Apresentação

 

1. Curso de Saúde Coletiva em linhas gerais

O curso de Saúde Coletiva da UFRN foi criado no ano de 2008, sendo oferecidas 50 vagas, com uma entrada anual no primeiro semestre. As habilidades e competências finalísticas da graduação podem ser agrupadas em três grandes eixos: Atenção à Saúde; Educação e Comunicação em Saúde e Gestão em Saúde.

A graduação em Saúde Coletiva da UFRN possibilita ao discente participar de diversos grupos de pesquisa: o Grupo de Estudos em Saúde Coletiva, o Laboratório de Estudos Epidemiológicos (LEEp/DSC/NESC), o Grupo de Pesquisa em Corporeidade, Transdisciplinaridade e Saúde (ECOTRANS), o Grupo de Pesquisa QualiSaúde, o Grupo de Pesquisa Observatório de Saúde Mental, o Grupo de Pesquisa em Envelhecimento, Grupo de Pesquisa em Gestão do Trabalho, Grupo de pesquisa Impactos das Violências no Campo da Saúde, Grupo de Pesquisa Vigilância e Promoção da Saúde e o Systematic Review and Meta-Analisys Laboratory (Lab-Sys).

Além desses grupos, há oportunidades de inserção em bolsas de monitoria de ensino, auxiliando docentes a organizarem aulas, desenvolvendo assim habilidades pedagógicas importantes na formação do profissional do campo da saúde. Atividades de extensão como projetos, eventos e desenvolvimento de produtos também são oportunizadas na graduação em Saúde Coletiva de modo a inserir o estudante no ensino-pesquisa-extensão.

O Curso de Graduação em Saúde Coletiva da UFRN está fisicamente inserido no Departamento de Saúde Coletiva (DSC) do Campus Natal onde a maioria das atividades relativas à formação acadêmica ocorrem. Vinculadas ao DSC existem duas Unidades Administrativas; o Núcleo de Saúde Coletiva - (NESC/UFRN) e o Laboratório de Práticas Integrativas e Complementares (LAPICS/UFRN-15.23.01). Essas Unidades realizam ações de Ensino, Pesquisa, extensão e atenção em Saúde Coletiva para comunidade interna e externa a UFRN.

Assim, a graduação em Saúde Coletiva intenciona um processo formativo de qualidade contínua, disponibilizando atividades que impactem positivamente no desenvolvimento social local. Neste sentido, busca sintonia a missão da UFRN em educar, produzir e disseminar o saber universal e contribuir para o desenvolvimento humano, sustentabilidade socioambiental, democracia e cidadania.


2. Estrutura curricular

Em relação à estrutura curricular, o curso é organizado a partir de 4 eixos estruturantes (Saúde e Sociedade; Modelos de Gestão e Atenção à Saúde; Sistemas e Serviços de Saúde; Gestão em Saúde). Cada um dos três primeiros eixos têm dois períodos letivos de formação. Já o quarto eixo apresenta três períodos de formação. Os períodos contêm componentes curriculares do tipo: disciplinas e atividades acadêmicas na forma de atividades de orientação individual na função de estágio supervisionado e na função de Trabalho de Conclusão de Curso, bem como de atividades coletivas na função de Atividade Integradora de Formação (Práticas em Saúde Coletiva, Espaços Integrativos e Seminários de Acompanhamento de TCC).

Os componentes curriculares estão organizados em função das competências e habilidades pretendidas e dos conhecimentos teórico-práticos necessários para desenvolvê-las.


3. Objetivo da formação em Saúde Coletiva

Formar bacharéis em Saúde Coletiva, com uma visão histórica e compreensiva das relações entre o Estado e a sociedade, do homem como totalidade integrada com a natureza e a cultura, e da saúde como campo de interesses diversos, permitindo o exercício da gestão no contexto contemporâneo das políticas públicas e de saúde, do trabalho humanizado, em equipe, e das novas formas de gestão democráticas colegiadas.

Para viabilizar esta formação, pretende-se:

1)      Formar profissionais com conhecimentos reflexivos, habilidades, competências, compromisso ético e responsabilidade social necessários para exercer dentro da legislação em saúde, a gestão nos diversos níveis do sistema de saúde, da organização dos serviços e ações de saúde, sob a égide da melhoria da qualidade da saúde individual e coletiva;

2)       Formar profissionais com capacidade de realizar diagnósticos de saúde, identificar necessidades e demandas, formular políticas, administrar os recursos financeiros, físicos, materiais, tecnológicos, humanos, de informação, organização e comunicação, necessários para o bom funcionamento do sistema, além de pactuar decisões no seu interior voltadas para estruturar serviços e práticas de saúde na perspectiva de produzir mudanças e consolidar as experiências bem sucedidas;

3)      Formar bacharéis em Saúde Coletiva com conhecimentos, habilidades e competências para formular intervenções, implementar decisões, avaliar os processos de implantação e os resultados das intervenções na saúde da população, em serviços ambulatoriais e hospitalares, em subsistemas de saúde e em redes de atenção de âmbito municipal, regional, estadual e nacional;

4)       Oferecer uma formação acadêmica que observe e contemple as características de uma universidade criativa, pluralista, democrática, comprometida com a realidade, crítica e orgânica.

 

4- Atividades de um sanitarista

Atividades de natureza interdisciplinar, atuando nos três níveis de Atenção à saúde:

Promoção da saúde: atuação na identificação, análise e intervenção nos determinantes do processo de saúde-doença e de qualidade de vida; na análise e coprodução cultural, artística e educativa, correlatas ao campo da Saúde Coletiva; no desenvolvimento de tecnologias de acolhimento, cuidado, educação e cultura em saúde.
 
Proteção da saúde: atuação na identificação, análise e intervenção sobre aspectos geradores de desigualdades, riscos, vulnerabilidades e desgastes; na gestão de (sub)sistemas e prestação de serviços de vigilância (Epidemiológica, Sanitária, Ambiental - incluídos os ambientes de trabalho), de controle de doenças e de redução de danos.
 
Recuperação da saúde: atuação na análise institucional e na gestão de processos e práticas de cuidado, da clínica, de serviços e programas assistenciais e de reabilitação, de sistemas e serviços de apoio (diagnóstico, terapêutico etc.).

 

 Para mais informações sobre o Curso, bem como as oportunidades de inserção em atividades de ensino, pesquisa e extensão:

 Acesse nosso mural interativo: https://padlet.com/flaviamachado1/MuraldoCursodeSaudeColetiva

 Siga nosso Instagram @saudecoletivaufrn

E-mail: saudecoletivaufrn@gmail.com

Coordenação do Programa: FLAVIA CHRISTIANE DE AZEVEDO MACHADO

Telefone/Ramal: (84) 3342-2275

E-mail: saudecoletivaufrn@gmail.com

Título do Profissional: Nenhum conteúdo disponível até o momento Área de Conhecimento CNPQ: Ciências da Saúde Convênio Acadêmico : Nenhum conteúdo disponível até o momento Modalidade de Curso: Presencial
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Calendário Acadêmico.
  • 30/09/2021 - 07/10/2021 · Matrícula para o período 2021.2.
  • 18/10/2021 · Início do período letivo 2021.2.
  • 30/09/2021 - 07/10/2021 · Matrícula para o período 2021.2.
Notícias Veja abaixo as noticias referentes ao nosso Curso.
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao