Notícias > Festas de final de ano

© MARIO QUINTANA
In Apontamentos de História Sobrenatural, 1976

ESPERANÇA [POEMA DO FIM DO ANO]
Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...

Desejamos ótimas festas de final de ano a todas e todos e reafirmamos nosso compromisso de tentar todos os dias do próximo ano fazer com que nosso curso melhore, seja mais humano, acolhedor e formador de pessoas sensíveis e atentas aos processos de ensino aprendizagem do TEATRO.


Notícia cadastrada em 22/12/2016 11:24  
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2018 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao