempo de experiência em PT mandibular (p=0,021) e foi significativamente associada à insatisfação quanto à retenção (p=0,005). Após a intervenção com implante, todos os pacientes não adaptados passaram a condição de adaptados. Não houve diferença entre PTA e PTN mandibular para OHIP-Edent (p=0,276) e PM (p=0,222), a satisfação foi significativa apenas para o critério “conforto em arco inferior” (p=0,043). Para comparações pré e pós-tratamento com sobredentadura, a mediana do OHIP-Edent total diminuiu significativamente em ambos os grupos. Na comparação intragrupo, essa redução foi significativa em PTA apenas para a “limitação funcional” (p=0,026), e em PTN em quase todos os domínios, exceto “disfunção social” e “incapacidade” (p>0,05). Houve aumento estatisticamente significativo para a satisfação geral de 75,41 para 90,25 (p=0,012) em PTN e de 76,10 para 90,50 (p=0,007) em PTA. Os parâmetros “mastigação”, “adaptação”, “retenção” e “conforto” em arco inferior foram diferentes com significância em ambos os grupos, e “gustação”, “fonação” e “dor” em arco inferior foram significativos apenas para o grupo não adaptado (p<0,05). Houve diferença significativa para PM em PTN (p=0,002) e PTA (p=0,047) ao se comparar tipo de reabilitação.  Não houve correlação entre PM e OHIP antes e após a reabilitação (p>0,05). Pode-se concluir que a experiência anterior com PT mandibulares convencionais e a insatisfação com a retenção dessas, influenciam a vontade da reabilitação com sobredentadura implantossuportada mandibular, assim como, a reabilitação com sobredentadura sobre implante único apresenta-se como alternativa aos pacientes não adaptados a PT convencional mandibular, auxiliando na aceitação do uso da prótese mandibular, assim como, comprovando efeito positivo na satisfação, qualidade de vida e performance mastigatória.  


  • Mostrar Abstract
  • This study aimed to identify the factors that influence the decision to replace a conventional mandibular complete denture by treatment with dental implants, as well as to evaluate satisfaction, quality of life and masticatory performance (MP) after rehabilitation with overdentures with a single implant in adapted and not adapted to conventional mandibular complete denture (PT). Initially, a cross-sectional study was carried out with 117 users of conventional complete dentures (PTs), who were evaluated for outcomes related to the denture (number of anterior mandibular PTs, time of use of the current denture, whether the dentures were made by a dentist and regarding regular use of the mandibular prosthesis) and regarding the period of mandibular edentulism, mandibular bone height and the patient's willingness to undergo implant therapy. Among these patients, 22 patients who were interested in undergoing therapy with implants were selected, being allocated by pairing into 2 groups: adapted to the mandibular prosthesis (PTA Group - "adapted to mandibular PT") and non-adapted (PTN Group - " not adapted to mandibular PT”). In each patient, a single implant was installed in the midline and after the osseointegration period, the mandibular prostheses were converted into overdentures. Masticatory performance was evaluated by the sieve method, mandibular bone height by paranoid radiographic measurement, satisfaction by quantitative scale with a validated questionnaire and the impact of oral health on quality of life by the OHIP-Edent-19 questionnaire. The chi-square test was used for data analysis and the prevalence ratios adjusted by means of multivariate Poisson regression, with a confidence interval of 95% in the second, for the statistical analysis in each group and between groups, non-response tests were used. -Wilcoxon and Mann-Whitney parameters, with a significance level of 5%. Seventy-eight participants (66.7%) were interested in implant-supported mandibular PT, mean age 65.68±6.38, predominantly female.PM was not influenced by the choice of mandibular implant-supported PT. Preference for mandibular implant-supported PT was correlated with longer experience in mandibular PT (p=0.021) and was significantly associated with dissatisfaction regarding retention (p=0.005). After the implant intervention, all non-adapted patients became adapted. There was no difference between PTA and mandibular PTN for OHIP-Edent (p=0.276) and PM (p=0.222), satisfaction was significant only for the criterion “comfort in the lower arch” (p=0.043). For pre- and post-treatment comparisons with overdentures, the median total OHIP-Edent decreased significantly in both groups. In the intragroup comparison, this reduction was significant in PTA only for “functional limitation” (p=0.026), and in PTN in almost all domains, except “social dysfunction” and “disability” (p>0.05). There was a statistically significant increase in overall satisfaction from 75.41 to 90.25 (p=0.012) in PTN and from 76.10 to 90.50 (p=0.007) in PTA. The parameters “chewing”, “adaptation”, “retention” and “comfort” in the lower arch were significantly different in both groups, and “gustation”, “phonation” and “pain” in the lower arch were significant only for the group not adapted (p<0.05). There was a significant difference for PM in PTN (p=0.002) and PTA (p=0.047) when comparing the type of rehabilitation. There was no correlation between PM and OHIP before and after rehabilitation (p>0.05). It can be concluded that the previous experience with conventional mandibular PT and the dissatisfaction with the retention of these, influence the will of rehabilitation with mandibular implant-supported overdenture, as well as, rehabilitation with overdenture on single implant presents itself as an alternative for patients not adapted to mandibular conventional PT, helping to accept the use of mandibular prosthesis, as well as proving a positive effect on satisfaction, quality of life and masticatory performance.

19
  • SAMUEL BATISTA BORGES
  • COMPARAÇÃO DE DUAS TÉCNICAS CIRÚRGICAS PARA RECOBRIMENTO RADICULAR DE RECESSÕES GENGIVAIS UNITÁRIAS

  • Orientador : BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • DANIELA DA SILVA FEITOSA
  • KARYNA DE MELO MENEZES
  • RENATO VASCONCELOS ALVES
  • Data: 11/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • As crescentes demandas dos pacientes ao tratamento das recessões gengivais trazem à tona questões terapêuticas clinicamente significativas, exigindo dos profissionais constante aperfeiçoamento em técnicas cirúrgicas cada vez menos invasivas e mais previsíveis. OBJETIVO: Comparar duas técnicas para recobrimento radicular em recessões gengivais unitárias, unilaterais, do tipo 1. METODOLOGIA: Este estudo clínico, paralelo, randomizado e duplo cego avaliou indivíduos com recessões gengivais unitárias, unilaterais, do tipo 1 (RT1), submetidos à cirurgia para recobrimento radicular, através da associação do enxerto de tecido conjuntivo subepitelial ao retalho posicionado coronalmente (grupo controle) e técnica de túnel (grupo teste). Os principais parâmetros avaliados foram profundidade de sondagem (PS), sangramento à sondagem (SS), nível clínico de inserção (NCI), recessão gengival (RG), faixa e espessura da mucosa ceratinizada (MC e EG), percentual de recobrimento radicular (RR) e fenótipo gengival (FG), além de fatores centrados no paciente (FCP), como  dor pós-operatória, hipersensibilidade dentinária cervical (HSDC), estética, grau de satisfação e a qualidade de vida, intra e intergrupo, ao longo de 06 meses de acompanhamento. Os dados foram analisados estatisticamente através dos testes t emparelhado de Student, teste t para amostras independentes, Qui-quadrado, McNemar, Análise de Variância Split-Plot com pós-teste t de Student (α = 5%). RESULTADOS: 46 indivíduos finalizaram este estudo (controle: 23; teste: 23). O tempo de cirurgia foi maior para o grupo teste (controle: 40min ± 5,6; teste: 51min ± 5,9; p = 0,041). Foram observadas reduções estatisticamente significativas para a RG e ganho significativo do NCI, de MC e de EG na análise intragrupo, em ambos os grupos de tratamento, porém, sem diferenças entre as técnicas. O RR aumentou significativamente nos períodos avaliados, mas não foram observadas diferenças intergrupo (controle: 89,2%; teste: 86,5%; p = 0,069). A análise intragrupo revelou mudança de FG (controle: 95,65%; teste: 91,3%; p < 0,001). Ambos os protocolos de tratamento reduziram dor pós-operatória e HSDC, e proporcionaram melhora na estética, satisfação e na qualidade de vida (p < 0,001), sem diferenças entre as técnicas ao longo do tempo. CONCLUSÃO: Ambos os tratamentos apresentaram eficácia clínica semelhantes em termos de recobrimento radicular e melhora dos FCP.


  • Mostrar Abstract
  • The increasing demands of patients for the treatment of gingival recessions bring up clinically significant therapeutic issues, requiring professionals to constantly improve in less invasive and more predictable surgical techniques. AIM: To compare two root coverage techniques to treat single, unilateral, type 1 gingival recessions. METHOD: This parallel, randomized, double-blind clinical trial evaluated individuals with single, unilateral, type 1 gingival recessions 1 (RT1), who underwent root coverage procedure with subepithelial connective tissue graft associated to a coronally advanced flap (control group) or a tunnel technique (test group). The main parameters evaluated were probing depth (PD), bleeding on probing (BoP), clinical attachment level (CAL), gingival recession (GR), height of keratinized tissue (KTH), gingival thickness (GT), percentage of root coverage (RC) and gingival phenotype (GP), in addition to patient-reported outcome measures (PROMs), such as postoperative pain, cervical dentin hypersensitivity (CDH), esthetics, degree of satisfaction and quality of life, intra and intergroup, throughout 06 months follow-up. Data were statistically analyzed using paired Student  t-test, t-test for independent samples, Chi-square, McNemar, Split-Plot Analysis of Variance with post hoc t-test (α = 5%). RESULTS: 46 subjects completed this study (control: 23; test: 23). Surgery time was longer for the test group (control: 40min ± 5.6; test: 51min ± 5.9; p = 0.041). Statistically significant reductions for GR and significant gain for CAL, KTH and GT were observed in the intragroup analysis, in both treatment groups, however, without differences between techniques. The CR increased significantly, but no intergroup differences were observed (control: 89.2%; test: 86.5%; p = 0.069). Intragroup analysis revealed a change in GP (control: 95.65%; test: 91.3%; p < 0.001). Both treatment protocols reduced postoperative pain and CDH and improved esthetics, satisfaction and quality of life (p < 0.001), with no differences between the techniques over time. CONCLUSION: Both treatments showed similar clinical efficacy in terms of root coverage and improvement in PROMs.

20
  • ANA MARGARIDA DOS SANTOS MELO
  • Avaliação in vitro da razão base/topo de dureza e da resistência de união push-out entre uma resina composta contendo diatomita e uma resina composta bulk-fill

  • Orientador : ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • MARIA CRISTINA DOS SANTOS MEDEIROS
  • MARILIA REGALADO GALVAO RABELO CALDAS
  • JOSELÚCIA DA NÓBREGA DIAS
  • REINALDO DIAS DA SILVA NETO
  • Data: 14/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • Com o advento das resinas bulk-fill, caracterizadas pela utilização em incremento único, surgiu o compósito restaurador contendo diatomita em seu conteúdo inorgânico, comercializado como Zirconfill®. No entanto, a escassez de dados que validem cientificamente os benefícios da diatomita para as propriedades físicas dessa resina composta torna imperioso a realização de novos estudos, principalmente no tocante a utilização da Zirconfill em restaurações semidiretas, cuja indicação exige materiais que suportem as cargas mastigatórias. Objetivo: Avaliar in vitro a razão base/topo de dureza (B/T) e resistência de união push-out (RU) entre uma resina composta contendo diatomita e de uma resina composta bulk-fill após 24 horas e após 6 meses de envelhecimento em água. Materiais e métodos: Foram utilizados 28 incisivos bovinos para produzir cavidades dentinárias cônicas (4,8 mm de diâmetro maior x 2,8 mm de diâmetro menor x 4 mm de profundidade) e fator C de magnitude 3,1. Esses preparos cavitários (n=28) foram restaurados com as resinas compostas Filtek One Bulk Fill (BF) (3M ESPE) ou Zirconfill (ZF) (BM4) através da técnica semidireta utilizando o sistema adesivo Scotchbond universal (3M ESPE) e o cimento resino dual Relyx Ultimate (3M ESPE). A análise da B/T foi realizada com auxílio do microdurômetro Vickers e a RU foi executada através do teste push-out em máquina de ensaio universal. Todas as amostras foram estocadas em água destilada a 37 ºC por 24 horas ou 6 meses. Os dados da B/T e da RU foram submetidos à análise de variância (ANOVA) a um e a dois critérios, respectivamente, com pós-teste de Tukey (p <0.05). Resultados: Não houve diferença estatisticamente significativa entre as resinas compostas na B/T. Para a RU, analisando isoladamente cada tempo de envelhecimento, a resina composta ZF mostrou valores maiores do que a resina BF. Porém, analisando ao longo do tempo, não houve diferença estatisticamente significativa para nenhuma resina.

     


  • Mostrar Abstract
  • After the advent of bulk-fill resins, characterized by their use in a single increment, the restorative composite containing diatomite in its inorganic content appeared, marketed as Zirconfill®. However, the scarcity of data that scientifically validate the benefits of diatomite for the physical properties of this composite resin makes it imperative to carry out new studies, especially regarding the use of Zirconhill in semi-direct restorations, whose indication requires materials that support masticatory loads. Objective: To evaluate in vitro the base/top hardness ratio (B/T) and push-out bond strength (RU) between a composite resin containing diatomite and a bulk-fill composite resin after 24 hours and after 6 months of aging. in water. Materials and methods: Twenty-eight bovine incisors were used to produce conical dentinal cavities (4.8 mm major x 2.8 mm minor diameter x 4 mm depth) and C factor of magnitude 3.1. These cavity preparations (n=28) were restored with composite resins Filtek One Bulk Fill (BF) (3M ESPE) or Zirconfill (ZF) (BM4) through the semi-direct technique using the Scotchbond universal adhesive system (3M ESPE) and cement dual resin Relyx Ultimate (3M ESPE). The B/T analysis was performed with the aid of a Vickers microhardness tester and the RU was performed using the push-out test in a universal testing machine. All samples were stored in distilled water at 37 °C for 24 hours or 6 months. The B/T and RU data were submitted to one- and two-way analysis of variance (ANOVA), respectively, with Tukey's post-test (p <0.05). Results: There was no statistically significant difference between the composite resins in B/T. For the RU, analyzing each aging time separately, the ZF composite resin showed higher values than the BF resin. However, analyzing over time, there was no statistically significant difference for any resin.

     

21
  • LIDYA NARA MARQUES DE ARAÚJO
  • COMPORTAMENTO DOS TECIDOS PERI-IMPLANTARES PÓS- REABILITAÇÃO UNITÁRIA EM REGIÃO ESTÉTICA COMPARANDO PILARES PROTÉTICOS PRÉ-FABRICADOS VERSUS PERSONALIZADOS.

  • Orientador : BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • EULER MACIEL DANTAS
  • MICHEL REIS MESSORA
  • LUANA MARIA MARTINS DE AQUINO
  • MARIANA LINHARES ALMEIDA
  • Data: 25/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • A estética e estabilidade dos tecidos moles e ósseo ao redor do implante é um componente crítico para o sucesso do implante em longo prazo e pode ser influenciado por fatores como os tipos de conexões protéticas. OBJETIVO: Comparar o comportamento do tecido peri-implantar em reabilitação com coroas implantossuportadas cimentadas na região estética usando um pilar protético pré-fabricado em titânio (G1) e um pilar protético personalizado em zircônia (G2). METODOLOGIA: Neste estudo longitudinal do tipo ensaio clínico controlado, cego e não randomizado, 30 implantes dentários unitários cimentados em região estética anterior foram alocados sequencialmente: 15 reabilitados sobre um sistema de implante com pilar protético pré-fabricado em titânio (G1) e 15 sobre um sistema de implantes com pilar protético personalizado em zircônia (G2). O comportamento do tecido peri-implantar foi avaliado em T0 (início do condicionamento tecidual), T1 (fim do condicionamento tecidual), T2 (7 dias após cimentação final), T3 (6 meses após cimentação final). Índice de Placa Visível (IPV), Índice de Sangramento Gengival (ISG), Sangramento a sondagem (SS), Profundidade de Sondagem (PS), Relação Altura/Largura da papila interdental (AP/LP), Faixa de Mucosa Ceratinizada (MC), Espessura gengival (EG), Fenótipo periodontal (FP), Recessão Gengival (RG), distância radiográfica da crista óssea para o ponto de contato e Pink Esthetic Score (PES) foram avaliados. A análise dos dados foi realizada utilizando os seguintes testes estatísticos: Friedman, Mann-Whitney e Qui-quadrado/Exato de Fisher, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Não houve diferenças estatísticas significativas entre os grupos para nenhum dos parâmetros clínicos periodontais nos tempos avaliados (p>0,05). Entretanto, a análise intragrupo mostrou uma redução estatística no IPV entre T1 e T2 apenas para o G2 (p<0,05) apenas para o G2. Houve diminuição significativa entre os tempos T0 e T3 para o parâmetro de EG (1,67 mm - 1,47 mm no G1; 1,70 mm -1,47mm no G2) e aumento da razão AP/LP (0,56 – 0,80 no G1; 0,70-0,83 no G2) em ambos os grupos (p<0.0001). O PES também aumentou significativamente para ambos os grupos (9 – 12 no G1; 7 – 12 no G2) de T0 para T1, mantendo-se elevado nos demais tempos analisados. CONLUSÃO: Os resultados mostraram que os pilares protéticos utilizados não impactaram em diferenças nas variáveis clínicas e estética relacionadas ao comportamento dos tecidos peri-implantares ao longo do tempo. Sendo assim, a decisão pela seleção dos componentes para a reabilitação em região estética poderia se basear em aspectos como o custo, fluxo e tempo de trabalho.


  • Mostrar Abstract
  • The esthetics and stability of the soft tissue and bone around the implant is a critical component to the long-term success of the implant and can be influenced by factors such as the type of prosthetic connections. OBJECTIVE: To compare the behavior of the peri-implant tissue of single implant-supported crowns in the anterior aesthetic area using prefabricated titanium prosthetic abutments (G1) and customized zirconia prosthetic abutments (G2). METHODOLOGY: In this controlled, blinded, non-randomized clinical trial, 30 single cemented anterior implants were sequentially allocated: 15 implants rehabilitated on implant system with a prefabricated titanium prosthetic abutment (G1) and 15 on implant system with customized zirconia prosthetic abutment (G2). The behavior of the peri-implant tissue was evaluated at T0 (beginning of tissue conditioning), T1 (end of tissue conditioning), T2 (7 days after final cementation), T3 (6 months after final cementation). Visible Plaque Index (VPI), Gingival Bleeding Index (GBI), Bleeding on Probing (BoP), Probing Depth (PD), Interdental Papilla Height/Width Ratio (PH/PW), Keratinized Mucosa Width (KM), Gingival Thickness (PT), Periodontal Phenotype (PF), Gingival Recession (GR), radiographic distance from the bone crest to the contact point and Pink Esthetic Score (PES) were registered. The results were analyzed with the following statistical tests: Friedman, Mann-Whitney and Chi-square/Fisher's Exact test with a significance level of 5%. RESULTS: No statistically significant differences were observed between groups for any of the clinical parameters in any, (p>0.05). However, intragroup analysis showed a statistical reduction in VPI between T1 and T2 only for G2 (p<0.05). There was a significant decrease between T0 and T3 for GT (1.67 mm - 1.47 mm in G1, and 1.70 mm -1.47 mm in G2) and increase in the ratio PH/PW (0.56 - 0.80 in G1 and 0.70-0.83 in G2) in both groups (p<0.0001). PES also increased significantly for both groups (9 – 12 in G1 and 7 – 12 in G2) from T0 to T1 and remained high in the other periods. CONCLUSION: The results showed that the prosthetic abutments used did not impact differences in clinical and aesthetic variables related to the behavior of peri-implant tissues during the study. Therefore, the decision to select components an aesthetic area should be based on aspects such as cost, workflow and timing.

22
  • ONDINA KARLA MOUSINHO ROCHA TORRES
  • INFLUÊNCIA DA VIA HIPPO EM CARCINOMAS DE CÉLULAS ESCAMOSAS DE LÍNGUA ORAL

  • Orientador : MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • HELLEN BANDEIRA DE PONTES SANTOS
  • JOABE DOS SANTOS PEREIRA
  • LUIZ ARTHUR BARBOSA DA SILVA
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • Data: 05/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • O carcinoma de células escamosas de língua oral (CCELO) apresenta altas taxas de morbidade e mortalidade. Apesar dos progressos alcançados nesta área, os pesquisadores continuam em busca de biomarcadores moleculares que tenham valor preditivo no prognóstico dos pacientes e que possibilitem o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas. Neste contexto, várias pesquisas têm destacado o papel da via Hippo com esta finalidade. Portanto, esta pesquisa teve como objetivo avaliar se as proteínas relacionadas à Via Hippo, LATS2 e YAP1, exercem alguma influência sobre o comportamento biológico dos CCELOs. A amostra foi constituída por 26 casos de CCELO e 8 casos de mucosa oral normal como controle. Para avaliar a morfologia dos CCELOs foram utilizadas as gradações propostas pela OMS (2005) e por Almangush et al. (2014). O perfil imunoistoquímico de LATS2 e YAP1 foi avaliado por escores (0-3), com base na sua imunoexpressão em localização intracelular (núcleo e/ou citoplasma) e distribuição epitelial. Para a análise entre os parâmetros estudados foram realizados os testes estatísticos Qui-quadrado de Pearson, Exato de Fisher, Mann-Whitney e Kruskal-Wallis. A análise de sobrevida foi realizada através do método de Kaplan Meier e do teste log-rank. Para todas as avaliações foram considerados valores significativos com p<0,05. Foi observada alta expressão da LATS2 tanto em mucosa oral normal quanto na maioria dos CCELOs, sem diferença estatística significativa. Também foi possível evidenciar o aumento da imunoexpressão da YAP nos casos de CCELO em comparação à mucosa oral normal (p<0,001). A elevada expressão de ambas as proteínas, na maioria dos CCELOs, sugere que outras vias de sinalização, além da regulação através da LATS2, podem estar induzindo a expressão nuclear de YAP nestes tumores. Verificou-se ainda que a baixa expressão da LATS2 foi associada com menores taxas de sobrevida livre da doença (p=0,039). Além disso, constatou-se que a elevada expressão da YAP foi associada a classificação de alto risco do modelo BD (p=0,034), sugerindo que a imunoexpressão desta proteína pode estar associada a TEM e invasão celular em CCELO. Portanto, conclui-se que a via Hippo pode influenciar o comportamento biológico dos CCELOs.


  • Mostrar Abstract
  • Oral tongue squamous cell carcinoma (OTSCC) has high morbidity and mortality rates. Despite the progress made in this area, researchers continue to search for molecular biomarkers that have predictive value in the prognosis of patients and allow the development of new therapeutic strategies. In this context, several studies have highlighted the role of the Hippo pathway for this purpose. Therefore, this research aimed to evaluate whether the proteins related to the Hippo pathway, LATS2 and YAP1, have some influence on the OTSCC biological behavior. The sample consisted of 26 OTSCC cases and 8 normal oral mucosa cases as control. To morphologically assess the OTSCC, the gradations proposed by the WHO (2005) and by Almangush et al. (2014) were performed. The immunohistochemical profile of LATS2 and YAP1 was evaluated by scores (0-3), based on their immunoexpression in intracellular location (nucleus and/or cytoplasm) and epithelial distribution. Pearson's Chi-square, Fisher's Exact, Mann-Whitney, and Kruskal-Wallis statistical tests were performed for the analysis of the studied parameters. Survival analysis was performed using the Kaplan-Meier method and the log-rank test. For all evaluations, values with p<0.05 were considered significant. High expression of LATS2 was observed both in normal oral mucosa and in most OTSCC, with no statistically significant difference. It was also possible to observe the increase in YAP immunoexpression in cases of OTSCC compared to the normal oral mucosa (p<0.001). The high expression of both proteins in most OTSCC suggests that other signaling pathways, in addition to regulating through LATS2, may be inducing the nuclear YAP expression in these tumors. It was also found that the LATS2 low expression was associated with lower rates of disease-free survival (p=0.039). Furthermore, YAP high expression was found associated with the BD model's high-risk classification (p=0.034), suggesting this protein immunoexpression may be associated with EMT and cell invasion in OTSCC. Therefore, it is concluded that the Hippo pathway can influence the OTSCC biological behavior.

23
  • LARISSA SANTOS AMARAL ROLIM
  • ANÁLISE DA IMUNOEXPRESSÃO DE MARCADORES DA TRANSIÇÃO EPITELIAL-MESENQUIMAL EM ESPÉCIMES E LINHAGEM CELULAR DO CARCINOMA ADENOIDE CÍSTICO

  • Orientador : LEAO PEREIRA PINTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LEAO PEREIRA PINTO
  • LELIA BATISTA DE SOUZA
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • ROGÉRIO MORAES DE CASTILHO
  • HELLEN BANDEIRA DE PONTES SANTOS
  • Data: 13/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • O Carcinoma Adenoide Cístico (CAC) destaca-se por apresentar crescimento invasivo e persistente, com alta tendência a recidivas locais e metástases à distância. Acredita-se que o mecanismo responsável pela progressão tumoral seja baseado na invasão coletiva ou de células individuais, chamado de Transição Epitelial-Mesenquimal (TEM), onde ocorre uma diminuição da expressão de biomarcadores epiteliais como a E-caderina e aumento da expressão de biomarcadores mesenquimais como Twist, Snail e Vimentina. Com isso, a presente pesquisa teve como objetivo realizar uma investigação sobre imunoexpressão das proteínas da TEM, em espécimes de CAC e a influência deles no potencial migratório e capacidade de formação de esferas tumorais, em uma linhagem de CAC, mediante exposição a cisplatina. As expressões de Twist, Snail, E-caderina e Vimentina foram avaliadas em 20 espécimes teciduais de CAC, de forma quantitativa e semiquantitativa, analisadas quanto ao compartimento celular. De forma a procurar associação com parâmetros clínico-patológicos, sobrevida e dois sistemas de gradações histopatológicas, os casos foram divididos em baixa expressão e alta expressão, sendo o escore 4 o ponto de corte considerado. Nos ensaios in vitro, foram avaliados a marcação dos marcadores da TEM por imunofluorescência mediante cisplatina (estoque: 10mg/ml; IC50: 4μg/m), em ensaio de migração (wound healing) e em ensaio de formação de esferas tumorais. Não houve associações significativas entre os parâmetros clínico-patológicos e as gradações (p>0,05). A análise imuno-histoquímica revelou associações significativas entre a imunoexpressão da vimentina que se mostrou estatisticamente significante, quando comparada com as variáveis clínicas: presença de metástase linfonodal (p=0,020), metástase à distância (p=0,007), estadiamento clínico tardio (p=0,008) e ocorrência de óbito (p=0,004). Na análise estatística não evidenciou associações significativas entre as variáveis imuno-histoquímicas, sobrevida específica e sobrevida livre da doença (p>0,05). Nos ensaios in vitro, a capacidade migratória das células diminuiu significativamente nas primeiras 6h (p=0,050) e 12h (p=0,050), após a exposição ao quimioterápico. Na imunofluorescência, a imunopositividade das proteínas Twist (p<0,001), Snail (p<0,001) e Vimentina (p<0,001) foi significativamente diminuída quando exposta à cisplatina. No ensaio de formação de esferas ocorreu diminuição significativa, estatisticamente, nos tipos de esferas quando comparadas entre os grupos veículo e cisplatina (holoesferas: p=0,034; meroesferas: p=0,050; paraesferas: p=0,050) e o número de paraesferas foi significativamente maior que meroesferas (p=0,001) e holoesferas (p=0,001) no grupo do veículo. Por meio dos resultados deste estudo, foi possível concluir que a TEM está presente de forma expressiva, entretanto não de maneira significativa, no processo de carcinogênese do CAC. Nós também provamos que as células de CAC que exibem marcadores da TEM, são sensíveis ao quimioterápico cisplatina, afetando a expressão desses marcadores, sua migração e a formação de esferas tumorais.


  • Mostrar Abstract
  • Adenoid Cystic Carcinoma (ACC) characterized by persistent and invasive growth, with a high tendency to local recurrences and distant metastases. It is believed that the mechanism responsible for tumor progression is based on the collective or individual cell invasion, kwon as Epithelial-Mesenchymal Transition (EMT), where occur a decrease in the expression of epithelial biomarkers, such as E-cadherin, and increased expression of mesenchymal biomarkers, such as Twist, Snail and Vimentin. Thus, the present research aims to conduct a research on immunoexpression of EMT transcription factors in ACC specimens and their influence on migratory potential and ability to form tumorsphere in an ACC cell line, through exposure to cisplatin. Expressions of Twist, Snail, E-cadherin and Vimentin were evaluated in 20 tissue specimens of ACC in a quantitative and semi-quantitative manner and analyzed for cellular compartment. In order to look for an association with clinicopathological parameters, survival and two histopathological grading systems, the cases were divided into low expression and high expression, with a score of 4 as the cutoff point considered. In the in vitro assays, the staining of EMT markers by immunofluorescence using cisplatin (stock: 10mg/ml; IC50: 4μg/m), in migration assay (wound healing) and in tumorsphere assay were evaluated. There were no significant associations between clinicopathological parameters and grading systems (p>0.05). The immunohistochemical analysis revealed significant associations between the immunoexpression of vimentin, which was statistically significant when compared with the clinical variables: presence of lymph node metastasis (p=0.020), distant metastasis (p=0.007), late clinical staging (p=0.008) and death (p=0.004). The statistical analysis showed no significant associations between immunohistochemical variables and specific survival and disease-free survival (p>0.05). In in vitro assays, the migratory capacity of cells significantly decreased in the first 6h (p=0.050) and 12h (p=0.050) after exposure to chemotherapy. In immunofluorescence, the immunopositivity of Twist (p<0.001), Snail (p<0.001) and Vimentin (p<0.001) was significantly decreased when exposed to cisplatin. In the tumorsphere assay, there was a statistically significant decrease in the types of spheres when compared between the vehicle and cisplatin groups (holospheres: p=0.034; merospheres: p=0.050; paraspheres: p=0.050) and the number of paraspheres was significantly higher than merospheres (p=0.001) and holospheres (p=0.001) in the vehicle group. Through the results of this study, it was possible to conclude that EMT is present in an expressive, however not in a significant, way in the carcinogenesis of ACC. We also observed that ACC cells that exhibit EMT markers are sensitive to the chemotherapy drug cisplatin, affecting the expression of these markers, their migration and the formation of tumorspheres.

24
  • AMANDA FELIX GONÇALVES TOMAZ
  • CORRELAÇÃO ENTRE OS ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO DA SUTURA PALATINA MEDIANA E DAS VÉRTEBRAS CERVICAIS

  • Orientador : PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • JOSE SANDRO PEREIRA DA SILVA
  • SERGEI GODEIRO FERNANDES RABELO CALDAS
  • HANIERI GUSTAVO DE OLIVEIRA
  • VÂNIO SANTOS COSTA
  • Data: 21/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A maturação da sutura palatina mediana (MSPM) é um parâmentro importante para prever o sucesso da expansão rápida da maxila (ERM), porém uma tomografia computadorizada de feixe cônico é necessária para a sua avaliação. Uma possível correlação entre os estágios de MSPM e a maturação das vértebras cervicais (MVC) permitiria predizer a chance de sucesso da ERM por meio de telerradiografias laterais. Objetivo: Correlacionar os estágios de MSPM com os estágios de MVC por meio de tomografias computadorizadas de feixe cônico (TCFC). Material e métodos: Um total de 268 TCFC da região do crânio de indivíduos de ambos os sexos e com idades acima de 5 anos foram analisadas. Os exames de TCFC foram coletadas do arquivo de documentações da Clínica Radiologia Odontológica Conceito, localizada em Natal, Rio Grande do Norte. Um examinador ocultou as informações pessoais das TCFC e distribuiu aleatoriamente os exames de imagem com base em uma sequência numérica gerada eletronicamente. Uma outra examinadora previamente calibrada realizou de forma cega a avaliação subjetiva do estágio de maturação da sutura palatina mediana e das vertebras cervicais em cada TCFC. Para isso, inicialmente, foi realizada a padronização da posição da cabeça dos participantes nos exames de TCFC. O estágio de MSPM foi avaliado por meio da observação da maxila no corte axial. A depender da anatomia da sutura palatina mediana, a maturação foi classificada como A, B, C, D ou E. Por outro lado, o estágio de MVC foi avaliado por meio do corte sagital das vértebras cervicais. A depender da morfologia das vértebras C2, C3 e C4, a maturação foi classificada como estágio CS1, CS2, CS3, CS4, CS5 ou CS6. A concordância intraexaminador foi realizada por meio do Coeficiente de Concordância de Kappa, enquanto a correlação entre o estágio de maturação da sutura palatina e o estágio de maturação das vértebras cervicais foi avaliada por meio do Teste de Correlação de Spearman. A distribuição dos estágios de MSPM e de MVC foi calculada por meio das frequências relativa e absoluta nos indivíduos distribuídos em diferentes faixas etárias.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The midpalatal suture maturation (MPSM) is an important parameter to predict the rapid maxillary expansion (RME) success, but a cone-beam computed tomography is required for its evaluation.  A correlation between both the MPSM and cervical vertebrae (CVM) would allow predicting the success of rapid maxillary expansion by means of lateral cephalograms. Objective: To correlate MPSM stages with CVM stages using cone-beam computed tomography (CBCT). Material and methods: A total of 195 CBCTs of skull of individuals of both sexes aged over 5 years old will be analyzed. The CBCT exams will be collected from the documentation file of Clínica Radiologia Odontológica Conceito, located at Natal, Rio Grande do Norte. An examiner will withhold the personal informations of patients and randomly assign the CBCT exams based on an electronically generated numerical sequence. Two other previously calibrated examiners will blindly and independently perform the subjective assessment of MPSM and CVM in each CBCT exam. For this, initially, standardization of head position of participants will be carried out in the CBCT exams. The MPSM stage will be assessed by observing the maxilla in the axial view. Depending on the anatomy of the midpalatal suture, maturation will be classified as A, B, C, D or E. On the other hand, the CVM stage will be assessed in the sagittal view of the cervical vertebrae. Depending on the morphology of C2, C3 and C4 vertebrae, maturation will be classified as stage CS1, CS2, CS3, CS4, CS5 or CS6. The intra and interexaminer reliabilities will be analyzed using the Kappa’s Concordance Coefficient. On the other hand, correlation between the maturation stage of the palatal suture, the stage of maturation of the cervical vertebrae and age will be performed using the Spearman Correlation Test. The stages of MPSM and CVM distribution was calculated through the relative and absolute frequencies in individuals distributed in different age groups. 

25
  • JULIANA CAMPOS PINHEIRO
  • EFEITO BIOLÓGICO DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE EM OSTEOBLASTOS CULTIVADOS NA SUPERFÍCIE DE ARCABOUÇOS POLIMÉRICOS TRIDIMENSIONAIS

  • Orientador : CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • PEDRO PAULO DE ANDRADE SANTOS
  • CARLOS EDUARDO BEZERRA DE MOURA
  • RICARDO LUIZ CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE JUNIOR
  • Data: 21/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • A primeira parte do trabalho avaliou, através de uma revisão sistemática de estudos in vitro, a aplicabilidade da fotobiomodulação como uma ferramenta auxiliar na engenharia de tecidos. De 8373 estudos inicialmente identificados a partir das estratégias de busca, dez artigos atingiram os critérios de inclusão para análise. Os dados obtidos da maioria dos estudos revisados indicaram que a laserterapia de baixa intensidade (LBI) pode aumentar a proliferação e diferenciação de células cultivadas na superfície dos biomateriais. Na segunda parte do trabalho foi avaliado o efeito da LBI na dose de 4 J/cm² na proliferação de osteoblastos (OFCOL II) cultivados na superfície de arcabouços poliméricos tridimensionais (3D) de ácido polilático (PLA) e de PLA associado a quitosana (PLA/Q) produzidos pela técnica de fiação por sopro em solução. O ensaio do Alamar Blue demonstrou que as células OFCOL II cultivadas sobre os arcabouços 3D de PLA e irradiadas apresentaram uma maior atividade proliferativa quando comparadas aos grupos não irradiados no intervalo de 72 h. Além disso, as células OFCOL II cultivadas sobre arcabouços de PLA/Q também apresentaram uma maior atividade proliferativa em 24 h. A análise pela microscopia eletrônica de varredura (MEV) mostrou que os osteoblastos se encontravam ancorados em concavidades das fibras dos arcabouços examinados. Concluiu-se que o modelo proposto apresentou um potencial para estudos na área da engenharia tecidual óssea. Na terceira parte do trabalho foi avaliada a influência da LBI infravermelha (IV) e vermelha (V) em diferentes dosagens (1 J/cm², 4 J/cm² e 6 J/cm²) na proliferação e viabilidade das células OFCOL II. O ensaio do Alamar Blue mostrou diferenças significativas (p<0,05) na atividade mitocondrial do grupo IV utilizando a dose de 1 J/cm2 e 4 J/cm2,nos intervalos de 24 e 48 h. Já o ensaio do Live/Dead evidenciou que a LBI induziu aumento da viabilidade celular no grupo IV na dose de 4 J/cm2, quando comparada os demais grupos. Em conjunto, os resultados sugerem que a LBI pode promover bioestimulação de in vitro de osteoblastos, inclusive quando cultivados na superfície de arcabouços poliméricos 3D, representando assim uma ferramenta promissora nas técnicas de engenharia tecidual óssea.


  • Mostrar Abstract
  • The first part of the work evaluated, through a systematic review of in vitro studies, the applicability of photobiomodulation as an auxiliary tool in tissue engineering. Of 8373 studies initially identified from the search strategies, ten articles met the inclusion criteria for analysis. Data obtained from most of the reviewed studies indicated that low-intensity laser therapy (LLLT) could increase the proliferation and differentiation of cells cultured on the surface of biomaterials. The second part of the work evaluated the effect of LLLT at a dose of 4 J/cm² on the proliferation of osteoblasts (OFCOL II) cultivated on the surface of three-dimensional (3D) polymer scaffolds of polylactic acid (PLA) and PLA associated with chitosan (PLA/Q) produced by the solution blow spinning technique. The Alamar Blue assay demonstrated that OFCOL II cells cultured on 3D PLA scaffolds and irradiated showed more significant proliferative activity when compared to non-irradiated groups within 72 h. Furthermore, OFCOL II cells cultured on PLA/Q scaffolds showed higher proliferative activity at 24 h. Analysis by scanning electron microscopy (SEM) showed that the osteoblasts were anchored in the concavities of the fibers of the examined scaffolds. It was concluded that the proposed model showed potential for studies in the field of bone tissue engineering. The third part of the work evaluated the influence of infrared (IR) and red (R) LLLT at different dosages (1 J/cm², 4 J/cm², and 6 J/cm²) on the proliferation and viability of OFCOL II cells. The Alamar Blue assay showed significant differences (p<0.05) in the mitochondrial activity of group IR using the dose of 1 J/cm² and 4 J/cm² at 24 and 48 h. The Live/Dead assay showed that LLLT induced an increase in cell viability in the IR group at a dose of 4 J/cm² compared to the other groups. Taken together, the results suggest that LLLT can promote in vitro biostimulation of osteoblasts, even when cultivated on the surface of 3D polymeric scaffolds, thus representing a promising tool in bone tissue engineering techniques.

2021
Dissertações
1
  • LUIZ CARLOS ALVES JUNIOR
  • AVALIAÇÃO QUANTITATIVA E DA PERCEPÇÃO DAS ALTERAÇÕES FACIAIS APÓS LIPECTOMIA BUCAL

  • Orientador : ADRIANO ROCHA GERMANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANO ROCHA GERMANO
  • HECIO HENRIQUE ARAUJO DE MORAIS
  • JOSÉ WILSON NOLETO JÚNIOR
  • Data: 25/01/2021

  • Mostrar Resumo
  • Foi proposito desse estudo identificar se existe diferença na região da bochecha através da fotogrametria tridimensional após lipectomia bucal bilateral. Trata-se de um ensaio clínico quase-experimental sobre a lipectomia bucal. Quinze pacientes foram operados, totalizando 30 lipectomias bucais. Um protocolo fotográfico para fotogrametria tridimensional foi realizado em dois tempos operatórios, T0: pré-operatório e T1: 10 meses pós-operatório. A abertura bucal, o peso corporal, a quantidade de gordura removida em gramas e mililitros; e escala visual analógica de dor, foram coletados. Através do Formulário Google®, profissionais especialistas da odontologia avaliaram as fotografias. A avaliação quantitativa da região subzigomática foi realizada através do programa GOM inspect® utilizado um mapa de cores e medições milimétricas na região da bochecha.  Utilizou-se a Coeficiente de Spearman, e o teste de Wilcoxon. Observou-se uma correlação negativa moderada, entre a quantidade de gordura removida do lado direito com a alteração tecidual ocorrida na zona 2, com p <0,046, revelando diferença estatisticamente significativa.  O teste de Wilcoxon revelou diferença estatisticamente significativa em todas as zonas entre T0 e T1. O índice de acerto dos profissionais sobre T0 e T1 foi de 69,86%. A fotogrametria tridimensional conseguiu quantificar as alterações na região da bochecha após a lipectomia bucal, que apesar de milimétricas, foram perceptíveis por profissionais. A área subzigomática na zona 2 e 5 parece ser a região que mais diminui após a remoção do CAB. 


  • Mostrar Abstract
  • This study sought to identify whether there is a difference in the cheek region through three-dimensional photogrammetry after bilateral oral lipectomy. This is a quasi-experimental clinical trial on oral lipectomy. Fifteen patients were operated on, totaling 30 oral lipectomies. A photographic protocol for three-dimensional photogrammetry was performed in two operative stages, T0: preoperative and T1: 10 months postoperatively. The mouth opening, body weight, the amount of fat removed in grams and milliliters; and visual analogue pain scale, were collected. Through the Google® Form, dental specialists evaluated the photographs. The quantitative evaluation of the subzygomatic region was performed using the GOM inspect® program using a color map and millimeter measurements in the cheek region. Spearman's coefficient and the Wilcoxon test were used. There was a moderate negative correlation between the amount of fat removed on the right side and the tissue change that occurred in zone 2, with p <0.046, revealing a statistically significant difference. The Wilcoxon test revealed a statistically significant difference in all zones between T0 and T1. The professionals' success rate on T0 and T1 was 69.86%. Three-dimensional photogrammetry was able to quantify the changes in the cheek region after the oral lipectomy, which despite being millimetric, were perceived by professionals. The subzygomatic area in zone 2 and 5 appears to be the region that decreases the most after CAB removal.

2
  • MARIANA RIOS BERTOLDO
  • Presença de cefaleia e o uso de equipamentos de proteção individual em Cirurgiões-Dentistas e Médicos do Rio Grande do Norte durante a COVID-19

  • Orientador : GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO JOSÉ GUERRA SEABRA
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • Data: 28/01/2021

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O estado de alerta provocado pela doença do novo Coronavírus (COVID-19) pode impactar negativamente na saúde dos indivíduos. Os profissionais da saúde estão expostos à contaminação pelo vírus, em especial os Cirurgiões-Dentistas e Médicos, devido a sua forma de atuação frequente, muito próxima ao paciente. Sabe-se que a cefaleia pode estar relacionada aos equipamentos de proteção individuais (EPIS) utilizados no dia a dia desses profissionais. Objetivo: O presente estudo busca avaliar a presença da cefaleia e o uso de equipamentos de proteção individual em Cirurgiões-Dentistas e Médicos no Rio Grande do Norte. Metodologia: Foi realizado um estudo do tipo observacional, analítico e transversal com cirurgiões dentistas e médicos convidados a participar da pesquisa via mensagens eletrônicas através do Google formulários acerca de sinais e sintomas, através do questionário para cefaleia (Questionário de dores de cabeça associadas a equipamentos de proteção individual - Adaptado). Para análise estatística os dados foram reunidos em um banco de dados criado no programa Statistical Package for the Social Science (SPSS) 22.0. Foram realizados testes Qui quadrado de Pearson e Fischer para o cruzamento das variáveis, com um intervalo de confiança de 95%. Resultados: A amostra do estudo foi composta por 181 profissionais, sendo 23,2% médicos (n=42) e 76,8% cirurgiões dentistas (n=139), 34,8% (n=63) do gênero masculino e 65,2% (n=118) do gênero feminino. 84% (n=152) dos profissionais atuavam em ambiente ambulatorial. 43,6% dos profissionais (n=79) relataram uma resposta positiva à cefaleia, sendo os participantes do gênero feminino, mais propensos a desenvolver a cefaleia (p<0,01). Um aumento do uso dos EPIS (87,3% n=158) (p=0,183), uso de máscaras faciais com óculos ou viseiras (96,7% n=175), (p=0,234) ou máscaras N95 ou PFF-2 (88,4% n=160) (p=0,062) não foram relacionados à cefaleia. Porém, seu uso por 5 horas ou mais (58,6% n=106) (p<0,01) foram estatisticamente significativos. Relatos de cefaleias bilaterais, dor na região parietal e temporal e em toda a cabeça, qualidade da dor, intervalo de tempo e intensidade, foram significativos para o desenvolvimento da cefaleia devido ao uso dos EPIs. Conclusões: Baseado em nosso estudo, o aumento da utilização dos EPIs não influenciou estatisticamente nos quadros de cefaleia. Além disso, observou-se que o tipo de máscara utilizada, não influenciou os relatos de cefaleias. Ainda, quando analisados sobre o período de tempo de utilização dos EPIs, observou-se um aumento nos relatos de cefaleias naqueles profissionais que os utilizava por cerca de cinco horas ou mais.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Introduction: The alertness caused by the disease of the new Coronavirus (COVID-19) can negatively impact the health of individuals. Health professionals are exposed to contamination by the virus, especially dental surgeons and doctors, due to their frequent performance, very close to the patient. It is known that headache may be related to individual protective equipment (EPIS) used in the daily lives of these professionals. Objective: The present study seeks to evaluate the presence of headache and the use of personal protective equipment in Dental Surgeons and Doctors in Rio Grande do Norte. Methodology: An observational, analytical and cross-sectional study was carried out with dental surgeons and doctors invited to participate in the survey via electronic messages through Google forms about signs and symptoms, through the questionnaire for headache (Questionnaire of headaches associated with equipment personal protection - Adapted). For statistical analysis the data were gathered in a database created in the program Statistical Package for the Social Science (SPSS) 22.0. Pearson and Fischer Chi-square tests were performed to cross the variables, with a 95% confidence interval. Results: The study sample consisted of 181 professionals, being 23.2% doctors (n = 42) and 76.8% dental surgeons (n = 139), 34.8% (n = 63) male and 65.2 % (n = 118) of the female gender. 84% (n = 152) of the professionals worked in an outpatient setting. 43.6% of professionals (n = 79) reported a positive response to headache, with female participants being more likely to develop headache (p <0.01). An increase in the use of EPIS (87.3% n = 158) (p = 0.183), use of facial masks with glasses or visors (96.7% n = 175), (p = 0.234) or N95 or PFF- masks 2 (88.4% n = 160) (p = 0.062) were not related to headache. However, its use for 5 hours or more (58.6% n = 106) (p <0.01) was statistically significant. Reports of bilateral headaches, pain in the parietal and temporal region and throughout the head, quality of pain, time interval and intensity, were significant for the development of headache due to the use of PPE.Conclusions: Based on our study, the increased use of PPE did not statistically influence headache. In addition, it was observed that the type of mask used did not influence the reports of headache. Still, when analyzed on the length of time the PPE was used, there was an increase in reports of headache in those professionals who used them for about five hours or more.

3
  • JADSON ALEXANDRE SILVA LIRA
  • INFLUÊNCIA DA FOTOBIOMODULAÇÃO NA VIABILIDADE E PROLIFERAÇÃO DE CÉLULAS-TRONCO DO LIGAMENTO PERIODONTAL HUMANO CULTIVADAS NA SUPERFÍCIE DE FILMES DE ÁCIDO POLILÁTICO

  • Orientador : CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • CARLOS EDUARDO BEZERRA DE MOURA
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • Data: 29/01/2021

  • Mostrar Resumo
  • O ácido polilático (PLA) é um biomaterial com diversas aplicações biomédicas e tem se destacado como um arcabouço promissor na engenharia de tecidos principalmente devido à sua biocompatibilidade, fácil manipulação e baixo custo. O laser de baixa intensidade (LBI) tem se mostrado uma ferramenta útil para promover a bioestimulação in vitro de vários tipos celulares. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da fotobiomodulação com LBI na viabilidade e proliferação de células-tronco do ligamento periodontal humano (hPDLSC) cultivadas em arcabouços de PLA. Filmes de PLA foram produzidos e a topografia da superfície foi avaliada por microscopia eletrônica de varredura (MEV) e microscopia de força atômica (AFM). As hPDLSC foram isoladas, caracterizadas e cultivadas nos filmes de PLA e os espécimes foram divididos em dois grupos: Controle – não irradiado; e Laser – submetido à irradiação com laser diodo (InGaAIP) com comprimento de onda de 660 nm, potência de 30 mW, e dose única de 1 J/cm², de modo contínuo. As análises de viabilidade celular foram realizadas 24 e 48 horas após a irradiação através do ensaio bioquímico Alamar Blue e do ensaio Live/Dead. Os eventos do ciclo celular foram avaliados por citometria de fluxo e a morfologia da interação célula-biomaterial foi avaliada por MEV. Os filmes produzidos exibiram uma superfície plana e regular, com presença eventual de pequenos poros e rugosidade média de 59,381 nm. Os resultados do ensaio Alamar Blue mostraram uma maior atividade metabólica celular no grupo irradiado em relação ao controle em 24 (p<0,05) e 48 h (p<0,001), o que foi confirmado no ensaio Live/Dead por uma maior densidade de células viáveis no grupo Laser. Na análise do ciclo celular o grupo Laser apresentou um aumento de células na fase G2/M comparado com o grupo Controle (p<0,001). As imagens da MEV mostraram uma maior densidade celular no grupo irradiado, com manutenção da morfologia e projeções celulares. Em conjunto, os achados deste estudo demonstraram que fotobiomodulação tem a capacidade de aumentar a viabilidade e proliferação das células-tronco periodontais cultivadas em arcabouços de PLA, o que pode contribuir para o desenvolvimento de novos estudos utilizando este protocolo na engenharia tecidual periodontal.


  • Mostrar Abstract
  • Polylactic acid (PLA) is a biomaterial with diverse biomedical applications and has been a promising scaffold in tissue engineering mainly due to its biocompatibility, easy manipulation and low cost. Low-level laser irradiation (LLLI) has been shown to be a powerful tool to promote in vitro biostimulation in several cell types. The aim of this study was to evaluate the effectiveness of photobiomodulation with LLLI on the viability and proliferation of human periodontal ligament stem cells (hPDLSC) cultured on PLA scaffolds. PLA films were produced by solvent casting method and the surface topography was evaluated by scanning electronic microscopy (SEM) and atomic force microscopy (AFM). hPDLSC were isolated, characterized and cultured on the PLA films. Two groups were evaluated: Control - non irradiated; and Laser - irradiated with diode laser (InGaAIP) with wavelength of 660 nm, power of 30 mW, and a single dose of 1 J/cm² with radiation emitted continuously. Cell viability analyzes were performed 24 and 48 hours after irradiation using the the Alamar Blue biochemical assay and Live/Dead assay. Cell cycle events were assessed by flow cytometry and cell-biomaterial morphological interaction was evaluated by SEM. The films produced showed a flat and regular surface, with the occasional presence of small pores and an average roughness of 59.381 nm. The results of Alamar Blue assay showed a greater cell metabolic activity in irradiated group compared to control at 24 (p<0.05) and 48 h (p<0.001), which was confirmed in the Live/Dead assay by a higher density of viable cells in the Laser group. In the analysis of the cell cycle, the Laser group showed an increase of cells in the G2/M phase compared to the Control group (p <0.001). SEM images showed a higher cell density in the irradiated group, with maintenance of cell morphology and projections. Taken together, the findings of this study demonstrated that photobiomodulation has the ability to increase the viability and proliferation of periodontal stem cells cultured on PLA scaffolds, which may contribute to the development of new studies using this protocol in periodontal tissue engineering.

4
  • ANDRE AZEVEDO DOS SANTOS
  • PERFIL IMUNO-HISTOQUÍMICO DE MARCADORES DE CÉLULAS-TRONCO TUMORAIS EM NEOPLASIAS DE GLÂNDULA SALIVAR

  • Orientador : LELIA BATISTA DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JAMILE MARINHO BEZERRA DE OLIVEIRA MOURA
  • LELIA BATISTA DE SOUZA
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • Data: 30/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • Os tumores de glândulas salivares (TGS) são caracterizados por apresentar características clínico-patológicas complexas e uma grande diversidade de aspectos morfológicos, comportamentos clínicos e prognósticos. Têm surgido fortes evidências de que células-tronco tumorais (CTTs) desempenham papéis importantes na tumorigênese de várias neoplasias. No entanto, o papel dessas CTTs nos comportamentos e prognósticos dos TGSs ainda não está totalmente esclarecido. Este estudo buscou descrever o perfil de imunoexpressão dos biomarcadores de CTTs CD44, ALDH1, OCT4 e SOX2 em uma série de casos de TGSs (20 adenomas pleomórficos, 20 carcinomas adenoides císticos e 20 carcinomas mucoepidermoides). Os dados obtidos foram analisados no software Statistical Package for the Social Sciences, utilizando o nível de significância de 5% (p<0.05). Foram observadas diferenças entre os perfis de imunoexpressão parenquimal dos biomarcadores nas lesões. Nos APs e nos CACs se destacaram as imunoexpressões de ALDH1 e OCT4, respectivamente, sendo   observada uma marcação preferencial para células não-luminais, com exceção do ALDH1 que marcou preferencialmente células luminais. Nos CMEs não se observou muita diferença entre as imunoexpressões dos biomarcadores, sendo evidenciadas   marcações de CD44, OCT4 e SOX2 nas células epidermoides e intermediárias, enquanto que a expressão de ALDH1 foi evidenciada também em algumas células mucosas. Quanto ao compartimento subcelular imunomarcado, a expressão de CD44 foi predominantemente membranar, de ALDH1 citoplasmática e de OCT4 e SOX2, nuclear. Também foi observada marcação citoplasmática para CD44 e OCT4. Comparando as imunoexpressões parenquimais   entre os grupos de lesões, foram observadas maiores expressões de ALDH1, OCT4 e SOX2, nos casos de APs, CACs e CMEs, respectivamente. No entanto, a maioria dos CACs exibiu ausência de imunoexpressão parenquimal de ALDH1 e os casos de CME exibiram alta imunoexpressão parenquimal de SOX2, de modo diferente das outras lesões. Foi observada ainda imunoexpressão de todos os biomarcadores, exceto do SOX2, no estroma da maioria dos APs, CACs e CMEs. Quando aplicados testes estatísticos foi evidenciada relação de maior imunoexpressão parenquimal de ALDH1 em tumores de glândulas salivares maiores (p=0,021) e de OCT4 em tumores de glândulas salivares menores (p=0,011); de maior imunoexpressão parenquimal de SOX2 em lesões sem diferenciação mioepitelial (p<0,001) e de OCT4 em lesões com diferenciação mioepitelial (p=0,009); de maior imunoexpressão parenquimal de ALDH1 em lesões benignas (p<0,001) e de SOX2 em malignas (p=0,002). O CD44 foi o único biomarcador que teve relação estatisticamente significativa da imunoexpressão parenquimal com os parâmetros clínicos das neoplasias malignas, sendo sua maior expressão relacionada a tumores menos agressivos e de melhor prognóstico. As imunoexpressões estromais do CD44, ALDH1 e OCT4 tiveram associação significativa com lesões malignas. Foram encontradas correlações significativas entre as imunoexpressões dos biomarcadores, tanto na amostra geral, quanto na análise individual das lesões. Estes resultados sugerem a existência de subpopulações distintas de CTTs nos TGSs e que estas podem desempenhar papel importante na tumorigênese dessas lesões. Os resultados sugerem também que as imunoexpressões evidenciadas no estroma tumoral, caracterizando a presença de células-tronco mesenquimais, pode estar diretamente relacionada com o comportamento biológico e progressão tumoral dos TGSs malignos ou que estas podem representar CTTs que sofreram transição epitélio-mesênquimal.


  • Mostrar Abstract
  • Salivary gland tumors (SGTs) are characterized by complex clinicopathological features and morphological diversity, as well as different clinical behaviors and prognoses. There is strong evidence that tumor stem cells (TSCs) play important roles in the tumorigenesis of different neoplasms. However, the role of TSCs in the behavior and prognosis of SGTs has not been fully elucidated. This study aimed to describe the immunoexpression profile of biomarkers of TSCs (CD44, ALDH1, OCT4, and SOX2) in a series of cases of SGTs (20 pleomorphic adenomas [PAs], 20 adenoid cystic carcinomas [ACCs], and 20 mucoepidermoid carcinomas [MECs]). The data were analyzed with the Statistical Package for the Social Sciences, adopting a level of significance of 5% (p<0.05). Differences were observed between the parenchymal immunoexpression profiles of the biomarkers in the tumors studied. In PAs and ACCs, marked immunoexpression of ALDH1 and OCT4, respectively, was found, with preferential staining of non-luminal cells, except for ALDH1 which preferentially stained luminal cells. No difference between the immunoexpression of the biomarkers was observed in MECs, with CD44, OCT4 and SOX2 staining epidermoid and intermediate cells, while expression of ALDH1 was also detected in some mucosal cells. Regarding the immunostained subcellular compartment, CD44 was predominantly expressed on the membrane, ALDH1 in the cytoplasm, and OCT4 and SOX2 in the nucleus. Cytoplasmic staining for CD44 and OCT4 was also observed. Comparison of parenchymal immunoexpression between the groups of tumors showed higher expression of ALDH1, OCT4 and SOX2 in PAs, ACCs and MECs, respectively. However, parenchymal immunoexpression of ALDH1 was absent in ACCs and the MEC cases exhibited high parenchymal immunoexpression of SOX2 that differed from the other tumors. Furthermore, immunoexpression of all biomarkers, except for SOX2, was found in the stroma of most PAs, ACCs and MECs. Statistical analysis revealed higher parenchymal immunoexpression of ALDH1 in major SGTs (p=0.021) and of OCT4 in minor SGTs (p=0.011); higher parenchymal immunoexpression of SOX2 in tumors without myoepithelial differentiation (p<0.001) and of OCT4 in tumors with myoepithelial differentiation (p=0.009); higher parenchymal immunoexpression of ALDH1 in benign tumors (p<0.001) and of SOX2 in malignant tumors (p=0.002). CD44 was the only biomarker whose parenchymal immunoexpression was significantly associated with the clinical parameters of malignant tumors, with higher expression of this marker being associated with less aggressive tumors and with those showing a better prognosis. Stromal immunoexpression of CD44, ALDH1 and OCT4 was significantly associated with malignant tumors. Significant correlations between the immunoexpression of the biomarkers were observed in the general sample, as well as in individual analysis of the tumors. These results suggest the existence of different subpopulations of TSCs in SGTs and that these subpopulations play an important role in tumorigenesis. The results also suggest that the immunoexpression detected in the tumor stroma, characterizing the presence of mesenchymal stem cells, is directly related to the biological behavior and progression of malignant SGTs or that these cells represent TSCs that have undergone epithelial-mesenchymal transition.

5
  • HANNAH GIL DE FARIAS MORAIS
  • IMUNOEXPRESSÃO DAS PROTEÍNAS E-CADERINA, α-SMA, TGF-β E SNAIL EM QUEILITES ACTÍNICAS E CARCINOMA EPIDERMOIDE DE LÁBIO INFERIOR

  • Orientador : ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • HELLEN BANDEIRA DE PONTES SANTOS
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • Data: 25/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • A transição epitélio-mesenquimal (TEM) é um processo biológico que vem sendo amplamente estudado em carcinoma epidermoide oral (CEO), porém, ainda raramente avaliado na carcinogênese labial. O objetivo deste estudo foi de investigar a imunoexpressão das proteínas E-caderina, α-SMA, TGF-β e Snail em queilites actínicas (QA) diagnosticadas histopatologicamente como displasias epiteliais, e em carcinomas epidermoides de lábio inferior (CELI). A imunoexpressão de E-caderina, α-SMA, TGF-β e Snail foi analisada de forma semiquantitativa em 54 casos de QAs e em 49 CELIs. Visando a associação dos achados imunoistoquímicos com as variáveis clínicopatológicas e taxas de sobrevida global (SG) e livre de doença (SLD), os casos foram classificados nas categorias baixa expressão e alta expressão.  Não foram observadas associações estatisticamente significativas entre as expressões das proteínas analisadas e o grau de severidade das displasias epiteliais em QAs. Os parâmetros morfológicos de maior agressividade demonstraram associações significativas com baixa expressão membranar da E-caderina e padrão de imunomarcação em rede/em fuso de α-SMA, ao passo que a baixa expressão dessa proteína demonstrou significância com parâmetros morfológicos de menor agressividade. As proteínas TGF-β e Snail não revelaram associações significativas com os parâmetros morfológicos. Com relação aos parâmetros clínicos, constatou-se que a baixa expressão de α-SMA no estroma do front tumoral e a baixa expressão de TGF-β em buds tumorais estiveram significativamente associados a CELIs com melhor comportamento clínico, enquanto, o padrão em rede/em fuso de α-SMA indicaram, de forma significativa, pior comportamento clínico. Não foram observadas associações significativas entre a imunoexpressão de E-caderina e Snail com os parâmetros clínicos avaliados. Associações das imunoexpressões das proteínas entre as lesões estudadas revelou resultados significativos para um aumento da expressão citoplasmática da E-caderina em CELIs, redução de α-SMA em QAs, redução de TGF-β em CELIs e aumento de Snail em QAs. A análise de sobrevida revelou que uma alta expressão de α-SMA no estroma do front tumoral, seu padrão em rede e alta expressão de TGF-β em buds tumorais estavam significativamente associadas a piores parâmetros de sobrevida em CELIs.  Os resultados do presente estudo sugerem que a imunoexpressão das proteínas E-caderina, α-SMA, TGF-β e Snail em QAs não indicam diferenças no grau de severidade histopatológica dessas lesões, enquanto nos CELIs constatou-se que seu comportamento mais agressivo estava associado a baixa expressão da E-caderina membranar, alta expressão de α-SMA e seu padrão em rede e baixa expressão de TGF-β em buds tumorais.


  • Mostrar Abstract
  • Epithelial-mesenchymal transition (EMT) is a biological process that has been widely studied in oral squamous cell carcinoma (SCC), however, it is still rarely evaluated in lip carcinogenesis. The aim of this study was to investigate the immunoexpression of E-cadherin, α-SMA, TGF-β and Snail proteins in actinic cheilitis (AC) histopathologically diagnosed as epithelial dysplasia, and in lower lip squamous cell carcinoma (LLSCC). The immunoexpression of E-cadherin, α-SMA, TGF-β and Snail was semiquantitatively analyzed in 54 cases of ACs and 49 LLSCCs. Aiming at association of immunohistochemical findings with clinicopathological variables and overall (OS) and disease-free (DFS) survival rates, cases were classified into low expression and high expression categories. No statistically significant associations were observed with any of proteins analyzed with degree of severity of epithelial dysplasia in ACs. The most aggressive morphological parameters showed significant associations with low E-cadherin membrane expression and α-SMA network/spindle immunostaining pattern, while low expression of this protein showed significance with less aggressive morphological parameters. TGF-β and Snail proteins did not reveal significant associations with morphological parameters. Regarding clinical parameters, it was found that low expression of α-SMA in stroma of tumor front and low expression of TGF-β in tumor buds were significantly associated with LLSCCs with better clinical behavior, while α-SMA network/spindle pattern significantly indicated worse clinical behavior. There were no significant associations between immunoexpression of E-cadherin and Snail with clinical parameters evaluated. Associations of protein immunoexpressions among studied lesions revealed significant results for an increase in cytoplasmic expression of E-cadherin in LLSCCs, reduction of α-SMA in ACs, reduction of TGF-β in LLSCCs and increase of Snail in ACs. Survival analysis revealed that high α-SMA expression in tumor front stroma, its network pattern and high TGF-β expression in tumor buds were significantly associated with worse survival parameters in LLSCCs. The results of present study suggest that immunoexpression of E-cadherin, α-SMA, TGF-β and Snail proteins in ACs do not indicate differences in degree of histopathological severity of these lesions, while in LLSCCs it was found that their more aggressive behavior was associated low expression of membrane E-cadherin, high expression of α-SMA and its network pattern and low expression of TGF-β in tumor buds.

6
  • LUCAS MELO DA COSTA
  •  IMUNOEXPRESSÃO DA YES-ASSOCIATED PROTEIN (YAP) EM HIPERCERATOSES E DISPLASIAS EPITELIAIS ORAIS

  • Orientador : MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • LUIZ ARTHUR BARBOSA DA SILVA
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • Data: 29/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • A busca por um biomarcador que auxilie na predição de risco de transformação maligna das desordens orais potencialmente malignas (DOPMs) representa um grande desafio, já que pode auxiliar no manejo precoce e adequado dos pacientes. Este estudo avaliou a imunoexpressão da Yes-Associated Protein (YAP) em lesões intraorais leucoplásicas, eritroplásicas ou leucoeritroplásicas, com diagnóstico histopatológico de hiperceratose ou displasia epitelial oral (DEO), correlacionando essa imunoexpressão com o grau de severidade morfológica dessas lesões. A amostra foi composta por 20 casos de hiperceratoses e 53 casos de DEOs, além de 10 casos de mucosa oral normal (grupo controle). Para a avaliação do grau de displasia, foram utilizadas as gradações da OMS (EL-NAGGAR et al., 2017) e o Sistema Binário (KUJAN et al., 2006), sendo o perfil imunoistoquímico da proteína YAP avaliado por meio de escores, que variaram entre 0 e 3, com base em sua localização intracelular (citoplasmática ou nuclear) e por sua distribuição no tecido epitelial. Para a análise entre os parâmetros estudados foram realizados os testes estatísticos Qui-quadrado de Pearson, Exato de Fisher, além de testes não paramétricos, (nível de significância de 95%). Displasias leves foram enquadradas (100%) no baixo risco de transformação maligna, enquanto as moderadas dividiram-se entre baixo (47%) e alto risco (53%), sendo as displasias severas, em sua maior parte (71%), classificadas como de alto risco (p < 0,001). O grupo controle exibiu imunomarcação de escore 0 (80%), as hiperceratoses e displasias leves (em 80% das vezes) exibiram escore 1, já nas displasias moderadas (63%) e severas (79%), foram predominantes os escores 2 e 3; com padrão de imunomarcação nuclear associado ao alto risco de transformação maligna sugerido pelo Sistema binário (p = 0,002). A imunoexpressão da YAP foi semelhante entre hiperceratoses e displasias leves, o que deve suscitar maior atenção dos profissionais frente aos casos de hiperceratose, além disto a expressão da YAP aparenta dicotomizar as DOPMs entre as lesões com baixo risco de transformação maligna e as lesões com alto risco, o que pode sugerir no futuro, sua utilização como potencial marcador preditivo de progressão destas lesões. 


  • Mostrar Abstract
  • The search for a biomarker that helps to predict the risk of malignant transformation of oral potentially malignant disorders (OPMDs) represents a great challenge, as it can help in the early and adequate management of patients. This study evaluated the immunoexpression of Yes-Associated Protein (YAP) in intraoral leukoplastic, erythroplastic or leukoerythroplastic lesions, with histopathological diagnosis of hyperkeratosis or oral epithelial dysplasia (OED), correlating this immunoexpression with the degree of morphological severity of these lesions. The sample consisted of 20 cases of hyperkeratosis and 53 cases of OED, in addition to 10 cases of normal oral mucosa (control group). To assess the degree of dysplasia, the WHO grading (EL-NAGGAR et al., 2017) and the Binary System (KUJAN et al., 2006) were used, and the immunohistochemical profile of the YAP protein was evaluated through scores, which ranged from 0 to 3, based on their intracellular location (cytoplasmic or nuclear) and their distribution in the epithelial tissue. For the analysis of the studied parameters, Pearson's Chi-square and Fisher's Exact statistical tests were performed, in addition to non-parametric tests (significance level of 95%). Mild dysplasias were classified (100%) in the low risk of malignant transformation, while the moderate ones were divided between low (47%) and high risk (53%), with severe dysplasias, for the most part (71%), classified as high risk (p < 0.001). The control group exhibited score 0 of immunostaining (80%), hyperkeratosis and mild dysplasias (80% of booth) exhibit score 1, whereas in moderate (63%) and severe dysplasia (79%), the predominant scores was 2 and 3; with a pattern of nuclear immunostaining associated with the high risk of malignant transformation suggested by the Binary System (p = 0.002). The immunoexpression of YAP was similar between hyperkeratosis and mild dysplasias, which should attract greater attention from professionals in cases of hyperkeratosis. Furthermore, the expression of YAP appears to dichotomize OPMDs between lesions with low risk of malignant transformation and lesions with high risk, which may suggest, in the future, its use as a potential predictive marker of the progression for these lesions.  

7
  • LEONARDO MAGALHÃES CARLAN
  • ASSOCIAÇÃO DA IMUNOEXPRESSÃO DAS PROTEÍNAS ECADERINA, SHH E GLI-1 COM PARÂMETROS CLINICOPATOLÓGICOS EM CARCINOMA EPIDERMOIDE DE LÍNGUA ORAL

  • Orientador : ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • JUREMA FREIRE LISBOA DE CASTRO
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • Data: 29/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • O potencial de invasão do carcinoma epidermoide requer modificações fenotípicas nas células parenquimatosas de forma que essas adquiram capacidade de sobreviver e invadir o microambiente tumoral. Esse processo de modificação fenotípica é denominado de transição epitélio-mesenquimal (TEM), cujas células epiteliais perdem parte de suas características e adquirem outras inerentes às células mesenquimais, de forma controlada por diversos fatores de transcrição indutores destas alterações, conferindo além das habilidades citadas, características de célula tronco, de resistência ao tratamento antineoplásico e angiogênese. O objetivo do presente estudo foi investigar associações da expressão imunoistoquímica das proteínas E-caderina, Shh e Gli-1, sinalizadoras da TEM, com caraterísticas clinicopatológicas de carcinomas epidermoides de língua oral (CELO). A imunoexpressão dessas proteínas foi analisada em 42 casos de CELO, de forma semiquantitativa, nas células neoplásicas do front de invasão tumoral e nos brotamentos tumorais. Os CELOs foram classificados como de baixa e alta expressão proteíca. As gradações de Almangush et al. (2015) e de Boxberg et al. (2017) mostraram categorização semelhante para os casos de CELOs, todavia, a gradação de Almangush et al. (2015) apresentou melhor associação com os parâmetros clínicos, destacando o tamanho do tumor (p=0,013) e o desfecho de óbito (p<0,01). A análise imunoistoquímica revelou predomínio de baixa expressão membranar da E-caderina, apresentando associação significativa com o comprometimento linfonodal (p=0,042). A expressão do Shh foi bem variável e não mostrou associações significativas. A expressão do Gli-1 foi predominantemente alta, mostrando relações significativas com parâmetros clinicopatológicos, como comprometimento linfonodal (p=0,024), estágio clínico do tumor (p=0,016), profundidade de invasão (p=0,015), atividade de brotamentos tumorais (p=0,033), menor tamanho do ninho tumoral (p=0,020) e o grau de diferenciação (p=0,033), sendo estes quatro últimos associados com os brotamentos tumorais. A análise estatística evidenciou ausência de associações significativas entre as variáveis imunoistoquímicas e indicadores de prognóstico do CELO. Os resultados deste estudo indicam que os sistemas de gradação morfológica analisados mostraram-se eficazes na identificação de casos de CELOs mais agressivos, com maior destaque para o proposto por Almangush et al (2015) e, em relação aos achados imunoistoquímicos, os resultados sugerem que a menor expressão membranar da E-caderina e a alta expressão nuclear/citoplasmática de Gli-1 associaram-se ao parâmetro clínico de pior prognóstico, referente ao comprometimento nodal. Entretanto, não se observou associação da imunoexpressão das proteínas estudadas com a sobrevida dos pacientes.


  • Mostrar Abstract
  • The potential for squamous cell carcinoma invasion requires phenotypic modifications in the parenchymal cells so that they acquire the ability to survive and invade the tumor microenvironment. This process of phenotypic modification is called epithelialmesenchymal transition (EMT), which is crucial for the acquisition of this aggressive malignant phenotype. In this process, the epithelial cells lose part of their characteristics and acquire others inherent to the mesenchymal cells, in a controlled manner, inducing by various transcription factors, conferring, in addition to the aforementioned abilities, stem cell characteristics, resistance to anti-neoplastic treatment and angiogenesis. The aim of the present study was to investigate associations between the immunohistochemical expression of E-cadherin, Shh e, Gli-1 proteins, signaling TEM, with clinicopathological characteristics of oral tongue squamous cell carcinoma (OTSCC). The immunoexpression of these proteins was analyzed in 42 cases of OTSCC, in a semiquantitative way, in the neoplastic cells of the tumor invasion front and in the cells that make up the tumor budding. OTSCCs were classified as low and high protein expression. Aiming at the association of immunohistochemical findings with clinicopathological variables and survival rates, cases were classified into low expression and high expression categories. Initially, statistical differences between the histopathological gradations of malignancy by Almangush et al. (2015) and that of Boxberg et al. (2017) regarding clinical parameters. Both, the gradations showed similar categorization for OTSCC cases, were able to categorize the tumors, however, the gradation by Almangush et al. (2015) showed a better association with clinical parameters, highlighting tumor size (p=0.013) and the outcome of death (p<0.01). The immunohistochemical analysis revealed a predominance of low membrane expression of E-cadherin, with a statistically significant association with lymph node involvement (p=0.042). The expression of Shh was quite variable and had no statistically significant associations. Gli-1 had a prevalence of high expression, showing significant relationships with clinicopathological parameters, such as the occurrence of lymph node involvement (p=0.024), clinical stage of the tumor (p=0.016), depth of invasion (p=0.015), activity of tumor budding (p=0.033), smaller size of the tumor nest (p=0.020) and degree of differentiation (p=0.033), the last four being associated with tumor budding. Some correlations between markers were found, such as the positive correlation between the cytoplasmic expression of E-cadherin with Shh (p=0.030) and the immunoexpression of Gli-1 in the cytoplasm/nucleus with Shh (p=0.041). Statistical analysis evidenced the absence of significant associations between immunohistochemical variables and OTSCC prognostic indicators. The findings of this study suggest the expression pattern of E-cadherin, Shh and Gli-1 in OTSCC, in addition to indicating a better clinicopathological association with the malignancy gradation of Almangush et al. (2015). However, the expression of these biomarkers may not be related to patient survival. In addition, no significant differences were observed between the expression of the proteins studied in tumor budding when other cells in the invasion front were evaluated, suggesting a similar cell phenotype for both. The results of this study indicate that the analyzed morphological grading systems proved to be effective in identifying cases of more aggressive OTSCC, with greater emphasis on the one proposed by Almangush et al (2015) and, in relation to the immunohistochemical findings, the results suggest that the lower membrane expression of E-cadherin and the high nuclear/cytoplasmic expression of Gli-1 were associated with the clinical parameter of worse prognosis

8
  • WESLAY RODRIGUES DA SILVA
  • IMUNOEXPRESSÃO DAS PROTEÍNAS EGFR E VEGF EM LIPOMAS DE CAVIDADE ORAL

  • Orientador : HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DEBORAH PITTA PARAISO IGLESIAS
  • HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • Data: 29/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • Lipomas são as neoplasias mesenquimais benignas mais comuns. Apresentam predileção pelo tronco, ombros, pescoço e axila, sendo raro nas mãos, parte inferior das pernas e pés. A região de cabeça e pescoço é responsável por 20% dos casos. A cavidade oral é responsável por 1-4% de todos os tumores, afeta de maneira semelhante o sexo feminino e masculino, acometendo ampla faixa etária, que varia principalmente entre a segunda e nona décadas de vida. A etiopatogênia desse tumor ainda permanece desconhecida, dessa forma, essa pesquisa teve como objetivo, analisar a expressão do EGFR e VEGF, através da técnica de imunoistoquímica, em lipomas orais e verificar se suas expressões apresentação associação com os dados clinicopatológicos. A amostra foi composta por 54 lipomas orais (33 clássicos e 21 não clássicos) e 23 casos de tecido adiposo normal. A análise da expressão imunoistoquímica de EGFR e VEGF foi fundamentada na marcação da membrana citoplasmática e/ou núcleo. O índice angiogênico foi avaliado por meio da contagem microvascular (MVC). A contagem de células foi realizada utilizando software IMAGE J®. Os dados obtidos foram analisados no software Statistical Package for Social Science. O nível se significância de 5% foi adotado para os testes estatísticos (p ≤ 0,05). A Análise da imunoexpressão das proteínas revelou para o EGFR diferença estatisticamente significativa (p=0,041) entre o lipoma clássico e o tecido adiposo normal. Com relação a contagem de microvasos, o MVC dos lipomas não clássico apresentou diferença estatisticamente significativa (p=0,018) em relação ao tecido adiposo normal. Nos lipomas não clássicos, apenas a imunoexpressão de VEGF esteve diretamente proporcional a MVC encontrado na neoplasia, com correlação do tipo moderada, positiva e significativa (p=0,010). Ademais, nos lipomas clássicos foi percebido que os adipócitos imunomarcados para EGFR estiveram diretamente proporcionais a imunoexpressão de VEGF, isso deve-se a correlação do tipo moderada, positiva e estatisticamente significativa (p = 0,005). Com base nos resultados, pode-se concluir que apesar do EGFR, VEGFR e MVC participarem do desenvolvimento neoplásico, é possível sugerir que nos lipomas, essas proteínas e o índice angiogênico não estejam primariamente envolvidos no crescimento tumoral.


  • Mostrar Abstract
  • Lipomas are the most common benign mesenchymal neoplasms. He has a predilection for the trunk, shoulders, neck and armpit, being rare in the hands, lower legs and feet. The head and neck region is responsible for 20% of cases of lipomas. The oral cavity is responsible for 1-4% of all tumors, affects female and male in a similar way, affecting a wide age group, which varies mainly between the second and ninth decades of life. The etiopathogenesis of this tumor remains unknown, so this research aimed to analyze the expression of EGFR and VEGF, using the immunohistochemistry technique, in oral lipomas and to verify whether their expressions are associated with clinicopathological data. The sample consisted of 54 oral lipomas (33 classic and 21 non-classic) and 23 cases of normal adipose tissue. The analysis of the immunohistochemical expression of EGFR and VEGF was based on that of the cytoplasmic membrane and / or nucleus. The angiogenic index was assessed using microvascular counting (MVC). Cell counting was performed using IMAGE J® software. The data obtained were analyzed using the Statistical Package for Social Science software. The level of significance of 5% was adopted for the statistical tests (p ≤ 0.05). Protein immunoexpression analysis revealed a statistically significant difference for EGFR (p=0.041) between classic lipoma and normal adipose tissue. Regarding the microvessel count, the MVC of non-classic lipomas showed a statistically significant difference (p=0.018) in relation to normal adipose tissue. In non-classic lipomas, only the VEGF immunoexpression was directly proportional to the MVC found in the neoplasia, with a moderate, positive and significant correlation (p=0.010). Furthermore, in classic lipomas it was noticed that the immunomarked adipocytes for EGFR were directly proportional to the immunoexpression of VEGF, this is due to the moderate, positive and statistically significant correlation (p=0.005). Based on the results, it can be concluded that although EGFR, VEGFR and MVC participate in neoplastic development, it is possible to suggest that in lipomas, these proteins and the angiogenic index are not primarily involved in tumor growth.

9
  • JOYCE MAGALHÃES DE BARROS
  • IMUNOEXPRESSÃO DA PROTEÍNA ING3 EM QUEILITES ACTÍNICAS E CARCINOMAS DE CÉLULAS ESCAMOSAS DE LÁBIO INFERIOR

  • Orientador : LEAO PEREIRA PINTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LEAO PEREIRA PINTO
  • LELIA BATISTA DE SOUZA
  • ROBERTA BARROSO CAVALCANTE
  • Data: 07/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • A família de inibidores de crescimento (inhibitor of growth - ING) corresponde a um grupo de genes supressores tumorais cuja expressão se apresenta alterada ou ausente em diversos tipos de câncer. Os produtos destes genes estão relacionados, principalmente, a processos celulares indispensáveis na carcinogênese, como remodelação da cromatina, proliferação celular, replicação e reparo do DNA. Este estudo avaliou a expressão imuno-histoquímica da proteína ING3 em 45 espécimes de queilite actínica (QA) e 48 espécimes de carcinoma de células escamosas de lábio inferior (CCELI). A expressão da proteína foi comparada entre os dois grupos de amostras, bem como com os parâmetros clínico-patológicos das lesões estudadas, através dos testes estatísticos Exato de Fisher, Kruskal-Wallis (KW), Mann-Whitney (U) e teste de correlação de Spearman. Um nível de significância de 5% foi adotado para todos os testes, sendo considerados significativos os valores de p ≤ 0,05. Não foram encontradas associações estatisticamente significativas entre as variáveis morfológicas de CCELI e tamanho do tumor, envolvimento linfonodal, estadiamento clínico, recorrência local e metástase linfonodal após tratamento (p>0,05). Óbitos foram significativamente mais frequentes em tumores de alto escore de risco histopatológico (p<0,05). Nas QAs, diferenças significativas na expressão de ING3 núcleo-citoplasmática, e restrita ao citoplasma, com a gradação de Kujan et al. (2006) foram encontradas (p<0,05). Nos CCELIs, não houve diferença estatisticamente significativa ao comparar as expressões de ING3 (núcleo-citoplasmática e restrita ao citoplasma) com os parâmetros clínicos e morfológicos (p>0,05). A expressão de ING3 núcleo-citoplasmática foi significativamente menor em CCELI quando comparada aos casos de QA (p<0,05) e a expressão restrita ao citoplasma foi significativamente maior nos CCELIs (p<0,05). Nossos resultados sugerem que há notável diminuição da expressão nuclear de ING3 conforme a progressão maligna, indicando função supressora tumoral prejudicada desta proteína em QAs e CCELIs. Entretanto, acredita-se que, na carcinogênese labial, ING3 caracteriza-se melhor como um promissor biomarcador de transformação maligna, do que um marcador preditor de comportamento biológico tumoral.


  • Mostrar Abstract
  • The family of inhibitors of growth (ING) corresponds to a group of tumor suppressor genes whose expression is altered or absent in several types of cancer. The products of these genes are mainly related to cellular processes indispensable in carcinogenesis, including cell proliferation, DNA replication and repair. This study evaluated the immunohistochemical expression of ING3 protein in 45 actinic cheilitis (AC) and 48 lower lip squamous cell carcinoma (CCELI) specimens. Protein expression was compared between the two groups of samples, as well as with the clinicopathological parameters of studied lesions, using Fisher's exact tests, Kruskal-Wallis (KW), Mann-Whitney (U) and correlation test of Spearman. A significance level of 5% was adopted for all tests, with values of p ≤ 0.05 being considered significant. No statistically significant associations were found between morphological variables of CCELI and tumor size, lymph node involvement, clinical staging, local recurrence, and lymph node metastasis after treatment (p>0.05). Deaths were significantly more frequent in tumors with a high histopathological risk score (p<0.05). In ACs, significant differences in nuclear-cytoplasmic and restricted to the cytoplasm expression of ING3, with gradation of Kujan et al. (2006) were found (p<0.05). In CCELIs, there was no statistically significant difference when comparing ING3 expressions (nucleocytoplasmic and cytoplasmic restricted) with clinical and morphological parameters (p>0.05). Nucleocytoplasmic ING3 expression was significantly lower in CCELI when compared to AC cases (p<0.05) and cytoplasm-restricted expression was significantly higher in CCELIs (p<0.05). Our results suggest that there is a remarkable decrease in ING3 nuclear expression according to malignant progression, indicating an impaired tumor suppressor function of this protein in AC and CCELI. However, it is believed that, in lip carcinogenesis, ING3 is better characterized as a promising biomarker of malignant transformation, rather than a predictive marker of tumor biological behavior.

10
  • NARA RÉGIA DA SILVA DOMINGOS
  • IMUNOEXPRESSÃO DAS PROTEÍNAS E-CADERINA E TWIST1 EM NEOPLASIAS DE GLÂNDULAS SALIVARES

  • Orientador : LELIA BATISTA DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LELIA BATISTA DE SOUZA
  • LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
  • LEORIK PEREIRA DA SILVA
  • Data: 09/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • As neoplasias de glândulas salivares apresentam uma grande diversidade de aspectos morfológicos e comportamentos biológicos, trazendo dificuldades diagnósticas e suscitando interesse na pesquisa cientifica destas lesões. Por sua vez, é reconhecida a importância   da transição epitelial-mesenquimal (TEM) a qual desempenha um papel fundamental na invasão e progressão tumoral sendo uma etapa necessária para a metástase. Nesse processo, as células epiteliais perdem sua adesão e polaridade e adquirem propriedades mesenquimais e aumento da motilidade, com diminuição da expressão de biomarcadores epiteliais e aumento da expressão de biomarcadores mesenquimais com o envolvimento de diversos fatores de transcrição. Dentre os biomarcadores envolvidos nesse processo, estão a E-caderina e o Twist, que participam de maneira fundamental no processo da TEM. Diante disso, este estudo teve por objetivo investigar a imunoexpressão das proteínas E-caderina e Twist1 em Adenoma Pleomórfico (AP), Carcinoma Adenoide Cístico (CAC) e Carcinoma Ex-Adenoma Pleomórfico (CaExAP) objetivando melhor compreensão do processo de TEM nesse grupo de lesões. O estudo foi do tipo transversal e a amostra foi composta por 20 casos de AP, 20 de CAC e 10 de CaExAP, nos quais foram analisadas as imunoexpressões das proteínas E-caderina e Twist1 no parênquima tumoral. Foram investigadas possíveis diferenças entre o padrão de expressão destas proteínas com o perfil clinicopatológico das lesões estudadas. Foi observada diferença estatisticamente significativa entre uma maior expressão da E-caderina membranar e a natureza benigna dos TGS estudados (p = 0,030), entretanto, as imunoexpressões citoplasmáticas da E-caderina e Twist1 não demonstraram resultados significativos quanto à natureza benigna/maligna das lesões (p > 0,05). Em relação aos padrões histopatológicos do AP e subtipos histológicos dos CAC, não foram observadas diferenças estatisticamente significativas entre as imunoexpressões das proteínas estudadas, da mesma forma para a localização anatômica dos casos de nossa amostra (p > 0,05). Ao se avaliar possíveis diferenças entre a imunoexpressão das proteínas E-caderina (citoplasmática e membranar) e Twist1 com as características clínicas das neoplasias malignas (CAC e CaExAP), foram evidenciadas diferenças estatisticamente significativas entre uma maior expressão da E-caderina citoplasmática em tumores de maior tamanho (p = 0,024). A imunoexpressão membranar da E-caderina não demonstrou resultados estatisticamente significativos para nenhum dos parâmetros clínicos investigados nas neoplasias malignas incluídas no presente estudo (p > 0,05). Nossos resultados sugerem a participação dessas proteínas em neoplasias de glândulas salivares, além de que a alta expressão citoplasmática da E-caderina pode ser indicativa de tumores com pior comportamento clínico.


  • Mostrar Abstract
  • Salivary gland neoplasms present a great diversity of morphological aspects and biological behaviors, bringing diagnostic difficulties and raising interest in the scientific research of these lesions. In turn, the important role of the epithelial-mesenchymal transition (EMT) is recognized, which plays a fundamental role in tumor invasion and progression, being a necessary step for metastasis. In this process, epithelial cells lose their adhesion and polarity and acquire mesenchymal properties and increased motility, with decreased expression of epithelial biomarkers and increased expression of mesenchymal biomarkers with the involvement of several transcription factors. Among the biomarkers involved in this process are E-cadherin and Twist, which play a fundamental role in the EMT process. Therefore, this study aimed to investigate the immunoexpression of E-cadherin and Twist1 proteins in Pleomorphic Adenoma (PA), Cystic Adenoid Carcinoma (ACC) and Ex-Pleomorphic Adenoma Carcinoma (CXPA) aiming at a better understanding of the EMT process in this group of injuries. The study was cross-sectional and the sample consisted of 20 cases of PA, 20 of CAC and 10 of CXPA, in which the immunoexpression of E-cadherin and Twist1 proteins in the tumor parenchyma were analyzed. Possible differences between the expression pattern of these proteins with the clinicopathological profile of the studied lesions were investigated. A statistically significant difference was observed between a greater expression of membrane E-cadherin and the benign nature of the SGT studied (p = 0.030), however, the cytoplasmic immunoexpression of E-cadherin and Twist1 did not show significant results regarding the benign/malignant nature of the lesions (p > 0.05). Regarding the PA histopathological patterns and ACC histological subtypes, no statistically significant differences were observed between the immunoexpression of the studied proteins, similarly for the anatomical location of the cases in our sample (p > 0.05). When evaluating possible differences between the immunoexpression of E-cadherin proteins (cytoplasmic and membrane) and Twist1 with the clinical characteristics of malignant neoplasms (ACC and CXPA), statistically significant differences were evidenced between a higher expression of cytoplasmic E-cadherin in tumors of larger size (p = 0.024). E-cadherin membrane immunoexpression did not show statistically significant results for any of the clinical parameters investigated in the malignant neoplasms included in the present study (p > 0.05). Our results suggest the participation of these proteins in salivary gland neoplasms, in addition to the fact that the high cytoplasmic expression of E-cadherin may be indicative of tumors with worse clinical behavior.

Teses
1
  • FRANCISCO DE ASSIS DE SOUZA JUNIOR
  • Avaliação da preservação alveolar após extração dentária utilizando biomaterial de colágeno: Ensaio clínico controlado, randomizado e cego.

  • Orientador : ADRIANO ROCHA GERMANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANO ROCHA GERMANO
  • ANIBAL HENRIQUE BARBOSA LUNA
  • FABIO ROBERTO DAMETTO
  • JOSÉ RODRIGUES LAUREANO FILHO
  • PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • Data: 29/01/2021

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo se propôs a avaliar a eficácia do biomaterial de esponja de colágeno hidrolisada liofilizada (Hemospon®). Foi realizado um estudo clínico controlado, randomizado e cego. Foram realizadas 18 exodontias, onde os alveolos tratados foram selecionados de forma randomizada e divididos em dois grupos G1 (teste) e G2 (controle) com 9 alvéolos cada. Os alvéolos foram analisados nos sentidos horizontais e verticais por meio de tomografias computadorizadas cone beam, pré e pós 30 dias da cirurgia e os resultados tomográficos foram avaliados através dos testes de Wilcoxon e Mann-Whitney, assumindo uma significância estatística de p<0,05. Além das análises tomográficas os tecidos foram avaliados clinicamente para possíveis complicações. Dos resultados constatou-se que numa análise em conjunto avaliando altura (p<,0,863), comprimento total (p<1,000) e espessura total do alvéolo (p<0,222), não foram observadas diferenças significativas entre os grupos teste e controle, respectivamente. Avaliando os parâmetros independente dos grupos para altura do alvéolo (p<0,012) e espessura total do alvéolo (p<0,001) foram observadas diferenças significativas, mas não na análise do comprimento do alvéolo (p<0,107). Já em analise separada dos parâmetros para cada grupo teste e controle foram observadas diferenças estatísticas significativas para a espessura total no grupo teste (p=0,008), já para altura alveolar (p=0,086) e comprimento total do alvéolo (p=0,123) não foram observadas diferenças estatísticas significativas. No geral, clinicamente não houve diferença entre os grupos no tocante a cicatrização tecidual em relação a tecidos gengivais inflamados e sangramentos. Nenhum alvéolo evoluiu com presença de supuração. Conclui-se que os alvéolos tratados com Hemospon® tiveram perdas ósseas menores, principalmente em relação a espessura, podendo ser um potencial biomaterial para preservação alveolar e clinicamente foi satisfatório no processo de cicatrização tecidual gengival, não havendo complicações. Porém sugere-se um período maior de acompanhamento tomográfico e clínico.


  • Mostrar Abstract
  • This study aimed to evaluate the effectiveness of lyophilized hydrolyzed collagen sponge biomaterial (Hemospon®). A controlled, randomized, blinded clinical study was conducted. Eighteen extractions were performed, where the treated alveoli were randomly selected and divided into two groups G1 (test) and G2 (control) with 9 alveolus each. The alveolus were analyzed in the horizontal and vertical directions by means of cone beam computed tomography, before and after 30 days of surgery, and the tomographic results were evaluated using the Wilcoxon and Mann-Whitney tests, assuming a statistical significance of p <0.05. In addition to tomographic analyzes, tissues were clinically evaluated for possible complications. From the results it was found that in a joint analysis assessing height (p <, 0.863), total length (p <1,000) and total thickness of the socket (p <0.222), no significant differences were observed between the test and control groups, respectively . Evaluating the parameters independently of the groups for alveolus height (p <0.012) and total alveolus thickness (p <0.001), significant differences were observed, but not in the analysis of alveolus length (p <0.107). In a separate analysis of the parameters for each test and control group, statistically significant differences were observed for the total thickness in the test group (p = 0.008), while for the alveolar height (p = 0.086) and total alveolar length (p = 0.123) significant statistical differences were observed. In general, clinically there was no difference between the groups regarding tissue healing in relation to inflamed gingival tissues and bleeding. No socket evolved with suppuration. It is concluded that the alveoli treated with Hemospon® had smaller bone losses, mainly in relation to thickness, which can be a biomaterial potential for alveolar preservation and was clinically satisfactory in the gingival tissue healing process, with no complications. However, a longer period of tomographic and clinical follow-up is suggested.

2
  • MARIANA RODRIGUES DE LIMA
  • AVALIAÇÃO DAS PROPRIEDADES MECÂNICAS E QUÍMICAS DE INSTRUMENTOS RECIPROCANTES DE NÍQUEL-TITÂNIO TRATADOS TERMICAMENTE

     

  • Orientador : FABIO ROBERTO DAMETTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOEDY MARIA COSTA SANTA ROSA
  • CICERO ROMAO GADE NETO
  • FABIO ROBERTO DAMETTO
  • LETICIA MARIA MENEZES NOBREGA
  • VICTOR TALARICO LEAL VIEIRA
  • Data: 19/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • Os instrumentos endodônticos de níquel-titânio acionados a motor foram desenvolvidos para se obter um preparo químico-mecânico mais rápido e seguro, no entanto, esses instrumentos apresentam como desvantagem o risco de fraturar durante o seu uso. Diante dessa desvantagem, os fabricantes têm desenvolvido mudanças no design dos instrumentos, nos acabamentos das ligas e na cinemática de uso pois são características que contribuem para que as fraturas aconteçam.  O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar propriedades mecânicas de novos instrumentos de níquel-titânio com memória controlada lançados no mercado. Os sistemas WaveOne Gold (WOG; Dentsply Sirona, Ballaigues, Switzerland), WA1 File (WA1; TDKaFile, Cidade do México, México) e X1 File (X1; MK Life, Porto Alegre, RS, Brasil) foram submetidos ao teste de resistência à torção, de acordo com a norma ISO 3630-1, ao teste rigidez à flexão, através do ensaio de flexão em cantiléver (45º) e ao teste de resistência à flambagem. Os resultados foram avaliados através da análise de variância (ANOVA), o teste F e o teste de Tukey, considerando um nível de significância de 5%. No teste de resistência à torção os instrumentos WOG apresentaram maior deflexão angular, ou seja, maior resistência à fratura em torção e os instrumentos WA1 a menor e na comparação do torque máximo em torção não houve diferença estatística significante entre os sistemas. Nos testes de rigidez a flexão e resistência à flambagem houve diferença estatística significante entre os 3 sistemas, sendo os instrumentos X1 os mais rígidos. No primeiro teste os instrumentos WA1 se apresentaram como os mais flexíveis e no segundo, os instrumentos WOG. Conclui-se que os instrumentos WOG, WA1 e X1 mostraram diferenças estatísticas nos testes mecânicos, sendo os instrumentos WOG e WA1 os mais resistentes à fratura por torção e os mais flexíveis, diferentemente dos instrumentos X1 que se apresentaram mais susceptíveis à fratura por torção e menos flexíveis.


  • Mostrar Abstract
  • Reciprocating nickel-titanium endodontic instruments have been developed to obtain a faster and safer preparation, however, these instruments have the disadvantage of fracturing during use. Facing this disadvantage, manufacturers have developed changes in instrument design and alloy finishes, as metallurgical characteristics are one of the factors that contribute to fractures. The aim of this study was to evaluate and compare mechanical properties of new nickel-titanium instruments with controlled memory. The WaveOne Gold (WOG; Dentsply Sirona, Ballaigues, Switzerland), WA1 File (WA1; TDKaFile, Mexico City, Mexico) and X1 File (X1; MK Life, Porto Alegre, RS, Brazil) systems were subjected to the torsional fatigue test, according to the ISO 3630-1 standard, flexural stiffness test, through the cantilever flexion test (45°) and buckling resistance test. The results were evaluated through analysis of variance (ANOVA), the F test and the Tukey test, considering a significance level of 5%. In the torsional fatigue test, the WOG instruments showed greater angular deflection, that is, greater resistance to torsional fracture and the WA1 instruments the lesser, and when comparing the maximum torsional torque, there was no statistically significant difference between the systems. In the flexural stiffness and buckling resistance tests, there was a statistically significant difference between the 3 systems, with the X1 instruments being the most rigid. In the first test, the WA1 instruments were the most flexible followed by the WOG instruments. In conclusion, the WOG, WA1 and X1 instruments showed differences in the mechanical tests, with the WOG and WA1 instruments being the most resistant to torsion fracture and the most flexible, unlike the X1 instruments that were more susceptible to torsion fracture and also the most rigid.

3
  • ITANIELLY DANTAS SILVEIRA CRUZ
  • EFEITO DE DIFERENTES PROTOCOLOS DE COLAGEM DE BRÁQUETES CERÂMICOS COM LED DE ALTA POTÊNCIA NA RESISTÊNCIA DE UNIÃO E NO GRAU DE CONVERSÃO.

  • Orientador : HALLISSA SIMPLICIO GOMES PEREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ARY DOS SANTOS-PINTO
  • ELAINE AUXILIADORA VILELA MAIA
  • ARTHUR CESAR DE MEDEIROS ALVES
  • HALLISSA SIMPLICIO GOMES PEREIRA
  • SERGEI GODEIRO FERNANDES RABELO CALDAS
  • Data: 26/04/2021

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: 

    OBJETIVO: Analisar o efeito de diferentes protocolos de fotoativação na resistência de união ao cisalhamento (RUC) de bráquetes cerâmicos colados ao esmalte dentário e no grau de conversão (GC) de uma resina utilizando o fotoativador de alta potência Valo™ Cordless® (Ultradent) no modo Xtra power (3.200 mW/cm2). METODOLOGIA: Bráquetes foram colados (Transbond XT®, 3M Unitek) em 80 coroas de incisivos bovinos, distribuídas aleatoriamente em dois grupos (N=40): bráquetes monocristalinos (Grupo 1) e bráquetes policristalinos (Grupo 2). Cada grupo foi subdividido em 4 subgrupos (n=10) de acordo com o protocolo de fotoativação: 3 ou 6 segundos no centro; 3s na mesial/3s na distal; e 3s na cervical/3s na incisal. Após armazenamento por 4 meses (água destilada/37°C), realizou-se o ensaio de cisalhamento (100KgF, 1mm/min). Para análise do GC, foram confeccionados 80 discos de resina com os mesmos protocolos de fotoativação utilizados na colagem dos bráquetes. A RUC (MPa) foi avaliada descritivamente, pelo teste T de Student, ANOVA one- e two-way e pelo pós-teste de Tukey. O GC (%) foi avaliado descritivamente, pela ANOVA two-way e pelo pós-teste de Tukey. As falhas de união foram classificadas de acordo com o Índice Remanescente Adesivo (IRA), analisadas descritivamente e pelo teste de Kruskal-Wallis. RESULTADOS: Em relação à RUC, nem um protocolo apresentou valor clinicamente aceito; os valores foram significativamente afetados (p<0.000) pelo tipo de bráquete; e ao comparar as médias intergrupos correspondentes, observou-se p=0.003 entre os protocolos de 6s no centro e p=0.010 entre os protocolos de 3s na cervical/3s na incisal. Na avaliação do GC, os valores foram afetados de forma estatisticamente significativa pelo protocolo de fotoativação (p=0.002) e pela interação entre os fatores (tipo de bráquete*protocolo de fotoativação; p=0.033). Os escores 4 (39.4%; p>0.05) e 3 (72.5%; p=0.001) do IRA foram predominantes nos Grupos 1 e 2, respectivamente. CONCLUSÃO: Deve-se ter cautela ao realizar a colagem de bráquetes cerâmicos com o Valo™ Cordless® no modo Xtra power, pois observou-se RUCs altas e inadequadas à prática clínica. A RUC e o GC podem apresentar diferenças estatisticamente significativas a depender do protocolo de fotoativação aplicado. E, de modo geral, recomenda-se utilizar o bráquete policristalino ao monocristalino e aplicar 3 segundos de fotoativação no centro do bráquete.


  • Mostrar Abstract
  • ERSION.


    Objective: To analyze the effect of different photoactivation protocols on shear bond strength (SBS) of ceramic brackets (monocrystalline and polycrystalline) bonded to enamel and on the degree of conversion (DC) of an orthodontic resin using the high-power photoactivator Valo Cordless® (Ultradent). Methodology: 80 crowns of bovine incisors were randomly distributed in 8 groups (n=10), 40 from Group 1 (monocrystalline brackets) and 40 from Group 2 (polycrystalline brackets). After the surface treatment with phosphoric acid (15 seconds) and Primer Transbond XT® (3M Unitek), ceramic brackets were bonded to the tooth enamel with Transbond XT® resin (3M Unitek) using 4 different photoactivation protocols according to the factors "photoactivated faces" (center/vestibular; mesial/distal and cervical/incisal) and "photoactivation time" (3 or 6 seconds). The shear test (100KgF, 1mm/min) was performed after storage of the samples for 4 months (distilled water, 37°C). Using the same photoactivation protocols, 80 resin discs (0,1 mm thick and 5 mm diameter, on average) were made for DC analysis. The SBS (MPa) and DC (%) data will be evaluated descriptively and through Student's T-test, two-way ANOVA and the Tukey test. The union failures will be classified according to the Adhesive Remnant Index (ARI), analyzed descriptively and through the Kruskal-Wallis test.



4
  • LETICIA VIRGINIA DE FREITAS CHAVES
  • CARACTERIZAÇÕES FÍSICA E QUÍMICA DE CIMENTOS EXPERIMENTAIS AUTOCONDICIONANTES E AUTOADESIVOS À BASE DE CÁLCIO

  • Orientador : BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEX JOSE SOUZA DOS SANTOS
  • BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • CONCEIÇÃO APARECIDA DORNELAS MONTEIRO MAIA
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • REINALDO DIAS DA SILVA NETO
  • Data: 28/04/2021

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo desse estudo foi avaliar a Resistência de União (RU), Grau de Conversão (GC), Liberação de Cálcio (LC), Resistência Flexural (RF), Módulo de Elasticidade (ME) e Viscosidade (VS) de cimentos experimentais à base de cálcio autocondicionantes e autoadesivos. Três cimentos experimentais [A (CONTROLE) – sem fonte de cálcio, B (HIDROCAL) – com hidróxido de cálcio, C (CLORECAL) – com cloreto de cálcio] foram sintetizados e avaliados juntamente a um cimento comercial D (ULTRAPLUS) (Ultra-Blend Plus®). Para a RU, foi utilizado o teste de cisalhamento, cujas amostras (x mm de diâmetro com x mm de altura) foram aderidas à dentina bovina (n=10)e tensionadas em máquina de ensaios (1 mm/min) até́ ocorrer o deslocamento. Para o GC (n=3), foi utilizada a Espectroscopia Infravermelha com transformada de Fourier (FTIR). Na determinação da LC (n=3) foram utilizadas amostras circulares (1,0 mm x 0,4 mm) e a leitura foi realizada através de um espectrofotômetro de absorção atômica nos tempos de 3h, 24h e 72h. Para RF/ME (n=6), amostras em formato de barra (7mm x 2mm x 1mm) foram confeccionadas e avaliadas por meio de uma Máquina de Ensaios Universal no teste de flexão de três pontos. Para a VS (n=30), a variação da taxa de deformação foi determinada por um reômetro rotacional de cilindros concêntricos. A RU mostrou-se superior para os cimentos experimentais frente ao cimento comercial, enquanto o GC apresentou-se maior para os A e B. O ME foi maior para os cimentos experimentais, e a viscosidade maior para os cimentos contendo fontes de cálcio. Portanto, cimentos autocondicionantes e autoadesivos contendo cloreto de cálcio podem ter desempenho físico e químico satisfatório.


  • Mostrar Abstract
  • The aim of this study was to evaluate the Degree of Conversion (DC), Calcium Release (CR), Flexural Strength (FS), Elastic Modulus (ME), Viscosity (VS) and Bond Strength (BS)of experimentally calcium based cements self-etching and self-adhesive. Three experimental cements: A (CONTROL), B (HYDROCAL), C (CLORECAL) were synthesized and evaluated together with a commercial cement D (ULTRAPLUS) (Ultra-Blend Plus®- South Jordan, Utah, USA). For the DC (n = 3), Fourier transform infrared spectroscopy (FTIR) was used. In determining the CR, samples (1.0mmx0.4mm) were used (n = 3)  and reading through an atomic absorption spectrophotometer at 3, 24 and 72 hours. For FS/EM (n = 6), bar-shaped samples (7mmx2mmx1mm) were made and evaluated using a universal testing machine. For VS (n = 30), the variation in the strain rate was determined by a rotational concentric cylinder rheometer. For the BS, cylindrical samples fixed in bovine dentin (n = 10) were used. The shear bond strength test was carried out on a testing machine with a 50 N load cell, pulling the tooth/cement interface at a constant speed of 1 mm/min until the displacement occured. The RU was higher for experimental cements compared to commercial cement, while the GC was higher for A and B. The ME was higher for experimental cements, and the viscosity higher for cements containing calcium sources. Therefore, self-etching and self-adhesive cements containing calcium chloride may have satisfactory physical and chemical performance.

5
  • DÉBORA MICHELLE GONÇALVES DE AMORIM
  • DURABILIDADE DA UNIÃO À DENTINA E LIBERAÇÃO DE CÁLCIO PROMOVIDAS POR SISTEMAS ADESIVOS EXPERIMENTAIS COM ADIÇÃO DE HIDRÓXIDO DE CÁLCIO

  • Orientador : BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RENALLY BEZERRA WANDERLEY E LIMA
  • BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • CONCEIÇÃO APARECIDA DORNELAS MONTEIRO MAIA
  • DIANA FERREIRA GADELHA DE ARAUJO
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • Data: 25/06/2021

  • Mostrar Resumo
  •  O presente estudo objetivou avaliar o impacto da adição de diferentes concentrações de hidróxido de cálcio na durabilidade da união à dentina e liberação de cálcio de sistemas adesivos autocondicionantes experimentais. Quatro sistemas adesivos foram formulados a partir dos componentes UDMA, HEMA, GDMA-P, TPO, difenil iodônio, etanol e água com diferentes frações em massa de hidróxido de cálcio: 0% (controle), 1%, 2% e 4%. Para o teste da liberação de cálcio, discos (5mm de diâmetro x 1 mm de espessura) foram confeccionados (n=4) e imersos em água destilada. A concentração de cálcio foi mensurada após 3 h, 24 h, 48 h, 72 h, 96 h, 120 h, 144 h e 168 h por meio de um espectrofotômetro. Para análise da durabilidade da união à dentina, 24 terceiros molares (n = 6) foram utilizados. A dentina do terço médio foi exposta, os sistemas adesivos foram aplicados e 2 incrementos de resina composta colocados e fotoativados. Após 24 h de imersão em água destilada, os palitos foram cortados. Metade deles foi submetida ao teste de resistência de união por micro tração em máquina de ensaios universal (OM-150) e a outra metade armazenada em água destilada por 12 meses para avaliação subsequente da resistência de união. Os dados de resistência de união foram estatisticamente avaliados por meio dos testes ANOVA 2 fatores e pós teste de Tukey (p<0,05). O pH do eluato foi analisado descritivamente. Para o teste de resistência de união, houve diferenças estatisticamente significativas entre os tempos de armazenamento (p = 0.001). Apenas o material contendo 2% de cálcio mostrou aumento estatisticamente significativo de resistência de união após 12 meses de armazenamento em água. Os demais mantiveram valores estatisticamente similares entre os tempos de armazenamento. Todos os sistemas adesivos liberaram quantidades de cálcio menores que 1 ppm. Portanto, a inclusão de hidróxido de cálcio a 2% em sistemas adesivos autocondicionantes é uma alternativa para aumentar a longevidade da união à dentina.


  • Mostrar Abstract
  • This study aimed to evaluate the impact of adding different levels of calcium hydroxide on the durability of bonding to dentin and the release of calcium from experimental self-etch adhesives systems. Methods: Four adhesives systems were formulated from the components UDMA, HEMA, GDMA-P, TPO, diphenyl iodonium, ethanol and water with different mass fractions of calcium hydroxide: 0% (control), 1%, 2% and 4 %. For the calcium release test, disks (5 mm in diameter x 1 mm in thickness) were made (n = 4) and immersed in distilled water. Calcium concentration was measured after 3h, 24h, 48h, 72h, 96h, 120h, 144h and 168h using a spectrophotometer. To analyze the durability of the dentin bond, 24 third molars (n = 6) were used. The middle third dentin was exposed, the adhesive systems were competent and 2 increments of composite resin and photoactivated. After 24 h of immersion in distilled water, the toothpicks were cut. Half of them were submitted to the bond strength test by micro traction in a universal testing machine (OM-150) and the other half stored in distilled water for 12 months for subsequent assessment of the bond strength. The bond strength data were statistically obtained through the ANOVA 2-factor tests and Tukey's post-test (p <0.05). The eluate pH was analyzed descriptively. In the bond strength test, there were statistically significant differences between storage times (p = 0.001). Only the material containing 2% of calcium highlighted a statistically significant increase in bond strength after 12 months of storage in water. The others maintained statistically similar values between storage times. All adhesive systems released calcium amounts below 1 ppm. Therefore, the inclusion of 2% calcium hydroxide in self-etching adhesive systems is an alternative to increase the longevity of the dentin bond.

     
6
  • ANGÉLICA KERCYA PEREIRA DE MENDONÇA
  • POTENCIAL ANTIMICROBIANO E ANTIBIOFILME DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FOLHA DE SPONDIAS MOMBIN L E DE SUAS FRAÇÕES FRENTE A MICRORGANISMOS SUPERINFECTANTES DO MEIO AMBIENTE BUCAL

  • Orientador : RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDJA MARIA MELO DE BRITO COSTA
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • FABIO ROBERTO DAMETTO
  • PEDRO HENRIQUE SETTE DE SOUZA
  • RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • Data: 28/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • O controle químico do biofilme bucal atua como método auxiliar do controle mecânico para fins de manutenção e/ou restabelecimento da saúde bucal, agindo também nos demais microrganismos que não são residentes locais da microbiota bucal. Nesse contexto, a literatura já relata que muitos microrganismos superinfectantes podem estar presentes no biofilme bucal e assim, contribuir para a ocorrência de infecções sistêmicas mais graves. Assim sendo, os fitoterápicos têm demonstrado uma ampla variedade de atividades biológicas, em especial a atividade antimicrobiana. Diante disso, o presente estudo buscou avaliar a ação antimicrobiana e antibiofilme do extrato hidroetanólico de Spondias mombin L e de suas frações de ácidos fenólicos, flavonóides e taninos frente aos microrganismos superinfectantes (Pseudomonas aeruginosa, Enterococcus faecalis, Staphylococcus aureus e Escherichia coli) do ambiente bucal. Para isso, foram investigadas a Concentração Inibitória Mínima pela técnica do disco-difusão e pela técnica da microdiluição em microplacas, o Efeito Antibiofilme das frações sob a formação de biofilme e em biofilmes pré-formados (monoespécie e multiespécie), a Concentração Inibitória Mínima de Aderência e a Cinética Bactericida dos extratos mencionados, utilizando como controle o digluconato de clorexidina a 0,12%, em triplicata. Os resultados demonstraram que o extrato hidroetanólico exibiu efeito antimicrobiano e antibiofilme superior quando comparado à ação de suas frações. Comparando o grupo controle com a ação do extrato hidroetanólico, observou-se resultados semelhantes entre eles. Dessa forma, é possível concluir que o extrato hidroetanólico possui ação antimicrobiana e antibiofilme semelhante ao digluconato de clorexidina a 0,12% e ação superior às frações estudadas.


  • Mostrar Abstract
  • The chemical control of oral biofilm acts as an auxiliary method of mechanical control for the maintenance and/or restoration of oral health, also acting on other microorganisms that are not local residents of the oral microbiota. In this context, the literature already reports that many superinfecting microorganisms can be present in the oral biofilm and thus contribute to the occurrence of more serious systemic infections. Therefore, herbal medicines have demonstrated a wide variety of biological activities, especially antimicrobial activity. Therefore, the present study aimed to evaluate the antimicrobial and antibiofilm action of the hydroethanolic extract of Spondias mombin L. and its fractions of phenolic acids, flavonoids and tannins against superinfecting microorganisms (Pseudomonas aeruginosa, Enterococcus faecalis, Staphylococcus aureus and Escherichia coli). For this, the Minimum Inhibitory Concentration by the disk-diffusion technique and by the microdilution technique in microplates, the Antibiofilm Effect of the fractions under the formation of biofilm and in preformed biofilms (monospecies and multispecies), the Minimum Inhibitory Concentration of Adherence and Bactericidal Kinetics of the extracts mentioned, using as control 0.12% chlorhexidine gluconate, in triplicate. The results showed that the hydroethanolic extract exhibited superior antimicrobial and antibiofilm effect when compared to the action of its fractions. Comparing the control group with the action of the hydroethanolic extract, similar results were observed between them. Thus, it is possible to conclude that the hydroethanolic extract has antimicrobial and antibiofilm action similar to 0.12% chlorhexidine gluconate and superior to the studied fractions.

7
  • EMANUELLE LOUYDE FERREIRA DE LIMA
  • ATIVIDADE ANTIFÚNGICA E POTENCIAL ANTIBIOFILME DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DE SPONDIAS MOMBIN L. E DE SUAS FRAÇÕES FRENTE A LEVEDURAS DO GÊNERO CANDIDA

  • Orientador : RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDJA MARIA MELO DE BRITO COSTA
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • FABIO ROBERTO DAMETTO
  • PEDRO HENRIQUE SETTE DE SOUZA
  • RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • Data: 28/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • A ação antimicrobiana do extrato hidroetanólico de Spondias mombin L. já é conhecida na literatura frente a diversos microrganismos, inclusive quando colocados frente a fungos do gênero Candida. Além da atividade antifúngica, é fundamental que seja pesquisado a atividade antibiofilme das substâncias, uma vez que estes fungos podem se acumular e fazer parte do biofilme presente na cavidade oral dos indivíduos causando problemas locais e sistêmicos, com relevância clínica. Sabendo disso é que o presente estudo teve por objetivo principal investigar a ação antifúngica e antibiofilme do extrato hidroetanólico (EH) de Spondias mombin L. e de suas frações, frente a fungos do gênero Candida, de importância clínica. Para isto, realizou-se os testes de concentração inibitória mínima por meio do uso de discos e pela técnica da microdiluição em microplacas, concentração inibitória mínima de aderência, determinação da curva de morte dos fungos e atividade antibiofilme das frações de ácidos fenólicos, flavonoides e tanino, frente aos fungos Candida albicans, Candida tropicalis, Candida Krusei e Candida Glabrata, utilizando como controle positivo a Nistatina (100.000 UI), em triplicata. Foi visto que, a atividade antifúngica e antibiofilme do EH e de suas frações analisadas apresentam resultados satisfatórios, porém, quando comparamos as frações com o EH este último apresentou melhor atividade e quando traçamos o comparativo entre a ação antifúngica e antibiofilme das substâncias testadas e do grupo controle, tivemos melhores resultados do grupo controle frente aos fungos testados. Desta forma foi possível concluir que o extrato hidroetanólico com todos os seus compostos reunidos apresentam resultados superiores de atividade antifúngica e antibiofilme comparado às frações deste extrato testadas separadamente e que este extrato teve resultados muito semelhantes ao grupo controle. 


  • Mostrar Abstract
  • The antimicrobial action of the hydroethanolic extract of Spondias mombin L. is already known in the literature against several microorganisms, including when placed against Candida genus fungi. In addition to the antifungal activity, it is essential to investigate the antibiofilm activity of substances, since these fungi can accumulate and become part of the biofilm present in the oral cavity of individuals, causing local and systemic problems, with clinical relevance. Knowing this, this study aimed to investigate the antifungal and antibiofilm action of the hydroethanolic extract (EH) of Spondias mombin L. and its fractions, against fungi of the genus Candida, of clinical importance. For this, the minimum inhibitory concentration tests were carried out using disks and the microdilution technique in microplates, minimum inhibitory concentration of adhesion, determination of the fungal death curve and antibiofilm activity of the fractions of phenolic acids, flavonoids and tannin, against the fungi Candida albicans, Candida tropicalis, Candida Krusei and Candida Glabrata, using nystatin (100,000 IU) as a positive control, in triplicate. It was seen that the antifungal and antibiofilm activity of EH and its analyzed fractions present satisfactory results, however, when we compare the fractions with EH, the latter presented better activity and when we draw the comparison between the antifungal and antibiofilm action of the tested substances and the control group, we had better results than the control group against the tested fungi. Thus, it was possible to conclude that the hydroethanolic extract with all its compounds together present superior results of antifungal and antibiofilm activity compared to the fractions of this extract tested separately and that this extract had very similar results to the control group.Palavras-chave: Anacardiaceae; Fitoterapia; Candidíase Bucal.

8
  • GLEYSSON MATIAS DE ASSIS
  • AVALIAÇÃO CLÍNICA DO USO DE ANTIBIÓTICOS EM CIRURGIAS PARA INSTALAÇÃO DE IMPLANTES DENTÁRIOS: UM ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO, TRIPLO CEGO E CONTROLADO

  • Orientador : ADRIANO ROCHA GERMANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANO ROCHA GERMANO
  • FABIO ANDREY DA COSTA ARAUJO
  • JOSE SANDRO PEREIRA DA SILVA
  • RODRYGO NUNES TAVARES
  • WAGNER RANIER MACIEL DANTAS
  • Data: 29/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar clinicamente por meio de um ensaio clínico controlado, randomizado e triplo cego 3 regimes de profilaxia antibiótica, em pacientes submetidos a instalação de implantes dentários de dois estágios, quanto a dor, infecção e perda de implantes. Materiais e métodos: Um total de 61 pacientes receberam 115 implantes dentários. A coleta dos dados foi realizada por um examinador calibrado e cego nos seguintes períodos de acompanhamento pós-operatório: T1 (7 dias), T2 (14 dias), T3 (30 dias) e T4 (120 dias). A randomização foi realizada por meio da função aleatório do Microsoft Excel® (2013), que dividiu os grupos de forma aleatória e os pacientes foram alocados de acordo com a lista gerada pelo programa. Os sujeitos da pesquisa foram divididos em 3 grupos: grupo 1 (G1) formado por pacientes 21 que não utilizaram profilaxia antibiótica, o grupo 2 (G2) formado por 20 pacientes que fizeram uso da profilaxia antibiótica pré-operatória com amoxicilina 1 g por via oral 1 hora antes do procedimento e o grupo 3 (G3), com 20 pacientes que utilizaram profilaxia antibiótica pré-operatória com amoxicilina 1g via oral 1 hora antes do procedimento e manutenção do antibiótico, sendo 500 mg de amoxicilina por 05 dias a cada 08 horas. A variável dor foi analisada utilizando-se de uma escala visual analógica- EVA e do número de analgésicos ingeridos.  A infecção foi considerada quando na presença de pús e fístula.  Além disso, no tempo T4 foi realizado a reabertura do implante para avaliação do sucesso da osseointegração primária, considerando ausência de mobilidade e dor quando da troca do parafuso de cobertura pelos cicatrizadores. A dor (EVA e número de analgésicos) foi analisada com o Kruskall Wallis e o pós-teste (Post hoc de Dunn). A infecção foi analisada com o teste Exato de Fisher e a falha, descritivamente. O nível de significância foi estabelecido em 5%, com intervalo de confiança de 95%. Resultados: A análise da dor pós-operatória evidenciou melhores resultados nos grupos que utilizaram antibiótico (G2 e G3) no acompanhamento T1 (7 dias), com os pacientes sentindo menos dor (Teste de Kruskall Wallis- p < 0,05). A avaliação entre os grupos G2 e G3 também evidenciou diferenças (Post hoc de Dunn- p < 0,05) com superioridade para G3. Nos demais períodos não houve diferenças significativas. A infecção esteve presente nos grupos G1 (2 casos) e G3 (2 casos), porém não houve diferença estatística entre os grupos (Teste Exato de Fisher- p > 0,05) com evolução para perda (falha) de dois implantes, um no grupo G1 e outro no grupo G3. Conclusões: Este estudo evidenciou melhores resultados quanto a dor, nos pacientes que utilizaram antibiótico profilático, mas não conseguiu demonstrar superioridade quanto a infecção e perda do implante quando comparado ao grupo sem uso de antibióticos. Dessa forma, baseado nos resultados do presente estudo, considerando um número máximo de 4 implantes por procedimento em área não enxertada, em pacientes saudáveis, sem procedimentos adicionais, o uso de antibióticos embora tenha melhorado a dor no pós operatório imediato, não demonstrou benefício em relação diminuir os índices de infecção e falha dos implantes. 


  • Mostrar Abstract
  • Objective: To clinically evaluate 3 antibiotic prophylaxis regimens in patients undergoing two-stage dental implant placement in a controlled, randomized, triple-blind clinical trial for pain, infection and loss of implants. Materials and methods: A total of 61 patients received 115 dental implants. Data collection was performed by a calibrated and blinded examiner in the following postoperative follow-up periods: T1 (7 days), T2 (14 days), T3 (30 days) and T4 (120 days). Randomization was performed using the random function of Microsoft Excel® (2013), which randomly divided the groups and patients were allocated according to the list generated by the program. The research subjects were divided into 3 groups: group 1 (G1) formed by patients 21 who did not use antibiotic prophylaxis, group 2 (G2) formed by 20 patients who used preoperative antibiotic prophylaxis with 1 g of amoxicillin. oral 1 hour before the procedure and group 3 (G3), with 20 patients who used preoperative antibiotic prophylaxis with amoxicillin 1g orally 1 hour before the procedure and antibiotic maintenance, with 500 mg of amoxicillin for 05 days every 08 hours. The variable pain was analyzed using a visual analogue scale - VAS and the number of analgesics ingested. Infection was considered when in the presence of pus and fistula. In addition, at time T4, the implant was reopened to assess the success of primary osseointegration, considering the absence of mobility and pain when changing the cover screw by the healers. Pain (VAS and number of analgesics) was analyzed with the Kruskall Wallis and the post-test (Post hoc by Dunn). Infection was analyzed using Fisher's exact test and failure descriptively. The level of significance was set at 5%, with a 95% confidence interval. Results: The analysis of postoperative pain showed better results in the groups that used antibiotics (G2 and G3) in the T1 follow-up (7 days), with patients feeling less pain (Kruskall-Wallis test p < 0.05). The evaluation between groups G2 and G3 also showed differences (Post hoc of Dunn-p < 0.05) with superiority for G3. In the other periods there were no significant differences. Infection was present in groups G1 (2 cases) and G3 (2 cases), but there was no statistical difference between the groups (Fisher's exact test - p > 0.05) with evolution to loss (failure) of two implants, one in the G1 group and another in the G3 group. Conclusions: This study showed better results regarding pain in patients who used prophylactic antibiotics, but failed to demonstrate superiority in terms of infection and implant loss when compared to the group without antibiotics. Thus, based on the results of the present study, considering a maximum number of 4 implants per procedure in an ungrafted area, in healthy patients, without additional procedures, the use of antibiotics, although improving pain in the immediate postoperative period, did not show any benefit in relationship to decrease the infection and failure rates of the implants.

9
  • MARIA ANTONIA RÊGO DE FREITAS
  • PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PROFISSIONAIS DA ODONTOLOGIA EM RELAÇÃO AO COVID-19DURANTE A PANDEMIA NO ESTADODO RIO GRANDE DO NORTE

  • Orientador : ADRIANO ROCHA GERMANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANO ROCHA GERMANO
  • ALEXANDRE SIMÕES NOGUEIRA
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • FÁTIMA RONEIVA ALVES FONSECA
  • JOÃO NILTON LOPES DE SOUSA
  • Data: 30/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo se propôs a traçar um perfil epidemiológico dos profissionais da Odontologia no Estado do Rio Grande do Norte (RN), em relação a infecção do COVID-19 durante a pandemia. Um censo virtual foi disponibilizado aos cirurgiões dentistas (CD), técnicos de higiene dental (THD) e auxiliares de consultório dentário (ACD), com inscrição ativa no Conselho Regional de Odontologia do RN. Utilizou-se como instrumento de coleta de dados um questionário eletrônico (formulário GoogleÒ), enviado através do e-mail oficial do CRO-RN, lista de transmissão de mensagens do aplicativo WhatsAppÒ, por mensagens do tipo SMS e postados nas redes sociais do da entidade. A coleta de dados fez referência ao período de fevereiro de 2020 até março de 2021. Um total de 567 profissionais responderam ao questionário com idade média de 36,67 anos (DP=9,56). Na amostra 515 eram CD e 52 THD/ACD, tendo apresentado um índice de contaminação por COVID-19 nesse período de 25,74% da amostra. A contaminação foi maior no grupo ACD/THD com 37% e menor nos CD com 25%. Considerando apenas os profissionais que acreditam que a contaminação ocorreu pela sua atividade trabalhista, os valores chegam a 10,1%, praticamente 2 vezes mais que a população do Brasil e do estado do RN que se contaminou no mesmo período da coleta. Na busca de associações significativas entre a atuação profissional e local de trabalho com a positividade dos testes para COVID-19, foi observado que trabalhar na região do alto oeste (p=0,011) foi um fator de risco, bem como não estar satisfeito com o treinamento (p=0,0001) e possuir poucos anos de formado (p=0,015). Notou-se também associações significativas entre as características clínicas com a positividade dos testes para COVID-19. Ser mais jovens (p=0,005) e solteiros (p=0,040) estão associados testarem mais positivo. Com relação ao impacto na renda, foi verificada associação significativa com local de atuação, sendo o setor privado mais afetado (p<0,0001); com a formação, dentistas mais afetados (p<0,0001), com tempo parado, 1-3 meses os mais prejudicados (p<0,0001). Avaliando o tempo sem trabalhar, foi verificada associação significativa com o trabalho privado, sendo observado uma maior frequência de profissionais que responderam que voltaram a trabalhar com menos de 3 meses (p< 0,001). Portanto a COVID-19 no período analisado, gerou um impacto na profissão odontológica, com repercussão financeira significativa e seus índices de contaminação estiveram mais relacionados a menor formação científica na profissão, seja para os dentistas sem cursos de pós-graduação como também para os ACD/THD. O fator idade também demonstrou que a contaminação ocorreu com mais relevância, entretanto não foi possível confirmar se esta associação tem relação direta com a atuação profissional. Do ponto de vista estratégico, a falta de EPI, sobretudo de máscaras PFF2, aventais descartáveis e de treinamento demonstraram ser um fator de risco para a contaminação desses profissionais, sendo uma importante ferramenta na prevenção.


  • Mostrar Abstract
  • This study aimed to draw an epidemiological profile of dentistry professionals in the State of Rio Grande do Norte (RN), in relation to COVID-19 infection during the pandemic. A virtual census was made available to dentists (CD), dental hygiene technicians (THD) and dental assistants (ACD), with active enrollment in the Regional Board of Dentistry of RN. An electronic questionnaire (Google form) was used as a data collection instrument, sent through the official email of the CRO-RN, message transmission list of the WhatsApp application, by SMS-type messages and posted on social networks of the entity. Data collection referred to the period from February 2020 to March 2021. A total of 567 professionals answered the questionnaire with an average age of 36.67 years (SD=9.56). In the sample, 515 were CD and 52 were THD/ACD, having presented an index of contamination by COVID-19 in this period of 25.74% of the sample. Contamination was higher in the ACD/THD group with 37% and lower in the CD with 25%. Considering only the professionals who believe that the contamination occurred due to their work activity, the values reach 10.1%, practically twice as much as the population in Brazil and in the state of RN that was contaminated in the same period of collection. In the search for significant associations between professional performance and workplace with positive tests for COVID-19, it was observed that working in the high west region (p=0.011) was a risk factor, as well as not being satisfied with the training (p=0.0001) and have few years of graduation (p=0.015). Significant associations were also noted between clinical characteristics and positive tests for COVID-19. Being younger (p=0.005) and single (p=0.040) are associated with testing more positively. Regarding the impact on income, there was a significant association with place of work, with the private sector being most affected (p<0.0001); with training, most affected dentists (p<0.0001), with downtime, 1-3 months the most affected (p<0.0001). Assessing time without working, a significant association with private work was observed, with a higher frequency of professionals who responded that they returned to work with less than 3 months (p<0.001). Therefore, COVID-19 in the period analyzed had an impact on the dental profession, with significant financial repercussions and its contamination rates were more related to less scientific training in the profession, whether for dentists without postgraduate courses as well as for ACD /THD. The age factor also showed that contamination occurred with more relevance, however it was not possible to confirm whether this association is directly related to professional performance. From a strategic point of view, the lack of PPE, especially PFF2 masks, disposable aprons and training, proved to be a risk factor for the contamination of these professionals, being an important tool in prevention.

10
  • EVELYNN CRHISTYANN MEDEIROS DUARTE
  •  

    FORMULAÇÃO, ANÁLISE FÍSICO-QUÍMICA E MICROBIOLÓGICA DE CIMENTOS BIOATIVOS ENDODÔNTICOS

  • Orientador : FABIO ROBERTO DAMETTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUÍS GERALDO VAZ
  • FABIO ROBERTO DAMETTO
  • LETICIA MARIA MENEZES NOBREGA
  • MARCILIO DIAS CHAVES DE OLIVEIRA
  • REINALDO DIAS DA SILVA NETO
  • Data: 27/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Os cimentos bioativos endodônticos apresentam inúmeras aplicações clínicas, devido as suas propriedades biológicas, como a bioatividade; alta capacidade de vedação; ação antimicrobiana; liberação de íons cálcio, além de não apresentar resposta inflamatória ou estar bem reduzida. Baseado nesses benefícios, a presente pesquisa objetivou desenvolver e caracterizar cimentos bioativos reparadores endodônticos de baixo custo e efetividade antimicrobiana para uso na endodontia. Para isso, foram preparadas formulações contendo cimentos finos, escória moída e celulose. Esses cimentos testes foram comparados com o MTA branco reparador da Angelus®. Sendo então dividido em quatro grupos: Grupo 1 (cimento fino cinza com escória moída cinza - MZVI e celulose); Grupo 2 (cimento branco cinza, escória moída branca - MPW e celulose); Grupo 3 (cimento fino branco e celulose) e Grupo 4 (MTA branco, Angelus – controle positivo). As amostras de cada grupo foram submetidas às análises de Difração de Raio-X (DRX), Análise Termogravimétrica (TG), Termogravimetria Derivada (DTG), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), Potencial hidrogeniônico (pH), Picnometria, Espectroscopia de Infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR) e Potencial Antibacteriano contra Enterococcus faecalis através do teste de difusão em ágar. Os testes estatísticos foram realizados utilizando o SPSS. As diferenças entre os grupos foram verificadas por meio do teste ANOVA com post hocde Tukey, estatística descritiva e análises gráficas. Após a avaliação dos dados pode-se observar, principalmente, a presença de hidróxido de cálcio, silicato dicálcico, silicato tricálcico, aluminato tricálcico e carbonato de cálcio. Além disso, os cimentos apresentaram pH alcalino, ação antimicrobiana positiva contra Enterococcus faecalis e na análise do MEV foi possível observar partículas de dimensões irregulares com uma distribuição heterogênea na matriz polimérica, contrastando com a homogeneidade apresentada pelo MTA. Porém, nas demais características, os cimentos apresentaram, de forma geral, grande semelhança com o MTA branco da Angelus, com maior destaque para o grupo 2. Assim, pode-se concluir que é possível realizar a formulação do MTA reutilizando escórias, mantendo as propriedades físico-químicas e antimicrobiana.

     


  • Mostrar Abstract
  • Endodontic bioactive cements have clinical practices due to their biological properties, such as bioactivity; high sealing capacity; antimicrobial action; release of calcium ions, in addition to not presenting an inflammatory response or being well reduced. Based on benefits, this study aimed to develop and characterize low-cost, antimicrobially effective endodontic repairing bioactive cements for use in endodontics. For this, some formulations containing fine cements, ground slag and cellulose were prepared. These cements were compared with Angelus® repair white MTA. It is then divided into four groups: Group 1 (gray fine cement with gray ground slag - MZVI and cellulose); Group 2 (white gray cement, white ground slag - MPW and cellulose); Group 3 (white fine cement and cellulose) and Group 4 (white MTA, Angelus - positive control). The aids of each group were submitted to X-Ray Diffraction (XRD), Thermogravimetric Analysis (TG), Derived Thermogravimetry (DTG), Scanning Electron Microscopy (SEM), Potential Hydrogeniometry (pH), Picn, Infrared Spectroscopy with Fourier Transform (FTIR) and antibacterial potential against Enterococcus faecalis through the agar diffusion test. Statistical tests were performed using SPSS. Differences between groups were verified using the ANOVA test with Tukey's post hoc, descriptive statistics and graphical analyses. After evaluating the data, it is possible to observe, mainly, the presence of calcium hydroxide, dicalcium silicate, tricalcium silicate, tricalcium aluminate and calcium carbonate. In addition, the additional cements with alkaline pH, positive antimicrobial action against Enterococcus faecalis and in the SEM analysis it was possible to observe particles of irregular dimensions with a heterogeneous distribution in the polymer matrix, contrasting with a homogeneity presented by MTA. However, in the other characteristics, the dissipative cements, in general, have a great similarity with the white MTA from Angelus. With greater emphasis on group 2, which came closest to this control. It is concluded that it is possible to formulate MTA reusing slag, maintaining its physicochemical and antimicrobial properties.

11
  • MARIA DO CARMO PESSOA NOGUEIRA SERRÃO
  • ANÁLISE DOS FATORES PREDITORES NO DESENVOLVIMENTO DE ALTERAÇÕES BUCAIS EM PACIENTES COM COVID-19

  • Orientador : PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO ADILSON SOARES DE LIMA
  • EMELINE DAS NEVES DE ARAUJO LIMA
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • YAN NOGUEIRA LEITE DE FREITAS
  • Data: 15/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • O surto de um novo coronavírus SARS-CoV-2 (Severe acute respiratory syndrome coronavirus 2), foi identificado na província de Wuhan, na China no final de 2019. O SARS-CoV-2, se propaga através de gotículas respiratórias de uma pessoa infectada e causa uma doença respiratória denominada Covid-19 (Coronavirus Disease, 2019). O seu comportamento clínico que em alguns pacientes, manifesta-se com sintomas leves ou moderado, e em outros com desenvolvimento de uma infecção respiratória importante, têm instigado muitos estudos.  Embora fatores de risco como idade, sexo e comorbidades tenham sido destacados como um dos fatores de risco que aumentam a morbidade e mortalidade pela Covid-19, ainda há pacientes sem esses fatores que evoluem para quadros graves. A cavidade oral foi identificada como uma das portas de entrada para o SARS-CoV-2, e seu possível papel como agravante na infectividade e progressão da infecção viral têm sido controversos. Foi realizado um estudo de Coorte retrospectivo com dados obtidos de 274 prontuários de pacientes com COVID-19 na admissão, com sete dias e com 14 dias para analisar a ocorrência de alterações bucais e relacioná-las com a severidade da infecção. Foram encontrados 154 pacientes com alteração bucal e 120 sem alteração. Dos 154 pacientes que apresentaram alteração bucal na admissão, 39 obtiveram remissão em 7 dias, 54 pacientes obtiveram remissão em 14 dias e 61 mantiveram alteração bucal até o fim do estudo. Dos 120 pacientes que não apresentavam alteração bucal na admissão, apenas 2 desenvolveram alteração bucal em 7 dias e estes foram a óbito. A alteração bucal mais frequente foi a úlcera nos três tempos de coleta ( T0: 43,8%, T1: 33,6% e T2: 21,2%). As análises bioquímicas alteradas mais prevalentes entre os pacientes foram as hemácias, plaquetas, leucócitos, tempo de sangramento, TGP, TGO, albumina, creatinina, PCR, ureia, d-dímero e razão leucócito-linfócito. A significância do qui-quadrado encontrada para a ocorrência de lesão bucal na admissão foi não ser diabético e não tomar medicamento para o aparelho digestivo. Para o período de 7 e 14 dias foi observado o paciente não ser diabético, não tomar medicamentos para o aparelho digestivo, não ir a óbito e não ser transferido para UTI. Já para o tempo de 14 dias foi detectado que o paciente que não desenvolveu lesão bucal apresentou IMC normal, não era cardíaco e não tomava medicamento para o aparelho cardiovascular. A análise multivariada de Cox revelou que não fazer uso de medicação para o aparelho digestivo e metabolismo (HR: 2,18; IC95%: 1,13-4,22) e não apresentar hipertensão arterial sistêmica (HR: 1,78; IC95%: 1,13-2,79) são fatores prognósticos para remissão de alteração bucal em pacientes com COVID-19.

     


  • Mostrar Abstract
  • An outbreak of a new SARS-CoV-2 coronavirus (Severe acute respiratory syndrome coronavirus 2) was identified in Wuhan Province, China in late 2019. SARS-CoV-2, spreads through infected droplets in a person's respiratory system, and causes a respiratory disease called Covid-19 (Coronavirus Disease, 2019). Its clinical behaviour, which in some patients manifests with mild or moderate symptoms, and in others with the development of an important respiratory infection, has instigated many studies. Although risk factors such as age, sex and comorbidities have been highlighted as one of the risk factors that increase morbidity and mortality due to Covid-19, there are still patients without these factors that progress to serious conditions. The oral cavity has been identified as one of the gateways for SARS-CoV-2, and its possible role as an aggravating factor in the infectivity and progression of the viral infection and has been controversial. A retrospective cohort study was carried out with data obtained from 274 medical records of patients with COVID-19 on admission, with seven days and with 14 days to analyse the occurrence of oral alterations and relate them to the severity of the infection. A total of 154 patients with oral alterations and 120 without alterations were found. Of the 154 patients who presented oral changes on admission, 39 achieved remission within 7 days, 54 patients achieved remission within 14 days, and 61 maintained oral changes until the end of the study. Of the 120 patients who did not present oral changes on admission, only 2 developed oral changes within 7 days and these died. The most frequent oral alteration was ulcer in the three collection times (T0: 43.8%, T1: 33.6% and T2: 21.2%). The most prevalent altered biochemical analyses among patients were red blood cells, platelets, leukocytes, bleeding time, TGP, TGO, albumin, creatinine, CRP, urea, d-dimer and leukocyte-lymphocyte ratio. The chi-squared significance found for the occurrence of oral lesions on admission was not being diabetic and not taking medication for the digestive system. For the period of 7 and 14 days, it was observed that the patient was not diabetic, did not take medication for the digestive tract, did not die and was not transferred to the ICU. For the period of 14 days, it was detected that the patient who did not develop an oral lesion had a normal BMI, was not cardiac and was not taking medication for the cardiovascular system. Cox's multivariate analysis revealed that he did not use medication for the digestive system and metabolism (HR: 2.18; 95%CI: 1.13-4.22) and did not present systemic arterial hypertension (HR: 1.78; 95%CI %: 1.13-2.79) are prognostic factors for remission of oral changes in patients with COVID-19.

12
  • DAVI NETO DE ARAÚJO SILVA
  • EFICÁCIA ANTI-HIPERGLICEMIANTE, ANTI PERDA ÓSSEA  E ANTI-INFLAMATÓRIA DO PROBIÓTICO LACTOBACILLUS RHAMNOSUS EM1107 EM MODELO EXPERIMENTAL DE PERIODONTITE ASSOCIADA A DIABETES.

     
  • Orientador : ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • BEATRIZ DE BRITO BEZERRA
  • EULER MACIEL DANTAS
  • Flavia Queiroz de Moraes Pirih
  • RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • Data: 24/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • A doença periodontal (DP) e a diabetes mellitus (DM) possuem uma relação bidirecional bem estabelecida uma vez que compartilham mecanismos inflamatórios crônicos semelhantes. Por seus efeitos microbianos e imunológicos, a terapia probiótica tem sido sugerida como um adjuvante ao tratamento periodontal não cirúrgico, bem como adjunto para a diabetes, associada a metformina (MET) o fármaco padrão para o tratamento da diabetes. o objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia anti-hiperglicemiante, anti-perda óssea e anti-inflamatória do probiótico Lactobacillus rhamnosus EM1107 em modelo experimental de periodontite induzida por ligadura em ratos diabéticos tratados com metformina. Este ensaio pré-clínico, in vivo, randomizado, cego e controlado foi composto por 114 ratos Wistar machos divididos aleatoriamente em seis grupos com 19 animais cada: controle, ligadura, ligadura/DM, ligadura/Prob, ligadura/DM/Prob e ligadura/DM/Prob/Met. Durante 30 dias os animais receberam probiótico via gavagem oral. A DM foi induzida no 14º dia do experimento com injeção de Streptozotocin (STZ) na veia peniana, seguida pela colocação de ligadura para indução da DP e gavagem de MET no 19º dia, e eutanásia no 30º dia. Observou-se uma redução extremamente significativa da glicose sérica tanto nos grupos Prob quanto no grupo Metformina (p<0,001) pela análise bioquímica. A análise microtomográfica (μCT) nas maxilas evidenciou  que os animais diabéticos tratados com probiótico e com metformina tiveram perda óssea linear e volumétrica significativamente menor do que aqueles que não tiveram tratamento algum. Pela análise histomorfológica (HE), todos os grupos que receberam probiótico tiveram uma redução do infiltrado inflamatório, além de uma preservação de cemento e do osso alveolar. A análise pelo TRAP revelou que o  grupo Ligadura/DM/Prob/Met apresentou a maior redução na contagem de osteoclastos (p<0,01). Observou-se redução significativa de IL-1β e TNF-α nos grupos Ligadura/Prob (p<0,05) e Ligadura/DM/Prob (p<0,01) por meio do ensaio ELISA em tecido gengival. Nossos achados sugerem eficácia anti-hiperglicemiante, anti perda óssea e anti-inflamatória do probiótico Lactobacillus rhamnosus EM1107 admnistrado tanto isoladamente quanto em associação com a Metformina em quadros de DM com DP.


  • Mostrar Abstract
  • Periodontal disease (PD) and diabetes mellitus (DM) have a well-established bidirectional relationship as they share similar chronic inflammatory mechanisms. Due to its microbial and immunological effects, probiotic therapy has been suggested as an adjuvant to non-surgical periodontal treatment. Considering metformin (MET) as the standard drug for the treatment of diabetes, the aim of this study was to evaluate the anti-hyperglycemic, anti-bone loss and anti-inflammatory efficacy of the probiotic Lactobacillus rhamnosus EM1107 in an experimental model of ligature-induced periodontitis in diabetic rats treated with metformin. This pre-clinical, in vivo, randomized, blinded and controlled trial consisted of 114 male Wistar rats randomly divided into six groups of 19 animals each: control, ligation, ligation/DM, ligation/Prob, ligation/DM/Prob and ligation /DM/Prob/Met. For 30 days the animals received a probiotic via oral gavage. DM was induced on the 14th day of the experiment with injection of Streptozotocin (STZ) into the penile vein, followed by ligation for PD induction and MET gavage on the 19th day, and euthanasia on the 30th day. An extremely significant reduction in serum glucose was observed in both the Prob and Metformin groups (p<0.001) by biochemical analysis. Microtomographic analysis (μCT) in the maxilla showed that diabetic animals treated with probiotic and metformin had significantly lower linear and volumetric bone loss than those that had no treatment at all. By histomorphological analysis (HE), all groups that received probiotics had a reduction in inflammatory infiltrate, in addition to preservation of cementum and alveolar bone. The TRAP analysis revealed that the Ligature/DM/Prob/Met group had the greatest reduction in osteoclast count (p<0.01). There was a significant reduction in IL-1β and TNF-α in the Ligature/Prob (p<0.05) and Ligature/DM/Prob (p<0.01) groups by means of the ELISA assay in gingival tissue. Our findings suggest the anti-hyperglycemic, anti-bone loss and anti-inflammatory efficacy of the probiotic Lactobacillus rhamnosus EM1107 administered either alone or in association with Metformin in DM with PD.

     
13
  • RAFAELA ALBUQUERQUE MELO
  • Avaliação de tratamentos conservadores da disfunção temporomandibular na dor, qualidade de vida, sintomas depressivos e ansiedade: ensaio clínico randomizado

  • Orientador : ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • FABIO ROBERTO DAMETTO
  • LAERCIO ALMEIDA DE MELO
  • EDUARDO JOSÉ GUERRA SEABRA
  • KARINA HELGA TURCIO DE CARVALHO
  • Data: 04/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: a disfunção temporomandibular (DTM) é entendida como um conjunto de problemas clínicos que envolvem os músculos mastigatórios, a articulação temporomandibular (ATM) e estruturas associadas, possuindo diversas formas de tratamentos conservadores. Objetivo: avaliar a influência dos tratamentos conservadores craniopuntura, laserpuntura, placa oclusal, aconselhamento e terapia manual na sintomatologia dolorosa, nos sintomas de ansiedade e de depressão e na qualidade de vida em pacientes com DTM. Material e métodos: diagnosticados por meio do Critério de Diagnóstico para DTM (DC/TMD), oitenta e cinco (85) pacientes com DTM foram distribuídos aleatoriamente em cinco grupos de tratamentos: laserpuntura (LA) (n=15), craniopuntura (CR) (n=15), placa oclusal (PO) (n=19), aconselhamento (AC) (n=16) e terapia manual (TM) (n=20). Assim, foram avaliados antes de iniciar a terapia, após um mês e três meses do tratamento por meio do DC/TMD e quanto à ansiedade, depressão, qualidade de vida e dor, pelos questionários Inventário da Ansiedade de Beck (BAI), Inventário da Depressão de Beck (BDI), Questionário de Qualidade de Vida da Organização Mundial de Saúde (WHOQOL), Impacto da Saúde Bucal na Qualidade de Vida (OHIP-14) e Escala Visual Analógica (EVA). Os dados obtidos foram analisados pelo SPSS (Statistical Package for the Social Science) 22.0 com o teste de Friedman entre tempos e pós-teste de Wilcoxon, bem como o teste de Kruskal Wallis entre grupos com o pós teste de Mann Whitney. Resultados: observou-se diferença estatisticamente significativa entre os grupos na avaliação da sintomatologia dolorosa pela EVA com um mês (p=0,001) e três meses de tratamento (p=0,005), na avaliação dos sintomas de ansiedade pelo BAI com um mês após a terapia (p=0,000), no impacto da saúde bucal na qualidade de vida pelo OHIP-14 com três meses de tratamento (p=0,008) com resultados mais favoráveis aos grupos tratados com PO e com TM. Percebeu-se também melhora significativa ao longo do tempo na dor pela EVA para PO (p=0,003), AC (p=0,003), CR (p=0,032) e TM (p=0,000); nos sintomas de ansiedade pelo BAI para PO (p=0,003); nos sintomas depressivos pelo BDI para PO (p=0,024), AC (p=0,022) e TM (p=0,006); na qualidade de vida pelo WHOQOL-geral para TM (p=0,004) e no impacto da saúde bucal na qualidade de vida pelo OHIP-14 para PO (p=0,001), AC (p=0,015) e TM (p=0,001). Conclusão: de forma geral, a PO e a TM se sobressaíram em relação aos outros grupos na maioria dos parâmetros analisados, mas todos os grupos apresentaram alguma melhora ao longo do tempo em alguma variável estudada, com exceção da LA. Portanto, recomenda-se o uso das terapias conservadoras avaliadas, com exceção da LA, no tratamento da DTM.

     



  • Mostrar Abstract
  • Introduction: temporomandibular disorder (TMD) is understood as a set of clinical problems involving the masticatory muscles, the temporomandibular joint (TMJ) and associated structures, with several forms of conservative treatments. Objective: to evaluate the influence of conservative treatments craniopuncture, laser acupuncture therapy, occlusal plaque, counseling and manual therapy on pain, anxiety and depression symptoms and quality of life in patients with TMD. Material and methods: diagnosed through the Diagnostic Criteria for TMD (DC/TMD), eighty five (85) patients with TMD were randomly divided into five treatment groups: laser acupuncture therapy (LA) (n=15), craniopuncture (CR) (n=15), occlusal plaque (PO) (n=19), counseling (AC) (n=16) and manual therapy (TM) (n=20). Thus, they were evaluated before starting therapy, after one month and three months of treatment using the DC/TMD and regarding anxiety, depression, quality of life and pain, using the questionnaires, Beck's Anxiety Inventory (BAI), Beck's Depression Inventory (BDI), World Health Organization Quality of Life Questionnaire (WHOQOL), Impact of Oral Health on Quality of Life (OHIP-14) and Visual Analogue Scale (VAS). The data obtained were analyzed by SPSS (Statistical Package for the Social Science) 22.0 with the Friedman test between times and Wilcoxon post-test, as well as the Kruskal Wallis test between groups with Mann Whitney post-test. Results: It has been observed a statistically significant difference between the groups in the assessment of pain by the VAS at one month (p=0,001) and three months of treatment (p=0,005), in the assessment of anxiety symptoms by the BAI one month after the therapy (p=0,000), on the impact of oral health on quality of life by OHIP-14 with three months of treatment (p=0,008), with more favorable results for the groups treated with PO and TM. It has been noticed a significant improvement over time in pain by VAS for PO (p=0,003), AC (p=0,003), CR (p=0,032) and TM (p=0,000); in anxiety symptoms by BAI for PO (p=0,003); in the depressive symptoms by BDI for PO (p=0,024), AC (p=0,022) and TM (p=0,006); on quality of life by WHOQOL-general for TM (p=0,004) and on the impact of oral health on quality of life by OHIP-14 for PO (p=0,001), AC (p=0,015) and TM (p=0,001). Conclusion: in general, PO and MT stood out in relation to the other groups in most parameters, but all groups improved over time in some parameter evaluated, except for LA. Therefore, the use of the evaluated conservative therapies is recommended, except for LA, in the treatment of TMD.


14
  • RAYANNE KARINA SILVA CRUZ
  • EFICÁCIA DA IMPLANTOPLASTIA ADJUVANTE AO DEBRIDAMENTO MECÂNICO NO TRATAMENTO CIRÚRGICO DA PERI-IMPLANTITE

  • Orientador : BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • EULER MACIEL DANTAS
  • FERNANDO JOSE DE OLIVEIRA NOBREGA
  • RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • SUZANA PERES PIMENTEL
  • Data: 13/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A terapia cirúrgica tem sido apontada como a estratégia mais apropriada para o tratamento da peri-implantite, combinando conceitos da terapia não-cirúrgica com procedimentos ressectivos e/ou regenerativos. O estudo objetivou avaliar o efeito da adição da implantoplastia à técnica de debridamento mecânico cirúrgico utilizado no tratamento da peri-implantite. Trata-se de um ensaio clínico prospectivo, controlado, randomizado e duplo cego. 13 participantes com 33 implantes foram alocados aleatoriamente em dois grupos: acesso cirúrgico + debridamento mecânico (grupo controle-I) e acesso cirúrgico + debridamento mecânico + implantoplastia (grupo testeII). Os desfechos primários foram avaliados no baseline e aos 3 meses: Índice de Placa Visível -IPV, Índice de Sangramento Gengival -ISG, Profundidade de Sondagem -PS, Sangramento à Sondagem -SS e Faixa de Mucosa Ceratinizada -MC. Avaliouse a qualidade de vida pelo Oral Health Impact Profile -OHIP14 e também os marcadores de estresse oxidativo pelas amostras salivares. Os resultados apontaram que 69,2% eram mulheres, com idade média de 60,6 anos. Dos 32 implantes, 16 receberam a terapia I e 16 a terapia II. De todas as reabilitações, 53,8% foram totais e 30,8% foram parciais, sendo as demais unitárias. O teste de Mann-Whitney apontou que os valores de IPV e do ISG no grupo II foram maiores do que no grupo I aos 3 meses, mas não foram significativos (p=0,193; p=0,419). O SS foi maior no grupo I (50%) do que no grupo II (41,6%) aos 3 meses, porém, sem significância (p=0,759). Aos 3 meses, todos os parâmetros - exceto SS no grupo II - diminuíram de valor, sendo significativos para o IPV no grupo I (p=0,038), ISG nos grupos I e II (p=0,011 e p=0,015) e PS no grupo II (p=0,041). O ANOVA Split-Plot não mostrou interação entre tempo e tratamento. O OHIP14 mostrou que no baseline houve predomínio da “Dor física”, “Desconforto psicilógico” e “Incapacidade física”, enquanto que aos 3 meses houve melhora dos itens avaliados. A análise salivar mostrou que houve uma redução dos níveis de marcadores de estresse oxidativo após o tratamento, sendo significativo para o superóxido dismutase (Z=-2,701; p= 0,007). Conclusão: não há evidências suficientes de que a adição da implantoplastia melhore os parâmetros clínicos no tratamento cirúrgico da peri-implantite aos 3 meses, em relação ao debridamento mecânico realizado de forma isolada.


  • Mostrar Abstract
  • Surgical therapy has been identified as the most appropriate strategy for the treatment of peri-implantitis, combining concepts of non-surgical therapy with ressective and/or regenerative procedures. The study aimed to evaluate the effect of adding implantoplasty to the surgical mechanical debridement technique used in the treatment of peri-implantitis. This is a prospective, controlled, randomized, double-blind clinical trial. 13 participants with 33 implants were randomly allocated into two groups: surgical access + mechanical debridement (control-I group) and surgical access + mechanical debridement + implantoplasty (test-II group). The primary outcomes were assessed at baseline and at 3 months: Plaque Index -PI, Gingival Bleeding Index -GBI, Probing Depth -PD, Bleeding on Probing -BoP, and Keratinized Mucosal Band -MK. Quality of life was evaluated by the Oral Health Impact Profile -OHIP14 and oxidative stress markers by salivary samples. The results showed that 69.2% were women, with an average age of 60.6 years. Of the 32 implants, 16 received therapy I and 16 received therapy II. Of all rehabilitations, 53.8% were total and 30.8% were partial, with the rest being single. The Mann-Whitney test showed that the values of PI and GBI in group II were higher than in group I at 3 months, but they were not significant (p=0,193; p=0,419). The BoP was higher in I group (50%) than in II group (41.6%) at 3 months, however, without significance (p=0,759). At 3 months, all parameters - except BoP in II group - decreased in value, being significant for PI in I group (p=0,038), GBI in I and II groups (p=0,011 and p=0,015) and PD in II group (p=0,041). Split-Plot ANOVA showed no interaction between time and treatment. The OHIP14 showed that at baseline there was a predominance of “Physical pain”, “Psychological discomfort” and “Physical disability”, while at 3 months there was an improvement in the evaluated items. Salivary analysis showed that there was a reduction in the levels of oxidative stress markers after treatment, being significant for superoxide dismutase (Z=-2,701; p=0,007). Conclusion: there is insufficient evidence that the addition of implantoplasty improves clinical parameters in the surgical treatment of peri-implantitis at 3 months, in relation to mechanical debridement alone.

15
  • RAISSA DE OLIVEIRA AFONSO
  • EFEITO DA TERAPIA FOTODINÂMICA ANTIMICROBIANA COMO ADJUVANTE NO TRATAMENTO NÃO CIRÚRGICO DA PERIODONTITE ESTÁDIO III OU IV GRAU C

  • Orientador : BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ÂNGELA GUIMARÃES MARTINS
  • ADRIANA CORREA DE QUEIROZ
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • RENATO CORRÊA VIANA CASARIN
  • Data: 28/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A Periodontite estádio III e IV grau C em pacientes jovens tem um caráter mais destrutivo dos tecidos periodontais de suporte e tem impacto em perdas dentárias, função mastigatória e pior resposta ao tratamento. E a Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana (TFD) tem surgido como uma alternativa promissora adjuvante à Terapia Periodontal não Cirúrgica (TPNC) desta doença. OBJETIVO: avaliar os efeitos da TFD como adjuvante no TPNC da Periodontite estádio III ou IV grau C, através dos parâmetros clínicos periodontais (Índice de Placa Visível (IPV), Índice de Sangramento Gengival (ISG), Sangramento à Sondagem (SS), Profundidade de Sondagem (PS), Recessão Gengival (RG), Nível de Inserção Clínica (NIC) e Mobilidade Dentária (MOB)) bem como avaliar seu impacto na qualidade de vida dos pacientes por meio do Oral health-related quality of life (OHRQoL). METODOLOGIA: Vinte e um indivíduos participaram desse ensaio clínico controlado randomizado, duplo cego, em um desenho de boca dividida por quadrantes. Todos os pacientes foram tratados com orientação de higiene bucal, raspagem e alisamento radicular por meio do Full Mouth Disinfection (FMD) e antibioticoterapia sistêmica. Os quatro quadrantes foram randomizados de acordo com os seguintes grupos: grupo 1 (FMD), grupo 2 (FMD + TFD em sessão única), grupo 3 (FMD + TFD em quatro sessões) e grupo   4 (FMD + laserterapia com luz infravermelha em quatro sessões). As avaliações foram feitas no baseline e com uma média de 6 meses após o tratamento. RESULTADOS: Obteve-se uma melhora dos parâmetros clínicos com redução significativa da PS, NIC e SS para todos grupos e da MOB para os grupos FMD, FMD + TFD 1 sessão e FMD + TFD em 4 sessões após o tratamento. A estratificação das PS no baseline em PS = 5mm e PS ≥ 6mm mostrou que para PS ≥ 6mm, o grupo FMD + TFD em 4 sessões apresentou maior redução da PS (p = 0,005) e NIC (p = 0,001) em relação ao grupo FMD. Em relação à QV, houve aumento significativo dos valores OHRQoL (p = 001) e dos domínios físico (p < 0,001), social (p = 0,027) e psicológico (p = 005) após o tratamento. CONCLUSÃO: A terapia periodontal do FMD associada a antibioticoterapia, com acréscimo ou não da TFD apresenta resultados significativos na melhora dos parâmetros clínicos periodontais e, em bolsas mais profundas, a TFD em 4 sessões apresentou resultados superiores. Ademais, a Periodontite estádio III ou IV grau C reflete negativamente na percepção da QV, porém, a TPNC apresentou impacto positivo sobre a mesma.

     


  • Mostrar Abstract
  • Stage III – IV grade C periodontitis in young patients has a more destructive character of periodontal support tissues and has impact on loss of teeth, masticatory function and worse response to treatment. The Antimicrobial Photodynamic Therapy (PDT) has become as a promising alternative, adjuvant to Non-Surgical Periodontal Therapy (NSPT) of this disease. OBJECTIVE: To evaluate the effect of adjunctive PDT on the non-surgical treatment of stage III – IV, grade C Periodontitis, through the analysis of periodontal clinical parameters (Visible Plaque Index (VPI), Gingival Bleeding Index (GBI), Bleeding on Probing (BP), Pocket Probing Depth (PPD), Gingival Recession (GR), Clinical Attachment Level (CAL) and Tooth Mobility (Mob)) as well as to assess their impact on quality of life (QoL) of the patients through Oral health-related quality of life(OHRQoL) questionnaire. METHODOLOGY: Twenty-one subjects particpated in this controlled randomized, double-blind trial, in a split-mouth design divided into quadrants. All the patients were treated with oral hygiene guidance, scaling and root planing through Full Mouth Disinfection(FMD) and systemic anbiotics. The four quadrants were randomly assigned to the following treatment groups: group (FMD), group 2 (FMD + PDT in a single session), group 3 (FMD + PDT in four sessions), and group 4 (FMD + laser therapy with infrared light in four sessions). Assessments were made at baseline and an average of 6 months after treatment. RESULTS: There was an improvement in clinical parameters with significant reduction of PPD, CAL and BoP for all therapies as well as Mob for FMD, FMD + PDT 1 session and FMD + PDT in 4 sessions groups. Stratification of the baseline pockets in PPD = 5mm and PPD ≥ 6mm showed that, for PPD ≥ 6mm, FMD + PDT in 4 sessions had a greater reduction of PPD (p = 0.005) and CAL (p = 0.001) in relation to FMD group). Regarding QoL analysis, there was a significant increase in the OHRQoL (p = 0.001) and in the physical (p < 001), social (p = 0.027) and psychological (p = 0.005) domains after treatment. CONCLUSION: FMD therapy associated with systemic antibiotic therapy, with or without addition of PDT, showed significant improvement of the clinical periodontal parameters and, in deeper pockets, PDT in 4 sessions showed better results. Furthermore, stage III - IV grade C Periodontitis reflected negatively on the QoL perception, however, NSPT had a positive impact on it.

16
  • ARIANE SALGADO GONZAGA
  • CARACTERIZAÇÃO MECÂNICA, TERMODINÂMICA E QUÍMICA DE FIOS CuNiTi – UM ESTUDO COMPARATIVO CLÍNICO E LABORATORIAL

  • Orientador : SERGEI GODEIRO FERNANDES RABELO CALDAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE ANTONIO RIBEIRO
  • ARTHUR CESAR DE MEDEIROS ALVES
  • CLÁUDIA TRINDADE MATTOS
  • HELDER BALDI JACOB
  • SERGEI GODEIRO FERNANDES RABELO CALDAS
  • Data: 29/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Os fios Copper Ni-Ti (CuNiTi) possuem indicações de uso clínico específicas, permanecendo no ambiente bucal por um longo período. Por esse motivo suas características mecânicas, termodinâmicas e estruturais devem ser preservadas durante todo o período de uso. Objetivos: Investigar se ocorrem alterações no comportamento mecânico, termodinâmico, estrutura e composição química superficial em fios CuNiTi 35°C submetidos ao envelhecimento in vivo (uso clínico) e in vitro (termociclagem), evidenciando as possíveis diferenças entre os métodos de envelhecimento. Material e Métodos: A amostra total foi constituída de 30 arcos pré-contornados 0.016”, termodinâmicos com adição de cobre, e temperatura austenítica final (Af) de 35°C, da marca Ormco®. As análises destes fios resultaram em dois capítulos. Para o experimento clínico, 10 unidades de fios foram instaladas em 05 pacientes e permaneceram em meio bucal durante 30, 60 e 90 dias, e 05 fios foram analisados como recebidos (CR). A cada período, um hemiarco completo mais 1/3 (um terço) do hemiarco inferior direito foi retirado para análises. Para o experimento in vitro os 15 fios restantes foram submetidos à termociclagem para simulação do envelhecimento em ambiente oral durante 30 (600 ciclos), 60 (1200 ciclos) e 90 dias (1800 ciclos) com variação de temperatura entre 5°C e 55°C, com banhos de 90 segundos em cada temperatura, e transição de 15 segundos entre os banhos. Após cada período de envelhecimento in vivo in vitro, os fios foram submetidos a um teste de padronização das suas dimensões através da medição dos diâmetros com paquímetro, Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), Espectrometria por Raios X Fluorescentes (FRX), ensaios de tração uniaxial e ensaio de Varredura Diferencial de Calorimetria (DSC). Resultados: No capítulo 1 a comparação entre os fios CR e os envelhecidos revelou que não houve diferença significativa entre os diâmetros das amostras, das forças obtidas ou mesmo das temperaturas Af, independentemente do tempo de permanência em boca. Foram encontrados predominantemente Ni, Ti, Cu e Al nas amostras, além de outros elementos químicos em concentrações variadas. No capítulo 2 não houve diferença significativa entre os diâmetros das amostras, das forças obtidas ou mesmo das temperaturas Af entre as amostras, independentemente do tempo ou do método de envelhecimento. Conclusão: As análises laboratoriais dos fios envelhecidos in vivo in vitro foram comparadas, evidenciando que as características mecânicas, termodinâmicas e químicas dos fios permanecem estáveis mesmo até 90 dias de uso clínico ou 1800 ciclos de termociclagem. O método de envelhecimento in vitro se mostra uma alternativa viável para a análise destes parâmetros, em substituição aos métodos in vivo.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Copper Ni-Ti wires (CuNiTi) have specific indications for clinical use, remaining in the oral environment for a long period. For this reason, their mechanical, thermodynamic and structural characteristics must be preserved throughout the period of use of these materials. Objectives: To investigate whether there are changes in the mechanical, thermodynamic, structure and surface chemical composition of CuNiTi 35°C wires subjected to in vivo aging (clinical use) and in vitro (thermocycling), highlighting the possible differences between the aging methods. Material and Methods: The total sample was obtained from 30 pre-contoured Ormco® 0.016 thermodynamic archwires with copper addition and austenitic final temperature (Af) of 35°C. The analysis of these archwires resulted in two articles. For the clinical experiment, 10 units of wires were installed in 05 patients and remained in the oral environment for 30, 60 and 90 days, and 05 wires were analyzed as received. At each period, a complete hemiarch plus 1/3 of the right lower hemiarch was removed for analysis. For the in vitro experiment, the 15 remaining wires underwent thermocycling to simulate the aging of the oral environment for 30 (600 cycles), 60 (1200 cycles) and 90 days (1800 cycles) with a temperature range between 5°C and 55°C, with 90 second baths at each temperature, and 15 second transition between baths. After each in vivo and in vitro aging period, the wires underwent to a standardization test of their dimensions, by defining the diameters with a caliper, Scanning Electron Microscopy (SEM), Fluorescent X-Ray Spectrometry (FRX), tests of Uniaxial traction and Differential Scanning Calorimetry (DSC) test. Results: In chapter 1, the comparison between CR and aged wires revealed that there was no significant difference between the sample diameters, the forces obtained or even the temperatures Af, regardless the time spent in the mouth. Predominantly Ni, Ti, Cu and Al were found in the samples, in addition to other chemical elements in different concentrations. In chapter 2 there was no significant difference between the diameters of the samples, the forces obtained or even the temperatures Af between the samples, regardless of time or aging method. Conclusion: The comparison of the laboratoral analyzes of the archwires aged in vivo and in vitro showed that the mechanical, thermodynamic and the surface chemical characteristics were stable, even up to 90 days of clinical use or 1800 thermocycling cycles. The in vitro aging method is a viable alternative for the analysis of these parameters, replacing the in vivo methods.

2020
Dissertações
1
  • FERNANDA ARAGÃO FELIX
  • ANÁLISE DA IMUNOEXPRESSÃO DE PROTEÍNAS DE REPARO DO DNA EM TUMORES MALIGNOS DE GLÂNDULA SALIVAR

  • Orientador : CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • JAMILE MARINHO BEZERRA DE OLIVEIRA MOURA
  • LELIA BATISTA DE SOUZA
  • Data: 18/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • Os tumores malignos de glândula salivar (TMGS) são lesões raras, heterogêneas e de prognóstico variável. As células dos mamíferos estão sujeitas a milhares de modificações espontâneas na molécula de ácido desoxirribonucleico (DNA). A proteína endonuclease apúrica ou apirimídica 1 (APE1) e a proteína 1 de complementação cruzada de reparo de raios-x (XRCC1) são dois componentes importante da via de reparo por excisão de base (BER), e a proteína fator de complementação F do xeroderma pigmentoso (XPF), da via de reparo por excisão nucleotídeo (NER). Este estudo analisou a expressão imuno-histoquímica das proteínas APE1 e XRCC1 da via BER, e XPF da via NER, em amostra de tumores primários de carcinoma de células acinares (CCA), adenocarcinoma polimorfo (AcP), carcinoma adenoide cístico (CAC) e carcinoma mucoepidermoide (CME). Um total de 62 TMGS foram incluídos, correspondendo a 14 CCA, 15 AcP, 16 CAC e 17 CME. As secções dos tecidos foram submetidas a imuno-histoquímica para APE1, XRCC1 e XPF. As células do parênquima tumoral foram avaliadas quantitativamente, a partir de fotomicrografias de 5 campos (em aumento de 400x), por um único avaliador. Foram consideradas células imunorreativas aquelas com coloração acastanhada no núcleo, independente da intensidade. As células imunomarcadas e negativas foram contadas nos 5 campos, estabelecendo o porcentual de células positivas em relação ao número total de células contadas. Ademais, estabeleceu-se a razão núcleo ou núcleo/citoplasma, inferindo se a localização era predominantemente uni ou bicompartimental. Os testes estatísticos incluíram o exato de Fisher, Mann-Whitney, Kruskal-Wallis, correlação de Spearman e log-rank para comparação das curvas de sobrevida global construídas pelo método Kaplan-Meier. O nível de significância foi estabelecido em 5%. Todos os TMGS selecionados marcaram para APE1, XRCC1 e XPF. Não houve diferença entre a expressão de APE1 e XPF entre os tumores estudados. Para XRCC1, contudo, observou-se diferença significativa entre AcP e CME (p=0.032). A marcação nuclear de APE1 foi estatisticamente maior nos TMGS selecionados (p<0.0001). Houve relação estatística de APE1 com tumores T1-T2 no CAC (p=0.006), bem como de aumento de XPF em pacientes com CME acima de 60 anos (p=0.015) e CAC em glândula salivar menor (p=0.012), embora tenha reduzido em pacientes tratados com cirurgia associado à terapia adjuvante no CCA e no CAC (p=0.036 e p=0.020, respectivamente). A baixa expressão de XRCC1 (p=0.028) ou a expressão de XRCC1 concomitante no núcleo e no citoplasma (p=0.017) foram associadas com menor taxa de sobrevida global em 5 anos. Finalmente, o teste de correlação de Spearman demonstrou correlação positiva entre a APE e XRCC1 em todos os TMGS analisados, embora a correlação entre as três proteínas (APE1, XRCC1 e XPF) tenha sido observada apenas em CAC e CME (p<0,05). Este trabalho demonstrou alta expressão das proteínas de reparo APE1, XRCC1 e XPF em CCA, AcP, CAC e CME, o que pode sugerir atividade reguladora dessas proteínas nos TMGS.


  • Mostrar Abstract
  • Malignant salivary gland tumors (MSGT) are rare, heterogeneous lesions with a variable prognosis. Mammalian cells are subject to thousands of spontaneous changes in the deoxyribonucleic acid (DNA) molecule. The apuric or apyrimidic endonuclease protein 1 (APE1) and the X-ray crossover complementation protein 1 (XRCC1) are two important components of the base excision repair pathway (BER), and the complementation factor protein F of the xeroderma pigmentosum (XPF), the nucleotide excision repair pathway (NER). This study analyzed the immunohistochemical expression of APE1 and XRCC1 proteins of the BER pathway, and XPF of the NER pathway, in a sample of primary tumors of acinar cell carcinoma (ACC), polymorphic adenocarcinoma (PAC), adenoid cystic carcinoma (AdCC) and mucoepidermoid carcinoma (MEC). A total of 62 MSGT were included, corresponding to 14 ACC, 15 PAC, 16 AdCC, and 17 MEC. The tissue sections were subjected to immunohistochemistry for APE1, XRCC1 and XPF. The cells of the tumor parenchyma were quantitatively evaluated, using photomicrographs of 5 fields (in 400x magnification), by a single evaluator. Immunoreactive cells were those with brownish color in the nucleus, regardless of intensity. Immunomarked and negative cells were counted in the 5 fields, establishing the percentage of positive cells in relation to the total number of cells counted. In addition, it was established whether the nucleus or nucleus/cytoplasm ratio, inferring whether the location was predominantly uni or bicompartmental. Statistical tests included Fisher's exact, Mann-Whitney, Kruskal-Wallis, Spearman's correlation, as well as the log-rank for comparison of the overall survival built through Kaplan-Meier method. Significance was set at p<0.05. All selected MSGT scored for APE1, XRCC1 and XPF. There was no difference between the expression of APE1 and XPF among the studied tumors. For XRCC1, however, there was a significant difference between PAC and MEC (p=0.032). Nuclear labeling of APE1 was statistically higher in the selected MSGT (p<0.0001). There was a statistical relationship between APE1 and T1-T2 tumors in the AdCC (p=0.006), as well as an increase in XPF in patients with MEC over 60 years (p=0.015) and AdCC in a minor salivary gland (p=0.012), although reduced in patients treated with surgery associated with adjuvant therapy in ACC and AdCC (p=0.036 and p=0.020, respectively). The low expression of XRCC1 (p=0.028) or the expression of concomitant XRCC1 in the nucleus and cytoplasm (p=0.017) were associated with a lower overall 5-year survival rate. Finally, the Spearman correlation test demonstrated a positive correlation between APE and XRCC1 in all MSGT analyzed, although the correlation among the three proteins (APE1, XRCC1 and XPF) was observed only in AdCC and MEC (p<0.05). This study demonstrated high expression of the repair proteins APE1, XRCC1 and XPF in ACC, PAC, AdCC, and MEC, which may suggest regulatory activity of these proteins in MSGT. 

2
  • CARLA SAMILY DE OLIVEIRA COSTA
  • Estudo da imunoexpressão de proteínas do sistema tivador de plasminogênio em lesões benignas do epitélio odontogênico

  • Orientador : LEAO PEREIRA PINTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HELLEN BANDEIRA DE PONTES SANTOS
  • LEAO PEREIRA PINTO
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • Data: 18/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Cistos e tumores odontogênicos são lesões originadas a partir de tecidos que formam os elementos dentários e apresentam diferentes comportamentos biológicos. Dentre os diversos elementos que podem estar associados ao crescimento cístico e tumoral, encontram-se as enzimas necessárias para degradação da matriz extracelular (MEC). O sistema ativador de plasminogênio (SAP) é responsável pela regulação da remodelação da MEC através da conversão do plasminogênio em plasmina. Além disto, diversos estudos têm sugerido associações entre o SAP e vários fatores na evolução de neoplasias malignas, como a transição epitélio-mesênquima, proliferação, migração, adesão celular e disseminação metastática. Entretanto, poucos trabalhos foram realizados avaliando a influência do SAP em lesões odontogênicas. Objetivo: Avaliar possíveis correlações entre a  imunoexpressão de proteínas do SAP (uPA, uPAR e PAI-1) em ameloblastomas (AMBs) e ceratocistos odontogênicos (COs), comparando-os com folículos dentários (FDs). Materiais e métodos: As células epiteliais odontogênicas foram analisadas, de forma semi-quantitativa, a partir de fotomicrografias de 5 campos representativos de cada caso, com ampliação de 400x, sendo atribuídos escores de 0 a 4 de acordo com o percentual de células positivas. Após a análise dos 5 campos, foi obtida a mediana dos escores, sendo gerado o escore de imunomarcação do caso. Os dados foram submetidos à análise estatística por meio dos testes de Kruskal-Wallis (KW), Mann-Whitney (U) e correlação de Spearman (r), com o nível de significância estabelecido em 5% (p<0,05). Resultados: A imunoexpressão de uPA foi significativamente menor em AMBs, quando comparados com COs (p=0,001) e FDs (p=0,029). Enquanto que, a imunomarcação de uPAR em AMBs foi significativamente maior em comparação aos COs (p<0,001). Não houve diferenças significativas na imunoexpressão do PAI-1 entre os grupos estudados (p=0,775). Também não foram encontradas correlações estatisticamente significativas entre as proteínas avaliadas (p>0,05). Conclusões: Os resultados do presente estudo sugerem que o uPA esteja envolvido no crescimento cístico dos COs, enquanto que o uPAR participe do processo de tumorigênese dos AMBs. Apesar das importantes funções biológicas desempenhadas pelo PAI-1, esta proteína pode não contribuir, de forma direta, na patogênese de AMBs e COs.

     


  • Mostrar Abstract
  • Background: Odontogenic cysts and tumors are lesions originated from odontogenic tissues and exhibit different biological behaviors. Among the various elements that may be associated with cystic and tumor growth are the enzymes required for extracellular matrix (ECM) degradation. The plasminogen activator system (PAS) is responsible for regulating ECM remodeling by converting plasminogen to plasmin. In addition, several studies have suggested associations between PAS and other factors in the evolution of malignant neoplasms, such as epithelial-mesenchymal transition, proliferation, migration, cell adhesion, and metastatic dissemination. However, just a few studies have evaluated the influence of PAS on odontogenic lesions. Aim: To evaluate possible correlations between the immunoexpression of PAS proteins (uPA, uPAR and PAI-1) in ameloblastomas (AMBs) and odontogenic keratocysts (OKs), comparing with dental follicles (DFs). Materials and methods: Odontogenic epithelial cells were analyzed, in a semi-quantitative way, using photomicrographs of 5 representative fields of each case, with 400x magnification, with scores ranging from 0 to 4 according to the percentage of positive cells. After the analysis of  5 fields, the median of the scores was obtained, generating the immunostaining score of the case. The data were submitted to statistical analysis using Kruskal-Wallis (KW) and Mann-Whitney (U) tests and Spearman’s correlation (r), with significance level set at 5% (p<0.05). Results: For uPA, the immunoexpression was significantly lower in AMBs, when compared to OKs (p=0.001) and DFs (p=0.029). While, uPAR immunostaining in AMBs was significantly higher compared to OKs (p <0.001). There were no significant differences in PAI-1 immunoexpression between the groups studied (p = 0.775). There were also no statistically significant correlations between the evaluated proteins (p> 0.05). Conclusions: The results of this study suggest that uPA is involved in cystic growth of OKs, while uPAR participates in tumorigenesis process of AMBs. Despite the important biological functions performed by PAI-1, this protein may not directly contribute to the pathogenesis of AMBs and OKs.

3
  • GUSTAVO ALCÂNTARA DA TRINDADE
  • Análise da imunoexpressão da proteína aldeído desidrogenase 1 em lesões odontogênicas epiteliais benignas

  • Orientador : LELIA BATISTA DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JAMILE MARINHO BEZERRA DE OLIVEIRA MOURA
  • LEAO PEREIRA PINTO
  • LELIA BATISTA DE SOUZA
  • Data: 20/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • Os cistos e tumores odontogênicos constituem lesões heterogêneas que se originam de algum remanescente da odontogênese. Dentre essas, o cisto dentígero (CD), o ceratocisto odontogênico (CO), o ameloblastoma (AM) e o tumor odontogênico adenomatóide (TOA) são lesões odontogênicas de origem epitelial que apresentam diversos perfis biológicos e são alvos de constantes investigações. Entre os marcadores de células tronco, a família do aldeído desidrogenase (ALDH), vem sendo usada em estudos em diversas neoplasias e a sua alta expressão esteve associada a algumas características clínicas dessas neoplasias. O objetivo deste estudo foi analisar a presença, quantidade e distribuição de células tronco tumorais, através do padrão de expressão imuno-histoquímico da proteína ALDH-1 em cistos e tumores odontogênicos de origem epitelial. A amostra foi constituida por 80 casos (20 CDs, 20 COs, 20 AMs e 20 TOAs). A avaliação foi realizada por um único avaliador em dois momentos distintos, sendo adotado o sistema de pontuação de imunorreatividade, utilizando o percentual de células positivas, bem como a intensidade da imunomarcação, utilizando escores de  0 a 3. O escore final foi determinado através da fórmula ‘‘Escore de imunoexpressão = intensidade × percentual de células’’, sendo definido como baixa expressão, os escores de 0 a 4 e, alta expressão, os escores de 6 a 9. Também, foi analisada a expressão da referida proteina no estroma tumoral e cápsula cística, sendo estabelecido 0 = negativo e 1 = positivo. Em todas as variáveis, os testes não-paramétricos de Kruskal-Wallis (KW) e Mann-Whitney (U) foram realizados com nível de significância de 5% (p < 0,05). A imunoexpressão da ALDH-1 exibiu marcação núcleo-citoplasmática, principalmente nas células do parênquima tumoral e epitélio cístico. Ao comparar as lesões, em relação às medianas dos escores obtidos e o padrão de expressão e a intensidade de imunoexpressão de ALDH-1 no componente epitelial das lesões, foi demonstrado expressão significativamente superior de ALDH-1 em COs em comparação aos AMs (p < 0,0001) e aos TOAs (p < 0,0001).  Foi observada maior expressão de ALDH-1 em CDs em comparação aos AMs (p < 0,0001) e TOAs (p < 0,0001). Quando da avaliação do estroma e da cápsula cística, foi evidenciada imunoreatividade em todos os casos de cistos odontogênicos estudados e em 85% e 90% dos AMs   e TOAs, respectivamente. A expressão da ALDH-1 nas lesões odontogênicas estudadas sugere a presença de células-tronco nas mesmas, destacando-se os cistos odontogênicos que apresentaram expressões epiteliais muito superiores aos tumores.


  • Mostrar Abstract
  • Odontogenic cysts and tumors are heterogeneous lesions that originate from some remnant of odontogenesis. Among these, the dentigerous cyst (DC), the odontogenic keratocyst (OK), the ameloblastoma (AM) and the adenomatoid odontogenic tumor (AOT) are odontogenic lesions of epithelial origin that present several biological profiles and are the target of constant investigations. Among stem cell markers, the aldehyde dehydrogenase (ALDH) family has been used in studies in several neoplasms and its high expression was associated with some clinical characteristics of these neoplasms. The aim of this study was to analyze the presence, quantity and distribution of tumor stem cells, through the immunohistochemical expression pattern of the ALDH-1 protein in odontogenic cysts and tumors of epithelial origin. The sample consisted of 80 cases (20 DCs, 20 OKs, 20 AMs and 20 AOTs). The evaluation was carried out by a single evaluator at two different times, using the immunoreactivity scoring system, considering the percentage of positive cells, as well as the intensity of the immunostaining, using scores from 0 to 3. The final score was determined by the formula ''Immunoexpression score = intensity × percentage of cells '', being defined as low expression the scores from 0 to 4 and high expression the scores from 6 to 9. Also, the expression of that protein in the stroma was analyzed in tumor and cystic capsule, with 0 = negative and 1 = positive. In all variables, the Kruskal-Wallis (KW) and Mann-Whitney (U) non-parametric tests were performed with a significance level of 5% (p<0.05). The immunoexpression of ALDH-1 showed nucleus-cytoplasmic marking, mainly in the cells of the tumor parenchyma and cystic epithelium. When comparing the lesions, in relation to the medians of the obtained scores and the expression pattern and intensity of immunoexpression of ALDH-1 in the epithelial component of the lesions, a significantly higher expression of ALDH-1 in OKs was demonstrated in comparison to AMs (p<0.0001) and TOAs (p <0.0001). Higher expression of ALDH-1 was observed in DCs compared to AMs (p <0.0001) and TOAs (p <0.0001). When evaluating stroma and cystic capsule, immunoreactivity was observed in all cases of odontogenic cysts studied and in 85% and 90% of AMs and TOAs, respectively. The expression of ALDH-1 in the odontogenic lesions studied suggests the presence of stem cells in them, highlighting the odontogenic cysts that presented higher epithelial expressions compared to tumors.

4
  • HÉLDER DOMICIANO DANTAS MARTINS
  • FATORES DE RISCO PARA O APARECIMENTO DE ALTERAÇÕES BUCAIS EM PACIENTES INTERNADOS EM UTI: ESTUDO DE COORTE


  • Orientador : ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • MARIA CECILIA AZEVEDO DE AGUIAR
  • Data: 20/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A unidade de terapia intensiva (UTI) é um setor da área hospitalar em que se presta assistência ao paciente em estado crítico, o qual geralmente apresenta alterações bucais que o afetam de maneira sistêmica. O diagnóstico dessas alterações e a identificação dos fatores de risco contribuirá para a melhoria dos cuidados de saúde e na prevenção de problemas de saúde sistêmica. Objetivo: Avaliar os fatores de risco para o desenvolvimento de alterações bucais nos pacientes atendidos em Unidade de Terapia Intensiva. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo de campo, do tipo coorte, prospectivo, realizado entre maio a dezembro/2019 com 43 pacientes na UTI da Liga Contra o Câncer/RN. Os dados foram coletados, após realização de calibração in lux, por 03 avaliadores que incluíram os principais desfechos (alterações bucais com maior morbidade) e dados referentes aos pacientes (sexo, idade, tempo de internação, alta ou óbito, doenças de base, condição fisiorrespiratória e exames hematológicos). Foram realizados os testes de concordância Kappa, Mann Whitney (U), Qui-quadrado de Pearson com correção de continuidade e Teste Exato de Fisher, o qual adotamos para todos o valor de p =0.05. Resultados: Entre os 43 pacientes incluídos, 53.5% (n=23) eram do sexo feminino com idade média de 59.8 anos (d.p.±17.4). Em relação aos grupos, a média de idade do grupo que apresentou alterações bucais (66.9 anos) foi maior que o grupo sem alterações (52.3 anos), além de maior tempo de hospitalização (15.3 dias) e maiores níveis de proteína C reativa. A prevalência dessas alterações nos pacientes internados na UTI foi de 51,2% (IC 95%: 35,6%-66,8%). Entre os pacientes com alterações bucais (n=22), a hipossalivação (n=9) e língua saburrosa (n=9) foram as mais comuns. Foi observado que os pacientes do sexo masculino (p=0.02), maiores de 60 anos (p=0.004) e que utilizam a ventilação mecânica (p<0.05) foram os fatores de risco para o desenvolvimento de lesões bucais. Além disso, o teste não paramétrico de U revelou haver diferença estatisticamente significativa entre os grupos (presença ou não de alterações) em relação à mediana da idade (p<0.01). Conclusões: A idade e o sexo são importantes fatores de risco para o desenvolvimento de alterações bucais. O uso do tubo orotraqueal e da ventilação mecânica ao longo da internação também devem ser considerados. Além disso, devido a mais de 50% dos pacientes internados apresentarem alterações, é importante a presença do CD de forma integral para a prevenção, diagnóstico e tratamento dos problemas bucais. A partir disso, a equipe de cuidado intensivo, especialmente, o cirurgião-dentista deve ficar atento a esses fatores de risco para que o cuidado bucal individual seja realizado e saúde seja otimizada.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The intensive care unit (ICU) is a sector of the hospital area in which care is provided to patients in critical condition, which generally presents oral changes that affect them in a systemic way. The diagnosis of these changes and the identification of risk factors will contribute to the improvement of health care and the prevention of systemic health problems. Objective: We aim to evaluate the risk factors for the development of oral alterations in patients seen in the Intensive Care Unit. Materials and methods: This is a prospective cohort field study carried out between May and December/2019 with 43 patients in the ICU of the League Against Cancer/RN. The data were collected, after performing an in-lux calibration, by 03 evaluators that included the main outcomes (oral alterations with greater morbidity) and data related to patients (sex, age, length of hospital stay, discharge or death, underlying diseases, condition respiratory and hematological exams). Kappa, Mann Whitney (U), Pearson's Chi-square tests with continuity correction and Fisher's Exact Test were performed. In all tests the value of p = 0.05 was adopted. Results: Among the 43 patients included, 53.5% (n = 23) were female with an average age of 59.8 years (SD ± 17.4). In relation to the groups, the average age of the group that presented oral alterations (66.9 years) was higher than the group without alterations (52.3 years), in addition to longer hospital stay (15.3 days) and higher levels of C-reactive protein. The prevalence of these changes in patients admitted to the ICU was 51.2% (95% CI: 35.6% -66.8%). Among patients with oral changes (n = 22), hyposalivation (n = 9) and tongue coating (n = 9) were the most common. It was observed that male patients (p = 0.02), older than 60 years (p = 0.004) and who use mechanical ventilation (p <0.05) were the risk factors for the development of oral lesions. In addition, the non-parametric U test revealed a statistically significant difference between the groups (presence or absence of changes) in relation to the median age (p <0.01). Conclusions: Age and sex are important risk factors for the development of oral disorders. The use of the orotracheal tube and mechanical ventilation throughout hospitalization should also be considered. In addition, due to the fact that more than 50% of hospitalized patients present changes, it is important to have the DC in full for the prevention, diagnosis and treatment of oral problems. From this, the intensive care team, especially the dentist, must be aware of these risk factors so that individual oral care is performed and health is optimized.

5
  • JOAQUIM FELIPE JUNIOR
  • AVALIAÇÃO MORFOLÓGICA E IMUNOHISTOQUÍMICA DO POTENCIAL PROLIFERATIVO EPITELIAL DAS LESÕES CÍSTICAS ODONTOGÊNICAS AGRESSIVAS

  • Orientador : HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • CONCEIÇÃO APARECIDA DORNELAS MONTEIRO MAIA
  • HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • Data: 20/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: Os cistos odontogênicos são conhecidos pelo seu potencial de crescimento e reabsorção óssea dos ossos gnáticos, que variam de indolentes a agressivas, independente de sua histogênese, vinculada aos remanescentes epiteliais, ectomesenquimais e/ou mesenquimais da odontogênese. Estas lesões em sua maioria, apesentam patogênese controversa, motivo pelo qual estimulam numerosas investigações sobre a possível relação entre o epitélio odontogênico e o desenvolvimento destas lesões. OBJETIVO: Analisar os diferentes padrões de proliferação do epitélio odontogênico das lesões císticas odontogênicas de comportamento mais agressivo, através da analise da imunoexpessão do fator de crescimento epidérmico (EGFR) e da via de transcrição SOX 2 no controle das fases do ciclo celular (ciclina D1) em lesões odontogênicas de caráter agressivo. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo seccional com amostra não probabilística por conveniência composta por 31 casos, sendo 10 casos de ceratocistos odontogênicos recidivantes, 10 casos de ceratocistos odontogênicos (COs) isolados, 7 casos de cistos odontogênicos botrióides (BOC) e 4 casos de cistos odontogênicos glandulares (COG). RESULTADOS: Ao analisar estatisticamente com os testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis; P <0,05 foi considerado significativo. A maior expressão de células positivas para ciclina D1 foi observada na camada suprabasal de ceratocistos odontogenicos (P <0,001) e nas camadas basal e suprabasal dos COGs (P <0,001), e porções dos COBs (P>0,001). Não houve diferença estatística entre os COs recorrente e não recorrentes. Além disso, todos os casos de COs, COBs e COGs foram positivos para EGFR em todas as camadas do revestimento epitelial cístico. Os COBs e COGs apresentaram negatividade para o SOX 2 enquanto que nos COs foram encontrados alta expressão de SOX 2 na camada suprabasal. CONCLUSÕES: A ciclina D1 implica nos distúrbios do ciclo celular nas fases G1-S refletindo na agressividade dos COs e COGs. A superexpressão do EGFR demonstrada nos COs, COBs e COGs sugeri que a combinação citoplasmática e citoplasmática membranosa é indicativo do potencial de proliferação do revestimento epitelial. O alto padrão da expressão do SOX 2 no CO também pode explicar a natureza agressiva da lesão e são responsáveis pela presença de numerosos cistos-filhos responsáveis por sua alta taxa de recorrência. A subpopulação de CSC se apresenta como motivo de recorrência aos COs, pela propriedade de auto-renovação e pluripotência destas células.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Odontogenic cysts are known for their growth potential and bone resorption of gnathic bones, ranging from indolent to aggressive, regardless of their histogenesis, linked to the epithelial, ectomesenchymal and / or mesenchymal remnants of odontogenesis. Most of these lesions have controversial pathogenesis, which is why they stimulate numerous investigations on the possible relationship between the odontogenic epithelium and the development of these lesions. OBJECTIVE: To analyze the different patterns of proliferation of odontogenic epithelium in odontogenic cystic lesions with more aggressive behavior, through the analysis of the epidermal growth factor (EGFR) immunoexpression and the SOX 2 transcription pathway in the control of the cell cycle phases (cyclin D1 ) in aggressive odontogenic lesions. MATERIALS AND METHODS: Sectional study with a non-probabilistic sample for convenience consisting of 31 cases, 10 cases of recurrent odontogenic keratocysts (COs) isolated, 10 cases of botryoid odontogenic cysts (BOC) and 4 cases of odontogenic cysts glandular (COG). RESULTS: When analyzing statistically with the Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests; P <0.05 was considered significant. The highest expression of positive cells for cyclin D1 was observed in the suprabasal layer of odontogenic keratocysts (P <0.001) and in the basal and suprabasal layers of COGs (P <0.001), and portions of COBs (P> 0.001). There was no statistical difference between recurrent and non-recurring COs. In addition, all cases of COs, COBs and COGs were positive for EGFR in all layers of the cystic epithelial lining. COBs and COGs showed negativity for SOX 2 while COs found high expression of SOX 2 in the suprabasal layer. CONCLUSIONS: Cyclin D1 implies cell cycle disorders in G1-S phases, reflecting the aggressiveness of COs and COGs. The overexpression of EGFR demonstrated in COs, COBs and COGs suggests that the combination of cytoplasmic and membranous cytoplasmic is indicative of the proliferation potential of the epithelial lining. The high standard of SOX 2 expression in CO can also explain the aggressive nature of the lesion and are responsible for the presence of numerous child cysts responsible for its high rate of recurrence. The CSC subpopulation presents itself as a reason for recurrence to COs, due to the self-renewal and pluripotency properties of these cells.

6
  • MAURÍLIA RAQUEL DE SOUTO MEDEIROS
  • USO DA TERAPIA FOTODINÂMICA ANTI MICROBIANA NO TRATAMENTO DE CANDIDOSE ORAL: ENSAIO CLÍNICO, CONTROLADO E RANDOMIZADO

  • Orientador : ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • CYNTIA HELENA PEREIRA DE CARVALHO
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • Data: 21/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: A candidose eritematosa oral é uma infecção fúngica comum em usuários de prótese total e muitas vezes os pacientes exibem resistência ao tratamento convencional. Novas terapias vêm surgindo como alternativas para o seu tratamento, como a terapia fotodinâmica antimicrobiana (TFDa). OBJETIVO: O presente estudo se objetivou analisar a eficácia da TDFa no tratamento da candidose eritematosa oral em comparação com o tratamento convencional a base de nistatina. METODOLOGIA: O presente estudo consiste de um ensaio clínico, controlado e randomizado realizado por meio de um estudo clínico e análise microbiológica em pacientes diagnosticados com candidose eritematosa oral, os quais foram divididos entre grupo controle, tratados com suspensão oral de nistatina, e grupo intervenção, tratados com sessões de TFDa. Semanalmente os pacientes foram avaliados quanto a eficácia do tratamento através da aplicação de um índice clínico, além de serem realizadas análises microbiológicas. RESULTADOS: Dos 41 pacientes analisados, 5 (12,2%) desistiram do tratamento, 4 (9,8%) não tiveram sucesso e 32 (78%) obtiveram sucesso do tratamento. Quanto ao grau clínico, as severas exibiram mais dificuldade em apresentar remissão, enquanto todas as lesões leves e moderadas regrediram. Apesar de não haver diferença estatisticamente significantiva entre os grupos, o grupo controle obteve melhores resultados do que o grupo intervenção, tanto quanto ao sucesso do tratamento como nas análises microbiológicas. CONCLUSÕES: A TFDa é uma alternativa de tratamento promissora, por apresentar resultados satisfatórios, não causar alterações aos tecidos orais e seu uso não levar ao desenvolvimento de resistência ao tratamento, sendo assim são necessários mais estudos com amostras maiores para verificar sua eficácia.



  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Oral erythematous candidiasis is a common fungal infection in users of complete dentures and patients often exhibit resistance to conventional treatment. New therapies are emerging as alternatives for its treatment, such as antimicrobial photodynamic therapy (aPDT). AIM: The present study consists of a clinical, controlled and randomized trial conducted by means of a clinical and microbiological analysis in patients diagnosed with oral erythematous candidiasis, who were divided into a control group, treated with oral nystatin suspension, and an intervention group, treated with aPDT sections. METHODS: The present study consists of a clinical, controlled and randomized trial conducted by means of a clinical and microbiological analysis in patients diagnosed with oral erythematous candidiasis, who were divided into a control group, treated with oral nystatin suspension, and an intervention group, treated with aPDT sections. Weekly, patients were reassessed as to the effectiveness of treatment through the application of a clinical index, in addition to microbiological analysis. RESULTS: Of 41 patients analyzed in our research, 5 (12,2%) gave up treatment and 4 (9,8%) were unsuccessful, and 32 (78%) were successful in their treatment. Patients were also analyzed for the degree of the lesion, and it was observed that those of the severe type had more difficulty in presenting remission, while the lesions mild and moderate, all showed regression. Although there was no statistically significant difference between the groups, the control group achieved better results than the intervention group in terms of both treatment success and microbiological analyzes. CONCLUSIONS: aPDT is a promising treatment alternative, as it presents satisfactory results, does not cause changes to oral tissues and its use does not lead to the development of resistance to treatment, so further studies with larger samples are needed to verify its effectiveness.


7
  • NATÁLIA RODRIGUES SILVA
  • ANÁLISE DA IMUNOEXPRESSÃO DE IL-17 E IL-23 EM DOENÇAS TIREOIDIANAS


  • Orientador : MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • MANUEL ANTONIO GORDON NUNEZ
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • Data: 28/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • A tireoide é uma glândula endócrina que pode ser afetada por diversas lesões, que incluem doenças reativas, autoimunes e neoplásicas. Evidências mostram que a resposta imunológica, a partir da liberação de citocinas inflamatórias por células imunes e não imunes, desempenha um importante papel no desenvolvimento de diversas doenças. Dentre essas citocinas, destacam-se a IL-17 e a IL-23, as quais têm sido associadas à patogênese de diversas doenças tireoidianas. Dessa forma, esta pesquisa teve como objetivo avaliar a imunoexpressão das proteínas IL-17 e IL-23 em carcinomas papilíferos de tireoide (CPTs), adenomas foliculares (AFs), bócios coloides (BCs) e tireoidites de Hashimoto (THs) (isoladas e associadas a CPTs ou BCs), com o intuito de compreender melhor a atuação destas citocinas nestas entidades. A amostra foi composta por 30 casos de CPTs, 10 AFs, 15 BCs e 15 THs. A análise da imunoexpressão das proteínas nas células foliculares/tumorais foi realizada semiquantitativamente em toda extensão das lesões, as quais foram classificadas em três escores: 1 (≤ 33%), 2 (> 33% – 66%) e 3 (> 66%). Para a avaliação dos linfócitos imunopositivos, foram selecionados cinco campos com maior quantidade de linfócitos positivos, onde foi realizada a contagem. Os dados foram submetidos à análise estatística por meio dos testes de Kruskal-Wallis (KW), Mann-Whitney (U) e Spearman (r), com o nível de significância estabelecido em 5% (p < 0,05). Na análise da IL-17 entre as lesões, foi verificada maior imunoexpressão pelos linfócitos nas THs comparado aos AFs e BCs (p=0,041 e p=0,013). Na avaliação da IL-23 foi constatada uma maior imunomarcação das células foliculares/tumorais nas THs em relação aos CPTs (p=0,002), assim como, observou-se uma maior expressão desta citocina nos linfócitos das THs em comparação aos CPTs, AFs e BCs (p=0,001; p=0,023 e p=0,003). Além disso, foram observadas nas THs correlações estatisticamente significativas entre a imunoexpressão da IL-17 e IL-23 tanto nas células foliculares/tumorais, como nos linfócitos (r=0,539; p=0,038 e r=0,522; p=0,046). Sugere-se que a IL-17 e IL-23 influenciam a patogênese destas lesões tireoidianas e que em algumas delas, represente atuação da resposta TH17.


  • Mostrar Abstract
  • The thyroid is an endocrine gland that can be affected by several lesions, including reactive, autoimmune and neoplastic diseases. Evidence shows that the immune response, from the release of inflammatory cytokines by immune and non-immune cells, plays an important role in the development of several diseases. Among these cytokines, IL-17 and IL-23 stand out, which have been associated with the pathogenesis of several thyroid diseases. Hence, this research aimed to evaluate the immunoexpression of IL-17 and IL-23 proteins in papillary thyroid carcinomas (PTCs), follicular adenomas (FAs), colloid goiters (CGs) and Hashimoto's thyroiditis (HTs) (isolated and associated with PTCs or GCs), in order to better understand the role of these cytokines in these entities. The sample consisted of 30 cases of PTCs, 10 FAs, 15 CGs and 15 HTs. The analysis of protein immunoexpression in follicular/tumor cells was semiquantitatively performed in all lesions, which were classified into three scores: 1 (≤ 33%), 2 (> 33% - 66%) and 3 (> 66%). For the evaluation of immunopositive lymphocytes, five fields with the greater number of positive lymphocytes were selected, where the count was performed. The data were submitted to statistical analysis using the Kruskal-Wallis (KW), Mann-Whitney (U) and Spearman (r) tests, with the significance level set at 5% (p < 0,05). In the analysis of IL-17 between lesions, a higher immunoexpression was verified in the HT lymphocytes compared to FAs and CGs (p=0.041 and p=0.013). In the evaluation of IL-23, a higher immunostaining of follicular/tumor cells in HTs was detected in relation to PTCs (p=0.002), as well as, a greater expression of this cytokine was observed in the lymphocytes of HTs compared to PTCs, FAs and CGs (p=0.001; p=0.023 and p=0.003). In addition, statistically significant correlations between the immunoexpression of IL-17 and IL-23 were observed in both follicular/tumor cells and lymphocytes (r=0.539; p=0.038 and r=0.522; p=0.046). It is therefore suggested that IL-17 and IL-23 influence the pathogenesis of these thyroid lesions and that in some of them, they represent the TH17 response.

8
  • CLARICE PEREIRA DE BRITO
  • EXPRESSÃO IMUNO-HISTOQUÍMICA DA p53 EM LIQUEN PLANO DA MUCOSA ORAL

  • Orientador : ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • MARIA DE LOURDES SILVA DE ARRUDA MORAIS
  • PEDRO PAULO DE ANDRADE SANTOS
  • Data: 02/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • O líquen plano (LP) é uma doença imunologicamente mediada relativamente comum, de origem desconhecida, que afeta a pele e frequentemente a mucosa bucal. Quando ocorre em boca, é denominado líquen plano oral (LPO), e apresenta-se como uma doença de início e remissão espontâneos, de caráter recidivante, sendo de difícil tratamento; as lesões são em sua maioria bilaterais e simétricas. Têm sido relatados na literatura casos de transformação maligna em carcinoma epidermoide oral, fazendo com que esta lesão se enquadre como uma disordem potencialmente maligna. Para tentar esclarecer os mecanismos que levam a essa transformação, tem-se estudado o papel da proteína p53 na carcinogênese desta lesão, visto que há uma relação amplamente comprovada entre o elevado índice de mutações de seu gene e tumores malignos de diferentes tecidos do organismo. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo analisar a expressão imuno-histoquímica da p53 em lesões de líquen plano oral, com o intuito de compreender melhor o papel dessa proteína no desenvolvimento e comportamento desta lesão.


  • Mostrar Abstract
  • Lichen planus (LP) is a relatively common immunologically mediated disease of unknown origin that affects the skin and often the oral mucosa. When it occurs in the mouth, it is called oral lichen planus (OLP), and presents itself as a disease of spontaneous onset and remission, of recurrent nature, being difficult to treat; lesions are mostly bilateral and symmetrical. Cases of malignant transformation in oral squamous cell carcinoma have been reported in the literature, making this lesion a potentially malignant disorder. In order to clarify the mechanisms that lead to this transformation, the role of p53 protein in the carcinogenesis of this lesion has been studied, since there is a widely proven relationship between the high rate of mutations of its gene and malignant tumors of different body tissues. Thus, the present work aims to analyze the immunohistochemical expression of p53 in oral lichen planus lesions, in order to better understand the role of this protein in the development and behavior of this lesion.

9
  • ANA CAROLINA MACEDO DA SILVA DIAS
  • ANÁLISE DA IMUNOEXPRESSÃO DE 8-HIDROXI-2’-DEOXIGUANOSINA

    EM LIQUEN PLANO ORAL


  • Orientador : ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • NATALIA GUIMARAES BARBOSA
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • Data: 30/06/2020

  • Mostrar Resumo
  • O Líquen Plano Oral (LPO) é uma doença mucocutânea crônica imunomediada e relativamente comum na mucosa oral. Diversas pesquisas têm sido desenvolvidas com intuito de elucidar a patogênese dessa lesão, uma vez que esta ainda é desconhecida, destacando-se as pesquisas que utilizam biomarcadores de estresse oxidativo. Dentre esses biomarcadores, encontra-se a 8-hidroxi-2’-deoxiguanosina (8-OHdG), que é gerada após danos oxidativos no DNA. O objetivo deste estudo foi avaliar o dano oxidativo ao DNA no LPO por meio da expressão imuno-histoquímica da 8-OHdG, para verificar o possível envolvimento deste biomarcador na patogênese desta lesão. A imunoexpressão da proteína anti-8-OHdG foi avaliada semiquantitativamente em 46 casos de LPO e 17 amostras de mucosa  oral clinicamente normal e os dados submetidos â análise estatística por meio dos testes não-paramétricos de Kruskall-Wallis e Mann Whitney, com nível de significância estabelecido em 5% (p> 0,05). Ao analisar a imunoexpressão do 8-OHdG nas formas erosivas e reticulares do LPO e na mucosa oral normal, foi observada tendência à maior imunoexpressão nuclear da 8-OHdG nos LPOs erosivos, em comparação aos LPOs reticulares e à mucosa oral normal. Contudo, o teste não-paramétrico de Kruskall-Wallis não evidenciou diferenças estatisticamente significativas entre os grupos (p=0,088). Também foi observada tendência à maior intensidade de marcação para a 8-OHdG em casos de LPO reticular e erosivo, se comparados à mucosa oral normal, embora também não tenha sido encontrada significância estatística (p=0,085). Em relação à sintomatologia, foi observada maior imunomarcação tanto citoplasmática quanto nuclear (p=0,004 e p=0,016, respectivamente) da 8-ÓHdG nos casos sintomáticos, em comparação com os casos assintomáticos. Os resultados deste estudo indicam uma forte expressão imuno-histoquímica da 8-OHdG em LPO, sugerindo o papel do estresse oxidativo na patogênese desta doença; no entanto, a ausência de diferença significativa desta expressão quando comparada com a mucosa oral normal demonstra que esse marcador de estresse oxidativo não é indicado como biomarcador para o LPO.


  • Mostrar Abstract
  • The Oral Lichen Planus (OLP) is a chronic immune mediated mucocutaneous disease and relatively common in the oral mucosa. Several researches have been carried out with the intention of identifying pathogens of this lesion, since it is still unknown, standing out as research that uses oxidative stress biomarkers. Among these biomarkers, there is an 8-hydroxy-2'-deoxyguanosine (8-OHdG), which is generated after oxidative damage in DNA. The aim of this study was to evaluate the oxidative damage to DNA in the OLP through the immunohistochemical expression of 8-OHdG, to verify the possible involvement of this biomarker in the pathogenesis of this lesion. An immunoexpression of anti-8-OHdG protein was evaluated in a semi-quantitative way in 46 cases of OLP and 17 samples of clinically normal oral mucosa and with statistical analysis data using Kruskall-Wallis and Mann Whitney non-parametric tests, with level of significance established at 5% (p> 0.05). When analyzing an immunoexpression of 8-OHdG in the erosive and reticular forms of OLP and normal oral mucosa, there was a trend of greater nuclear immunoexpression of 8-OHdG was observed in erosive OLP, compared to reticular OLP and normal oral mucosa. However, the Kruskall-Wallis non-parametric test did not show statistically significant differences between groups (p = 0.088). There was also a trend of greater intensity of marking for 8-OHdG in cases of reticular and erosive OLP, when compared to the normal oral mucosa, although no statistical significance was found (p = 0.085). In relation to symptomatology, greater immunomarking was observed, both cytoplasmic and nuclear (p = 0.004 and p = 0.016, respectively) of 8ÓHdG in symptomatic cases, in comparison with asymptomatic cases. The results of this study show a strong immunohistochemical expression of 8-OHdG in OLP, suggesting the role of pathogenic oxidative stress in this disease; however, the absence of a statistically significant difference in this expression when compared to a normal oral mucosa demonstrates that this oxidative stress marker is not indicated as a biomarker for OLP.

10
  • LILIANE CRISTINA NOGUEIRA MARINHO
  • AVALIAÇÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE ATRAVÉS DA FOTOBIOMODULAÇÃO PARA PREVENÇÃO E TRATAMENTO DA MUCOSITE ORAL EM PACIENTES SUBMETIDOS AO TRANSPLANTE DE CÉLULAS-TRONCO HEMATOPOIÉTICAS

  • Orientador : ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • KENIO COSTA DE LIMA
  • MARIA CECILIA AZEVEDO DE AGUIAR
  • Data: 06/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A mucosite oral (MO) é uma inflamação da mucosa oral, bastante prevalente em pacientes submetidos ao Transplante de Células-Tronco Hematopoiéticas (TCTH) sendo uma das principais complicações associadas. A terapia de fotobiomodulação (FBM) tem sido proposta devido a sua ação preventiva e terapêutica para MO. Objetivo: Avaliar a qualidade da assistência em saúde através do processo e resultado dos protocolos de fotobiomodulação na prevenção e tratamento da MO em pacientes submetidos ao TCTH. Materiais e métodos: Estudo observacional descritivo, prospectivo e de avaliação de qualidade em saúde, adequado conforme o Squire 2.0. A amostra foi constituída por trinta e seis pacientes que receberam tratamento odontológico prévio e FBM como protocolo preventivo de mucosite oral. Quando diagnosticados com mucosite, os pacientes receberam FBM terapêutico. Os pacientes foram acompanhados e avaliados durante o regime de condicionamento (T0), um dia pós-TCTH (T1), com 5 dias pós-TCTH (T2) e com 10 dias pós-TCTH (T3). Para avaliar o processo foram utilizados os seguintes indicadores: Terapia baseada em evidências, Avaliação e registro dos sintomas em todas as visitas, Cuidado preventivo com FBM durante a internação e Plano terapêutico para irrupção de sintomas e agravamentos. Os indicadores de resultados foram expressos em percentuais, sendo eles, o Percentual de indivíduos que desenvolveram: MO; MO de acordo com a gravidade; Dor; Dor severa, leve e/ou moderada; Alterações bucais; MO segundo o sexo; MO em indivíduos leucopênicos.  Além de utilização de analgésicos durante a terapia; Redução da dor; Presença de outro tratamento associado; Indivíduos com comorbidades que desenvolveram MO e Indivíduos com transplante autólogo e alogênico que desenvolveram MO. Realizou-se análise descritiva e estatística dos indicadores através do teste não-paramétrico de Wilcoxon e do Qui-quadrado com nível de significância de 5%. Resultados: Para o processo, observou-se que em todos os indicadores, 100% da amostra obtiveram assistência dentro do padrão desejável. Os indicadores do resultado mostraram que 66,6% dos pacientes apresentaram Mucosite Oral em pelo menos um tempo de acompanhamento, com aumento estatisticamente significativo entre os tempos T1 e T2, como também entre os tempos T1 e T3 (p<0.05), com predominância do grau I (p = 0.014). Quatro pacientes (16,7%) referiram dor, tanto no T2 quanto no T3, com aumento estatisticamente significativo entre T1 e T2 (p<0.05), sendo a dor moderada a mais observada, sem relatos de dor severa. Na avaliação da contagem leucocitária, pode-se observar que no período em que os pacientes apresentaram maior número de mucosite oral (T2 e T3), exibiram quadros de leucopenia, porém sem diferenças estatisticamente significativas (p > 0,05). A MO não teve associação estatisticamente significativa com a dor, tratamento associado, leucopenia, comorbidades e o tipo de transplante, apresentando para o sexo feminino (p=0.015). Para a redução da dor não houve associação estatisticamente significativa. Conclusão: Os resultados apresentados exibiram excelentes indicadores de processo utilizados para a avaliação da qualidade da prestação do serviço em saúde. Os resultados dos protocolos da fotobiomodulação demonstraram que apesar de ainda haver o desenvolvimento de MO nesses pacientes, houve predomínio do Grau I, com menor gravidade da MO bem como da dor associada. O sexo feminino esteve mais associado ao desenvolvimento de MO.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Oral mucositis (OM) is an inflammation of the oral mucosa, quite prevalent in patients undergoing Hematopoietic Stem Cell Transplantation (HSCT), contributing to the interruption of antineoplastic treatment. Photobiomodulation therapy (PBM) has been proposed due to its preventive and therapeutic action for OM. Objective: To evaluate the quality of health care through the process and result of photobiomodulation protocols in the prevention and treatment of OM in patients undergoing HSCT. Materials and methods: Observational, descriptive, prospective and health quality assessment study, appropriate according to Squire 2.0. The sample consisted of thirty-six patients who received previous dental treatment and PBM as a preventive protocol for oral mucositis. When diagnosed with mucositis, patients received therapeutic PBM. The patients were followed up and evaluated during the conditioning regime (T0), one day after HSCT (T1), with 5 days after HSCT (T2) and with 10 days after HSCT (T3). The following indicators were used to evaluate the process: Evidence-based therapy, Assessment and recording of symptoms at all visits, Preventive care with PBM during hospitalization and Therapeutic plan for the outbreak of symptoms and worsening. The result indicators were expressed in percentages, being the Percentage of individuals who developed: OM; OM according to gravity; Ache; Severe, mild and / or moderate pain; Oral changes; OM according to sex; OM in leukopenic individuals. In addition to using painkillers during therapy; Pain reduction; Presence of another associated treatment; Individuals with comorbidities who developed OM and Individuals with autologous and allogeneic transplants who developed OM. Descriptive and statistical analysis of the indicators was performed using the non-parametric Wilcoxon test and the Chi-square test with a significance level of 5%. Results: For the process, it was observed that in all indicators, 100% of the sample obtained assistance within the desirable standard. Result indicators showed that 66.6% of patients had Oral Mucositis in at least one follow-up period, with a statistically significant increase between times T1 and T2, as well as between times T1 and T3 (p <0.05), with a predominance grade I (p = 0.014). Four patients (16.7%) reported pain, both at T2 and T3, with a statistically significant increase between T1 and T2 (p <0.05), with moderate pain being the most observed, with no reports of severe pain. In the evaluation of the leukocyte count, it can be observed that in the period in which the patients had a greater number of oral mucositis (T2 and T3), they exhibited leukopenia, but without statistically significant differences (p> 0.05). OM had no statistically significant association with pain, associated treatment, leukopenia, comorbidities and the type of transplant, presenting for females (p = 0.015). There was no statistically significant association for pain reduction. Conclusion: The results presented showed excellent process indicators used to assess the quality of health service provision. The results of the photobiomodulation protocols demonstrated that although there is still the development of OM in these patients, there was a predominance of grade I, with less severity of

    OM as well as associated pain. The female sex was more associated with the development of OM.

11
  • CÍNTIA BARRETO DE OLIVEIRA VARELA
  • Associação da expressão imuno-histoquímica de 8-OHdG  com parâmetros clínico-patológicos em uma série de casos de queilites actínicas

  • Orientador : PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PATRICIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
  • EDJA MARIA MELO DE BRITO COSTA
  • Data: 08/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • A queilite actínica (QA) é uma desordem potencialmente maligna que pode evoluir para o carcinoma de células escamosa de lábio inferior (CCELI). Os fatores que podem estar associados à probabilidade de transformação maligna desta condição ainda não estão bem estabelecidos, sabe-se, contudo, que a exposição à radiação ultravioleta (RUV) representa o principal fator de risco tanto para ocorrência da QA como do CCELI. A RUV causa danos oxidativos ao DNA, que levam à formação de 8-hidroxi-2′desoxiguanosina (8-OHdG), uma proteína que está associada ao processo de carcinogênese em algumas neoplasias humanas. Esta pesquisa objetivou avaliar a expressão da 8-OHdG em uma série de casos de QA e associar sua expressão a parâmetros clínico-patológicos. A amostra foi constituída de 57 casos de QA, classificados de acordo com a gradação histopatológica de displasia epitelial (OMS) em displasia epitelial leve (22), displasia epitelial moderada (17) e displasia epitelial severa (11). Foram incluídos ainda 7 casos de QA que não apresentavam displasia epitelial.  A análise da expressão da 8-OHdG foi feita de forma semiquantitativa por dois examinadores, calibrados e treinados (Kappa=0,79). Os dados foram submetidos à análise estatística através dos testes não paramétricos de Mann-Withney e de Kruskall-Wallis, com nível de significância de 5% (p<0,05). Os resultados revelaram uma forte expressão imuno-histoquímica da 8-OHdG em QA, sugerindo a participação do estresse oxidativo na patogênese desta desordem. Segundo o escore de imunorreatividade, foi observada imunorreatividade fraca em 21,1% da amostra, imunorreatividade moderada em 14% e imunorreatividade forte em 64,9%. Os testes estatísticos não mostraram diferenças estatisticamente significativas entre a expressão de 8-OHdG e os aspectos clínicos da QA; também não foi encontrada significância estatística entre a expressão de 8-OHdG e o grau de displasia epitelial da amostra (p=0,350). Com base nesses resultados, concluímos que 8-OHdG pode estar envolvida no desenvolvimento da QA, porém não é indicado como biomarcador para avaliar o seu grau de severidade.


  • Mostrar Abstract
  • Actinic cheilitis (QA) is a potentially malignant disorder that can progress to lower lip squamous cell carcinoma (LLSCC). It is not yet well established which factors may be associated with the probability of malignant transformation of this condition, even though it is known that exposure to ultraviolet radiation is its main risk factor, as well as for LLSCC. Ultraviolet radiation causes oxidative damage to DNA, which leads to the formation of 8-hydroxy-2′deoxyguanosine (8-OHdG), a protein that is associated with the process of carcinogenesis in some human neoplasms. This research aimed to evaluate the expression of 8-OHdG in a series of QA cases and to associate its expression with clinical-pathological parameters. The sample consisted of 57 cases of AK, classified according to the histopathological gradation of epithelial dysplasia (WHO) into mild epithelial dysplasia (22), moderate epithelial dysplasia (17) and severe epithelial dysplasia (11). Seven cases of AQ that did not present epithelial dysplasia were also included. The analysis of the expression of 8-OHdG was performed in a semi-quantitative way by two examiners, calibrated and trained (Kappa = 0.79). The data were submitted to statistical analysis using the non-parametric Mann-Withney and Kruskall-Wallis tests, with a significance level of 5% (p <0.05). The results revealed a strong immunohistochemical expression of 8-OHdG in QA, suggesting the participation of oxidative stress in the pathogenesis of this disorder. According to the immunoreactivity score, weak immunoreactivity was observed in 21.1% of the sample, moderate immunoreactivity in 14% and strong immunoreactivity in 64.9%. The statistical tests did not show statistically significant differences between the expression of 8-OHdG and the clinical aspects of QA; there was also no statistical significance between the expression of 8-OHdG and the degree of epithelial dysplasia in the sample (p = 0.350). Based on these results, we conclude that 8-OHdG may be involved in the development of AK, however it is not indicated as a biomarker to assess its degree of severity.

12
  • KAÍZA DE SOUSA SANTOS
  • IMPACTO DE UMA MEDICAÇÃO SISTÊMICA ASSOCIADA À APLICAÇÃO TÓPICA PÓS-OPERATÓRIA DE UM DESSENSIBILIZANTE NA ALTERAÇÃO DE COR DENTÁRIA PROMOVIDA POR PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO DE ALTA CONCENTRAÇÃO

  • Orientador : BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • JOSUÉ JÚNIOR ARAÚJO PIEROTE
  • Data: 09/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo objetivou avaliar a eficácia do clareamento dentário em consultório quando utilizada medicação sistêmica com paracetamol/codeína (PACO) pré- e pós-operatória e aplicação pós-operatória de dessensibilizante tópico. Tratou-se de um ensaio clínico controlado, randomizado, triplo cego do tipo boca dividida com 14 dias de acompanhamento. Quarenta voluntários participaram do estudo. Metade ingeriu a medicação PACO e a outra metade placebo (PLA) uma hora antes do procedimento clareador e por 48 horas após a cada 6 horas, e tiveram seus hemiarcos direitos e esquerdos aleatoriamente designados a receber aplicação de uma pasta profilática (PAS) e o Dessensibilize Nano P®(NP), gerando-se quatro grupos de manejos terapêuticos por hemiarcos: G1 (PLA+PAS), G2 (PLA+NP), G3 (PACO+PAS) e G4 (PACO+NP) (n=20). Duas sessões de clareamento foram realizadas em toda amostra com peróxido de hidrogênio a 35% com duas aplicações de 20 minutos, com intervalo de uma semana entre cada sessão. A avaliação da cor foi realizada pela Escala VITA Classical® e Colorímetro ShadeEye NCC®. A análise estatística foi feita através do teste ANOVA a 2 fatores com pós teste de Tukey utilizando-se o software GraphPad Prism 8.0. O tratamento clareador com peróxido de hidrogênio a 35% produziu alteração de padrão de cor após o clareamento (p<0,001) e sem diferenças estatisticamente significativas entre os manejos terapêuticos (p>0,05). Portanto, o clareamento dentário em consultório utilizando-se o peróxido de hidrogênio a 35 % não mostrou comprometimento de sua eficácia clínica relacionada à cor após aplicação dos protocolos dessensibilizantes testados.


  • Mostrar Abstract
  • This study aimed to evaluate the effectiveness of dental bleaching in the office when pre- and postoperative systemic use of paracetamol/codeine (PACO) and postoperative application of topical desensitizer were made. This was a controlled, randomized, triple-blind, split-mouth clinical trial with 14 days of follow-up. Forty volunteers participated of this study. Half took the PACO medication and the other half a placebo (PLA) one hour before the bleaching procedure, and their hemiarchs were randomly assigned to receive a prophylactic paste (PAS) and Desensibilize Nano P® (NP), generating four groups of therapeutic management by hemiarchs: G1 (PLA + PAS), G2 (PLA + NP), G3 (PACO + PAS) and G4 (PACO + NP) (n = 20). Two whitening sessions were performed on the entire sample with 35% hydrogen peroxide with two 20-minute applications, with an interval of one week between each session. Color evaluation was performed using the VITA Classical® Scale and ShadeEye NCC® Colorimeter. The statistical analysis was performed using the ANOVA 2-factor test with Tukey's post-test with the aid of the GraphPad Prism 8.0 software. The bleaching treatment with 35% hydrogen peroxide produced a change in color pattern after bleaching (P <0.005) and without statistically significant differences between therapeutic management (P> 0.005). Therefore, in-office tooth whitening using 35% hydrogen peroxide did not show any compromise in its clinical efficacy related to color after application of the tested desensitizing protocols.


13
  • ISABELA DANTAS TORRES DE ARAÚJO
  • Efeito da administração sistêmica de um analgésico de ação central/antinflamatório e um dessensibilizante tópico pós operatória na sensibilidade dentária induzida pelo clareamento em consultório

  • Orientador : BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSUÉ JÚNIOR ARAÚJO PIEROTE
  • BONIEK CASTILLO DUTRA BORGES
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • Data: 10/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • OBJETIVO: Avaliar a efetividade da administração sistêmica de paracetamol 500 mg/fosfato de codeína 30 mg (PACO) associada à aplicação tópica pós-operatória de um dessensibilizante em reduzir a sensibilidade dentária durante e após o clareamento dentário em consultório. MATERIAL E MÉTODOS: Foi realizado um ensaio clínico randomizado, controlado, triplo-cego, do tipo boca dividida, em que 40 voluntários ingeriram PACO (n=20) ou placebo (n = 20) previamente ao procedimento, e suas hemiarcadas receberam aplicação de dessensibilizante tópico (Desensibilize Nano P - NP) e pasta profilática (PAS), totalizando quatro grupos: PACO/NP, PACO/PAS, PLA/NP E PLA/PAS. Os participantes foram submetidos à duas sessões de clareamento dentário (peróxido de hidrogênio a 35%) com duas aplicações de 20 minutos em cada sessão, e o dessensibilizante/pasta profilática foi aplicado após o procedimento durante cinco minutos, conforme fabricante. Nas sessões, a medicação foi administrada aos participantes uma hora antes do procedimento e a cada seis horas durante 48 horas. O nível de sensibilidade referida foi obtido a cada sessão e diariamente durante sete dias por meio da Escala Visual Analógica milimetrada. A análise estatística foi realizada para as variáveis sensibilidade global imediata (SGI), sensibilidade global (SG) e sensibilidade diária (SD) por meio por meio dos testes ANOVA a 1 e 2 fatores seguidos do pós-teste de Tukey (p<0,05). RESULTADOS: Para a SGI e SG, houveram diferenças estatisticamente significativas entre os manejos terapêuticos, cujo grupo PLA/PAS demonstrou média pelo menos 2 vezes maior comparado com o grupo PACO/NP. Para a SD, maior intensidade de sensibilidade foi observada no 8º dia, seguido do 1º dia. CONCLUSÃO: O clareamento dentário em consultório utilizando-se peróxido de hidrogênio a 35% com administração sistêmica de PACO associada à aplicação tópica pós-operatória de Desensibilize Nano P foi capaz de reduzir o nível de sensibilidade dentária.


  • Mostrar Abstract
  • OBJECTIVE: To evaluate the effectiveness of systemic administration of paracetamol 500 mg / codeine phosphate 30 mg (PACO) associated with the topical postoperative application of a desensitizer in reducing tooth sensitivity during and after in-office tooth bleaching. MATERIAL AND METHODS: A randomized, controlled, triple-blind, split-mouth clinical trial was conducted, in which 40 volunteers ingested PACO (n = 20) or placebo (n = 20) prior to the procedure, and their hemiarchies received application of topical desensitizer (Desensibilize Nano P - NP) and prophylactic paste (PAS), totaling four groups: PACO/NP, PACO/PAS, PLA/NP and PLA/PAS. Participants underwent two tooth bleaching sessions (35% hydrogen peroxide) with two 20-minute applications in each session, and the desensitizer/prophylactic paste was applied after the procedure for five minutes, according to the manufacturer. In sessions, medication was administered to participants one hour before the procedure and every six hours for 48 hours. The referred sensitivity level was obtained at each session and daily for seven days using the millimetric Visual Analog Scale. Statistical analysis was performed for the variables immediate global sensitivity (IGS), global sensitivity (GS) and daily sensitivity (DS) through the ANOVA tests at 1 and 2 factors followed by the Tukey post-test (p<0.05). RESULTS: For IGS and GS, there were statistically significant differences between therapeutic managements, whose PLA/PAS group showed an average of at least 2 times greater compared to the PACO/NP group. For DS, greater sensitivity intensity was observed on the 8th day, followed by the 1st day. CONCLUSION: In-office tooth bleaching using 35% hydrogen peroxide with systemic administration of PACO associated with the topical postoperative application of Desensibilize Nano P was able to reduce the level of tooth sensitivity.

14
  • NATÁLIA TEIXEIRA DA SILVA
  • Avaliação da atividade anti-inflamatória e antioxidante do Lactobacillus rhamnosus EM1107 em modelo experimental de periodontite induzida em ratos diabéticos. 

    .

  • Orientador : ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • GERLANE COELHO BERNARDO GUERRA
  • SABRINA GARCIA DE AQUINO
  • Data: 23/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • A doença periodontal e diabetes compartilham mecanismos imuno-inflamatórios crônicos semelhantes e a terapia probiótica tem sido sugerida como uma alternativa ou complemento à terapia periodontal não cirúrgica. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos do Lactobacillus rhamnosus EM1107 sobre a inflamação e estresse oxidativo em modelo experimental de periodontite induzida por ligadura em ratos diabéticos. Foi realizado ensaio pré-clínico, in vivo, randomizado, cego e controlado, sendo composto por 70 ratos Wistar machos, os quais foram divididos aleatoriamente em cinco grupos com 14 animais cada, e os seguintes tratamentos: (C1) ausência de ligadura + água destilada, (C2) ligadura + água destilada, (C3) ligadura + DM + água destilada, (E1) ligadura + EM117, (E2) ligadura + DM + EM117. A análise de espectroscopia UV-VIS foi usada para examinar os níveis gengivais de malonaldeído (MDA), glutationa (GSH), IL-1β e TNF-α. O tratamento com Lactobacillus rhamnosus EM1107 reduziu significativamente as concentrações de citocinas inflamatórias IL-1β e TNF-α (p < 0,05). Não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos em relação a modulação do estresse oxidativo, quando analisados os níveis de MDA e GSH. Esse estudo sugere efeito anti-inflamatório do Lactobacillus rhamnosus EM1107 na periodontite induzida por ligadura em ratos diabéticos.


  • Mostrar Abstract
  • Periodontal disease and diabetes share similar chronic immunoinflammatory mechanisms, so probiotic therapy has been suggested as an alternative or complement to non-surgical periodontal therapy. A clinical, in vivo, randomized, blinded and controlled trial was carried out, composed of 70 male Wistar rats, which were randomly divided into five groups with 14 animals each, with the following treatments: (C1) without ligation + distilled water, (C2) ligation + distilled water, (C3) ligation + DM + distilled water, (E1) ligation + EM117, (E2) ligation + DM + EM117. Spectroscopy UV-VIS analysis was used to examine the gingival levels of malonaldehyde (MDA), glutathione (GSH), IL-1β and TNF-α. Treatment with Lactobacillus rhamnosus EM1107 significantly reduced the concentrations of inflammatory cytokines IL-1β and TNF-α (p <0.05), but showed no benefit in modulating oxidative stress when analyzing MDA and GSH levels. This study suggests an anti-inflammatory effect of Lactobacillus rhamnosus EM1107 on ligature-induced periodontitis in diabetic rats.

15
  • MARIA LAURA DE SOUZA LIMA
  • ANÁLISE VOLUMÉTRICA E LINEAR DA MAXILA EM MODELO EXPERIMENTAL DE DOENÇA PERIODONTAL: INFLUÊNCIA DOS RECEPTORES AT1 E AT2 DA ANGIOTENSINA II

     

  • Orientador : AURIGENA ANTUNES DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AURIGENA ANTUNES DE ARAUJO
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • RENATA FERREIRA DE CARVALHO LEITÃO
  • Data: 24/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • A doença periodontal é um processo inflamatório multicausal. O Sistema Renina-Angiotensina, que tem como principal modulador a Angiotensina II, está envolvido com o equilíbrio eletrolítico e a inflamação. A Angiotensina II interage principalmente com dois receptores, tipo 1 (AT1) e tipo 2 (AT2). Este trabalho objetivou realizar uma análise volumétrica e linear da maxila em modelo experimental de doença periodontal: influência dos receptores AT1 e AT2 da angiotensina II. Foram utilizados seis grupos, três controles e três experimentais, com dez animais cada um, utilizando três linhagens distintas de camundongos: selvagem (WT), knockout AT1 e knockout AT2. A doença periodontal foi induzida através de ligadura, com fio de nylon 5.0, e após catorze dias os animais foram submetidos à eutanásia. A perda óssea foi avaliada através das análises volumétricas e linear através de MICRO-CT. Com o intuito de analisar se as variações genéticas teriam influência sobre as características fenotípicas do tecido ósseo foram realizadas análises de amostras da coluna vertebral e do fêmur dos animais das três linhagens utilizadas. Os resultados obtidos a partir das amostras de coluna vertebral demonstraram houve diferença significativa na densidade óssea entre o grupo WT e o AT1 (p < 0,05). Em relação ao número e separação entre as trabéculas houve diferença significativa entre os grupos WT e AT1(p < 0,01) e WT e AT2 (p < 0,05), para ambas as análises. Não houve diferença significativa entre as linhagens knockout. O modelo utilizado foi eficaz gerando perda óssea e diferenças significativas entre os controles e doentes (WT e AT1: p < 0,001; AT2: p < 0,01). Na análise das amostras de maxila não houve diferenças significativas entre as linhagens que foram submetidas à doença periodontal.  O nocaute dos genes dos receptores de angiotensina II promoveu alterações no fenótipo ósseo dos animais, tendo, nesses grupos, uma redução da densidade e qualidade óssea. A presença exclusiva do receptor AT1 não foi indutora de uma maior perda óssea, nem a presença exclusiva do receptor AT2 se mostrou protetora, mas parece ser determinante para o metabolismo ósseo


  • Mostrar Abstract
  • Periodontal disease is a multicausal inflammatory process. The Renin-Angiotensin System, whose main modulator is Angiotensin II, is related to electrolyte balance and inflammation. An angiotensin II interacts mainly with two receptors, type 1 (AT1) and type 2 (AT2). This study aimed to perform a volumetric and linear analysis of the maxilla in an experimental model of periodontal disease: influence of angiotensin II receptors AT1 and AT2. Six groups were used, three controls and three experimental, with ten animals each, using three different lines of mice: wild (WT), knockout AT1 and knockout AT2. Periodontal disease was induced through ligation, with 5.0 nylon thread, and after fourteen days the animals were identified by euthanasia. Bone loss was assessed using volumetric and linear analysis using MICRO-CT. In order to analyze whether genetic variations, influence on the phenotypic characteristics of bone tissue, analyzes of the spine and femur of the animals of the three strains used were analyzed. The results obtained from the spine showed a smaller difference in bone density between the WT and AT1 groups (p <0.05). Regarding the number and separation between the trabeculae, there was a difference between the groups WT and AT1 (p <0.01) and WT and AT2 (p <0.05), for both analyzes. There was no significant difference between the knockout strains. The model used was effectively generating bone loss and altered differences between controls and patients (WT and AT1: p <0.001; AT2: p <0.01). In the analysis of the maxilla there were no significant differences between the lines that were submitted to periodontal disease. The knockout of the genes of angiotensin II receptors promoted changes in the bone phenotype of the animals, with these groups having a reduction in bone density and quality. The exclusive presence of the AT1 receptor did not induce greater bone loss, nor did the exclusive presence of the AT2 receptor be shown to be protective, but it seems to be determinant for bone metabolism.

16
  • ANA LARISSE CARNEIRO PEREIRA
  •  

     EXATIDÃO DE UM NOVO DISPOSITIVO PARA ESCANEAMENTO INTRAORAL NA CAPTURA DA ANGULAÇÃO E DA DISTÂNCIA ENTRE OS IMPLANTES EM ARCOS DESDENTADOS MANDIBULARES

  • Orientador : ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • SAMIRA ALBUQUERQUE DE SOUSA
  • RICARDO FARIA RIBEIRO
  • Data: 24/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo controlado não-randomizado, do tipo transversal tem como objetivo analisar a exatidão de um novo dispositivo para escaneamento intraoral na captura da angulação e distância dos implantes em arcos desdentados mandibulares. Um total de 10 pacientes reabilitados com prótese provisória mandibular do tipo total fixa implantossuportada retida por quatro implantes foram submetidos a três métodos de moldagem. Grupo SC (escaneamento intraoral com os corpos digitais), grupo SD (escaneamento intraoral com o dispositivo) e grupo CT (captura de transferência da posição dos implantes). Um scanner de laboratório foi utilizado para digitalizar os modelos físicos (grupo CT). A partir de um software de inspeção os arquivos STL foram sobrepostos para mensuração do sistema de coordenadas tridimensional. As variações nas coordenadas para os deslocamentos lineares (Δx, Δy e Δz), deslocamento 3D total (√Δ𝑥2+Δ𝑦2+Δ𝑧2 ) e ângulos de projeção (ΔθXY, ΔθXZ e ΔθYZ) foram analisadas estatisticamente (p=0,05). As distâncias entre os implantes foram mensuradas através de um software de inspeção. Na busca de correlações entre as coordenadas e as distâncias entre os implantes, utilizou-se o coeficiente de correlação de Spearman (p<0,05). Quanto a exatidão, os deslocamentos lineares para o grupo SD foi superior ao grupo SC, para Δy (SC: 2,82; SD: 0,63) e Δz (SC: 2,06; SD: 0,70) (p<.05). Diferenças estatisticamente significativas não foram encontradas para Δx (SC:-0,17; SD:-0,21) (p<.05). Quanto aos deslocamentos angulares, SD apresentou menor variação angular nos três planos de projeção em comparação ao grupo SC. O grupo SD mostrou exatidão para capturar as distâncias entre os implantes (SC: 20,15; SD: 21,46; CT: 21,52) (p<0,05). Não foram observadas correlações entre as coordenadas e as distâncias. O novo dispositivo para escaneamento intraoral (Grupo SD) apresentou exatidão para os deslocamentos lineares, angulares e as distâncias entre os implantes em arcos desdentados mandibulares. 


  • Mostrar Abstract
  • This controlled, non-randomized, cross-sectional study aims to present new intraoral scanning technique to increase veracity of scanning in capturing angle and distance of implants in edentulous mandibular arches. The participants rehabilitated with fixed implant-supported total mandibular temporary prosthesis retained by four implants were submitted three impression methods. SC group (intraoral scanning with digital scanbodies), SD group (intraoral scanning with device) and CT group (transfer of implant position transfer). A laboratory scanner was used digitize master models of CT group. The STL data set was overlaid. From this, coordinate system was defined for three-dimensional projection of each implant. Variations in these coordinates for linear (∆x, ∆ye ∆z), angular (XY, XZ and YZ) displacements and their variations (∆θXY, ∆θXZ and ∆θYZ) were compared statistically (p<0.05) (n=60/implant). Then, inter-cylindrical distances (n=40/distances) were measured. In search for correlations between distances and axes of coordinates, Spearman's correlation coefficient (p <0.05) was used. As for linear displacements, the SD group presented veracity values better than the SC for ∆y (ႿSC: 2.82; ႿSD: 0.63; p=0.017) and ∆z (ႿSC: 2.06; ႿSD: 0,70; p=0.014) when compared with the CT group. As for ∆x (ႿSC: -0.17; ႿSD: -0.21; p=0.485) statistically no differences were found. The SD group showed less angular variation in the three projection planes (∆θXY, ∆θYZ and ∆θXZ) and was the closest to the CT group, the opposite did not happen with the SC group.The SD group presented mean values closer CT far distances between implants (SC: 20.15; SD: 21.46; CT: 21.52; p = 0.011). No significant correlation was observed between distances and axes of coordinates. The new intraoral scanning technique (SD group) showed results of linear, angular displacements and distance between implants superior SC group and closer CT group.

     

17
  • GUILHERME CARLOS BEIRUTH FREIRE
  • EFICÁCIA DE UM PRODUTO À BASE DE OXIGÊNIO ATIVO NO TRATAMENTO NÃO CIRÚRGICO DA MUCOSITE PERI-IMPLANTAR

  • Orientador : BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PATRICIA FURTADO GONÇALVES
  • BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • Data: 25/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • A mucosite peri-implantar é uma condição inflamatória sem perda de tecido ósseo, que ocorre nos tecidos moles ao redor do implante. O tratamento não-cirúrgico combina a terapia básica associada ou não ao uso de agentes químicos. O objetivo desse estudo foi avaliar a eficácia do oxigênio ativo (Bluem®) como coadjuvante químico no tratamento da mucosite peri–implantar em um protocolo de tratamento não–cirúrgico. Sendo assim, 20 implantes foram tratados, 9 no grupo teste (Bluem®) e 11 no grupo controle (placebo), em indivíduos reabilitados com implantes. Desta forma, os pacientes foram divididos aleatoriamente em grupo teste e grupo controle. Os parâmetros clínicos peri-implantares de índice de placa visível (IPV), índice de sangramento gengival (ISG), profundidade de sondagem (PS), sangramento à sondagem (SS) e mucosa ceratinizada foram avaliados no baseline e diferentes períodos após o tratamento. Para análise estatística, foram utilizados os testes de Mann-Whitney, Friedman, Wilcoxon e Exato de Fisher com nível de significância de 5%. Os resultados mostraram que houve diminuição significativamente estatística para: IPV geral (56,81% para 27,27%) e ISG geral (32,95% para 28,41%) do grupo teste; IPV geral (42,86% para 15,18%) e ISG geral (31,25% para 2,32%) do grupo controle; IPV do implante no grupo controle (21,42% para 0%); profundidade de sondagem para o grupo teste (2,83mm para 2mm) e SS para o grupo controle (33,33% para 16,67%). No entanto, não houve diferenças significativas entre os dois grupos quando foram comparados em cada período. Pode-se concluir que o Bluem pode ser utilizado como adjuvante químico no tratamento da mucosite peri-implantar.


  • Mostrar Abstract
  • Peri-implant mucositis is an inflammatory condition without loss of bone tissue, which occurs in the soft tissues around the implant. Non-surgical treatment combines basic periodontal therapy with or without the use of chemical agents. The objective of this study was to evaluate the efficacy of the active oxygen (Bluem®) as a chemical adjuvant in the non-surgical treatment of peri-implant mucositis. Twenty implants in 9 patients were ramdomly treated, 9 in the test group (Bluem®) and 11 in the control group (placebo), in individuals rehabilitated with dental implants. Peri-implant clinical parameters of visible plaque index (VPI), gingival bleeding index (GBI), probing depth (PD), bleeding on probing (BOP) and keratinized mucosa were evaluated at baseline and one and six months. For the statistical analysis, Mann-Whitney, Friedman, Wilcoxon and Fisher's Exact tests were used with a significance level of 5%. The results showed that there was a statistical decrease for full mouth VPI (56.81% to 27.27%) and full mouth GBI (32.95% to 28.41%) of the test group; full mouth VPI (42.86% to 15.18%) and full mouth GBI (31.25% to 2.32%) of the control group; Implant VPI in the control group (21.42% to 0%); probing depth for the test group (2.83mm to 2mm) and BOP for the control group (33.33% to 16.67%). However, there were no significant differences between the two groups. It can be concluded that Bluem can be used as a chemical adjuvant in the treatment of peri-implant mucositis.

18
  • ANNE KALINE CLAUDINO RIBEIRO
  •  

    Fatores de risco a adaptação de novas próteses mandibulares:Ensaio clínico 

  • Orientador : ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA DA FONTE PORTO CARREIRO
  • LAERCIO ALMEIDA DE MELO
  • JOEL FERREIRA SANTIAGO JUNIOR
  • Data: 29/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esse ensaio clínico não randomizado se propôs a investigar a incidência e os fatores de risco a adaptação de prótese total convencional mandibular (PTCM). Um total de 108 edêntulos bimaxilares foram reabilitados com próteses totais e acompanhados por um período de 6 meses. Após 3 meses da instalação das próteses, os pacientes foram alocados em PTA (Pacientes adaptados a PTCM; n=67) e PTN (Pacientes não adaptados a PTCM; n=41). Os critérios que confirmaram a adaptação dos pacientes foram: realizar a mastigação, fonética e deglutição confortavelmente com as próteses. Os pacientes foram avaliados quanto a aspectos sociodemográficos e aos critérios centrados no paciente. Um questionário foi aplicado no momento da instalação das novas próteses para a obtenção dos dados sociodemográficos e individuais dos pacientes. A estimativa do tempo médio para adaptação à PTCM foi obtida a partir da curva de Kaplan-Meier. Os fatores de risco foram analisados estatisticamente pelo Teste do Qui-quadrado ou Exato de Fisher. Foi realizada análise multivariada e o risco relativo foi ajustado através da regressão múltipla de Poisson. Os resultados revelaram incidência de 38% dos indivíduos não adaptados a novas próteses totais mandibulares após 3 meses. Essa não adaptação à prótese total mandibular esteve associada significativamente à ausência de experiência prévia com PTCM, à presença de ulcerações após a reabilitação e a altura do rebordo mandibular posterior reduzida (p<0,05). Após 6 meses, essa incidência reduziu para 14,1%, sendo a ocorrência de lesões ulcerosas e o uso não regular da PTCM os fatores de risco associados à não adaptação à PTCM. A análise de sobrevida mostrou que 2,70 meses é suficiente para adaptação da maioria dos pacientes à prótese e revelou associação significativa do tempo de adaptação com o rebordo mandibular posterior reabsorvido. Conclui-se que após 3 meses, a ausência de experiência prévia com PTCM, registro de úlceras traumáticas em arco mandibular e a presença de rebordos mandibulares reduzidos interferem negativamente na adaptação às novas próteses inferiores constituindo-se como fatores de riscos ao não uso da PTCM. Todavia, após 6 meses de uso das próteses, apenas a ocorrência de lesões ulcerativas e uso não regular das próteses foram fatores de risco à não adaptação à prótese mandibular.


  • Mostrar Abstract
  • This non-randomized clinical trial proposes to investigate the incidence and the risk factors to the adaptation of the conventional mandibular complete denture (CMCD). A total of 108 bimaxillary edentulous were rehabilitated with full dentures on a 6-month follow-up. Patients were allocated into PTA (Patients adapted to CMCD; n = 67) and PTN (Patients non-adapted to CMCD; n = 41). The criteria that confirmed the patients’ adaptation were: chewing, phonetics, and swallowing comfortably with the dentures. Patients were evaluated in terms of sociodemographic aspects and patient-centered factors. A questionnaire was applied at the same time of installing the new dentures to obtain the sociodemographic and individual information of the patients. The estimate of the average time for adaptation to CMCD was obtained from the Kaplan-Meier curve. The risk factors were analyzed statistically by the Chi-square test or Fisher's exact test. Multivariate analysis was performed and the relative risk was adjusted by Poisson regression. The results revealed an incidence of 38% of individuals non-adapted to new mandibular complete dentures after 3 months. Non-adaptation to the mandibular complete denture was significantly associated with the absence of past mandibular denture experience, the presence of ulcerations after rehabilitation, and the height of the reduced posterior mandibular ridge (p <0.05). After 6 months, this incidence decreased to 14.1%, with the occurrence of ulcerative lesions and the non-regular use of CMCD being the risk factors associated with the non-adaptation of CMCD. The survival analysis showed that 2.70 months are sufficient for the adaptation of most patients to the dentures and revealed a significant association between the time of adaptation and the reabsorbed posterior mandibular ridge. It concluded that after 3 months, the absence of previous experience with CMCD, registration of traumatic ulcers in the mandibular arch, and the presence of lower mandibular ridges interfere negatively in the adaptation to new lower dentures, constituting risk factors for non-use CMCD. However, after 6 months of wearing the prostheses, only the occurrence of ulcerative lesions and non-regular wear of dentures were risk factors for non-adaptation to mandibular prostheses.

     

19
  • RAISSA PINHEIRO DE PAIVA
  • AVALIAÇÃO DE UM NOVO ÍNDICE ANAMNÉSICO PARA O DIAGNÓSTICO DA DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR

  • Orientador : GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO JOSÉ GUERRA SEABRA
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • Data: 30/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A Disfunção Temporomandibular (DTM) consiste em uma condição complexa, que possui etiologia multifatorial e apresenta uma sintomatologia variada, além de uma certa dificuldade no seu diagnóstico. Objetivo: O estudo tem como objetivo comparar os diagnósticos de um novo instrumento anamnésico para a DTM, baseado em um protocolo clínico, e ainda avaliar sua sensibilidade e especificidade. Métodos: O presente estudo consiste na avaliação de um novo instrumento diagnóstico anamnésico, composto por 12 itens acerca de sinais e sintomas da DTM, baseado no Critério Diagnóstico para Disfunção Temporomandibular (The Diagnostic Criteria For Temporomandibular Disorders - DC/TMD) – considerado padrão-ouro para o diagnóstico na DTM. A amostra do estudo foi composta por 50 indivíduos em situação de espera pelo atendimento no setor de DTM e Dor Orofacial do Departamento de Odontologia da UFRN, Natal – RN. Os instrumentos utilizados foram aplicados por um único examinador previamente treinado. Os dados foram organizados e analisados pelo programa SPSS, através do Qui-quadrado e Kappa para sensibilidade e especificidade, considerando como nível de significância 5%. Resultados: Os dados analisados demonstraram que o novo instrumento diagnóstico para a DTM obteve uma boa concordância com o DC/TMD e sensibilidade, mas pouco específico.


  • Mostrar Abstract
  • Temporomandibular Dysfunction (TMD) consists of a complex condition, which has a multifactorial etiology and presents varied symptoms, in addition to a certain difficulty in its diagnosis. Objective: The study aims to compare the diagnoses of a new anamnesic instrument for TMD, based on a clinical protocol, and to evaluate its sensitivity and specificity. Methods: The present study consists of the evaluation of a new anamnesic diagnostic instrument, consisting of 12 items about TMD signs and symptoms, based on the Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (DC / TMD) - considered standard-gold for TMD diagnosis. The study sample consisted of 50 individuals waiting for care in the TMD and Orofacial Pain sector of the Department of Dentistry at UFRN, Natal - RN. The instruments used were applied by a single examiner previously trained. The data were organized and analyzed by the SPSS program, using the Chi-square and Kappa for sensitivity and specificity, considering a significance level of 5%. Results: The analyzed data demonstrated that the new diagnostic tool for TMD obtained a good agreement with the DC / TMD and sensitivity, but little specific.

20
  • LARISSA MENDONÇA DE MIRANDA
  • Reutilização da cerâmica de dissilicato de lítio para CAD/CAM: efeito do tratamento de superfície e do envelhecimento na durabilidade da união ao cimento resinoso

  • Orientador : RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RODRIGO OTHAVIO DE ASSUNCAO E SOUZA
  • SAMIRA ALBUQUERQUE DE SOUSA
  • FABÍOLA PESSÔA PEREIRA LEITE
  • Data: 01/10/2020

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Investigar o efeito do reaproveitamento de blocos CAD/CAM de cerâmicas de dissilicato de lítio (DL), tratamento de superfície (ácido fluorídrico-HF ou Monobond Etch & Prime -MEP) e da termociclagem na resistência de união ao cimento resinoso. Materiais e métodos:  48 blocos de dissilicato de lítio (DL) (E.max CAD, Ivoclar Vivadent) foram confeccionados e sinterizados de acordo com o grupo experimental. Assim, para os grupos que utilizaram a cerâmica DL convencional (C), vinte e quatro blocos foram obtidos a partir da secção de blocos de CAD/CAM de DL nas dimensões de 14x12x2mm, os quais foram lixados (#600) e sinterizados em seguida. Já para os grupos que utilizaram a cerâmica de DL após reaproveitamento (R), 24 blocos encerados nas dimensões de 10x10x3mm, foram incluídos em revestimento e em seguida resíduos de blocos cerâmicos de DL não sinterizados foram prensados pela técnica de cera perdida. Após, os blocos foram incluídos em resina acrílica ativada quimicamente e divididos em 12 grupos (4 blocos por grupo) de acordo com os fatores: “Ciclos de reaproveitamento” (C e R) “tratamento de superfície” (HF20s e HF120s e Monobond etch&prime/MEP) e “termociclagem” (com e sem). Após o tratamento, em cada superfície de bloco tratada, quatro cilindros (Ø2mm) de cimento resinoso dual (Allcem Dual, FGM) foram confeccionados e fotopolimerizados por 60s (N = 180 / n = 15). Metade das amostras de cada grupo foram submetidos a termociclagem (10.000 ciclos, 5-55°C, 30s) e em seguida submetidos ao ensaio de resistência de união ao cisalhamento (SBS- 100KgF, 1mm/min). Análises de falhas, molhabilidade, rugosidade também serão realizados. Os dados de SBS (MPa) foram analisados através de ANOVA 2-fatores,para cada grupo e ANOVA 1 fator para superfície de tratamento. Teste de Tukey (5%) e análise de Weibull também foram realizadas. Resultados: ANOVA revelou que para a cerâmica convencional a termociclagem e tratamento de superfície foram significantes (P=0.0000) porém a interação entre eles não foi significativa (P=0.6799). Já para a cerâmica reaproveitada, a termociclagem (P=0.0000), o tratamento de superfície (P=0.0000) e a interação (P=0.0117) foram significantes. Maiores valores de SBS foram encontrados no grupo HF120s e MEP, tanto para a cerâmica convencional quanto na reaproveitada. Entretanto, na condição TC, o reaproveitamento reduziu a resistência adesiva de maneira significativa quando se condicionou a cerâmica com HF por 20 ou 120s. Já quando o MEP foi utilizado, a resistência de união não foi afetada pelo reaproveitamento ( C= 22.30 MPa; R= 20.39MPa). O módulo Weibull  (m) não foi significativo (P=0.547), mas a resistência característica (σ0)  variou entre os grupos experimentais (P=0.000). Conclusão: O reaproveitamento da cerâmica de dissilicato de lítio reduz a durabilidade da união ao cimento resinoso, exceto quando o tratamento de superfície da cerâmica é realizado com silano auto-condicionante.


  • Mostrar Abstract
  • Objective: To investigate the effect of reusing CAD / CAM blocks of lithium disilicate (DL) ceramics, surface treatment (hydrofluoric acid-HF or Monobond Etch & Prime -MEP) and thermocycling on the bond strength to resin cement. Materials and methods: 48 blocks of lithium disilicate (LD) (E.max CAD, Ivoclar Vivadent) were made and sintered according to the experimental group. Thus, for the groups that used conventional LD ceramics (C), twenty-four blocks were obtained from the section of LD / CAM blocks of LD in the dimensions of 14x12x2mm, which were sanded (# 600) and then sintered . For the groups that used LD ceramic after reuse (R), 24 blocks waxed in the dimensions of 10x10x3mm, were included in coating and then residues of non-sintered LD ceramic blocks were pressed by the lost wax technique. Afterwards, the blocks were included in chemically activated acrylic resin and divided into 12 groups (4 blocks per group) according to the factors: “Reuse cycles” (C and R) “surface treatment” (HF20s and HF120s and Monobond etch & prime / MEP) and “thermocycling” (with and without). After treatment, on each treated block surface, four cylinders (Ø2mm) of dual resin cement (Allcem Dual, FGM) were made and photopolymerized for 60s (N = 180 / n = 15). Half of the samples from each group were subjected to thermocycling (10,000 cycles, 5-55 ° C, 30s) and then subjected to the shear bond strength test (SBS- 100KgF, 1mm / min). Failure, wettability, roughness analyzes will also be performed. The SBS (MPa) data were analyzed using 2-factor ANOVA for each group and 1-factor ANOVA for the treatment surface. Tukey's test (5%) and Weibull's analysis were also performed. Results: ANOVA revealed that for conventional ceramics, thermocycling and surface treatment were significant (P=0.0000) but the interaction between them was not significant (P=0.6799). For reused ceramics, thermocycling (P=0.0000), surface treatment (P=0.0000) and interaction (P=0.0117) were significant. Higher SBS values were found in the HF120s and MEP group, both for conventional and reused ceramics. However, in the TC condition, the reuse reduced the adhesive strength significantly when the ceramic was conditioned with HF for 20 or 120s. When the MEP was used, the bond strength was not affected by the reuse (C = 22.30 MPa; R = 20.39MPa). The Weibull module (m) was not significant (P=0.547), but the characteristic resistance (σ0) varied between the experimental groups (P = 0.000). Conclusion: The reuse of the lithium disilicate ceramic reduces the durability of the bond to the resin cement, except when the ceramic surface treatment is carried out with self-conditioning silane.

21
  • APARECIDA THARLLA LEITE DE CALDAS


  • RESTAURAÇÕES SEMIDIRETAS CONFECCIONADAS COM RESINAS COMPOSTAS COM ADIÇÃO DE ZIRCÔNIA E DIATOMITA: AVALIAÇÃO IN VITRO DAS PROPRIEDADES MECÂNICAS

  • Orientador : ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ISAUREMI VIEIRA DE ASSUNCAO
  • ALEX JOSE SOUZA DOS SANTOS
  • ISABELA PINHEIRO CAVALCANTI LIMA
  • Data: 03/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: A incorporação de partículas de carga às resinas compostas tem o papel de melhorar suas propriedades físicas e mecânicas, conferindo uma maior resistência às restaurações. Muitos compósitos possuem nanopartículas incorporadas a sua composição, como quartzo, zircônia, sílica e, mais recentemente, a diatomita, que é uma rocha sedimentar rica em sílica. A adição dessas nanopartículas busca aumentar a área de superfície e promover maior interação com a matriz orgânica. OBJETIVOS: Esse estudo objetivou avaliar resistência de união (RU), padrão de falha (PF), profundidade de polimerização (PP), resistência a flexão (RF) e módulo de elasticidade (ME) de resinas compostas convencionais e de incremento único com adição de zircônia e diatomita em restaurações semidiretas. METODOLOGIA: Foram criadas cavidades troncocônicas com alto fator-C (2.2) em dentina de incisivos bovinos (N=68). Restaurações semidiretas (n=17) foram confeccionadas utilizando as resinas: Bulk Fill (BF) (3M ESPE®), Resina Z250 XT (Z250XT) (3M ESPE®), Resina Zirconfill (ZF) (BM4®) e Resina Z350 XT (Z350XT) (3M ESPE®), cimentadas com cimento resinoso dual autocondicionante RelyX Ultimate (3M ESPE®), em seguida foram realizados os testes de RU e PP. Para os testes de RF e ME, utilizando uma matriz de silicone foram confeccionados palitos padronizados (10mm x 1mm de altura x 2mm) para cada resina testada (n=10). RESULTADOS: Para RF e ME Z250XT obteve valor estatisticamente superior a ZF. Para RU e PP não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre os grupos de estudo. CONCLUSĀO: A adição de nanopartículas de zircônia e diatomita não influenciou a RU e a PP das resinas compostas convencionais e de incremento único, porém nos testes de RF e ME houve diferença entre as resinas, onde a resina com acréscimo de diatomita obteve menores valores.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: The incorporation of filler particles in composite resins has the role of improving their physical and mechanical properties, providing greater resistance to restorations. Many composites have nanoparticles incorporated into their composition, such as quartz, zirconia, silica and, more recently, diatomite, which is a sedimentary rock rich in silica. The addition of these nanoparticles seeks to increase the surface area and promote greater interaction with the organic matrix. OBJECTIVES: This study aimed to evaluate bond strength (RU), failure pattern (PF), polymerization depth (PP), flexural strength (RF) and elastic modulus (ME) of conventional and single-increment composite resins with addition zirconia and diatomite in semi-direct restorations. METHODS: Trunk-cone cavities with high C-factor (2.2) were created in dentin of bovine incisors (N = 68). Semi-direct restorations (n= 17) were made using resins: Bulk Fill (BF) (3M ESPE®), Z250 XT Resin (Z250XT) (3M ESPE®), Zirconfill Resin (ZF) (BM4®) and Z350 XT Resin ( Z350XT) (3M ESPE®), cemented with RelyX Ultimate self-etching dual resin cement (3M ESPE®), then the RU and PP tests were performed. For the RF and ME tests, using a silicone matrix, standard toothpicks (10mm x 1mm high x 2mm) were made for each tested resin (n = 10). RESULTS: For RF and ME Z250XT obtained a statistically higher value than ZF. For RU and PP, no statistically significant differences were found between the study groups. CONCLUSION: The addition of zirconia and diatomite nanoparticles did not influence the RU and PP of conventional and single-increment composite resins, however in the RF and ME tests there was a difference between the resins, where the resin with diatomite added lower values.

22
  • JEANNE DE SENA MONTEIRO SOUSA
  • INFLUÊNCIA DA TERAPIA MANUAL EM PACIENTES PORTADORES DA DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR. SÉRIE DE CASOS.

  • Orientador : AURIGENA ANTUNES DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AURIGENA ANTUNES DE ARAUJO
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • CAMILA MARIA BASTOS MACHADO DE RESENDE
  • Data: 16/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar a terapia manual (TM) em pacientes portadores de disfunção
    temporomandibular ( DTM ). Metodologia: Foi realizado uma série de casos
    em 5 pacientes portadores de DTM, diagnosticados pelo Critério de
    Diagnóstico de Disfunção Temporomandibular (RDC/TMD). Os pacientes
    receberam sessões de TM no período de 1 mês, uma frequência 2 vezes por
    semana com duração de 30 minutos, perfazendo um total de 8 sessões.
    Verificou-se o nível de cortisol salivar, intensidade de dor pela escala visual
    numérica (EVN), grau de ansiedade pelos questionários: Escala Hospitalar de
    Ansiedade e Depressão (HADS ), Inventário de Ansiedade de Beck( BAI ) e
    Índice de Ansiedade Traço-Estado ( IDATE), grau de depressão pelo
    questionário Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS ) e
    qualidade de vida pelo questionário World Health Organization Quality of Life
    (WHOQUOL bref ). Foram avaliados antes e após a aplicação da terapia.
    Resultados: Observou-se que após a TM a maioria dos pacientes
    apresentaram-se sem dor (ENA =0), com diminuição no nível de cortisol
    salivar (1,98 µg/dl para 1,31 µg/dl), menos ansiosos (ansiedade média) e
    menos depressivos (depressão leve) e com melhora na qualidade de vida.
    Conclusão: Os resultados deste estudo demonstraram que a terapia manual
    apresentou efeitos satisfatórios no tratamento de pacientes com DTM na
    intensidade de dor, nível de cortisol salivar, ansiedade em relação ao
    questionário BAI , depressão e qualidade de vida.


  • Mostrar Abstract
  •  

    Objective: To evaluate manual therapy (TM) in patients with
    temporomandibular disorder (TMD). Methodology: A series of cases was
    carried out in 5 patients with TMD, diagnosed by the Temporomandibular
    Dysfunction Diagnosis Criterion (RDC / TMD). Patients received sessions of TM
    in the period of 1 month, a frequency twice a week lasting 30 minutes, making a
    total of 8 sessions. The level of salivary cortisol, pain intensity was verified by
    the visual numerical scale (EVN), degree of anxiety by the questionnaires:
    Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS), Beck Anxiety Inventory (BAI)
    and Trait Anxiety Index State (STAI), degree of depression using the Hospital
    Anxiety and Depression Scale questionnaire (HADS) and quality of life using
    the World Health Organization Quality of Life questionnaire (WHOQUOL bref).
    They were evaluated before and after the therapy was applied. Results: It was
    observed that after TM, most patients were pain-free (ENA = 0), with a
    decrease in the level of salivary cortisol (1.98 µg / dl to 1.31 µg / dl), less
    anxious ( medium anxiety) and less depressive (mild depression) and with
    improved quality of life. Conclusion: The results of this study demonstrated that
    manual therapy had satisfactory effects in the treatment of patients with TMD on
    pain intensity, salivary cortisol level, anxiety in relation to the BAI questionnaire,
    , depression and quality of life.

    Keywords: Temporomandibular dysfunction; Quality of life; Skeletal
    Manipulations; Salivary cortisol.

23
  • LUANA DA ROCHA ALVES MENDONÇA
  • CRIAÇÃO, VALIDADE DE CONTEÚDO E PROCESSO DE RESPOSTA DO INSTRUMENTO DE DIAGNÓSTICO EPIDEMIOLÓGICO – IDE/DTM

  • Orientador : PATRICIA DOS SANTOS CALDERON
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LÍVIA MARIA SALES PINTO
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • PATRICIA DOS SANTOS CALDERON
  • Data: 19/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • A incidência e prevalência das disfunções temporomandibulares (DTM) as caracterizam como um problema de saúde pública, tornando necessária a criação de políticas públicas adequadas no diagnóstico, avaliação e tratamento destas condições no Brasil. Diante disso, o objetivo deste estudo é a elaboração de um instrumento de diagnóstico de fácil aplicação, a ser validado, possibilitando levantamento epidemiológico acerca da prevalência de DTM na população brasileira. Trata-se de um estudo de construção de instrumento, que seguiu em sua elaboração evidências de validade. O instrumento é dividido em duas partes: um questionário e um protocolo clínico. O instrumento foi baseado em instrumentos pré-existentes na literatura e na experiência clínica do grupo de pesquisa formada para este trabalho. O instrumento passou pelas etapas de Evidências de Validade Baseadas no Conteúdo e Evidências de Validade Baseadas no Processo de Resposta. Como resultados houve 3 versões do instrumento. A primeira contendo o questionário com 09 questões e 12 itens do protocolo clínico; após a fase de validação de conteúdo o instrumento foi reduzido para 05 questões e o protocolo clínico com 08 itens (2ª versão). A 2ª versão foi validada pelo processo de resposta e manteve-se a quantidade de itens, acrescentando algumas instruções para o futuro aplicador do instrumento. Dessa maneira, o produto deste trabalho foi um instrumento de diagnóstico intitulado Instrumento De Diagnóstico Epidemiológico – IDE/DTM.


  • Mostrar Abstract
  • The incidence and prevalence of temporomandibular disorders (TMD) characterize them as a public health issue, becoming necessary to create adequate public policies in the diagnosis, evaluation and treatment of these conditions in Brazil. Therefore, the objective of this study is to develop an easy to apply diagnostic tool, to be validated, allowing an epidemiological survey regarding TMD prevalence in the Brazilian population. This is a study of instrument construction, which followed the steps of evidence of validity. The instrument is divided into two parts: a questionnaire and a clinical protocol. The instrument was based on pre-existing instruments in the literature and on the clinical experience of the research group responsible for this study. The instrument went through the Validity Evidence Based on the Content and on the Response Process steps. As a result, there were 3 versions of the instrument. The first comprising a questionnaire with 09 questions and a 12 items clinical protocol; after the content validation phase, the instrument was condensed to 5 questions and 8 items clinical protocol (2nd version). The 2nd version was validated by the response process and the number of items was maintained, but some instructions for the future surveyor were included. Thus, the product of this study is a diagnostic instrument entitled Epidemiological Diagnostic Instrument - IDE / DTM.

24
  • DAVI CORREIA DE OLIVEIRA
  • AVALIAÇÃO DO TEMPO CLÍNICO E LABORATORIAL, E CONFORTO DE PLACAS OCLUSAIS CONVENCIONAIS E DIGITAIS: UM ENSAIO CLÍNICO PILOTO

  • Orientador : ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO JOSÉ GUERRA SEABRA
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • Data: 21/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • As placas estabilizadoras são indicadas para o manejo da disfunção temporomandibular (DTM) e bruxismo do sono. Ainda existe pouca evidência cientifica que compare as placas confeccionadas por CAD/CAM e as convencionais em relação ao tempo de ajuste para instalação das placas, e tempo de confecção clínico e  laboratorial. O presente estudo objetivou comparar o tempo clínico e laboratorial de confecção de placas convencionais (PC) com resinas termopolimerizáveis e as confeccionadas por CAD/CAM fresada (PF) em pacientes com bruxismo do sono. Além disso, comparou-se o tempo de instalação e conforto dos pacientes usuários das placas. Para isso foi realizado um ensaio clínico com 20 pacientes (7 PC; 13 PF) que apresentaram um diagnóstico provável de bruxismo através da aplicação de questionários e avaliação clínica. Foram cronometrados os tempos para as respectivas etapas clínicas e laboratoriais. O conforto foi avaliado através de uma escala visual analógica durante as etapas de confecção clínica e após 30 dias de uso. Foi realizada uma análise descritiva e inferencial dos resultados. Os resultados preliminares mostraram uma média de tempo de confecção clínica e instalação de 58% e 33% menor para PF em comparação com as PC, respectivamente. O tempo laboratorial 7% menor para PF. Foi relatado que a PF foram 24% e 17% mais confortáveis que a PC durante as etapas de confecção clínica e após 30 dias de uso, respectivamente. A partir dos resultados foi possível observar uma grande diminuição do tempo de confecção clínica ao empregar o fluxo digital que é utilizado para a confecção das PF e uma considerável diminuição do tempo de instalação clínica. O tempo laboratorial se mostrou similar, porém o método convencional demandou mão de obra direta na maior parte das etapas. Além disso, as placas “digitais” proporcionaram maior conforto na confecção e utilização das mesmas.


  • Mostrar Abstract
  • The Occlusal Splints (OS) are indicated for the management of temporomandibular disorders (TMD) and sleep bruxism. There is still little scientific evidence comparing the OS made by CAD / CAM and the conventional ones in relation to the adjustment time for installing the splints, and the clinical and laboratory confection time. The present study aimed to compare the clinical and laboratory time of confection of conventional splints (CS) with thermopolymerizable resins and those milled (MS) by CAD / CAM systems in patients with sleep bruxism. In addition, the installation time and comfort of patients using the plates were compared. A clinical trial was carried out with 20 patients (7 CS; 13 MS) who had a probable diagnosis of bruxism through the application of questionnaires and clinical evaluation. The clinical and laboratory  confection times for the respective stages were timed. Comfort was assessed using a visual analog scale after the stages of clinical confection and after 30 days of splint use. A descriptive and inferential analysis of the results was performed. Preliminary results showed an average time of clinical preparation and installation of 58% and 33% less for MS compared to CS, respectively. Laboratory time 7% shorter for MS. It was reported that MS were 24% and 17% more comfortable than CS during the stages of clinical confection and after 30 days of use, respectively. From the results it was possible to observe a great decrease in the time of clinical preparation when employing the digital flow that is used for the preparation of PF and a considerable decrease in the time of clinical installation. The laboratory time proved to be similar, but the conventional method required direct labor in most stages. In addition, the “digital” plates provided greater comfort in clinical confection and usage.

25
  • RICARDO LIBERALINO FERREIRA DE SOUZA
  • AVALIAÇÃO DA RUGOSIDADE SUPERFICIAL DA PLACA OCLUSAL CONVENCIONAL E DA CONFECCIONADA POR CAD/CAM FRESADA EM PACIENTES COM BRUXISMO DO SONO. ESTUDO PILOTO

  • Orientador : ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ERIKA OLIVEIRA DE ALMEIDA FREITAS
  • FABÍOLA PESSÔA PEREIRA LEITE
  • GUSTAVO AUGUSTO SEABRA BARBOSA
  • Data: 21/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo avaliou a placa oclusal termopolimerizavel convencional (PC) e a confeccionada por CAD/CAM fresada (PF) em pacientes com bruxismo do sono quanto a rugosidade superficial. Materiais e Métodos: o estudo piloto foi composto por dois grupos: PC; N= 5 e PF; N= 13. Os pacientes selecionados foram avaliados quanto a presença de provável bruxismo, por meio de questionário e exame clinico. Foram confeccionadas as placas oclusais, feitos os ajustes oclusais e avaliada a rugosidade superficial após 15 e 60 dias de instalação. Para a análise da rugosidade, foi considerado o ponto de contato mais posterior na placa e a região da guia canina, de forma bilateral, ou seja, a placa possuía quatro pontos de análise, dois anteriores e dois posteriores. A análise foi feita no CCI MP perfilometro ótico 3D sem contato; os dados foram obtidos e analisados pelo software Taysurf CCI software (Taylor Hobson) e feita análise descritiva. Resultados: no tempo 0 (t0 = 15 dias) o grupo de PC apresentou maior rugosidade nas duas análises (Sa = 34,71 e Ra = 32,82) que o grupo de PF (Sa = 29,72 e Ra = 26,13). Após a avaliação no tempo 1 (t1 = 60 dias) a rugosidade média do grupo PC foi menor (PC, Sa = 28,8; Ra = 25,69), enquanto o grupo PF apresentou rugosidade (Sa = 32,4; Ra = 29,1).  Conclusão: O grupo PC apresentou maior rugosidade superficial quando comparado ao grupo PF, para as análises Sa e Ra no t0, mas quando observado no t1 a rugosidade do grupo PC foi menor.


  • Mostrar Abstract
  • The study evaluated the conventional occlusal splint (PC) and the one made by milled CAD / CAM (PF) in patients with sleep bruxism regarding their surface roughness and their sleep quality. Materials and Methods: A pilot study was composed of two groups: PC; N = 5 and PF; N = 13. The selected patients were evaluated for the presence of bruxism and completed the Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQUI-BR). Occlusal splints were made, occlusal adjustments were did and surface roughness was evaluated after 15 and 60 days of installation. For the analysis of roughness, the most posterior contact point on the splint and the canine guide region were considered bilaterally, so the splint had four points of analysis, two anterior and two posteriors. Analysis was performed using CCI MP non-contact 3D optical profileometer; the data were obtained and analyzed using the Taysurf CCI software (Taylor Hobson). Results: at time 0 (t0 = 15 days) the PC group showed higher roughness in the two analyzes (Sa = 34.71 and Ra = 32.82) than the PF group (Sa = 29.72 and Ra = 26, 13). After evaluation at time 1 (t1 = 60 days), the mean roughness of the CP group was lower (CP, Sa = 28.8; Ra = 25.69), while the PF group presented (Sa = 32.4; Ra = 29.1).. Conclusion: The PC group showed higher surface roughness when compared to the PF group, for the Sa and Ra analyzes at t0, but when observed at t1, the roughness of the PC group was lower.

Teses
1
  • LUIZ ARTHUR BARBOSA DA SILVA
  • ANÁLISE DOS EFEITOS BIOLÓGICOS ASSOCIADOS AO FATOR DE CHOQUE TÉRMICO 1 (HSF1) NO CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS ORAL


  • Orientador : MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BÁRBARA VANESSA DE BRITO MONTEIRO
  • CASSIANO FRANCISCO WEEGE NONAKA
  • LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • SERGIO ADRIANE BEZERRA DE MOURA
  • Data: 18/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • O carcinoma de células escamosas oral (CCEO) exibe altas taxas de morbimortalidade sendo importante identificar fatores prognósticos (clinicopatológicos e moleculares) que tenham impacto na sobrevida dos pacientes e que possam estratificá-los em terapias individualizadas. Nesta perspectiva, destaca-se o fator do choque térmico 1 (HSF1), considerado o principal fator de transcrição da resposta ao estresse proteotóxico, evento comum em células cancerígenas. Evidências em vários tipos de câncer mostram que diversos processos associados à iniciação e à progressão tumoral, bem como à resistência terapêutica, são regulados por HSF1. Portanto, esclarecer as vias de participação de HSF1 no CCEO pode auxiliar no entendimento do seu comportamento biológico. Em uma pesquisa previamente desenvolvida por nosso grupo, foram realizados a análise clinicopatológica e o estudo da imunoexpressão de HSF1 em 70 casos de carcinoma de células escamosas de língua oral (CCELO) em comparação com 30 espécimes de mucosa oral normal (MON). Nesta atual investigação, avaliou-se a participação de HSF1 na tumorigênese do CCELO, através de experimentos in vitro com a linhagem celular SCC15, silenciada e não silenciada com partículas lentivirais, com silenciamento confirmado por qRT-PCR e Western Blot. Foram analisadas a viabilidade e proliferação celular, (CellTiter e BRDU, respectivamente), capacidade de invasão (sistema transwell/Matrigel), influência no ciclo celular (iodeto de propideo e análise por citometria de fluxo) e transição epitélio-mesenquimal (TEM) (expressão de E-caderina e vimentina por qRT-PCR). Todos os experimentos in vitro foram repetidos em triplicata e para todos os testes estatísticos o nível de significância empregado foi de 5%. Nossos resultados anteriores evidenciaram que quanto aos casos de CCELO, 57,1% exibiram estadiamento clínico III ou IV, 82,9% foram gradados como de alto grau segundo Bryne (1998), 47,1% como de alto risco segundo Brandwein-Gensler et al. (2005) e 58,8% como de alto risco de acordo com o modelo BD. Observou-se um impacto da gradação de Bryne (1998) (p= 0,05) na sobrevida livre de doença e do tamanho do tumor T3 ou T4 (p= 0,04), recidiva local (p= 0,02) e modelo BD (p=0,02) na sobrevida global. Encontrou-se previamente resultado significativo (p<0,01) quando se comparou a imunoexpressão de HSF1 entre a MON e o CCELO, sem associações significativas da imunoexpressão com os parâmetros clinicopatológicos. A partir dos estudos funcionais, observou-se que HSF1 é superexpresso na linhagem SCC15 comparada aos queratinócitos normais (p<0,005) e que o silenciamento deste gene inibiu a proliferação celular (p< 0,005), avanço nas fases do ciclo celular, com aumento do número de células nas fases G0/G1 (p<0,01) e redução das células na fase S (p<0,001), capacidade de invasão (p<0,05) e TEM, com diminuição da expressão de vimentina (p<0,05) e aumento de E-caderina (p<0,001), quando comparadas as linhagens silenciada e controle. Diante destes resultados, sugere-se que HSF1 pode desempenhar uma amplitude de funções que ajudam a manter a viabilidade celular em meio às condições estressoras do microambiente tumoral. Assim, futuramente, estratégias envolvendo sua supressão podem ser uma ferramenta terapêutica útil no controle da progressão do CCEO.


  • Mostrar Abstract
  • Oral squamous cell carcinoma (OSCC) exhibits high rates of morbimortality and it is crucial to identify prognostic factors (clinicopathological and molecular) that have an impact on patient survival and that can stratify them in individualized therapies. In this perspective, there is the heat shock factor 1 (HSF1), considered the main activated transcription factor in response to proteotoxic stress, a common event in cancer cells. Evidences in various types of cancer show that different processes associated with tumor initiation and progression, as well as therapeutic resistance, are regulated by HSF1. Therefore, to clarify the pathways of HSF1 participation in the OSCC may help in the understanding of its biological behavior. In research previously developed by our group, a clinicopathological analysis and an immunoexpression study of HSF1 of 70 cases of oral tongue squamous cell carcinoma (OTSCC) were performed in comparison with 30 samples of the normal oral mucosa (NOM). In this current investigation, the role of HSF1 in OTSCC tumorigenesis was evaluated, through in vitro experiments with the SCC15 cell line, silenced and non-silenced with lentiviral particles, with silencing confirmed by qRT-PCR and Western Blot. Cell viability and proliferation (CellTiter and BrdU, respectively), invasion capacity (transwell / Matrigel system), influence on cell cycle (propidium iodide and flow cytometry analysis) and epithelial-mesenchymal (EMT) (expression of E-cadherin and vimentin by qRT-PCR) were evaluated. All in vitro experiments were repeated in triplicate and for all statistical tests used the significance level was 5%. Our previous results showed that as for the cases of OTSCC, 57.1% exhibited clinical stage III or IV, 82.9% were graded as high grade according to Bryne (1998), 47.1% as high risk according to Brandwein-Gensler et al. (2005) and 58.8% as high risk according to the BD model. It was observed an impact of Bryne's gradation (1998) (p = 0.05) on disease-free survival and of tumor size T3 or T4 (p = 0.04), local recurrence (p = 0.02) and BD model (p = 0.02) on global survival. A significant initial result (p <0.01) was found when comparing an HSF1 immunoexpression between NOM and OTSCC, with no significant association of immunoexpression with clinicopathological tests. From the functional studies, it was observed that HSF1 is overexpressed in the SCC15 cell line compared to normal keratinocytes (p <0.005) and that the silencing of this gene inhibited cell proliferation (p <0.005), advance in the cell cycle phases, with an increase in the number of cells in phases G0/G1 (p <0.01) and reduction of cells in phase S (p <0.001), invasion capacity (p <0.05) and EMT, with decreased vimentin expression (p <0.05) and increased E-cadherin (p <0.001), when compared to silenced and control lines. Given these results, it is suggested that HSF1 can exert a range of functions that maintain cell viability amid the stressful conditions of the tumor microenvironment. Thus, in the future, strategies involving its suppression may be a useful therapeutic tool in controlling the progress of the OSCC.

2
  • MARA LUANA BATISTA SEVERO
  • ESTUDO COMPARATIVO DO USO DO GEL DE PRÓPOLIS E DA GELEIA REAL NO TRATAMENTO DA MUCOSITE ORAL INDUZIDA QUIMICAMENTE– ESTUDO EXPERIMENTAL IN VIVO


  • Orientador : ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRESA COSTA PEREIRA
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
  • MARIA CECILIA AZEVEDO DE AGUIAR
  • RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • Data: 20/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar os efeitos do própolis e da geleia real em comparação a terapia de fotobiomodulação com laser de baixa intensidade em um modelo animal de mucosite oral (MO) induzida por 5-fluorouracil (5-FU). Material e Métodos: Trata-se de um estudo in vivo, experimental, controlado e cego. Setenta e dois ratos Wistar e machos foram distribuídos aleatoriamente em quatro grupos (n = 18): controle (C) (sem tratamento), terapia de fotobiomodulação FBM (laser intraoral 6 J/cm2), gel de própolis (P) e geleia real (GR). Nos dias 0 e 2, os animais receberam uma injeção intraperitoneal de 5-FU. Nos dias 3 e 4, a mucosa bucal foi escarificada. As terapias foram iniciadas no dia 5. Seis animais por grupo foram eutanasiados nos dias 8, 10 e 14. A análise fitoquímica do própolis e da geleia real foram realizados por Cromatografia em Camada Delgada (CCD). A análise clínica foi realizada usando fotografias e a avaliação histopatológica (Hematoxilina / Eosina) foi baseada nos escores de reepitelização e inflamação. Os estudos imuno-histoquímicos (pAKT, p-S6 e NFκB) e do estresse oxidativo (Superóxido Dismutase-SOD, Glutationa reduzida-GSH e Malonaldeído-MDA) foram realizados. Resultados: A análise da CCD revelou à presença de compostos como terpenos, saponinas, óleos essenciais e flavonoides no P e de alta quantidade de sacarose (Rf 0,34) na RG. Nos dias 8 e 10, os animais dos grupos FBM, P e GR apresentaram melhora clínica da MO e cicatrização acelerada com menores scores morfológicos, aumento da imunoexpressão das proteínas pS6 (exceto no dia 10), pAKT (p <0,05, ANOVA e teste de Tukey) e fator de transcrição NF-kB (teste de Mann Whitney; p <0,05) quando comparados ao grupo controle. No dia 14, o grupo P aumentou os níveis do antioxidante GSH quando comparado ao grupo controle (p <0,05, ANOVA e teste de Tukey). Conclusões: Nossos resultados evidenciaram que o P e a GR, assim como a FBM com laser intraoral, são terapias eficazes no tratamento da MO. A presença de açúcares na GR e de flavonoides, terpenos e óleos essenciais no P justifica a excelente ação cicatrizante de feridas e seus efeitos antiinflamatórios. Adicionalmente, o grupo tratado com própolis exibiu melhores características de redução do estresse oxidativo na MO induzida por 5-FU em ratos, quando comparados aos outros grupos tratamentos.


  • Mostrar Abstract
  • Purpose: Evaluate effects of propolis, royal jellies comparing to low-intensity laser photobiomodulation therapies on an animal model of 5-fluorouracil (5-FU)-induced Oral Mucositis (OM). Material and Methods: It is an In vivo, experimental, controlled and blind study. Seventy-two male Wistar rats were randomly allocated into four groups (n=18): control (no treatment), photobiomodulation therapy (PBMT) (intraoral laser 6 J/cm2), propolis gel (P) and royal jelly (RJ). On days 0 and 2, animals received an intraperitoneal injection of 5-FU. On Days 3 and 4, the buccal mucosa was scratched. Therapies were initiated on Day 5. Six animals per group were euthanized on Days 8, 10, and 14. Phytochemical analysis of P and RJ were performed by Thin Layer Chromatography (TLC). Clinical analysis was performed using photography and histopathological (Hematoxylin / Eosin) evaluation was based on re-epithelization and inflammation scores. Immunohistochemical (pAKT, p-S6 and NFκB) and oxidative stress studies (Superoxide Dismutase-SOD, Glutathione reduced- GSH and Malonyldialdehyde-MDA) were investigated. Results: TLC analysis revealed the presence of compounds such as terpenes, saponins, essential oils and flavonoids in P and a high amount of sucrose (Rf 0.34) in RG. On days 8 and 10, the animals of PBMT, P and GR groups showed clinical improvement of OM and accelerated healing with lower morphological scores, increased immunoexpression of pS6 proteins (except on day 10), pAKT (p <0.05, ANOVA and Tukey test) and NF-kB transcription factor (Mann Whitney test; p <0.05) when compared to the group control. On day 14, group P increased the GSH antioxidant levels when compared to the control group (p <0.05, ANOVA and Tukey test). Conclusions: Our results showed that P and GR, as well as PBMT with intraoral laser, are effective therapies in the treatment of OM. The presence of sugars in GR and flavonoids, terpenes and essential oils in P justifies the excellent wound healing action and its anti-inflammatory effects. The presence of sugars in the GR and flavonoids in the P justifies the excellent wound healing action and its anti-inflammatory effects. Additionally, the propolis-treated group exhibited better oxidative stress reduction characteristics in 5-FU-induced OM in rats when compared to the other treatment groups.

3
  • PATRÍCIA GUERRA PEIXE
  • O Efeito da Idade na Imunoexpressão dos Marcadores CD1a, CD83, Triptase e CD34 nos Tecidos Periodontais Saudáveis e Doentes 
  • Orientador : BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BRUNO CESAR DE VASCONCELOS GURGEL
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • SABRINA GARCIA DE AQUINO
  • FERNANDO JOSE DE OLIVEIRA NOBREGA
  • Data: 28/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • A microbiota e o sistema imune do idoso apresentam algumas alterações, favorecendo ao aparecimento de infecções e doenças inflamatórias. A doença periodontal é um exemplo, permeando entre aspectos agudos a crônicos, podem ter alterações em sua evolução com o envelhecimento humano. Compreender a doença periodontal e sua relação com o ciclo da vida é importante para a prevenção, tratamento e cura. Este estudo tem como objetivo avaliar o efeito da idade na doença periodontal, através da avaliação da presença de células dendríticas imaturas (CD1a) e maduras (CD83), mastócitos (triptase) e vasos sanguíneos (CD34) em 154 tecidos periodontais saudáveis e doentes. Foi utilizada a técnica de imunoistoquímica através da imunomarcação do CD1a, CD83, triptase e CD34, sendo contabilizados em 5 campos de maior número de células positivas, no aumento de 100x. Para o CD34, ainda foram calculadas a área e o perímetro microvascular para todos os vasos sanguíneos presentes, e dos vasos com presença do endotélio vascular alto. Não houve diferença na imunoexpressão das células dendríticas, dos mastócitos e na quantidade de vasos sanguíneos nos tecidos gengivais, entre os casos de gengiva clinicamente saudável, gengivite induzida por biofilme e periodontite estágio II, III e IV, avaliando isoladamente os grupos etários: adultos e idosos. As células dendríticas imaturas são mais numerosas no idoso com o quadro clínico de gengivite e periodontite. Na gengivite induzida por biofilme, nos idosos há maior número de mastócitos no processo de degranulação. Os adultos com gengivite induzida por biofilme possuem maior quantidade de vasos sanguíneos que o grupo idoso. A área microvascular e o perímetro microvascular dos vasos sanguíneos com o endotélio vascular alto apresentaram maiores nos idosos nos casos de gengivite. Conclui-se que nos idosos com gengivite induzida por biofilme, há alteração no número de células dendríticas imaturas, além da alteração no calibre de vasos sanguíneos com endotélio vascular alto, necessitando de estudos que relacionem estes dados à função celular para compreensão do papel das células inflamatórias na doença periodontal.


  • Mostrar Abstract
  • The elderly's microbiota and immune system show some changes, favoring the onset of infections and inflammatory diseases. Periodontal disease is an example, permeating between acute and chronic aspects, it can have changes in its evolution with human aging. Understanding periodontal disease and its relationship with the life cycle is important for prevention, treatment and cure. This study aims to evaluate the effect of aging on periodontal disease, by assessing the presence of immature (CD1a) and mature (CD83) dendritic cells, mast cells (tryptase) and blood vessels (CD34) in 154 healthy and deseased periodontal tissues. The immunohistochemistry technique was used through the immunostaining of CD1a, CD83, tryptase and CD34 markers, being counted in 5 fields with a greater number of positive cells, in the 100x magnification. For CD34, the microvascular area and perimeter were also calculated for all blood vessels present, and for vessels with the presence of high vascular endothelium. There was no difference in the immunoexpression of dendritic cells, mast cells and the amount of blood vessels in the gingival tissues, between cases of clinical gingival health, biofilm-induced gingivitis and periodontitis, evaluating the age groups: adults and adults separately. seniors. Immature dendritic cells are more numerous in the elderly with the clinical picture of gingivitis and periodontitis. In biofilm-induced gingivitis, the elderly have a greater number of mast cells in the degranulation process. Adults with biofilm-induced gingivitis have a greater amount of blood vessels than the elderly group. The microvascular area and the microvascular perimeter of the blood vessels with the high vascular endothelium were larger in the elderly in cases of gingivitis. Concluding, in the elderly with biofilm-induced gingivitis, there is a change in the number of immature dendritic cells, in addition to a change in the caliber of blood vessels with high vascular vessels, requiring studies that relate these data to the cellular function to understand the role of inflammatory cells in periodontal disease.

4
  • HUGO COSTA NETO
  • O CRIPTO-1 É UM POTENCIAL BIOMARCADOR PARA O DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DOS TUMORES ÓSSEOS BENIGNOS E MALIGNOS DOS MAXILARES 



  • Orientador : HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HEBEL CAVALCANTI GALVAO
  • ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
  • ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
  • ANA LUIZA DIAS LEITE DE ANDRADE
  • MANUEL ANTONIO GORDON NUNEZ
  • Data: 28/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • O termo lesão fibro-óssea dos maxilares (LFOM) é uma designação inespecífica para um grupo de distúrbios caracterizados, morfologicamente, pela substituição do tecido ósseo por uma matriz de tecido conjuntivo fibrosa, a qual exibe neoformação de tecido ósseo com diferentes graus de mineralização. O diagnóstico preciso das LFOM não é fácil e só pode ser realizado após uma análise minuciosa dos aspectos clínicos, radiológicos e histológicos. No entanto, deve-se admitir que alguns casos desafiam a exatidão na emissão do diagnóstico. Considerando a diversidade do comportamento biológico das lesões e as pesquisas sobre a identificação de potenciais marcadores moleculares, o objetivo deste trabalho foi realizar uma análise imuno-histoquímica do cripto-1 (CR-1) e da β-catenina em uma série de casos diagnosticados microscopicamente como displasia fibrosa (DF) (n=30), fibroma ossificante central (FOC) (n=28) e osteossarcoma (OS) (n=5) armazenados nos arquivos do Serviço de Anatomia Patológica Oral de uma população brasileira. As expressões imuno-histoquímicas foram analisadas através de escore imunorreativo. Os dados obtidos foram inseridos em um arquivo do software Microsoft Excel® e, posteriormente, analisados no software Statistical Package for Social Science. Para todos os testes estatísticos utilizados, o nível de significância foi estabelecido em 5% (p<0,05). O CR-1 exibiu predominância de um padrão fortemente positivo para os casos de FOC e OS, e do padrão moderado para os casos de DF (p<0,001). A β-catenina exibiu predominância do padrão negativo para os casos de FOC e DF, e do padrão fortemente positivo para os casos de OS (p=0,001). O teste de correlação de Spearman revelou correlação positiva entre os escores imunorreativos de CR-1 e β-catenina. Os resultados desta pesquisa sugerem a participação do CR-1 na patogênese do FOC e OS, assim como o uso dessa proteína como potencial biomarcador molecular para o diagnóstico diferencial de LFOM.


  • Mostrar Abstract
  • Fibro-osseous lesions of maxilar (FOLM) is a non-specific designation for a group of disorders characterized, morphologically, by replacement of bone tissue by a matrix of fibrous connective tissue, showing neoformation of bone tissue with varying degrees of mineralization. Precise diagnosis of FOLM is not easy, and requires careful analyisis of clinical, radiological and histological aspects.  Even so, some cases still challenge accuracy in diagnosis.  Considering  the diversity of biological behaviour of the lesions and the research regarding identification of potential molecular markers, this study aims to perform  immunohistochemical analysis of crypto-1 and β-catenin in a series of cases diagnosed microscopically  as fibrous dysplasia (FD) (n=30), central ossifying fibroma (COF) (n=28) and osteossarcoma (OS) (n=5), stored in archives of Oral Pathological Anatomy Service of a Brazilian population. Immunohistochemical expressions were analysed through imunorreactive score. All data obtained was inserted into a file of Microsoft Excel® software (Microsoft Corporation, USA) and then transferred to a database of SPSS® for Windows software (Statistical Package for Social Sciences; IBM, USA), version 20.0. For all statistical tests used, the significance level established was p ≤ 0.05. CR-1 showed a predominant pattern of strong positive in COF and OS cases, and a moderate positive in FD cases (p<0,001). β-catenin showed a predominant negative pattern for COF and FD cases, and a predominant strong positive pattern for OS cases (p=0,001). Spearman correlation tests showed positive correlation of the imunoreative scores of CR-1 and β-catenin. Those results suggests CR-1 could be involved in the pathogenesis of COF and OS, and this protein could be used as a potential molecular biomarker for diferential diagnosis of FOLM.

5
  • MAYRA SOUSA GOMES
  • Efeitos anti-inflamatório e antioxidante do extrato da folha de Spondias mombin em modelo experimental de mucosite oral

  • Orientador : RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO MARTINS
  • CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
  • EDJA MARIA MELO DE BRITO COSTA
  • MARIA CECILIA AZEVEDO DE AGUIAR
  • RUTHINEIA DIOGENES ALVES UCHOA LINS
  • Data: 25/06/2020

  • Mostrar Resumo
  • A Mucosite Oral (MO) caracteriza-se como uma condição inflamatória por apresentar clinicamente áreas eritematosas e ulceradas. É a complicação oral mais frequente nos pacientes sob quimioterapia e/ou radioterapia, e seu t